Segunda, 25 Setembro 2017 | Login

Com isso, os executivos da JBS, que teriam omitido fatos gravíssimos, envolvendo membros da PGR e do STF, perdem os benefícios concedidos no acordo de delação - 

 

A delação premiadíssima dos irmãos Joesley e Wesley Batista, donos da JBS, está por um fio. Nesta segunda-feira (04/09), acuado diante de novos fatos e da repercussão negativa do acordo da Justiça com os empresários, o Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, convocou a imprensa por volta das 19h,  para afirmar que autorizou novas investigações e que a delação poderá ser cancelada pela PGR.

Investigadores do grupo de trabalho da Lava Jato na Procuradoria-Geral da República descobriram, em gravações entregues pela prória JBS, que os executivos do Grupo teriam omitido "fatos gravíssimos" contra membros da PGR e do STF (Supremo Tribunal Federal). E a omissão é um dos motivos de cancelamento de uma delação premiada. Segundo Rodrigo Janot, se o acordo for cancelado, os executivos perdem os benefícios concedidos, mas, as provas conseguidas até o momento continuarão valendo contra os acusados.

No acordo de delação premiada, firmado pelo PGR Rodrigo Janot e homologado pelo ministro do STF, Edson Fachin, Joesley e Wesley Batista prometeram "contar" tudo desde que não fossem presos e receberam todos os benefícios solicitados. Além de não serem presos, como aconteceu com todos os demais delatores da Lava Jato, os donos da JBS, receberam também, como prêmio, o direito de viajar e até de residir nos Estados Unidos, para onde já transferiram muitos bens e até empresas do Grupo.

Conforme o processo que corre na Justiça, com base em informações dos próprios empresários e também de dados do Governo Federal, a JBS se transformou na maior processadora de proteínas animais do mundo, graças a empréstimos a juros baixos do BNDES (Banco Nacionl de Desenvolvimento Econômico e Social), no período de 2006 a 2015. Durante esse perídio, o Grupo da JBS diversificou também suas atividades para outros ramos, como calçados e a empresa Eldorado Celulose, que acabou de ser comprada por empresários holandeses por US$ 15 bilhões. (Renato Ferreira)

 

Segunda, 04 Setembro 2017 21:26

Lula perde mais uma ação contra a Globo

"A ninguém, nem mesmo ao ex-Presidente da República, é dado pautar a imprensa”, afirma a sentença judicial - 

 

Além de já estar condenado em primeira instância a 9 anos e seis meses de prisão pela Lava Jato, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), tem perdido também ações movidas contra a imprensa no Brasil. Na última sexta-feira (01/09),o juiz Gustavo Dall'Olio, da 8ª Vara Cível de São Bernardo, negou um pedido de direito de resposta feito por Lula. A ação do ex-presidente petista  foi motivada por reportagem exibida no dia 16 de julho pelo programa Fantástico, da Rede Globo.

Em sua sentença, Dall’Olio explicou: “É vedado ao Poder Judiciário influir no conteúdo de matéria jornalística do programa Fantástico, porque a ninguém, nem mesmo ao ex-Presidente da República, é dado pautar a imprensa”.

A decisão do juiz cntraria a defesa do ex-presidente, que acusou o programa de explorar o termo "prova", sem distinguir ao telespectador os conceitos jurídicos de "provas", "meios de provas" e "instrução processual". Segundo a defesa de Lula, a emissora teria então induzido os telespectadores ao erro, fazendo-os acreditar que eram provas irrefutáveis.

“A informação deve ser acessível a todos, quer a Constituição Federal dizer que a informação deve ser compreendida (e consumida) pelo homem comum, considerada a média da sociedade, não pelo advogado, promotor ou juiz. Afinal, não é de aula em Faculdade de Direito ou de curso sobre as "provas em geral" que se ocupa Globo Comunicação e Participação S/A. A matéria não traduz, nem de longe, abuso do direito de informação, tampouco ofensa à honra, imagem, intimidade ou reputação do ex-Presidente da República”, afirma o juiz Gustavo Dall'Olio em sua sentença.

Em sua decisão, o juiz afirma também que Lula deverá pagar as despesas judiciais do processo. Os advogados do ex-presidente já afirmação que vão recerrer da sentença.

 

Nova derrota 

Esta não foi a primeira vez que Lula perde ação judicial contra a imprensa. Em junho de 2017, a Justiça de São Bernardo do Campo já havia rejeitado ação do ex-presidente Lula contra O GLOBO e o colunista Merval Pereira. O ex-presidente petista pedia indenização por danos morais por ter sido citado em duas colunas publicadas em maio e junho de 2016. O juiz Mauricio Tini Garcia, da 2ª Vara Cível de São Bernardo do Campo, considerou improcedente o pedido.

Na ação apresentada à Justiça, Lula pedia R$ 100 mil como indenização a título de reparação de danos morais, alegando que as informações publicadas pelo colunista eram inverídicas. Os textos de Merval citavam informações do depoimento prestado pelo ex-deputado Pedro Corrêa, que firmou acordo de delação premiada. Na ocasião, Lula também buscou a Justiça para pedir direito de resposta. O pedido foi negado.

Novos tempos

Opinião do jornalista Renato Ferreira

Essas ações que o Lula tem impetrado contra a imprensa e perdido na Justiça são didáticas e servem para mostrar para os "coroneis" da política brasileira que estamos no Século 21, que o Brasil mudou e que não é mais o país de três ou quatro décadas passadas. Quem sabe, assim, Lula e outros políticos da velha política aprendam que a imprensa não pode e não ser pautada de acordo com os interesses mesquinhos de políticos populistas, mentiros e corrupgos.

E que o Brasil não é uma Venezuela de Chávez e Maduro.

Além de ampliar as vendas de carne, os acordos com os chineses têm o potencial de trazer US$ 9,9 bilhões em investimentos para o Brasil

A visita de Estado que o presidente Michel Temer realiza à China já produziu acordos que têm o potencial de trazer US$ 9,9 bilhões em investimentos e linhas de créditos para o Brasil nos próximos anos. São investimentos que terão impacto a curto prazo e outros memorandos de intenções que levarão mais tempo para ser totalmente implementados.

Em Pequim, onde chegou na manhã de quinta-feira (31/08), Temer mantém reuniões com o presidente Xi Jinpin e investidores chineses, antes de participar da 9ª Cúpula do Brics (grupo formado por Brasil, Rússi, Índia, China e Ágrica do Sul, entre os dias 3 e 5 de setembro na cicade chinesa de Xiamen. 

Segundo o Ministério das Relações Exteriores, a visita ocorre a convite do presidente Xi Jinping. O encontro reflete o compromisso dos países e a estratégia da parceria entre os dois países. A China é o maior parceiro comercial do Brasil desde 2009. Em 2016, o intercâmbio bilaterial chegou à casa dos US$ 58,5 bilhões, enquanto as exportações do Brasil para a China totatalizaram US$ 35,13 bilhões com superávit brasileiro de de US$ 11,76 bilhões. No ano passado, a China foi o terceiro maior investidor no Brasil, atrás de Estados Unidos e Suíça com investimentos em setores estratégidos como infraestrutura e energia.

Pelos acordos assinados na atual visita, o maior desembolso virá em razão da concessão da licença ambiental que permitirá o início das obras da linha de transmissão entre a usina de Belo Monte, no Pará, e o Sudeste. Segundo o embaixador do Brasil em Pequim, Marcos Caramuru, a chinesa State Grid investirá US$ 3,5 bilhões para concluir a linha de 2.518 km, a maior do País. A licença foi aprovada pelo Ibama no dia 18.

O segundo maior valor a ser investido pelos chinesesé referente à concessão de linha de crédito de US$ 3 bilhões do China Development Bank (CDB) para o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Antes que o dinheiro seja liberado, os dois lados terão de definir parâmetros para concessão dos financiamentos.

Em seguida, figura o projeto do Porto do Sul, em Ilhéus, e da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol), que ligará a cidade a Caetité, em um trecho de 500 km. As obras estão avaliadas em US$ 2,4 bilhões, disse o embaixador. O acordo fechado nesta sexta-feira,prevê a formação de um consórcio de empresas chinesas, do Casaquistão e do governo da Bahia para disputar a licitação, em 2018. Na conta de US$ 9,9 bilhões ainda constam o financiamento de US$ 700 milhões para a construção de um Terminal de Uso Privado no Porto de São Luiz (MA) e o US$ 300 milhões de uma linha de crédito do chinês Eximbank para o Banco do Brasil, dentre outros investimentos.

China quer ampliar compra de carne

China carne

Segundo informou a assessoria de imprensa do Palácio do Planalto nesta sexta-feira (1º), durante audiência com o presidente Michel Temer, o presidente da China, Xi Jinping, anunciou que mais frigoríficos brasileiros serão autorizados a exportar carne para o seu país.

Conforme informou o ministro da Agricultura, Blairo Maggi, que acompanha a comitiva de Temer em Pequim, o Brasil poderá dobrar o volume de carne vendida à China por ano. De acordo com informações da assessoria do governo, o Brasil exporta US$ 1,75 bilhão em carnes por ano para o país asiático.

Portugal confirma compra de aviões da Embraer

Aviões da Embraer

Antes de chegar à China, Michel Temer esteve em Portugal, onde se reuniu com o presidente português Marcelo Rebele de Souza. No final do encontro, Temer disse que Portugal confirmou a compbra de seis aviões cargueiros a Embraer, negócio que os países já vinham conversando há alguns meses. Segundo o presidente brasileiro, as aeronaves compradas pelo governo português são do modelo KC-390 da Embraer. (Renato Ferreira com informações de Agências)

A Prefeitura de Osasco, por meio da Secretaria de Esporte, Recreação e Lazer, organizou a I Copa Agita Osasco, que reúne equipes das zonas Sul e Norte da cidade.

São 16 equipes nas categorias sub-8, sub-10 e sub-12 das duas regiões que se enfrentaram em jogos, com a final programada para ocorrer neste sábado, (02/09), reunindo as categorias sub-10, sub-12 e sub-8, no Geodésico.

Da Zona Sul, participaram as equipes: Porto Grécia, Company, São Caetano, Garotos da Villa, Braços Fortes, Crianças do Bem, Toca e Corinthians. Da Zona Norte foram: Kolping, União Vitória, Super Boys, Sargentos, Canaã, Stadium, Vila Menck e Kuka Legal.

As equipes finalistas são: Company (sub-10), Garotos da Vila (sub-12) e Porto da Grécia (sub-8), da Zona Sul; e União Vitória (sub-10), Super Boys (sub-12) e Stadium (sub-8).

São essas equipes que se enfrentarão no sábado, 2/9, a partir das 9h, no Geodésico. O acesso aos jogos é gratuito. (Jean Ricardo Bueno - Serel)

 

 

 

 

 

Nesta sexta-feira (01/09), o Ministério Público Federal do Distrito Federal (MPF-DF) pediu a absolvição do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no caso de suposta tentativa de comprar o silêncio do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró. Os investigadores concluíram que não há provas de que eles participaram do esquema criminoso, conforme acusação do ex-senador Delcídio do Amaral (ex-PT-MS).

 

Conforme o processo, a procuradoria pediu também a absolvição do banqueiro André Esteves, dono do BTG. Além disso, a Procuradoria recomenda ainda que Delcídio perca os benefícios da delação premiada. 

 

Segundo os investigadores, o ex-senador, que foi expulso do PT, mentiu sobre fatos que levaram à abertura de ação penal contra sete pessoas. Para o MPF, devem ser condenados o advogado Edson Ribeiro, que defendia Cerveró, o pecuarista José Carlos Bumlai e seu filho Maurício, além de Diogo Ferreira, antigo assessor de Delcídio. 

Em sua versão na delação premiada, Delcídio do Amaral afirmou que todo o dinheiro foi dado por José Carlos Bumlai, por intermédio do filho, Maurício Bumlai, e que ele apenas encaminhou a entrega das cinco parcelas de R$ 50 mil ao ex-diretor da Petrobras a pedido do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. 

A afirmação é contestada e desmentida em vários depoimentos colhidos durante a instrução processual. José Carlos e Maurício - ambos denunciados - confessaram ter entregue R$ 100 mil a interlocutores de Delcídio, sustentando que tratava-se de "empréstimo" a este. 

Além disso, uma testemunha disse ter feito empréstimo pessoal ao senador dos recursos utilizados para o pagamento da quarta parcela. 

Ainda segundo o MPF, Delcídio também mentiu sobre a quinta entrega de valores, ao afirmar que teria sido feita por Diogo Rodriguez com recursos da família Bumlai. No entanto, os investigadores constatara que a entrega foi feita pelo próprio Delcídio. Já a origem do dinheiro não foi comprovada. (Fonte: O Estado de Minas - Site UAI)

Quinta, 31 Agosto 2017 01:13

Força do querer! Tudo vale a pena?

Estaria a arte imitando a vida, ou a vida imitando a arte?
 
Por Renato Ferreira -
 
 
Força do querer ser: traficante, mulher de traficante, traidor, traído, transexual (mulher virando homem e vice-versa), mentiroso, enganador e tudo mais contrário aos costumes de uma família tradicional. Destaco, no entanto, que o transexual não tem pra mim o mesmo peso de traficante. Como outros termos, estão no mesmo texto, porque ambos são retratados na referida novela.
Em minha opinião, é incrível como as novelas da Rede Globo nos últimos anos tentam alavancar e destacar todas as "modernidades" em termos de família e sociedade.
Além desta novela atual das 9h, que enfatiza tudo que postei no início do texto, basta lembrarmos de outras tramas, não somente da Globo, para verificar que todas também sempre t núcleos de traições, brigas, uso de armas de fogo, conflitos e até ironias contra religiões. Dificilmente, a gente vê um núcleo de uma família tradicional. Seria por que não dá audiência? Mas, uma família tradicional não retrata também a realidade da sociedade?
Tudo é arte, claro. As novelas são apenas encenações, onde, o autor tenta mostrar a realidade e as mudanças sociais. Fatos que são mostrados com se fossem reais por artistas talentosos.
Mas, partindo do princípio de que a arte deva ser construtiva e não destrutiva, quando olhamos para a sociedade atual com tantas brigas familiares, mortes entre irmãos, filhos matando pais e pais matando filhos, drogas e cracolândias, além de 60 mil homicídios por ano no Brasil, pergunto: estaria a arte imitando a vida, ou a vida imitando a arte?
Será que vale a pena mesmo a arte dar tanta ênfase a atos tão destrutivos para as famílias que são o núcleo da sociedade, quer queiram ou não os progressistas?
Minha opinião é que as famílias estruturadas de décadas passadas formavam uma sociedade mais humana e mais feliz. E acho também que as novelas inflenciam muito para o bem e para o mal. (Renato Ferreira)

A estimativa para conclusão das obras, sem nenhuma intercorrência, é de 60 dias

 

Na terça-feira, 29/08, o prefeito de Osasco, Rogério Lins, participou de uma reunião com moradores de cinco bairros da zona Norte para falar sobre as obras de

infraestrutura na CEMEIF – Professora Maria José Ferreira Ferraz. Essa escola foi interditada em junho deste ano, devido a problemas de erosão causados por

infiltrações de água.

 

Na reunião, realizada no Salão da Igreja Católica da Vila Simões de Almeida, o prefeito falou sobre o histórico dos problemas na escola, como também sobre o

cronograma das obras iniciadas na sexta-feira, dia 25. A escola, inaugurada em 2004, começou a apresentar problemas de infiltração em 2011. As administrações

anteriores efetuaram apenas reformas paliativas.

 

A Prefeitura pediu um laudo técnico e, junto a Sabesp, fez um diagnóstico sobre a estrutura da edificação. Na oportunidade constatou-se que o prédio corria risco de

desabamento. Havia infiltrações de água em suas estruturas, provocando rachaduras em paredes, pilares e afundamento no piso de algumas salas.

 

Assim, a escola foi interditada e os alunos remanejados para outras unidades da rede municipal de ensino na região. Os alunos são transportados por ônibus escolares

oferecidos pela Prefeitura.

 

“Gostaria de informar a vocês que assim que tomamos posse em janeiro de 2017, a nossa preocupação sempre foi com a segurança de alunos, professores e funcionários

não somente dessa escola, como também de outros equipamentos públicos. Nesse caso, a situação era muito grave e não seria resolvida com reformas paliativas. Assim,

para segurança dos filhos de vocês, resolvemos interditar a escola”, explicou o prefeito.

 

Lins informou, ainda, que as obras, contratadas em processo de emergência, já foram iniciadas e a estimativa de conclusão é de 60 dias, se não acontecer nenhuma

interrupção por chuvas.

 

Após a reunião com os moradores, o prefeito, o secretário de Obras, Cláudio Monteiro, a secretária adjunta de Educação, Márcia Brito, técnicos das duas secretarias e

mais uma comissão formada por dois representantes de cinco bairros da região vistoriaram as obras na escola.

 

No local, Monteiro falou sobre o andamento das obras para eliminar a erosão. “Vamos realizar obras de infraestrutura, refazer todo o sistema hidráulico, eliminar os

vazamentos, inclusive da caixa d´água, e trocar todos os encanamentos de água e esgoto”. Na parte externa, serão realizadas obras de acessibilidade para o pátio da

escola.

 

A comissão de moradores, que tratará também de outras demandas como habitação, saúde e segurança junto à Prefeitura, foi formada por dois representantes da Vila

Simões de Almeida, Ocupação Esperança, Santa Fé, Três Montanhas e Açucará, onde residem alunos da CEMEIF – Professora Maria José Ferreira Ferraz.

 

No final da reunião, o prefeito Rogério Lins informou aos moradores que a partir do dia 7 de setembro, duas linhas de ônibus farão ponto final na Vila Simões de

Almeida, antiga reivindicação dos moradores. (Fotos: Ivan Cruz - Secom/PMO)

E para tanto, pensam até em enfrentar o presidente da legenda, Roberto Freire, que é contra a ideia e prefere uma aliança com o PSDB 

 

Conforme matéria publicada nesta terça-feira (19/08), pelo site da revista Época, os diretórios do PPS de Minas Gerais, Distrito Federal, Paraná, Pará e Espírito Santo iniciaram um movimento para que o partido tenha candidatura própria para presidente da República em 2018. O senador Cristovam Buarque (DF) é o nome preferido desses cinco diretórios.

Por outro lado, o nacional presidente da sigla, Roberto Freire, é contrário à candidatura própria. O deputado vê com bons olhos uma uma aliança com o PSDB. Segundo a matéria, diante da resistência de Freire, o movimento ameaça até a tirá-lo da presidência no congresso da legenda que será realizado em dezembro deste ano.

Atualização:

Após a publicação da notícia, o diretório do PPS no Distrito Federal encaminhou a seguinte nota:

"O tema candidatura própria foi discutido no âmbito da Comissão Executiva Regional, no dia 7 de agosto, especialmente em razão do respeito às manifestações públicas do senador Cristovam Buarque. Tendo em vista que Brasília é a sua Unidade eleitoral, a Comissão concluiu:

“1. Apoiar a pré-candidatura do senador Cristovam Buarque à presidência da República em 2018;

2. Encaminhar essa decisão para ser debatida em todos os fóruns do Congresso Distrital, tendo como norte o calendário do Congresso Regional para sua aprovação final.”

Por fim, conclama toda a militância do PPS a dirigir sua atenção aos objetivos de crescimento do partido em cada unidade do país. Assim poderemos contribuir para superar a crise e ajudar o país a voltar a crescer, gerando mais emprego e renda e recuperando nossa esperança no futuro." (Fonte: Época)

Domingo, 27 Agosto 2017 16:39

Mayweather vence McGregor por nocaute

Não deu para o falastrão Conor McGregor. No décimo round, Floyd Mayweather Jr o venceu por nocaute técnico à incrível marca de 50 vitórias em 50 lutas

No início da madrugada deste domingo (27/08), Floyd Mayweather venceu a chamada “luta do século”, contra o lutador de MMA, o irlandês Conor McGregor. O encontro usou as regras do boxe e terminou com um nocaute técnico do americano, no décimo assalto. Sem dúvida, foi a luta mais esperada dos últimos anos. Com grande divulgação e promovida durante meses, o combate, que parou Las Vesgas, foi transmitido para 220 países.

Até os três primeiros rounds, o atleta e campeão em duas categorias do MMA, McGregor, conseguiu lutar de igual para igual com o boxeador. Mas, a partir daí, o irlandês começou a demonstrar cansaço e já não conseguia acertar mais nenhum golpe que pudesse assustar o campeão. Ao mesmo tempo, Mayweather, que já demonstrava toda a sua técnica, iniciou um massacre pra cima de McGregor, cuja única tentativa era de se desviar do adversário. O domínio de Mayweather prosseguiu até o décimo round, quando obteve uma sequência de golpes levando o irlandês ao nocaute técnico.

Como não foi ao chão, já que árbitro interrompeu o combate, ao fim da luta, o irlandês reconheceu o cansaço, mas, como sempre falastrão, ainda achou que foi prejudicado com a interrupção da luta. “Eu estava apenas um pouco fatigado. Ele (Mayweather) estava muito mais sereno nos seus golpes, Mas o juiz tinha que ter deixado continuar.”

Mayweather 50 vitorias

Com a vitória, Mayweather levou um cinturão cravado de ouro e diamantes

O que aconteceu de fato, foi que Mayweather pareceu permitir que McGregor mostrasse todos os seus golpes nos primeiros assaltos e fazê-lo cansar. Segundo o boxeador, esse foi o plano traçado para o combate. Com mais essa vitória, Floyd Mayweather, de 40 anos, termina a sua carreira de forma invicta. Agora, são 50 vitórias em 50 lutas, sendo 26 por nocaute – quebrando a marca de 49 vitórias de Rocky Marciano. Sorridente com mais uma conquista, o americano disse: “Está decidido, não volto mais. Esta foi minha última luta. Esta é uma decisão a que devo à minha família, e que vou cumprir. Vou-me invicto.”

Esta foi também a luta que bateu todos os recordes. Só a vitória de Mayweather rendeu a ele US$ 100 milhões (R$ 315,9 milhões). No entanto, acredita-se que com os valores referentes ao pay-per-view, o montante recebido pelo norte-americano possa chegar a US$ 250 milhões (R$ 789 milhões). No total, a luta do século e mais os direitos de transmissão e apostas, deve gerar mais de R$ 1,9 bilhão em receitas. (Fonte: Isto É)

 

Na noite deste sábado (26/08) e, possivelmente, até a madrugada de domingo, milhões de telespectadores de todo o mundo estarão com os olhos vidrados em Las Vegas, para não perder nenhum segundo do combate entre o boxeador Floyd Mayeather e Conor McGregor, representante do MMA. Tecnicamente, os amantes do boxe não se empolgaram com a luta. Afinal, não será uma luta entre dois especialistas da nobre arte. Invicto em 49 combates, Mayather deixou de lado sua aposentadoria para aceitar o desafio feito pelo falastrão lutador de MMA, Conor McGregor.  

Mas, se os especialistas e amantes do boxe não se empolgaram tanto, por outro lado, os fãs,de lutas não demoraram para comprar a ideia de um combate sensacional entre os dois. Considerado pela ShowTime e pelo UFC como o maior duelo dos esportes de combate de todos os tempos, o combate deste sábado tem muito a mostrar na T-Mobile Arena, em Las Vegas.

Desde que foi anunciado, o encontro dos dois lutadores tem provocado curiosidade e pode bater todos os recordes de arrecadação, ficando à frente até mesmo da luta entre Mayweather x Pacquiao. Os números finais podem chegar perto dos US$ 619 milhões de dólares, ou seja, R$ 1,9 bilhão. Todos esses valores são apenas estimativas, uma vez que os contratos são confidenciais. Segundo informações não oficiais, a bolsa de Mayweather deve ficar em torno de R$ 1 bilhão, enquanto McGregor deve faturar cerca de R$ 240 milhões.

 Mayweather x McGregor

Floyd Mayeather e Conor McGregor

Invicto na carreira com 49 vitórias, o supercampeão Mayweather não se impressiona com as ameaças do irlandês, McGregor, campeão em duas categorias do UFC. Tranquilo, Mayweather garante que vai nocautear o falastrão em poucos rounds. No Brasil, o Canal Combate transmite com exclusividade o evento. Os horários das lutas já estão definidos. O card preliminar inicia às 20h, enquanto o card principal começa às 22h. Ou seja, é muito provável que a luta entre Mayweather e McGregor comece às 23h30min, no máximo.

Mayweather x McGregor - Card principal

Peso-super-meio-médio: Floyd Mayweather x Conor McGregor
Peso-leve-júnior: Gervonta Davis x Francisco Fonseca
Peso-meio-pesado: Nathan Cleverly x Badou Jack
Peso-cruzador: Andrew Tabiti x Steve Cunningham

Card preliminar

Peso-meio-médio: Yordenis Ugas x Thomas Dulorme
Peso-meio-médio: Juan Heraldez x Jose Miguel Borrego
Peso-super-médio: Kevin Newman x Antonio Hernandez
Peso-super-médio: Savannah Marshall x Amy Coleman

Quem somos

Notícias & Opinião é um site de notícias gerais editado pela Empresa Jornalística Notícias de Paz Ltda - EPP, a partir da Capital e região Oeste da Grande São Paulo.

Como o próprio nome diz, aqui você vai encontrar notícias, entrevistas, artigos, crônicas e opinião sobre política, economia, educação, cultura e esporte, dentre outros temas do nosso dia-a-dia.