Terça, 01 Dezembro 2020 | Login
BREAKING NEWS
COISAS DE OSASCO: PTB local peita Executiva Nacional, é punido e culpa Bolsonaro

COISAS DE OSASCO: PTB local peita Executiva Nacional, é punido e culpa Bolsonaro Featured

 
Com base em resolução da Executiva Nacional do PTB, Justiça Eleitoral proibiu aliança do PTB de Osasco com o PT. Coligação, que tinha o Pastor Silvio Neves como vice de Emídio de Souza, culpa Bolsonaro pelo fim da aliança.
 
 
Como foi amplamente noticiado, o PTB Nacional, presidido pelo ex-deputado Federal, Roberto Jefferson, baixou uma resolução em 2019 proibindo qualquer tipo de aliança eleitoral para as eleições de 2020, com partidos de esquerda, dentre eles o PT, PCdoB, Rede, PSB e PSOL. Mas, mesmo assim, o PTB de Osasco decidiu que a legenda em Osasco iria se coligar com o PT, inclusive, indicando o Pastor Silvio Neves, como vice na chapa encabeçado pelo petista, Emídio de Souza, deputado Estadual e ex-prefeito.
 
Assim, PTB e PT fizeram suas coligações oficializando a aliança política. Na semana passada, no entanto, a Justiça Eleitoral acatou a solicitação do PTB Nacional e acabou com a aliança em Osasco. Indignado, Silvio Neves criticou a decisão. "Tudo isso foi feito para ajudar a candidatura do atual prefeito Rogério Lins. O meu projeto é eleger o Emidio prefeito, pois é isso que a cidade precisa. Deixo a condição de vice, mas não deixo a campanha", disse Neves, que presidiu o Republicanos de Osasco por 14 anos. Ele só deixou o partido em 2019, após não concordar com o apoio à candidatura a prefeito do vereador, Dr. Lindoso (Republicanos)
 
O candidato a prefeito pelo PT, Emídio de Souza, também criticou a decisão. “A tentativa do Roberto Jeferson de prejudicar a minha campanha e favorecer os aliados de Bolsonaro é absurda. Essa intervenção e essa decisão judicial só nos estimula ainda mais a trabalhar pelas mudanças que Osasco precisa”, afirmou Emídio.
 
Hoje, no Brasil, parece que virou moda criticar o Presidente Jair Bolsonaro por tudo que é desgraça no país. Se derramam óleo nas praias, se tem incêndio nas florestas ou se gafanhotos ameaçam invadir o Brasil, tudo isso é culpa do Bolsonaro. Agora, como aconteceu em Osasco, eles culpam também o presidente da Nação por decisão da Justiça Eleitoral que inviabiliza alianças de legendas que desobedecem normas partidárias. Isso só demonstra que a oposição ainda não engoliu a derrota em 2018 e insiste em permanecer no palanque eleitoral.
 
Vice-prefeita
 
Para o lugar do Pastor Silvio Neves, Emidio anunciou no dia 19/10, o nome professora Zélia Lucas como nova candidata a vice-prefeita em sua chapa.
Zélia Lucas é natural de Osasco e moradora da Chácara Fazendinha. Ela tem 55 anos, 3 filhos e 4 netos. Zélia é professora da rede municipal de ensino, técnica em enfermagem e tem graduação em Serviço Social (Unisa – 2004), em Pedagogia (IESDE/FAPI – 2007), em História (Unisa – 2009) e está no 3º ano de Psicologia na Universidade Anhanguera.
 
Agora, sem o PTB, que não indicou chapa de vereadores, a Coligação "Osasco quer Mudança" conta com o PT e o PV. (Renato Ferreira)
000

About Author

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.