Quinta, 23 Maio 2019 | Login

O prefeito de Osasco, Rogério Lins, esteve em Brasília quarta-feira, 27/3, acompanhado de secretários municipais para visitar alguns ministérios e pleitear recursos para a cidade nas áreas de Educação, Saúde, Habitação e Infraestrutura.
Lins em Brasília com Renata Abreu
Em Brasília, Rogério Lins esteve também com a deputada Federal Renata Abreu (Podemos)
Lins reuniu-se com membros do governo federal e representantes da Caixa Econômica Federal e ainda visitou a deputada federal Renata Abreu na Câmara dos Deputados.
Dentre os ministérios visitados estão o do Desenvolvimento, onde pleiteou recursos para melhorias na cidade. Também foi ao Fundo Nacional de Desenvolvimento em busca de recursos para a Educação e no Ministério do Desenvolvimento Regional, para tratar de demandas de Mobilidade Urbana, e no Ministério da Integração Nacional, onde abordou temas relevantes para o desenvolvimento do município.
Segundo Lins, a visita ao Distrito Federal teve um saldo positivo. "Apresentamos projetos relevantes para o nosso município e solicitamos liberação de recursos para a cidade. Agora vamos aguardar o retorno do governo federal referente a algumas obras que são de extrema importância para o nosso município”.
Acompanharam o prefeito os secretários de Habitação, Cláudio Monteiro, e de Serviços e Obras, Lau Alencar, além do secretário adjunto de Comunicação, Thiago Silva. (Texto: Olga Liota - Secom/PMO)
 
A Advocacia-Geral da União (AGU) informou nesta sexta-feira, 30/03, que a desembargadora Maria do Carmo Cardoso, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1), sediado em Brasília, derrubou a decisão da primeira instância que proibiu as comemorações do aniversário de 55 anos da instituição do regime militar no domingo (31). 
Ao analisar o recurso da AGU, a magistrada entende que não há ilegalidades na mensagem enviada pelo Ministério da Defesa para que seja lida nos quartéis das Forças Armadas. Em decisão proferida ontem (29), a juíza Ivani Silva da Luz, da 6ª Vara da Justiça Federal em Brasília, proibiu a leitura da mensagem.
Por recomendação do presidente Jair Bolsonaro, as unidades militares devem ler a ordem do dia para relembrar a data, que teve início o período militar, que durou 21 anos (1964 a 1985).
O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes também rejeitou o mesmo pedido feito pelo Instituto Vladimir Herzog e por parentes de vítimas para proibir comemorações.
A decisão do ministro foi tomada por razões processuais. De acordo com a decisão, seria necessário um ato de ofício por parte do governo para que a questão pudesse ser analisada pela Corte. (Agência Brasil)

Hoje, essa venda não é mais para mostrar que a Justiça é cega e, sim, para evitar que ela veja a sujeira da Suprema Corte.

Por Renato Ferreira -

Em 2018, o Brasil mostrou nas urnas que queria e precisava de mudanças na política, principalmente, mudanças para lutar contra a corrupção.
E mudou no Executivo com a eleição de Jair Bolsonaro. Ah...muitos podem afirmar, para defender os derrotados, que a família Bolsonaro também tem problemas com a Justiça. Sim pode ter, mas, o Brasil precisava de acabar com as velhas quadrilhas do PT, do PSDB e seus puxadinhos que comandavam a política nacional desde o fim dos governos militares. Se quem ganhou para governar, optar também pelo caminho da corrupção, certamente, vai pagar como seus antecessores estão pagando.
Mudou também no Legislativo, com uma histórica renovação jamais vista, tanto na Câmara dos Deputados, como no Senado. Hoje, novos deputados e senadores, como, por exemplo, o jornalista Jorge Kajuru, não têm medo de falar e criticar políticos e ministros corruptos.
Mas, infelizmente, essa renovação não chegou ainda ao Poder Judiciário, que deveria ser o Poder de conciliação, de fazer cumprir a Constituição Federal e mandar prender corruptos condenados.
Porém, não é isso que está acontecendo na Suprema Corte de Justiça, onde, muitos ministros parecem se preocupar mais em soltar condenados e a xingar juízes de instâncias inferiores que condenam políticos corruptos.
Então, chegou a hora de o povo brasileiro voltar às ruas e fazer valer a força das redes sociais para pedir e exigir mudanças também no Poder Judiciário, onde os ventos da renovação e da Justiça ainda ainda não chegaram.
Hoje, temos a impressão que a venda no rosto dessa estátua não é mais para mostrar que a Justiça é cega e, sim, para evitar que ela veja a sujeira que reina nas dependências e no Plenário do Supremo Tribunal Federal. (Renato Ferreira)

Os quatro grandes times de São Paulo vão disputar as semifinais do Paulistão 2019. Depois das classificações de Santos e Palmeiras, que passaram, respectivamente, por RB Brasil e Novorizontino, nesta quarta-feira, 27/03, foi a vez de São Paulo e Corinthians carimbarem seus passaportes para as semifinais da competição. O São Paulo passou pelo Ituano, enquanto o Corinthians superou a Ferroviária.

Empates e vitórias

Palmeiras e Novohorizontino

santos x rb brasil 23032019210018600

Depois de vencer o primeiro jogo por 2 a 0, na terça-feira, 26, o Santos empatou com o RB Brasil, resultado suficiente para levar o time da Vila às semifinais. Também na terça-feira, no Pacaembu, o Palmeiras avançou à próxima fase com uma goleada de 5 a 0 sobre o Novorizontino. Na primeira partida, houve empate de 1 a 1, em Novo Horizonte.

Duas vitórias

São Paulo vence o Ituano
E ontem, as quartas de final foram encerradas com os jogos entre Corinthians e Ferroviária, na Arena Corinthians, e Ituano e São Paulo, em Itu. E o Tricolor foi o único que avançou às semifinais com duas vitórias. No primeiro jogo, o São Paulo venceu o Ituano por 2 a 1, no Morumbi e, ontem, voltou a vencer o adversário por 1 a 0, fora de casa.

Nos pênaltis

Corinthians e Ferroviária
Já na Arena Corinthians, o time da Capital sofreu para superar o bom time da Ferroviária. Na primeira partida, os dois times empataram por 1 a 1 em Araraquara, e ontem, os corintianos esperavam uma vitória tranquila. Mas, não foi isso que aconteceu. Depois do empate em 1 a 1 nos 90 minutos, a decisão foi paras as penalidades, quando o Corinthians levou a melhor, com dois milagres de Cássio.

Semifinais

Palmeiras X São Paulo

Com a melhor melhor campanha geral na competição o Palmeiras vai enfrentar o São Paulo, o quarto colocado entre os semifinalistas. O primeiro jogo será neste sábado, 30, às 18h, no Morumbi. Os palmeirenses vão decidir a vaga em casa. Se houver empate nos dois jogos, a vaga para a final será decidida nos pênaltis.

Corinthians e Santos

A outra semifinal será decidida entre Corinthians e Santos. Como ficou em segundo lugar na campanha, o Santos decidirá a vaga na Vila Belmiro. O primeiro jogo entre os alvinegros paulistas será no próximo domingo, às 16h, na Arena Corinthians, em Itaquera.

Você apostaria nos dois finalistas? (Renato Ferreira)

Ao adentrar ao Plenário, o ex-prefeito foi recebido aos gritos de "Emídio, Emídio" e também de "Fora PT".

Na tarde desta quinta-feira, 28/03, a sessão ordinária da Câmara Municipal de Osasco, que já estava com o clima quente devido à presença de cabos eleitorais a favor e contra o pedido de uma CPI da Saúde, ficou ainda mais agitada com a visita do deputado Estadual e ex-prefeito Emídio de Souza (PT), possível candidato a prefeito em 2020.

Ao adentrar ao Plenário para fazer parte da Mesa, após ser anunciado pelo Presidente da Casa, Ribamar Silva, Emídio de Souza foi recebido com gritos de "Emídio, Emídio" e também de "fora PT", por petistas e anti petistas. Inclusive, por várias vezes, Ribamar Silva teve que intervir para pedir silêncio e até ameaçar de expulsar os mais exaltados de ambos os lados.

Emídio em Osasco com vereadores

Acompanhado do ex-deputado Estadual, Marcos Martins, e pelos ex-vereadores petistas Aluísio Pinheiro, Nelsinho, João Gois, Valdir Roque, Guimarães Calda e também Dinei Simão, Emídio, que também é ex-vereador de Osasco por dois mandatos, se sentiu 'em casa' ao usar a tribuna.

Emídio em Osasco abraçando vereadores

Após agradecer ao presidente, Ribamar pela recepção, o deputado petista disse que não trataria de assuntos específicos e que sua visita foi programada para agradecer aos osasquenses pela votação. "Hoje, a nossa palavra aqui é de gratidão. Agradecemos a todos os osasquenses e também colocamos o nosso mandato na Alesp à disposição de Osasco. Isso, no entanto, não nos afastas de posições políticas no sentido de buscar melhorias para a cidade, principalmente, para as áreas da Educação, Saúde e Segurança Pública", disse Emídio, que fez questão de agradecer a todos os vereadores, muitos dos quais foram vereadores nas mesmas legislaturas.

Em seguida, praticamente, todos os vereadores presentes pediram a palavra para saudar o Deputado petista, agradecê-lo por alguma obra ou atendimento durante os seus dois mandatos como chefe do Executivo osasquense. Todos fizeram também algum tipo de pedido ao deputado em prol de Osasco. No final, Emídio agradeceu novamente às manifestações de apoio e também pediu que todos os pleitos sejam oficializados para que ele possa fazer as reivindicações junto ao Governo de João Doria (PSDB) e aos demais órgãos ligados ao Governo do Estado.

Emídio em Osasco com o Tinha

Logo no início da fala do deputado, o vereador Tinha di Ferreira (PTB) fez questão de entregar ao ex-prefeito uma camiseta do movimento pela CPI da Saúde, pedindo ao Emídio que ele "vista" essa camisa. Tinha di Ferreira é autor do pedido da CPI, assinada até agora por apenas três vereadores: por ele próprio, Dra. Régia (PDT) e Dr. Lindoso (PSDB). (Renato Ferreira)

As meninas de Osasco vão encarar o Minas, enquanto o Sesi pega o Praia Clube.
Em mais dois jogos históricos da Superliga Feminina de Vôlei, foi encerrada nesta terça-feira, 26/03, a fase das quartas de final da competição. Em Barueri, na terceira partida dos playoffs, equipe do Osasco Audax venceu o Hinode por 3 sets a 1, e pegará o Minas Tênis Clube nas semifinais. O primeiro jogo está marcado para a próxima segunda-feira, dia 1º, às 21h30, em Osasco.
Já no Rio de Janeiro, o Sesi Bauru fez história ao desbancar o Sesc Rio, do técnico Bernardinho, também por 3 sets a 1, e terá o Praia Clube de Uberlândia na próxima fase da Superliga.
Osasco 3 X 1 Hinode
Osasco e Hinode
Depois das duas primeiras partidas dos playoffs, decididas somente no tie-break, todos esperavam que a história iria se repetir no terceiro e decisivo jogo entre as equipes do Hinode Barueri e do Osasco Audax, nesta terça-feira. E o placar das parciais indicam que por pouco isso não aconteceu, mas, nos detalhes, as meninas de Osasco venceram o clássico paulista e vão enfrentar o Minas nas semifinais, em melhor de três partidas.
O time de Osasco fez uma partida impecável e superou as adversárias da cidade vizinha por 3 sets a 1, com parciais de 25/22, 25/23, 23/25 e 25/23, no Ginásio José Correa, que ficou superlotado.
Assim, o time de Luizomar de Moura chega à semifinal da Superliga pela 18ª vez consecutiva. O time da norte-americana Destinee Hooker não fica fora da briga pelo título desde a temporada 2000/2001, quando temrinou em quinto lugar. Ao longo desses anos, foram cinco títulos e dez vice-campeonatos. Hooker fez uma partida impecável e ficou com o troféu Viva Vôlei.
Sesi 3 X 1 Sesc
Sesi vence o Sesc
 Já no Rio Janeiro, valendo também pelo terceiro jogo dos playoffs, o Sesi Vôlei Bauru surpreendeu mais uma vez. Depois de vencer o primeiro duele, em casa, e perder a segunda partida, no Rio, o time de Bauru, fez uma excelente partida nesta terça-feira e desbancou a equipe carioca, a maior vencedora da Superliga. As paulistas veceram por 3 sets a 1, com parciais de 24/26, 27/25, 25/23 e 25/19. Agora, o time de Bauru vai enfrentar o Praia Clube, atual campeão da Superliga, nas semifinais. O primeiro jogo será realizado na próxima segunda-feira, dia 1º, às 19h, em Bauru.
Semifinais em melhor de 3 jogos
Confira a tabela:
Primeira rodada 01/04 - 19h - Sesi-Bauru x Praia Clube - ginásio Panela de Pressão, em Bauru 01/04 - 21h30 - Minas x Osasco - arena Minas, em Belo Horizonte
Segunda rodada 08/04 - 19h - Praia Clube x Sesi-Bauru - ginásio do Praia Clube, em Uberlândia 08/04 - 21h30 - Osasco x Minas - ginásio José Liberatti, em Osasco
Terceira rodada (se necessário) 11/04 - 20h30 - Praia Clube x Sesi-Bauru - ginásio do Praia Clube, em Uberlândia 12/04 - 21h30 - Minas x Osasco - arena Minas, em Belo Horizonte
 
Inaugurado há um mês (23/2), o Hospital Veterinário Público de Osasco – Unidade Manchinha - virou referência até para moradores de cidades vizinhas e, no período, já atendeu 600 animais, dos quais 200 retornaram para um segundo atendimento. Cerca de 15% do total de atendimentos foi direcionado a animais de outros municípios.
O espaço (Avenida Franz Voegeli, 930, Jardim Wilson, zona Sul) é vinculado ao Departamento de Fauna e Bem-Estar Animal da Secretaria de Meio Ambiente (SEMA), e atende cães e gatos, de segunda a sexta-feira, da 8h às 17h, com distribuição de 30 senhas por dia, a partir das 7h30.
Os casos mais atendidos são dermatológicos, piometra (infecção de útero), miíases em tumores (bicheira) e obstrução de vias urinárias. A maioria dos atendimentos é representada por cães, seguida de gatos. Não são atendidos animais silvestres.
Quando há procura por atendimento além das 30 senhas, os animais excedentes passam por triagem. Se a doença e a condição do paciente forem emergenciais e indicarem risco à vida, o pet é atendido normalmente.
Caso não se enquadre em um caso emergencial, é avaliado e medicado, se necessário. Após a medicação é solicitado ao tutor que retorne no dia seguinte (precisa pegar uma das 30 senhas disponibilizadas) para abertura do prontuário.
A unidade é a primeira a oferecer atendimento veterinário no município e foi batizada de “Manchinha”, homenagem ao cão morto em novembro do ano passado após ser agredido por funcionário de empresa terceirizada que prestava serviço a um hipermercado da cidade.
“A iniciativa (da Prefeitura) de criar o espaço é excelente, porque nem todas as famílias têm condições de pagar consulta ou tratamento”, resume a administradora de empresa Ângela Duarte, 61 anos, que diz fazer trabalho voluntário com animais de famílias carentes da Vila Menck (zona Norte da cidade).
“Trouxe o Bolinha, que tem 14 anos, para uma nova consulta. É de uma família que mora perto de casa. Me chamaram para prestar apoio porque o animal estava sem cuidados, com bicheira (já está em tratamento). Muitas pessoas não têm carro e não tratam do animal como deveriam”, completou.
Danilo dos Santos, 27, morador do Jardim Novo Horizonte (zona Sul) também recorreu ao hospital veterinário para uma avaliação de Mailo, um pinscher de 6 anos. “É uma iniciativa ótima porque nem todo mundo, como é o meu caso, tem condições. Só uma consulta está em média 70 reais. Segundo a veterinária, ele está com suspeita de leptospirose (infecção causada pela urina do rato). Já faz quase duas semanas que ele não come direito. Vai ter de fazer exames”.
Estrutura
A unidade Manchinha é administrada pela Associação de Clínicos Veterinários de Pequenos Animais (Anclivepa) e conta com uma ampla sala de espera, setor administrativo, centro cirúrgico, dois consultórios, salas para exames de coleta de sangue e imagem, refeitório para os funcionários e dois banheiros.
A equipe é composta por dois clínicos, dois cirurgiões, um anestesista, três enfermeiros, três auxiliares de limpeza e dois recepcionistas. O local oferece serviços de baixa complexidade: clínica médica, cirurgia geral, ultrassonografia e hemograma completo. Uma segunda unidade, com atendimentos mais complexos, deve ser inaugurada ainda no primeiro semestre deste ano.
Além do hospital veterinário, os animais da cidade também contam com o PET Parque, uma ampla área verde, inovadora e de lazer, com espaço de convivência para os cães brincarem ao ar livre, sem restrições, e fazerem atividades físicas nos aparelhos. O parque fica ao lado do Hospital Veterinário e funciona das 8h às 20h, de terça a domingo. (Texto: Marco Borba - Imagens: Ítalo Cardoso - Secom/PMO)
Dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados. Essas informações positivas você não verá na grande imprensa que é contra o Governo.
 
O país registrou, pelo terceiro mês seguido, a criação de empregos com carteira assinada. Segundo dados divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), da Secretaria de Trabalho do Ministério da Economia, o saldo positivo de emprego formal chegou a 173.139 no último mês. Esse foi o maior saldo positivo para fevereiro desde 2014 (260.823).
O resultado decorreu de 1.453.284 admissões e 1.280.145 demissões. O estoque do emprego formal alcançou 38,6 milhões de postos de trabalho.
Nos dois meses do ano, o saldo de geração de empregos formais chegou a 211.474. Nos 12 meses terminados em fevereiro, foram criados 575.226 postos de trabalho.
Segundo o secretário especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Rogério Marinho, há sinalização de “retomada consistente” do emprego no país.
“Nossa expectativa é de que essa retomada se mantenha nos próximos meses principalmente porque a economia vai bem. Esse número de empregos gerados no mês de fevereiro é uma demonstração de que as mudanças propostas – como flexibilidade, desburocratização, uma visão mais liberal da economia – passam confiança à economia real no processo de retomar as contrações”, explicou.
Na divisão por ramos de atividade, sete dos oito setores pesquisados criaram empregos formais em novembro: serviços (112.412), indústria de transformação ( 33.472 postos), administração pública (11.395), construção civil (11.097 postos), comércio ( 5.990 postos), extrativismo mineral (985 postos) e serviços industriais de utilidade pública, categoria que engloba energia e saneamento ( 865postos). Houve queda no nível de emprego da agropecuária (-3.077).
Nos dados regionais, quatro das cinco regiões brasileiras criaram empregos com carteira assinada em fevereiro. O Sudeste liderou a abertura de vagas, com 101.649 postos, seguido pelo Sul (66.021 vagas), Centro-Oeste, 14.316 e Norte, 3.594. O Nordeste fechou 12.441 postos. Segundo Marinho, essa queda no Nordeste ocorreu devido a um efeito sazonal (característica típica do período), com o fim da safra de cana-de-açúcar. Na região, mais dependente da agricultura, há geração de emprego no período de plantio, colheita e processamento da cana-de-açúcar e posteriormente, queda no emprego formal.
Salário
O salário médio de admissão em fevereiro ficou em R$ 1.559,08 e o de desligamento, R$ 1.718,79. Em termos reais (descontada a inflação), houve queda de 4,13% no salário de contratação e de 0,2% no de demissão.
Reforma Trabalhista
Com relação às mudanças introduzidas pela nova lei trabalhista, o saldo de postos de trabalho na modalidade intermitente (em que o empregado recebe por horas de trabalho) chegou em 4.346 e no parcial, 3.404. As maiores gerações de vagas de trabalho intermitente ocorreram no setor de serviços (2.311) e comércio (973). No caso do trabalho parcial, a maior parte dos postos gerados foi do setor de serviços (2.658), seguido pelo comércio (424).
Os desligamentos por acordo chegaram a 19.030, em fevereiro. A maioria ocorreu no setor de serviços, com 8.930 desligamentos. (Renato Ferreira com Agência Brasil)

O ex-presidente petista 'julgou, absolveu' e não permitiu a extradição do terrorista e assassino italiano.

 

Pela primeira vez, o italiano Cesare Battisti, de 64 anos, extraditado em janeiro do Brasil para a Itália, admitiu ter participado do assassinato de quatro pessoas nos anos de 1970. Na presença do procurador-geral de Milão, Francesco Greco, no Ministério Público, ele confirmou o envolvimento nos crimes e pediu desculpas aos parentes das vítimas.

Segundo relatos, durante o depoimento, Battisti disse que se envolveu nos atos políticos por acreditar que aquela era uma “guerra justa”. O italiano foi condenado à prisão perpétua pelo assassinato de quatro pessoas durante os anos de 1970. Na época, ele integrava o grupo Proletários Armados pelo Comunismo, um braço das Brigadas Vermelhas. Até então ele afirmava ser inocente.

O procurador Francesco Greco disse que Battisti admitiu "suas responsabilidades" em quatro assassinatos, no ferimento de três pessoas e na participação de roubos.

Captura e extradição
Battisti foi capturado em 12 de janeiro à noite enquanto caminhava pela rua em Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia. A prisão foi resultado de uma parceria de agentes bolivianos e italianos com apoio de brasileiros.

No Brasil desde 2004, o italiano foi preso três anos depois. O governo da Itália pediu sua extradição, aceita pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Contudo, no último dia de seu mandato, em dezembro de 2010, o então presidente Luiz Inácio Lula da Silva decidiu que Battisti deveria ficar no Brasil, e o ato foi confirmado pelo STF.

Desde a campanha eleitoral, o presidente Jair Bolsonaro defendeu a extradição de Battisti. Ao assumir o poder, ele reiterou sua determinação em capturar e enviar para a Itália para o cumprimento da pena. (Agência Brasil com informações da RAI, emissora pública de televisão da Itália)

 
O Ministério Público Federal (MPF) anunciou que vai recorrer da decisão que concedeu a liberdade ao ex-presidente Michel Temer, ao ex-ministro Moreira Franco e outras seis pessoas presas na Operação Descontaminação. Os habeas corpus (HCs) foram acolhidos nesta segunda-feira (25) pelo desembargador Ivan Athié, do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2).
“O Ministério Público Federal vai recorrer contra a decisão liminar do desembargador do TRF2. A expectativa é recorrer para que os HCs sejam julgados pela 1ª Turma, se possível na sessão da própria quarta-feira (27), mas a decisão de quando pautar os HCs cabe ao presidente da turma”, informou em nota o MPF.
Em nota, procuradores da Força Tarefa da Lava Jato disseram que recebem "com serenidade a decisão de revogação da prisão dos investigados. Reafirma que as razões para a prisão preventiva são robustas e consistentes, mas respeita a decisão liminar monocrática do relator. O MPF analisará as medidas judiciais que poderão ser tomadas."
Temer e Moreira foram presos preventivamente na última quinta-feira (21), juntamente com João Baptista Lima Filho (Coronel Lima), Maria Rita Fratezi, Carlos Alberto Costa, Carlos Alberto Costa Filho, Vanderlei de Natale e Carlos Alberto Montenegro Gallo. Também foram presos, provisoriamente, no mesmo dia, Rodrigo Castro Alves Neves e Carlos Jorge Zimmermann, que ganharam HCs ainda no final de semana.
De acordo com o MPF, na Operação Radioatividade foi identificada organização criminosa que atuou na construção da usina nuclear de Angra 3, praticando crimes de cartel, corrupção ativa e passiva, lavagem de capitais e fraudes à licitação. Na investigação são apurados crimes de corrupção, peculato e lavagem de dinheiro.
Segundo os procuradores federais, o grupo seria chefiado por Temer e teria movimentado cerca de R$ 1,8 bilhão nos últimos 40 anos. As defesas dos acusados negam qualquer ligação com os crimes. (Agência Brasil)
 
Dinheiro bloqueado
O Banco Central bloqueou nesta segunda (25) R$ 8,2 milhões das contas do ex-presidente Michel Temer, segundo o jornal O Estado de S. Paulo. Horas antes, ele havia sido liberado da prisão Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2). O bloqueio foi enviado ao juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Criminal Federal do Rio, que havia determinado um confisco de R$ 62,56 milhões. Três contas de Temer foram bloqueadas. Em uma delas havia R$ 8,234 milhões, na outra, R$ 4,9 mil e, na terceira, R$ 799,08. (Fonte: https://www.sunoresearch.com.br/noticias/banco-central-bloqueia-michel-temer/

Quem somos

Notícias & Opinião é um site de notícias gerais editado pela Empresa Jornalística Notícias de Paz Ltda - EPP, a partir da Capital e região Oeste da Grande São Paulo.

Como o próprio nome diz, aqui você vai encontrar notícias, entrevistas, artigos, crônicas e opinião sobre política, economia, educação, cultura e esporte, dentre outros temas do nosso dia-a-dia.