Segunda, 08 Maio 2017 00:21

Cruzeiro é pentacampeão da Superliga

 

Jogando na manhã deste domingo (07/05), o Cruzeiro conquistou o pentacapeonato da Superliga de Vôlei Masculino e se tornou o maior ganhador de todos os tempos da competição.

Embalado por quase 14 mil torcedores, que fizeram uma grande festa nas arquibancadas do Mineirinho, o time celeste venceu o Taubaté, por 3 a 1, com parciais de 25/22, 25/22, 18/25 e 25/19. Foi o quarto título consecutivo do time mineiro na Superliga em sete decisões seguidas.

É também a primeira vez que uma equipe conquista quatro títulos nacionais consecutivos, superando os tris seguidos de Banespa, Minas (duas vezes) e Florianópolis.

E, definitivamente, o Cruzeiro registra seu nome na história do vôlei brasileiro emundial com números impressionantes. Foi o 26º título em 30 finais de 33 campeonatos disputados desde 2010.

Na Superliga, a equipe do técnico Marcelo Mendez ficou com o título também em 2012, 2014, 2015, 2016. Além do técnico Marcelo Mendez, os jogadores Filipe, William e Serginho também estiveram em todos os cinco títulos nacionais da equipe.

Além do belíssimo espetáculo em quadra, os torcedores fizeram uma festa de arrepiar nas arquibancadas do Mineirinho. Foram 10.163 pagantes e 13.957 presentes no principal templo do vôlei nacional.

Veja, aqui, o último ponto da partida e o início da festa cruzeirense: 

https://www.facebook.com/orenatoferreira/posts/1343640632392840?pnref=story

 

Neste sábado e domingo, 6 e 7/5, das 12 às 21h, a cidade de Osasco será palco do 1º Osasco Barbecue Festival, uma ação inédita que apresentará os diversos tipos de assados, e realizará uma competição do melhor churrasco e do melhor chef. O torneio reunirá diversas equipes que concorrerão ao Troféu de Mestre Assador em quatro categorias de assados: churrasco com carne bovina, churrasco com aves, churrasco com costelinha de porco e churrasco vegetariano.

O evento será realizado pela Associação dos Churrasqueiros do Brasil, que representa a WBQA – World Barbecue Association, em parceria com a Prefeitura de Osasco, no estacionamento da Prefeitura. No local os apreciadores de um bom churrasco terão a disposição uma Praça de Alimentação com grande variedade de churrascos, bares com cervejas artesanais, chopes e drinques, sorvetes artesanais, espaço kids, palestra com chefs churrasqueiros, palco com apresentações musicais e venda de produtos e equipamentos para churrasco.

A entrada será 1 quilo de alimento não perecível que será destinado ao Fundo Social de Solidariedade. (Fonte: SECOM/PMO)

 

O ex-prefeito de Osasco, Jorge Lapas (PDT), deixou de pagar o aluguel do imóvel que abriga a 2ª Companhia da Polícia Militar, instalada na rua Victor Brecheret, na Vila Yara. Com uma dívida superior a R$ 375 mil, a justiça acatou ação de despejo e determinou a desocupação do prédio em até 60 dias.

 

De acordo com o processo na 1ª Vara da Fazenda Pública do Fórum de Osasco, o contrato de locação do imóvel, que teve início em 28 de junho de 2007, sendo renovado para o período de 6 de junho de 2011 a 5 de junho de 2012, previa pagamento mensal de R$ 10.200, o que não ocorreu de forma regular. Ou seja, a administração Lapas optou por acumular os aluguéis e efetuar pagamentos esporádicos sem saldar por completo a dívida gerada.

 

O pagamento irregular provocou uma dívida de R$ 375.936,17, até o momento. O juiz titular da 1ª Vara, José Tadeu Picolo Zanoni, determinou em seu despacho que a prefeitura salde o valor “que deverá ser atualizado monetariamente desde a data do vencimento e acrescidos de juros de mora desde a citação”.

 

Para que a população não seja prejudicada, uma vez que a Polícia Militar define locais estratégicos para a instalação das companhias, a Prefeitura de Osasco, através da Secretaria de Administração, verifica, junto com o comandante da 2ª Cia da PM, um outro imóvel para abrigar a unidade.

 

 

Atenção! Neste sábado, 6 de maio, você e sua família têm um compromisso com a alegria. Vocês não podem perder a peça "Não sou gordo, são seus olhos", única apresentação no Teatro Municipal Glória Giglio, de Osasco, às 20h.

O Teatro fica na Avenida dos Autonomistas, em frente ao Carrefour.

O ingresso custa R$ 40,00, mas, levando 1 kg de alimento não perecível, você pagará apenas meia entrada. Os alimentos arrecadados serão entregues ao Fundo Social de Solidariedade.

Portanto, não perca! Vá rir até morrer com um dos melhores atores do Brasil, o meu amigo Hermes Carpes no Teatro Muncipal de Osasco! (Renato Ferreira)

 

 

No próximo domingo, 7 de maio, uma juventude muito ativa na área da política, arte e cultura da cidade de Osasco, região Oeste da Grande São Paulo, estará em festa. Falamos do Coletivo de Arte e Cultura Nós de Oz, que completa em 2017, quatro anos de atuação em formação e debates populares sobre a transformação política por meio da cultura.

As ações do Nós de Oz se concentram na cidade de Osasco, com parceiros em todo o estado de São Paulo e até mesmo em outras cidades da América Latina. "Para marcar essa data, de importantes tarefas realizadas por militantes, ativistas e trabalhadores, o Coletivo Nós de Oz está organizando uma festa de comemoração no próximo dia 7 de maio, domingo, na sede do coletivo: R. Tenente Avelar Pires de Azevedo, 331 – Centro/Osasco", salienta a jovem Cintia Sales, membro do grupo.

E nesta comemoração haverá intervenções de dança:

 

Cigana (com Rosas Cyganas),

Samba Rural Paulista (com o Pé Vermêio - Santana de Parnaíba e região)

Roda de Capoeira (com a República Cultural de Palmares) e Dança Experimental (com Katie Carnicielli - PUC).

Haverá também artesanato e comida vegana com o grupo Coletivas.

 

E não faltará, claro, o Teatro, com apresentação da peça: "A Fulana" - do grupo Lira dos Autos

E no som várias presenças confirmadas: 

 

Duo Libertad com música latino americana, 

Samuel Batista com mpb, 

Projeto Café com Leite, 

Blues Shot

Samba do grupo Nossa Origem

Du bob

E atenção! Tudo isso gratuitamente! (Fonte: Assessoria do Noz de Oz)

 

 

A cidade de Osasco, na região Oeste da Grande São Paulo, perdeu nesta sexta-feira (05/05), Altino Rossi, aos 73 anos.

Ex-vereador por dois mandatos e radialista, o homem simples e atencioso com todos, Altino Rossi era irmão do ex-prefeito Francisco Rossi.

Nascido em Marília, Altino veio ainda criança para Osasco, com seus irmãos Ana Maria e Francisco Rossi, e com a matriarca da família, dona Mercedes Rossi. Em 2014, ele foi homenageado pela Câmara Municipal com o Título de Cidadão Osasquense.

Seu corpo será velado no Velório Bela Vista.

Nossos mais sinceros sentimentos à Família Rossi e que Deus console e conforte o coração de todos os familiares e amigos. Perdemos um grande amigo!

Daremos mais informações aqui mesmo sobre o horário do velório e do seputalmento neste sábado. (Renato Ferreira)

Atualizado às 17h15

O velório de Altino Rossi será iniciado, às 19h, nesta sexta-feir, e o seputamento será realizado, às 9h deste sábado, no Cemitério Bela Vista em Osasco.

 

Na noite desta quarta-feira, a Prefeitura de Itapevi está realizando o lançamento da Campanha do Agasalho 2017. E só nesta cerimônia de lançamento que acontece no Salão Atenas, Centro da cidade, já recolheu mais de duas mil doações para a Campanha do Agasalho, que vai beneficiar milhares de pessoas necessitadas de Itapevi.

Cerca de 300 pessoas participam da cerimônia (que teve até um desfile!), organizada pelo Fundo Social de Solidariedade, com apoio das Secretarias de Desenvolvimento Social, Defesa da Cidania e da Mulher.

Participe desta Campanha e ajude a quem precisa de um pouco de calor contra as baixas temperaturas do inverno. Para isso, o Fundo Social vai disponibilizar mais de 200 pontos de coleta de agasalho em todas as regiões da cidade.

Faça sua parte: doe um agasalho! (Assessoria de Comunicação);)

 

Nesta terça-feira (02/05), em uma votação apertada, os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiram libertar o ex-ministro José Dirceu (PT) da prisão preventiva. A decisão se deu pelo voto do ministro Gilmar Mendes, que desempatou a questão na 2ª Turma. 

A Segunda Turma do STF foi a mesma que, na última terça-feira (25), decidiu mandar soltar o ex-tesoureiro do PP João Carlos Genu e o pecuarista José Carlos Bumlai. O placar foi o mesmo, com três votos a favor da soltura contra dois que pediam a manutenlção da prisão. E o ministro Gilmar Mendes, há poucos dias mantou soltar também o empresário Eike Batista.

Preso pela Lava-Jato, em Curitiba, desde agosto de 2015, Zé Dirceu foi condenado pelo juiz Sérgio Moro em maio de 2016 a 23 anos de prisão pelos crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e participação em organização criminosa. Ele já estava cumprindo pena pelo processo do mensalão pela primeira vez em novembro de 2013 por corrupção ativa. O ex-ministro da Casa Civil do governo Lula foi liberado quase um ano depois para cumprir pena em casa, mas voltou ao cárcere por conta da Operação Lava-Jato. 


Os votos pró Dirceu

O ministro Gilmar Mendes antecipou o voto pela soltura antes de votar. Começou dizendo que o STF julgou o mensalão e não decretou uma prisão sequer. Segundo o magistrado, a Justiça não pode ser ater à “aparente vilania dos envolvidos”, pois a missão do Tribunal é aplicar a Constituição, mesmo contra a opinião da maioria. 

Por sua vez, Tóffoli afirmou considerar que a prisão preventiva deve ser o último instrumento a ser usado pelo Judiciário, apenas quando não for possível usar outras medidas. Segundo ele, cabe à Justiça analisar a legalidade dos atos, apesar da indignação da população. Toffoli disse que caberia a Moro analisar medidas alternativas, como o uso de tornozeleira eletrônica. O ministro Ricardo Lewandowski também disse que cabem medidas alternativas no caso e que Dirceu não pode aguardar preso preventivamente por tempo indefinido. Para os dois, a prisão preventiva estaria antecipando o cumprimento da pena. 

Votos contrários

O primeiro a votar foi o relator da Lava-Jato, ministro Edson Fachin, que decidiu por negar o habeas corpus a Dirceu. Na sequência, o ministro Dias Toffoli votou concedendo a soltura do ex-ministro e autorizando medidas cautelares diferentes da prisão provisória, previstas no código penal. Fachin alegou que o juiz Sérgio Moro apontou indícios concretos de reiteração dos delitos cometidos por José Dirceu. 

O ministro disse não ver constrangimento ilegal na prisão preventiva de Dirceu e alegou que a complexidade do caso e a gravidade dos fatos cometidos por Dirceu permite o prolongamento da detenção. O ministro Celso de Melo citou Alice no País das Maravilhas e acompanhou Fachin ao votar pela manutenção da prisão do ex-ministro. Segundo ele, o ato de Moro que determinou a prisão não incorreu em vício técnico que justifique sua reformulação. (Fonte: O Estado de Minas - Site UAI)

 

Opinião - Renato Ferreira

Voto do "tucano" Gilmar Mendes livra o petista Zé Dirceu

 

Ao longo da história dos últimos anos do Supremo Trimunal Federal, o ministro Gilmar Mendes, indicado pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) , foi sempre acusado pelos petistas e por partidos da esquerda de ser o "ministro mais tucano" da Suprema Corte. O ministro ganhou essa imagem devido às suas decisões que, na opinião da oposição aos tucanos, sempre beneficiaram políticos ligados ao PSDB. 

Por outro lado, os tucanos sempre criticaram medidas tomadas por ministros indicados pelos governos petistas, por exemplo, Dias Tóffoli e Ricardo Lewandowski, levados ao Supremo pelas mãos do ex-presidente Lula (PT). Ao lado dos minitros Edson Fachin, relator da Lava Jato, e Celso de Melo, Mendes, Tóffoli e Lewandovski formam a segunda turma, que hoje decidiu pela soltura de Zé Dirceu.

Porém, nos últimos meses, Gilmar Mendes mudou. Dentro do STF, ele tem sido a voz mais crítica à Operação Lava Jato, comandada pelo juiz Sérgio Moro, também acusado de "tucano" pela oposição.

Hoje, ao final de quatro votos, o placar do hábeas oorpus de José Dirceu estava empatado em 2 a 2. Faltava, então, o voto do "tucano" Gilmar Mendes. E sendo coerente com a sua nova postura, Mendes não somente votou a favor do petista, como também criticou a Lava Jato e, principalmente, os procuradores que fue hoje apresentaram novas acusações contra Dirceu. "Nós não podemos ficar constrangidos por medidas até juvenis, caso contrário, deixamos de ser supremos e Curitiba passa a ser suprema", ironizou o ministro Mendes. (Renato Ferreira)

 

 

 

 

 

Começam nesta terça-feira (02/05), as atividades da Semana do Hip Hop em Osasco, promovida Secretaria da Cultura, entre os dias 2 a 7 de maio.

A Semana do Hip Hop, que faz parte do calendário cultural da cidade por força de lei municipal, visa discutir políticas voltadas para iniciciativas culturais dentro do Plano Juventude Viva em Osasco.

A sessão solene de abertura dos eventos será realizada, nesta terça-feira, a artir das 18h30, na Sala Osasco, junto ao Paço Municipal. (Renato Ferreira)

 

A vitória de 3 a 0 imposta pelo Corinthians sobre a Ponte Preta, neste domingo (30/04), em Campinas, mostrou não somente a superioridade do time da Capital, como também, praticamente, definiu o Paulistão 2017. Com certeza, o mais pessimista corintiano não concebe a possibilidade de o Timão perder esse título, no próximo domingo no Itaquerão. Depois desses 3 a 0, em casa, a Macara terá que vencer a segunda partida pelo mesmo placar, na casa do Corinthians, para levar a decisão para os pênaltis E pelo que jogou ontem, o time de Campinas mostrou que será muito difícil até mesmo para evitar outra derrota no Itaquerão. 

No primeiro jogo da final, a Ponte Preta nem de longe lembrou ser o mesmo time das fases finais, quando despachou o Santos nas quartas de final e o Palmeiras nas semifinais. Foi um time apático, medroso e apenas viu o Corinthians jogar, sem fazer nenhuma pressão como caberia a um time que joga em casa. E a maior prova disso foram as chances de gols do Corinthians, que contruiu com tranquilidade o placar de 3 a 0.

Depois de algumas chances perdidas no início do jogo, o primeiro gol corintiano foi marcado logo aos 13 minutos por Rodriguinho. O primeiro tempo terminou com o placar mínino sem a Ponte dar nenhum trabalho ao goleiro Cássio.  No segundo tempo, também aos 13 minutos, Jadson fez o segundo gol, que abalou ainda mais o time da Macaca. E, aos 36 minutos, veio o tiro de misericórida, com Rodriguinho marcando o seu segundo gol e o terceiro da partida.

40 anos depois

final de 1977

Essa final do Paulistão 2017, entre Corinthians e Ponte Preta, reedita a histórica final de 1977, quando o Corinthian saiu de um jejum de 23 anos sem título no Campeonato, vencendo o jogo com um gol do volante Basílio. A Ponte tinha um grande time e a final daquele ano ficou marcada também por uma grande polêmica. O centroavante Rui Rei, então artilheiro da competição, cavou sua expulsão e poucos dias depois do encerramente do campeonato, ele foi contratado pelo Corinthians, fato que até hoje causa especulações. (Renato Ferreira)

Quem somos

Notícias & Opinião é um site de notícias gerais editado pela Empresa Jornalística Notícias de Paz Ltda - EPP, a partir da Capital e região Oeste da Grande São Paulo.

Como o próprio nome diz, aqui você vai encontrar notícias, entrevistas, artigos, crônicas e opinião sobre política, economia, educação, cultura e esporte, dentre outros temas do nosso dia-a-dia.