Quinta, 22 Agosto 2019 | Login
Construído em terreno de 18 mil metros quadrados, o Centro de Diagnósticos será um dos maiores e mais modernos do país.
 
O tão aguardado Centro de Diagnósticos de Barueri já tem data para começar a funcionar: é nesta sexta-feira, dia 23. A partir das 17h será realizada a solenidade que marcará o início das atividades de um dos maiores Centros de Diagnósticos do país. Trata-se de mais uma grande obra de Barueri na atual Administração de Rubens Furlan. Com a proposta de ser referência, comparando-se aos laboratórios Fleury e Albert Einstein, o equipamento construído pela Prefeitura de Barueri ofertará gratuitamente mais de 45 tipos de exames, implantados gradativamente conforme cheguem os equipamentos que já foram comprados – todos novos, a maioria importada, de alta tecnologia e com os recursos mais atuais disponíveis no mundo. Estima-se que o local realizará mais de 38.700 exames de imagens e cerca de 407 mil exames laboratoriais ao mês.
 
Localizado na avenida Pastor Sebastião Davino dos Reis, 786, na Vila Porto, no antigo prédio da PUC, o equipamento funcionará de segunda a sábado das 7 às 19h, com exceção dos exames de polissonografia, que serão realizados durante a noite, e do laboratório, que funciona 24 horas. Com 18 mil metros quadrados de terreno, o Centro possui construção com três pavimentos. Dentre as principais tecnologias destacam-se a tomografia computadorizada, a ressonância magnética – primeira da cidade e com o que há de mais moderno no mundo -, raio-X digital, raio-X telecomandado (que mostra movimentos), densitometria óssea, mamógrafo digital e também com tomossíntese (tecnologia em 3D) e diversos aparelhos de ultrassonografia digitais, inclusive para exames específicos, como os da saúde da mulher e os cardiológicos.
Distribuição
No andar térreo, além da entrada com ampla área de recepção e atendimento de pacientes com baias individualizadas, há duas alas bastante importantes: o Centro de Radiologia e Ultrassonografia e o Centro de Ressonância Magnética. No mesmo andar fica o Laboratório de Análises Clínicas: totalmente automatizado e moderno, com as principais atualizações voltadas à medicina diagnóstica. O primeiro piso reserva, de um lado, o Núcleo de Saúde da Mulher, que trará mamógrafos digitais e em 3D, densitometria óssea, colposcopia, ultrassom com elastografia de mama e a possibilidade de realizar biópsias no mesmo dia nos casos mais graves. Do outro lado há uma ala voltada especialmente à oftalmologia e otorrinolaringologia com condições de atender a demanda completa nessas áreas; o Centro de Diagnósticos do Aparelho Digestivo, como endoscopia, colonoscopia, área de assistência social e psicologia; e também a área para exames diversos, como de sangue e urina adulto e infantil, com destaque para a área infantil, toda caracterizada para que os pequeninos se sintam confortáveis e protegidos.
O segundo e último piso abriga a área administrativa, o Laboratório de Anatomia Patológica e Citopatologia – um dos raros no Brasil com citologia em base líquida -; além de ala de cardiologia, neurologia e polissonografia. Lá serão disponibilizados equipamentos de ultrassom próprios para exames do coração, ECG, EG, EMG, doppler, holter, MAPA, função cardiopulmonar, esteira ergométrica, eletroneuro, estudo do sono, dentre outros. Há também um espaço reservado nesse andar para a implantação de medicina nuclear, que já está em fase de estudos. Os atendimentos serão realizados conforme encaminhamentos da rede de saúde. (Com informações da Secom/PMB)
Mais que um sonho
Barueri Centro de diagnóstico inauguração Furlan
Prefeito Rubens Furlan durante visita ao Centro de Diagnósticos de Barueri
Nesta semana, o prefeito Rubens Furlan fez mais uma visita à obra. "Fico emocionado cada vez que venho ao Centro de Diagnósticos porque é muito mais que a realização de um sonho. Estamos contando os dias para a inauguração", postou Furlan nas redes sociais.
Agora, o projeto de autoria do vereador De Paula passará pela segunda votação antes de seguir para sanção ou veto do Executivo.
 
Na sessão ordinária de terça-feira, 20/08, a Câmara Municipal de Osasco aprovou em primeira votação, o Projeto de Lei 125/2018 de autoria do vereador De Paula (PSDB), que cria o "Programa Bike Oz". O objetivo da proposta é estimular o uso de bicicletas como meio de transporte no município.
De acordo com o Projeto de Lei, o Programa Bike Oz tem visa “incentivar o uso de bicicleta como meio de transporte, com vistas a melhorar as condições de mobilidade urbana na cidade, através da promoção de modal não poluente”. Para tanto, o PL propõe a implantação de ciclovias e ampliação das ciclofaixas na cidade. Também caberá à Prefeitura a realização de campanhas educativas estimulando o uso de bicicletas.
De Paula
Vereador De Paula, autor do Projeto de Lei que cria o Programa Bike Oz
“Fico feliz que este projeto tenha sido aprovado pela Câmara. Nas cidades importantes dos países mais desenvolvidos do mundo, o uso de bicicletas se transformou em política pública. Penso que Osasco por seu tamanho e importância para o Brasil, precisava seguir este caminho. Demos um passo importante na cidade com a aprovação da criação do Bike Oz”, comemorou De Paula.
Além de ampliar a mobilidade urbana, o Bike OZ aposta num modal de transporte que não polui e ainda significa mais saúde, pois, a bicicleta acaba tirando o usuário do sedentarismo. “A meta é conseguir que 10% das pessoas passem a utilizar a bike como meio de transporte, assim haverá menos congestionamentos e uma melhora geral na mobilidade urbana”, explica o autor, na justificativa do projeto.
Adote uma praça
Outra matéria aprovada em primeira discussão foi o Projeto de Lei 309/2017, que dispõe sobre a criação de um programa de parceria público-privada para a manutenção de praças e espaços públicos em Osasco.
De autoria do Vereador Didi (PSDB), o projeto passará por nova votação, para que possa ser encaminhado para apreciação do Prefeito Rogério Lins (PODE), que tem a prerrogativa de sancioná-lo ou vetá-lo.
O intuito do autor é fazer que, por meio de parceria entre o poder públicos e empresários, haja sensível melhoria nas áreas de lazer e áreas verdes em Osasco. “Certamente trará também mais segurança, já que hoje a situação precária de limpeza e iluminação destes locais facilita as práticas de violência urbana que tanto atormentam a população”, justifica Didi. (Deniele Simões - CMO)
Confira outros projetos aprovados na sessão de terça-feira
Primeira Discussão
1. PROJETO DE LEI N.º 309/2017 – REGINALDO OLIVEIRA DE ALMEIDA – Dispõe sobre o projeto “Adote uma Praça” no Município de Osasco.
2. PROJETO DE RESOLUÇÃO N.º 12/2018 - ALEX DA ACADEMIA – Cria a Frente Parlamentar da Mobilidade Urbana.
3. PROJETO DE LEI N.º 138/2018 - ALEX DA ACADEMIA – Dispõe sobre a divulgação de dados dos Conselhos Municipais pela Prefeitura do Município de Osasco.
4. PROJETO DE LEI N.º 160/2018 - ALEX DA ACADEMIA – Dispõe sobre a obrigatoriedade do conserto de buracos e valas abertos nas vias públicas no âmbito do município de Osasco e dá outras providências.
5. PROJETO DE RESOLUÇÃO N.º 13/2018 - ALEX DA ACADEMIA – Dispõe sobre a Instituição do aplicativo móvel Câmara Municipal Digital.
6. PROJETO DE LEI N.º 126/2018 – DE PAULA – Dispõe sobre a obrigatoriedade das empresas que fornecem serviços de telefonia, TV e internet situadas no município de Osasco, garantir a compensação aos consumidores que tiverem o seu serviço interrompido por tempo superior a 30 minutos ou que não receberem a velocidade contratada.
7. PROJETO DE LEI N.º 125/2018 – DE PAULA – Institui, no âmbito do município de Osasco, o programa “Bike Oz”, destinado ao incentivo do uso de bicicleta como meio de transporte, com vistas a melhorar as condições de mobilidade urbana na cidade, através da promoção de modal de transporte não poluente.
8. PROJETO DE LEI N.º 137/2018 - ALEX DA ACADEMIA – Institui o Banco Municipal de Aparelhos Auditivos, Próteses Mamárias, Ortopédicas e Oculares do Município de Osasco.
9. PROJETO DE LEI N.º 19/2019 – DE PAULA – Dispõe sobre a permissão de exploração publicitária nas placas indicativas de nomes de ruas e logradouros públicos, e dá outras providências.
Discussão Única
10. PROJETO DE RESOLUÇÃO N.º 17/2019 – ELISSANDRO LINDOSO – Dispõe sobre a concessão de Título de cidadão Osasquense ao Senhor Arcipreste Boghos Baronian.
11. PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO N.º 68/2018 – RALFI– Dispõe sobre a concessão de placa comemorativa à Megabit Telecom.
12. PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO N.º 70/2018 – JOSIAS DA JUCO – Dispõe sobre a concessão de Cartão de Prata à Secretaria de Assistência Social.
13. PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO N.º 3/2019 - ALEX DA ACADEMIA – Dispõe sobre a concessão de Título de Cidadão Osasquense ao Sr. Antônio Donizete Pereira.
14. PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO N.º 22/2019 – NI DA PIZZARIA – Dispõe sobre a concessão de Título de Cidadão Osasquense ao Sr. Claudenes Begnini.
15. PROJETO DE LEI N.º 43/2019 – JAIR ASSAF – Dispõe sobre a denominação da praça Dirce da Silva Marreira, localizada no Jardim Conceição, e dá outras providências.
16. PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO N.º 15/2019 - ALEX DA ACADEMIA – Dispõe sobre a concessão de placa comemorativa à “Vozes da Capela – Organização Não Governamental de Assistência Social de Osasco”.
O processo se refere ao uso de recursos da UTC para a compra de material de campanha, em 2012.
 
O ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT) foi condenado pelo crime de caixa dois na última segunda-feira (19/8). A informação é do jornal Folha de S. Paulo. O processo contra o petista nasceu de uma apuração que visava identificar o uso de recursos da empreiteira UTC na confecção de material da campanha de Haddad para a prefeitura em 2012.
Conforme o processo, a Justiça Eleitoral decretou pena de 4 anos e 6 meses de reclusão, e 18 dias-multa, cada um no valor de um salário mínimo vigente à época. Haddad foi candidato à Presidência da República em 2018, no lugar de Lula, que está preso desde abril de 2018, condenado pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro.
Na decisão, o juiz Francisco Carlos Inouye Shintate absolveu Haddad de outras acusações, como formação de quadrilha e lavagem de dinheiro. A defesa, no entanto, deve recorrer à decisão da 1ª Vara Eleitoral. O argumento é de que a condenação apoiou-se apenas na delação premiada do empresário e dono da UTC Engenharia, Ricardo Pessoa — que teria sido prejudicado por Haddad, por cancelar os contratos com a Prefeitura.
A defesa de Haddad afirmou também que o dono da gráfica que imprimiu os materiais utilizados na propaganda eleitoral “reconheceu que a campanha de Haddad não foi beneficiada com os materiais". O ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto também foi condenado a dez anos de reclusão por lavagem e ocultação de bens.
“O juiz absolveu Fernando Haddad de lavagem de dinheiro e corrupção, crimes dos quais ele não foi acusado. Condenou-o por centenas de falsidades quando a acusação mal conseguiu descreve uma. A lei estabelece que a sentença é nula quando condena o réu por crime do qual não foi acusado”, disse a defesa em nota ao jornal. (Informações do Estado de Minas)

Hoje, os criminosos podem até continuar aterrorizando no Brasil, mas, o ´diálogo' com a Polícia mudou.
 
 
O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel elogiou o trabalho “muito técnico” feito pela Polícia Militar no caso do sequestro do ônibus no início da manhã desta terça-feira, 20/08, na Ponte Rio-Niterói. A ocorrência terminou com o sequestrador abatido por atiradores de elite.
“O ideal é que todos saíssem com vida, mas nós tivemos que tomar uma decisão de salvar os reféns. O que nós assistimos foi um trabalho muito técnico da Polícia Militar. Todo tempo eu fiquei monitorando para fazer o meu trabalho como governador e a Polícia Militar, usando os atiradores de elite, escolheu a melhor oportunidade para salvar os reféns. A técnica é da Polícia Militar. Nós nos mobilizamos rapidamente e tentamos evitar o transtorno para a sociedade”, disse ele no local.
Witzel chegou de helicóptero à ponte Rio-Niterói às 9h45 e desceu da aeronave fazendo gestos de comemoração, vibrando os pulsos cerrados. Ele confirmou que o homem foi morto e identificado e que não é policial. A identidade dele não foi revelada e o corpo já foi removido para a perícia.
O sequestro
Pouco antes das 6h de hoje, um homem armado sequestrou um ônibus e fez 37 reféns, obrigando o motorista a parar o veículo na altura do vão central da ponte, no sentido Rio. Ele foi morto por atiradores de elite por volta de 9h. Segundo o governador, a Secretaria de Vitimização prestará assistência aos reféns e à família do sequestrador.
“Conversei com familiares dele, um me pediu desculpa. Ele pediu desculpa a toda a sociedade, aos reféns. Disse que alguma coisa falhou na criação, a mãe está muito abalada. Nós vamos também cuidar da família dele, vamos entender esse problema para que não ocorram outras vezes”.
Segundo Witzel, a Polícia Civil já está no local para iniciar o trabalho de perícia. Ele agradeceu às corporações envolvidas e disse que os atiradores que participaram da ação serão condecorados e promovidos por bravura e pelo “trabalho de excelência” realizado.
“Muitas vezes algumas pessoas não entendem o trabalho da polícia que às vezes tem que ser dessa forma. Se não tivesse abatido esse criminoso, muitas vidas não seriam poupadas. Isso está acontecendo nas comunidades, eles estão de fuzil aterrorizando as comunidades. Se a polícia puder fazer o trabalho dela de abater quem estiver de fuzil, tantas outras vítimas serão poupadas”.
O governador disse também que as primeiras informações indicam que o sequestrador sofria de algum transtorno mental. A PM informou que a arma usada por ele era um simulacro.
O ônibus sequestrado é da Empresa Galo Branco, linha 2520, que faz o trajeto Jardim Alcântara, em São Gonçalo, até o Estácio, no Centro do Rio. O sequestrador disse ter gasolina e ameaçou incendiar o coletivo.
O tráfego foi interrompido nos dois sentidos e liberado no sentido Niterói pouco depois das 10h. Antes de ser atingido, o sequestrador havia liberado seis reféns. As primeiras negociações com o sequestrado foram feitas pela Polícia Rodoviária Federal e depois conduzidas pelo Batalhão de Operações Especiais (Bope) da Polícia Militar.
O governador, o secretário de Estado de Polícia Militar, Rogério Figueredo, e o comandante do Bope, tenente-coronel Maurílio Nunes, concederão entrevista coletiva sobre o assunto ainda na manhã de hoje, no Palácio Guanabara. (Informações da Agência Brasil)

Trata-se de uma parceria entre o Governo do Estado e a Prefeitura de Osasco, por meio da Secretaria de Desenvolvimento, Trabalho e Inclusão.

 

A partir do dia 28 de agosto, uma carreta do programa Via Rápida Emprego, do governo do estado, vai oferecer em Osasco, os cursos de corte/costura e almoxarife/estoquista.

As aulas acontecerão nos períodos da manhã, tarde e noite, no estacionamento da Prefeitura. Inscrições limitadas. Para saber mais informações sobre as inscrições, acesse este link: https://bit.ly/2NisnKi

As carretas do Via Rápida oferecem os cursos gratuitos do programa em um formato inovador, Além da mobilidade das unidades, a ação integra conhecimentos teóricos e práticos dos mais diversos cursos, num ambiente que simula as situações encontradas pelos participantes no dia-a-dia das atividades.

Aplaudido pela multidão na Arena, Bolsonaro seguiu para a festa de Peão depois de visitar obras no hospital de câncer da cidade.

 

Enquanto a oposição não dá trégua e tenta a todo custo desestabilizar o Governo, ignorando os feitos positivos, o Presidente Bolsonaro vem conquistando apoio nos mais diversos segmentos sociais. Neste sábado, 17/08, no rodeio de Barretos, ele cavalgou, discursou e foi aplaudido por uma plateia de mais de 30 mil pessoas.
Considerado o maior evento do tipo no país, no rodeio de Barretos, a tradição manda que no último dia de competições, os peões campeões de suas categorias devem circular pela arena montados em seus cavalos.
E como um "campeão", sob os aplausos da multidão na Arena, Jair Bolsonaro seguiu o script. Ele foi festa depois de visitar obras de um hospital da cidade e participar do típico jantar da queima do alho. Passava das 21h30m quando o presidente desceu do palco onde havia assinado decreto para flexibilizar as regras de rodeios e foi para o centro da arena.
Montando o "Mito"
Bolsonaro em Barretos 2
De camisa branca e calça jeans, deu duas voltas galopando o "Mito", um cavalo da raça quarto de milha, a mais rápida do mundo — alguns alcançam 80 quilômetros por hora. Este é o quarto ano consecutivo em que Bolsonaro põe os pés na arena lamacenta de Barretos, projetada pelo arquiteto Oscar Niemeyer em 1985.
Neste ano, na condição de presidente da República, ele foi agradecer pelo apoio recebido na campanha do ano passado. E retribuir: justamente com o decreto presidencial que torna sem efeito leis aprovadas por vereadores de diferentes cidades que impedem a prática, sob alegação de maus-tratos a animais. Em Barretos, uma lei municipal proíbe, desde 2006, atividades como a Prova do Laço.
"Respeito todas as instituições, mas lealdade eu devo a você. O Brasil está acima de tudo. Neste momento em que muitos criticam a festa de peões e a vaquejada, quero dizer com muito orgulho, estou com vocês. Não existe politicamente correto. Existe o que precisa ser feito", disse o Presidente.
Apoio à Festa do Peão
Bolsonaro em Barretos 3
No palco, ao lado de autoridades e representantes da festa, Bolsonaro fechou os olhos no momento da oração. Junto do governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), e de Ricardo da Rocha, presidente do Independentes, grupo organizador da Festa de Peão de Barretos, ele saudou o público fazendo com as mãos o gesto de como se estivesse apontando uma arma.
Em alto e bom som, o locutor de rodeios Cuiabanno Lima clamava a plateia a aplaudir “o simplão da República” que, segundo ele, estava ali para provar que não é “um presidente Vaselina”. Ou seja, em suas palavras, estava de fato comprometido com as causas dos apoiadores de rodeios e vaquejadas.
"Infelizmente existem ONGs que não sabem da verdade. A gente faz um desafio: pode trazer qualquer ONG aqui pra dentro de Barretos pra assistir o rodeio daqui. Temos mais de 100 veterinários. Na hora em que o animal entra ele é inspecionado. Fazemos tudo dentro da lei. Não é qualquer um que dá a cara pra bater (pelos rodeios)", disse o Presidente.
A plateia respondeu acendendo a luz dos celulares e, braços ao alto em homenagem ao presidente, entoou refrãos de "Vai Valer a Pena", sucesso gospel da banda de rock cristão Livres para Adorar. Diz um dos trechos da canção: "Não compreendo os Teus caminhos, mas Te darei a minha canção".
A festa seguiu adiante, e Bolsonaro recebeu de presente duas grandes fivelas pretas, típicas da vestimenta de quem compete por ali. Quem entregou foi a rainha da festa em 2019, Larissa Ferreira, acompanhada da princesa, Jhennyffer Pyetra, que, por sua vez, entregou um chapéu branco tradicional. (Informações de O Globo).
Implantação do Centro-Dia marca nono aniversário da Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência.
 
Nesta sexta-feira, 16/08, a Prefeitura de Barueri, sob o comando do Prefeito Rubens Furlan (PSDB), comemorou o aniversário de 9 anos da Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência de Barueri (SDPD). Com a presença do Prefeito Rubens Furlan e de outras autoridades do Município, o evento foi marcado por diversas atrações e pelo anúncio da implantação do Centro-Dia na estrutura da Secretaria para usuários e seus familiares. Pensando em oferecer atendimento focado na pessoa adulta (com idade acima de 18 anos) com deficiência, a SDPD reestruturou o seu acolhimento por meio do Centro-Dia, que funciona como atenção singular à pessoa com deficiência e amplia essa assistência aos familiares. 
Barueri CDPD artes
O serviço conta com o apoio técnico de uma equipe multidisciplinar e tem como proposta a oferta de oficinas de cultura, artesanato, esporte e passeios acessíveis, além de outras ações que estimulam as atividades do fazer.  As boas-novas sobre o funcionamento oficial das atividades do Centro-Dia foram acompanhadas de apresentações de capoeira e dança de saia, ambas as atrações são resultados das oficinas culturais e de esporte oferecidas na SDPD e contemplam as atividades do novo serviço.
Oficinas de criação
Como parte das ações que integram e dão mais funcionalidade e efetividade ao Centro-Dia, está a Oficina de Criação, que tem como objetivo manter os familiares de pessoas com deficiência mais perto da SDPD.  Nas oficinas, muitas mães e pais têm contato com atividades artesanais, como técnicas de crochê e confecção de carteiras, entre outros artigos decorativos feitos com materiais recicláveis.  Para conhecer de perto todas as ações da SDPD visite a unidade que fica na rua Vereador Isaias Pereira Souto, 175, Jardim Belval. O telefone é o 4194-4939.
Criada por Furlan
Barueri CDPD Furlan
O Prefeito Rubens Furlan esteve presente e postou também nas redes sociais sobre a importância da SDPD. "Hoje compareci à cerimônia de aniversário de 9 anos da SDPD. A Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência foi criada no meu mandato anterior, em 2010, porque acompanho a vida desses jovens, daqueles que não são mais jovens e a vida de suas mães. Digo que vale a pena tudo que passamos para ver essas pessoas felizes. Continuem sendo abençoados e mostrando que é possível ser feliz", postou Furlan. (Com informações da SECOM)
 
A Prefeitura de Osasco, sob o comando do Prefeito Rogério Lins (PODE), dá mais um grande passo na área da Educação. As escolas de ensino fundamental do Município agora contam com lousas digitais. A iniciativa demonstra que a Prefeitura de Osasco, por meio da Secretaria de Educação, tem investindo em tecnologia e inovação.
Com o novo equipamento, os professores fazem apresentações de suas aulas utilizando-se de programas como PowerPoint ou links de sites, já que poderão navegar na internet durante a apresentação do tema proposto aos alunos. Os professores também poderão consultar conteúdos e reproduzir vídeos ligados ao tema da aula.
Como o secretário de Educação, José Toste Borges, explicou, a lousa interativa é uma ferramenta que potencializa o uso da tecnologia em sala de aula. “O prefeito Rogério Lins tem investido em tecnologia e inovação na educação municipal. Também tem possibilitado que os nossos professores utilizem nas salas de aulas conteúdos digitais, que proporcionam uma nova realidade no processo de ensino e aprendizagem, através da interatividade com conteúdo digital”, conclui.
Aulas dinâmicas
Osasco Lousa digital Lins
Nesta sexta-feira, 16, o Prefeito Rogégio Lins acompanhou uma aula com a lousa digital. "Com esse equipamento inovador, os professores têm aulas mais dinâmicas e interativas trazendo inclusive ao dia-a-dia do aluno conteúdos da Internet e até reproduzir vídeos, fazendo com que essa geração que está cada vez mais conectada, fique cada vez mais interessada pelos novos aprendizados. Eu assisti uma aula com as nossas crianças e estou encantado com o projeto. As crianças interagiram muito e, agora, aprender ficou ainda mais divertido", disse Lins.
Osasco Lousa digital
O sistema de lousa retrátil possui superfície de escrita diagramada branca, além do módulo interativo, uma vez que a lousa digital é como uma tela de computador, só que maior. Deste modo, o sistema alia a escrita tradicional, com a utilização tecnológica.
Durante o semestre, os professores receberam orientação sobre como tirar o melhor proveito do equipamento interativo. A docente Josiane de Araújo explicou que as crianças e adolescentes estão em constante contato com computadores, tablets e celulares. Se a escola não acompanha a tecnologia, acaba tornando-se pouco interessante para essa nova geração. (Informações - Secom)

 

Ex-ministro diz que partido recebeu R$ 270 milhões para que governos Lula e Dilma favorecessem bancos e empresas.
 
A cada nova divulgação de delação do ex-ministro Antônio Palocci, a situação do PT, de Lula e Dilma se complicam ainda mais perante a Justiça do Brasil. Agora, Palocci afirmou que o PT recebeu R$ 270 milhões em propina entre 2002 e 2014.
Durante depoimento em acordo de delação premiada, Palocci, que foi ministro-chefe da Casa Civil no governo da ex-presidente Dilma Rousseff, envolveu 12 políticos e 16 empresas em um suposto esquema de corrupção criado para financiar campanhas petistas. O acordo foi homologado pelo ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, e diversos trechos foram encaminhados para a Justiça federal de Brasília, São Paulo, Paraná e Rio de Janeiro.
Mais de 300 milhões de propina
Os repasses totais, de acordo com Palocci, chegam a R$ 330 milhões. As informações foram publicadas pela revista Veja. A propina teria sido repassada por empresários em busca de vantagens, em caso de vitória, nas eleições, de Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff. Em troca, eles receberam linhas de crédito no Banco Nacional do Desenvolvimento Social (BNDES), abatimento de impostos e apoio da base governista no Congresso Nacional
No depoimento, o ex-ministro cita grandes bancos, que teriam repassado R$ 50 milhões. Entre eles, Bradesco, Itaú Unibanco, BGT Pactual e Banco Safra. Ele não menciona os nomes das demais empresas. Entre as instituições jurídicas que teriam recebido recursos ilegais, está o Instituto Lula e a Touchdown, empresa de Luís Cláudio Lula da Silva, de 30 anos, filho caçula do ex-presidente.
Lula está preso em Curitiba, condenado a oito anos e 10 meses por recebimento de propina por meio de um apartamento triplex no Guarujá (SP). O PT rebateu as acusações. Em nota, o partido afirmou que “nada que Antonio Palocci diga sobre o PT e seus dirigentes têm qualquer resquício de credibilidade desde que ele negociou com a Polícia Federal, no âmbito da Lava-Jato, um pacote de mentiras para escapar da cadeia e usufruir de dezenas de milhões em valores que haviam sido bloqueados”.
Em nota, o Grupo Bradesco informou que suas empresas “realizaram doações eleitorais aos partidos, todas elas públicas e devidamente registradas, conforme consta no site do Tribunal Superior Eleitoral”. Também informou que repudia “quaisquer ilações descabidas formuladas em relação ao fato”. Também em nota, o BTG Pactual e o Itaú Unibanco negaram irregularidades. A reportagem não conseguiu contato com o Banco Safra.
Confira o posicionamento do Banco Itaú sobre o caso:
O Itaú Unibanco repudia veementemente qualquer tentativa de vincular doações eleitorais realizadas de forma lícita e transparente a condutas antiéticas para atender a eventuais interesses da organização. O banco não teve acesso à delação que embasa reportagem de O Globo, mas afirma, de forma enfática, que a declaração mencionada pelo jornal é mentirosa.
Quando a legislação permitia, o banco fazia doações eleitorais, sempre seguindo um posicionamento apartidário. Contava, para isso, com um comitê formado por integrantes independentes do Conselho de Administração. Esse comitê definia os valores que seriam doados, sempre inferiores à média de grupos empresariais de porte semelhante ao nosso. Nos pleitos de 2006, 2010 e 2014, por exemplo, os montantes doados aos candidatos que lideravam as pesquisas de opinião foram rigorosamente iguais, conforme se pode constatar nos registros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e na tabela que acompanha esta nota. Os números desmentem qualquer suposição de que o Itaú Unibanco tenha privilegiado esse ou aquele partido ou que tenha de qualquer forma feito doações eleitorais com o objetivo de obter benefício próprio.
Em relação especificamente à fusão entre Itaú e Unibanco, anunciada em novembro de 2008 e aprovada pelas autoridades reguladoras competentes no início de 2009, vale destacar que foi respaldada pelos mais respeitados juristas do País e especialistas em setor financeiro, dada a complementariedade dos dois bancos e a posição da instituição resultante da fusão no cenário bancário global. Importante ainda destacar que as autoridades impuseram uma série de condições para aprovar a operação, todas inteiramente atendidas pelo Itaú Unibanco.
O Itaú Unibanco lamenta que seu nome possa ter sido usado indevidamente para que um réu confesso tenha tentado obter vantagens em acordos com a Justiça. Como sempre, posição das autoridades para quaisquer esclarecimentos que se façam necessários. (Informações do Estado de Minas)
 
E os três estupradores - Abdelmassih, José de Paiva e João de Deus - deveriam ficar juntos na mesma cela.
 Por Renato Ferreira -
Já faz alguns anos que, estarrecido, o Brasil vem acompanhando as idas e vindas de prisões em regime fechado e domiciliar do médico, Roger Abdelmassih, 75 anos, acusado de cometer dezenas de estupros contra mulheres que o procuravam em seu consultório em São Paulo. Nesta terça-feira, 13, a Justiça de São Paulo suspendeu a prisão domiciliar do estuprador por suspeita de fraude nos laudos de saúde, que permitiram o benefício ao detento. Ele é acusado de estuprar 37 pacientes em sua clínica de reprodução assistida.
 Mas, infelizmente, o Brasil não tinha apenas esse monstro travestido de médico. Ele tem como colegas de crimes semelhantes, o médium João de Deus, de Goiás, e o colega de medicina, José Hilson de Paiva, do Ceará. E todos agiam há décadas usando de sua influência como homens públicos e de conhecimentos médicos e espirituais para convencer e coagir suas vítimas.
Em Goiás
Recentemente, a Justiça de Goiás negou a concessão de prisão domiciliar ao médium João de Deus. De acordo com a juíza Rosângela Rodrigues, de Abadiânia, não há fatos novos que justifiquem o afrouxamento da prisão do médium. Poderoso na cidade, onde a economia girava em torno de seus negócios, João de Deus é acusado também de cometer homicídios, contra suas vítimas.
No Ceará
Outro caso monstruoso envolvendo um médico estuprador foi descoberto há poucos meses no Ceará. Prefeito de Uruburetama, o médico José Hilson de Paiva, foi preso depois que vieram à tona dezenas de casos de estupros praticados pelo médico-prefeito em seu próprio consultório.
Ginecologista, o médico e prefeito estuprador (do PCdoB), Paiva gravava seus próprios crimes contra mulheres simples que o procuravam atrás de cura para seus problemas. Em anos anteriores, José Hilson de Paiva já havia sido acusado desse tipo de crime, mas, acabou sendo absolvido.
Depois dessas últimas acusações que estarreceram diretores do Conselho Federal de Medicina, o PCdoB expulsou o médico do seu quadro de filiados. Para evitar que a população fizesse justiça com as próprias mãos, a Justiça do Ceará transferiu o médico monstro para a Unidade Prisional Irmã Imelda Lima Pontes, em Aquiraz.
Prisão perpétua
Mas, se esses monstros, travestidos de médicos e médiuns, podem sofrer agressões por outros presos ou pela população, uma boa sugestão seria prisão perpétua para os três. E mais: deveriam ficar juntos numa mesma cela, pois, quem sabe assim, eles resolveriam seus desejos sexuais sem ter que abusar de pessoas simples no seio da sociedade. (Renato Ferreira)
Página 1 de 72

Quem somos

Notícias & Opinião é um site de notícias gerais editado pela Empresa Jornalística Notícias de Paz Ltda - EPP, a partir da Capital e região Oeste da Grande São Paulo.

Como o próprio nome diz, aqui você vai encontrar notícias, entrevistas, artigos, crônicas e opinião sobre política, economia, educação, cultura e esporte, dentre outros temas do nosso dia-a-dia.