Sexta, 24 Janeiro 2020 | Login
Na terça-feira, o Internacional passou pelo Corinthians e, na quarta, o Grêmio venceu o Oeste de Barueri.
No dia 2 de janeiro, a Copa São Paulo de Futebol Junior foi iniciada com 127 times de todas as regiões, sendo a maioria de times paulistas. E quem esperava que pelo menos um time do Estado estivesse na decisão, no sábado, 25, se frustrou. O título da Copinha 2020 será decidido por um inédito Gre-Nal.
Sim, os dois maiores rivais do futebol gaúcho vão fazer a festa em terras bandeirantes, no dia em que a cidade de São Paulo completará 466 anos de fundação. O jogo final será realizado no Pacaembu, a partir das 10h, e como não terá time de São Paulo, a Federação Paulista de Futebol definiu que a partida poderá ter torcida dos times de Porto Alegre.
Para chegar à final da Copinha, o Internacional venceu o Corinthians, o maior campeão do torneio com 10 títulos, na terça-feira, por 3 a 1. Já o Grêmio venceu o Oeste Barueri, na quarta-feira, na Arena Barueri, por 1 a 0. Esta final mostra a força do futebol gaúcho e, principalmente, a atenção que Grêmio e Internacional dão às suas categorias de base.
O Grêmio, que sempre fez boas campanhas na torneio e já foi campeão em outras competições de base, corre atrás do seu primeiro título na Copa São Paulo. Já o Internacional é tetracampeão e, portanto, busca o seu quinto título da Copinha no Pacaembu. (Renato Ferreira)
A paciente chegou da China e está clinicamente estável.
A Secretaria de Saúde de Minas Gerais investiga suspeita do primeiro caso de Coronavírus no Brasil. Trata-se de uma mulher brasileira de 35 anos que esteve recentemente na cidade chinesa de Shangai e chegou a Belo Horizonte no dia 18 de janeiro com sintomas respiratórios compatíveis com aqueles associados ao coronavírus.
O caso é tratado como suspeito e não como uma confirmação. A paciente foi levada ao Hospital Eduardo de Menezes, em Belo Horizonte, e as medidas assistenciais para redução de risco foram tomadas. Segundo a secretaria, a paciente está clinicamente estável.
A paciente relatou à equipe de Vigilância em Saúde da secretaria que não esteve na região de Wuhan, na China, onde foram registrados casos de transmissão ativa da doença. O caso segue sendo investigado e os exames para confirmar ou descartar a possibilidade de se tratar do coronavírus estão em andamento.
Apesar da investigação feita pela secretaria em Minas Gerais, o ministério da Saúde disse, em nota, que o caso “não se enquadra na definição de caso suspeito”. Ao fazer essa afirmação, a pasta considera o fato da paciente não ter estado em Wuhan.“De acordo com a definição atual da Organização Mundial de Saúde (OMS), só há transmissão ativa do vírus na província de Wuhan”.
O ministério também esclareceu que está monitorando a situação e outras medidas cabíveis serão tomadas assim que a OMS definir a situação de emergência. Os sinais e sintomas clínicos do coronavírus, também chamado de pneumonia indeterminada, são, principalmente, febre, dor, dificuldade em respirar em alguns pacientes e infiltrado pulmonar bilateral. (Fonte: Estado de Minas e Portal UAI)
Os acusados foram denunciados por associação criminosa e interceptação de comunicações.
 
O jornalista Glenn Greenwald e outros seis investigados por envolvimento na invasão hacker ao celular do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, foram denunciados nesta terça-feira, 21/01, pelo Ministério Público Federal. As informações são da revista Crusoé.
A denúncia é de associação criminosa e interceptação ilegal de comunicações.
O ataque hacker resultou na publicação de conversas atribuídas ao ex-juiz da Lava Jato com o procurador da força-tarefa, Deltan Dallagnol, e outras autoridades, no site The Intercept Brasil.
Segundo a denúncia do MPF, o jornalista Glenn Greenwald, de forma livre, consciente e voluntária “auxiliou, incentivou e orientou, de maneira direta, o grupo criminoso. Durante a prática delitiva, agindo como garantidor do grupo, obtendo vantagem financeira com a conduta aqui descrita.”
De acordo com o procurador Wellington Divino Marques de Oliveira, a denúncia não representa afronta à liberdade de imprensa. O argumento é de que há jurisprudência para não configurar como crime a conduta de profissionais que apenas divulgam dados sigilosos — sem participar, de forma direta, da quebra do sigilo.
Além do jornalista, foram denunciados os seis investigados pela Polícia Federal na Operação Spoofing: Walter Delgatti Neto, Thiago Eliezer Martins, Luiz Henrique Molição, Gustavo Santos, Danilo Marques e Suelen Priscila de Oliveira. (Conteúdo Jovem Pan)
Antes, porém, a consagrada atriz vai fazer um "teste" e conhecer toda a estrutura da pasta em Brasília. Rede Globo emite Nota a respeito do contrato da atriz com a emissora.
A atriz Regina Duarte aceitou participar de uma fase de testes na Secretaria de Cultura de Jair Bolsonaro. Em comunicado enviado pela assessoria do Palácio do Planalto, o governo diz que ela estará em Brasília na quarta-feira, 22, no cargo que era de Roberto Alvim, demitido na sexta-feira passada. Rede Globo Nota a respeito.
"Após conversa produtiva com o presidente Jair Bolsonaro, Regina Duarte estará em Brasília na próxima quarta-feira, 22, para conhecer a Secretaria Nacional de Cultura do governo federal. 'Estamos noivando', disse a artista após o encontro ocorrido nesta tarde no Rio de Janeiro", diz comunicado da Secretaria de Comunicação da Presidência.
O comando da Cultura no governo federal está vago desde a última sexta-feira, 17, quando Bolsonaro demitiu o dramaturgo Roberto Alvim, que havia parafraseado em um discurso o nazista Joseph Goebbels. Ao Estado, Alvim reconheceu a origem "espúria" da frase de seu discurso, mas disse assinar embaixo de ideia "perfeita" de Goebbels.
Regina Duarte já havia sido convidada para integrar o governo no início do ano passado, mas recusou. A atriz é uma das mais famosas apoiadoras do presidente Jair Bolsonaro e já elogiou a política do governo no setor.
"Eu não estou preparada, não me sinto preparada para isso, acho que a gestão pública é uma coisa muito complicada e uma pasta como a da cultura muito mais", disse a atriz, na semana passada, enfatizando que, a resposta deveria ser dada até hoje.
A aproximação de Duarte com Bolsonaro começou ainda na campanha eleitoral de 2018. Na ocasião, a atriz visitou o então candidato em sua casa, no Rio de Janeiro, e imagens do encontro foram divulgadas nas redes sociais. Quando Bolsonaro foi eleito, o ministro da Cidadania, Osmar Terra, foi até São Paulo se encontrar com ela para discutir políticas do governo para a área da cultura.
Nota da Globo
Também nesta segunda-feira, a Rede Globo divulgou uma nota sobre a escolha da atriz Regina Duarte.
Em nota, a emissora carioca informou:
“A atriz Regina Duarte tem contrato vigente com a Globo e sabe que, se optar por assumir cargo público, deve pedir a suspensão de seu vínculo com a emissora, como impõe a nossa política interna de conhecimento de todos os colaboradores”, diz o comunicado. (Fonte: Estadão Conteúdo)

E a surpresa desta fase é o Oeste de Barueri que passou pelo atual campeão São Paulo. Os outros três semifinalistas são Corinthians, Internacional e Grêmio.
Já estão definidos os dois confrontos das semifinais da Copa São Paulo de Futebol Júnior. As duas partidas serão disputadas na Arena Barueri, na região metropolitana da capital paulista.
Na terça-feira, 21, o Internacional enfrenta o Corinthians, às 19h15. O Colorado eliminou o Botafogo-SP, enquanto o Timão, maior campeão do torneio, passou pelo Athletico-PR.
Por questões de segurança, os organizadores definiram que haverá cobrança de ingressos para a partida.
No outro duelo das semifinais, o Grêmio encara o Oeste, quarta-feira, às 17h30. O Tricolor gaúcho bateu o Vasco nos pênaltis. Já o Rubro-Negro de Barueri superou o atual campeão São Paulo.
A decisão do maior torneio de futebol de base do país será dia 25 de janeiro, no aniversário de São Paulo, que completará 466 anos. O jogo será às 10h, no Pacaembu.As partidas terão transmissão do SporTV. (Com informações do Globo Esporte)
Deputada Federal Renata Abreu recebe o vereador Dr. Lindoso e posta: "Juntos, Podemos". Ela é presidente nacional do Podemos; ele, pré-candidato a prefeito de Osasco pelo PSDB. Uma das perguntas geradas pela foto: Renata Abreu rompeu com o prefeito Rogério Lins?
Por Renato Ferreira -
No meio jornalístico esta frase ficou famosa: "Uma foto fala mais que mil palavra". E, realmente, por mais claro que possa ser um texto, ele jamais expressa os fatos com tanta fidelidade como uma boa foto. Porque, além da possibilidade do autor do texto emitir sua opinião, o que pode deturpar a realidade, a foto mostra e congela a imagem afastando quaisquer possibilidades de versões duvidosas.
E essa importância da foto pode ficar ainda mais evidenciada dependendo do contexto, das circunstâncias e dos personagens envolvidos. É o caso desta foto que publicamos, divulgada nas redes sociais na quinta-feira, 16 de janeiro, onde aparecem meus caros amigos, a deputada Federal e presidente nacional do Podemos, e o vereador Dr. Lindoso, presidente do diretório municipal do PSDB de Osasco. Nesse caso, mais do que mil palavras que esta foto fala, ela também gera mais de mil perguntas, por enquanto ainda sem respostas. Como não poderia deixar de ser, a foto caiu como uma bomba em Osasco.
Mas, por que esta foto com a Renata Abreu e o Dr. Lindoso fala tanta coisa e gera tantas indagações? É, justamente, devido ao contexto e às circunstâncias que a envolvem. Primeiro, não podemos esquecer que seus dois personagens são políticos, cada um com a sua importância nas Casas Legislativas onde atuam. E ainda mais: além dos dois políticos que aparecem na foto, com certeza, ela tem também grande impacto sobre um político que não aparece nela. É o prefeito de Osasco, Rogério Lins. As razões disso, eu explico mais à frente.
Contexto e circunstâncias
Antes de falarmos sobre os personagens diretos, destacamos a importância da data da foto. Ela foi divulgada pela Renata Abreu no dia 16 de janeiro de 2020. Portanto, na metade do primeiro mês de um ano eleitoral. Em outubro, serão realizadas as eleições municipais, quando os milhões de brasileiros vão às urnas para eleger prefeitos e vereadores nos mais de 5.500 municípios do país.
E no Brasil temos eleições a cada dois anos: as municipais e as gerais, quando elegemos deputados estaduais, federais, senadores e o Presidente da República. Assim, vamos eleger vereadores e prefeitos daqui a dez meses, e em 2022, voltaremos à urnas para votar novamente em candidatos de deputado a Presidente. Portanto, é dispensável falar sobre a ligação intrínseca que há entre os dois pleitos. E, se neste ano, teremos representantes de instâncias superiores como candidatos a prefeito, em 2022, serão prefeitos e vereadores que estarão em campanhas em busca de vôos mais altos em suas carreiras políticas.
Renata Abreu
Sendo assim, vamos falar primeiramente sobre a deputada Federal Renata Abreu. Como já dissemos, a simpática e competente deputada, que sempre atendeu a imprensa com muita atenção, é presidente nacional do Podemos, partido que deixou de ser PTN e que já nasceu grande. Hoje, o Podemos é a segunda bancada do Senado com 10 senadores. A primeira é a do MDB, com 13 representantes. Na Câmara dos Deputados,Federal, o partido não é um dos maiores, mas, é muito ativo com uma bancada de 11 parlamentares.
E a deputada Renata Abreu sempre teve uma grande ligação com a cidade Osasco, a 6ª economia do Brasil, superando muitas capitais, e a segunda do Estado. E esta ligação ficou ainda mais forte a partir das eleições de 2016, com a eleição de Rogério Lins (ainda no PTN), como o primeiro prefeito do Podemos na cidade.
Durante a campanha, Renata Abreu era presença constante nas ações de campanha de Lins. E foi uma das que mais vibrou com a vitória, no segundo turno, quando Rogério Lins venceu o ex-prefeito, então candidato à reeleição, Jorge Lapas (PDT). Renata Abreu reforça também a sua ligação com Osasco por meio de recursos de várias emendas parlamentares destinadas ao município.
Renata tem também uma forte influência junto a eleitorado nordestino em São Paulo. Ela é filha do ex-deputado José de Abreu, fundador do CTN (Centro de Tradições Nordestinas), espaço de referência, onde são realizados os mais diversos eventos ligados à cultura do povo do Nordeste na Capital paulista.
Dr. Lindoso
O jovem médico oftalmologista, Elissandro Lindoso, é um dos três vereadores osasquenses da atual legislatura. Em seu primeiro mandato foi eleito presidente da Câmara Municipal. Apesar de não ser ainda oficial. Lindoso é o principal pré-candidato a prefeito pelos tucanos. Assim, como Renata Abreu, Lindoso é um parlamentar que também sempre é muito atencioso com a imprensa. Pelo menos, sempre foi com este jornalista.
No mês de dezembro de 2019, após intervenção da Executiva Estadual, Lindoso assumiu a presidência do Diretório Municipal do PSDB, causando ainda mais incertezas no ninho tucano de Osasco, que já vinha dividido deste a morte do, então deputado estadual, e ex-prefeito por dois mandatos, Dr. Celso Giglio.
Sem a presença de Celso Giglio, a divisão do PSDB chegou a tal ponto em Osasco, que os três vereadores nunca falaram a mesma língua na Câmara Municipal, com alguns se declarando independentes em relação ao prefeito Rogério Lins por algum tempo, e oposição em outras ocasiões, o mesmo ocorrendo com os demais membros do Diretório. Antes da intervenção, o presidente era o ex-prefeito e braço direito de Giglio, Silas Bortolosso.
Mas, o ápice da desunião tucana em Osasco aconteceu durante a campanha das eleições gerais de 2018, quando alguns membros da Diretoria chegaram a fazer campanha para Márcio França, como foi o caso de José Carlos Vido, que sempre participou do governo de Rogério Lins. E foi essa suposta traição de Vido, que culminou no processo de intervenção da Executiva Estadual. Antes de ser expulso, Vido pediu desfiliação do partido. Após assumir a presidência, Lindoso afirma que principal missão é trabalhar pela união do PSDB em Osasco.
Título pra Doria e tumulto
Na campanha de 2018, Lindoso foi o parlamentar tucano que fez campanha explícita pra João Doria. Essa ligação entre os dois já vem de longe. Em 2017, inclusive, por iniciativa de Lindoso a Câmara aprovou a outorga de Título de Cidadão Osasquense ao, então, prefeito de São Paulo e atual governador do Estado.
A entrega do Título, no entanto, acabou se transformando num espetáculo dantesco nas dependências do Legislativo. Mas, não por culpa do jovem vereador e, sim, seus seus adversários na cidade.
Acreditando piamente que seus adversário fossem democráticos, Lindoso e seu grupo político prepararam a festa no plenário da Câmara desde a manhã para a entrega do Título programado para às 19h. Só que, candidamente, o vereador deixou todas as dependências abertas para a chegada do público, com certeza, pensando que as dependências fossem ocupadas por seus eleitores e correligionários. Ledo engano.
Quando Lindoso e Doria chegaram à Câmara quase não conseguiram entrar no prédio. Cabos eleitorais de partidos adversários, principalmente, do PT, já haviam tomados todas as cadeiras na plateia, além de muita gente no hall e na rua, com faixas e gritando palavras de ordem contra Doria e Lindoso.
Depois de muito sufoco, os dois conseguiram chegar à sala da Presidência e, sem condições de adiar o evento, resolveram entregar o Título ali mesmo. Como sempre foi um dos tucanos que mais critica Lula e o PT, Doria não perdeu a oportunidade para, mais uma vez, não medir palavras para detonar os petistas de Osasco. Em minha opinião, aquele clima de guerra acabou prejudicando muito mais a imagem de uma oposição inconsequente do que a do vereador Lindoso, que acreditava na democracia e educação de seus adversários políticos.
Renata, Lindoso e Lins
Para fechar este texto, abordaremos a seguir, o que esta foto representa para Renata Abreu, Dr. Lindoso e Rogério Lins, como também as dúvidas que ela deixou no ar. Primeiro, o fato de que Abreu preside o Podemos, mesmo partido do prefeito Lins. E a mais intrigante dúvida: Por que a deputada convidou Lindoso, possível adversário de Lins nas eleições de outubro? Ela teria rompido com o prefeito, temendo uma possível derrota?
Em sua postagem no dia 16, logo após falar da primeira reunião daquele dia, sob o título: "Juntos, Podemos", Renata Abreu falou da segunda reunião: "Depois, recebi meu amigo vereador Dr. Elissandro Lindoso. Discutimos eleições municipais e formas de contribuir mais com a cidade de Osasco. Adorei a nossa conversa".
Neste sábado, conversamos com o Dr. Lindoso, que também foi sucinto ao falar sobre o encontro com a deputada Federal. "Meu amigo Renato, foi um encontro muito bom com a grande deputada Renata Abreu, que tanto tem trabalhado pelo povo de Osasco. Falamos de um modo geral sobre o momento político de Osasco, de São Paulo e do Brasil e de cooperação para o bem do município. Sobre definições com relação às eleições municipais, tudo acontecerá mesmo a partir de abril. Sou grato pelo convite da Renata e eu também gostei muito da nossa conversa", afirmou Lindoso. É bom desacar também que a Renata Abreu continua muito de João Doria. Nesta semana mesmo, ela participou de um evento de prestação de contas do Governador paulista.
Perguntas sem respostas
Mas, como fica a situação de Rogério Lins com esse encontro da deputada Renata Abreu, presidente do seu partido, com um de seus possíveis adversários na campanha pela reeleição? Os boatos que já corriam na cidade e ficaram ainda mais fortes após a divulgação do encontro, dão conta de que Rogério Lins, que apoiou a candidatura à reeleição de Márcio França, sendo um dos responsáveis pela derrota de João Doria em Osasco, estaria de malas prontas para sari do Podemos. Não conseguimos contato com o prefeito para saber sua opinião a respeito desse assunto.
Mas, e se ele continuar no Podemos? Poderia haver uma aliança entre ele e Lindoso para as eleições? Apesar de presidir o PSDB local, a situação futura de Lindoso podeira ainda ser revertida, uma vez que o grupo de Bortolosso afirmou que iria recorrer contra a intervenção estadual? Caso Lindoso vá para o Podemos, ele poderia abrir mão da candidatura a Prefeito para ser vice de Lins? Sobre esse assunto, Lindoso não comentou e disse que o tema não fez parte da pauta dos assuntos com Renata Abreu.
Há poucos meses, Rogério Lins fez uma aliança que também gerou e ainda gera muitos comentários na imprensa e nos bastidores políticos. Apesar de terem sido adversários ferrenhos na campanha de 2016, com trocas mútuas de acusações e até agressões verbais, com apreensões de jornais falsos e prisões de cabos eleitorais, Lins se aproximou de Jorge Lapas. Essa aproximação resultou na nomeação do engenheiro Waldyr Ribeiro Filho, braço direito de Lapas, para a Secretaria de Obas de Osasco. Em 2018, Waldyr Ribeiro deixou o PDT e se filiou ao Podemos, quando trabalhou na campanha vitoriosa do deputado Estadual, Ataíde Teruel.
Então, vejam que, além das verdades que a foto escancara, ela também gerou muitas dúvidas; Se nem tanto para os eleitores, que não acompanham de perto os bastidores políticos, muito mais para os meios políticos e na imprensa. Ou seja, todos querem saber os motivos e as consequências política/eleitorais dessa foto que denota muita proximidade entre Renata Abreu e Lindos, logo no início deste eleitoral, que promete ferver no Brasil inteiro. E pelo jeito, em Osasco não será diferente. (Renato Ferreira é editor do Portal Notícias & Opinião)
São Paulo, Corinthians, Oeste, Athletico-PR, Internacional, Grêmio, Vasco e Botafogo-SP disputam as quatro vagas das semifinais.
 
Dos 127 times que começaram a disputa da 51ª Copa São Paulo de Futebol Júnior, no dia 2 de janeiro, restam apenas oito classificados que vão disputar as quartas de final do maior torneio de futebol de base do Brasil. As partidas das quartas serão disputadas nesta sexta-feira, 17, e sábado, 18/01.
Na noite desta quinta-feira, a Federação Paulista divulgou a tabela com todos os confrontos das quartas de final. E vão disputar esta fase, os seguintes times: São Paulo, atual campeão e que vai atrás do seu quinto título, Corinthians, o maior campeão do torneio com dez conquistas, Oeste de Barueri, Athletico-PR, Internacional, Grêmio, Vasco e Botafogo-SP.
Os duelos são esses: Botafogo-SP e Internacional; e Corinthians e Athletico-PR, nesta sexta-feira; enquanto Grêmio e Vasco da Gama; e São Paulo e Oeste, jogam no sábado. (Renato Ferreira)
Confira horários e locais dos jogos:
Sexta-feira, 17 - 19h15 – Araraquara – Botafogo-SP x Internacional Sexta-feira, 17 - 21h30 – Franca – Corinthians x Athletico-PR Sábado, 18 - 17h – Mogi das Cruzes – Vasco da Gama x Grêmio Sábado, 18,- 21h30 – Barueri – Oeste x São Paulo
Estrutura das escolas deverá ser avaliada a cada três anos por uma equipe multidisciplinar.
 
Agora é lei: o prefeito Rogério Lins (Podemos) sancionou no final do ano passado a lei 5.039/2019, de iniciativa do vereador Toniolo (PCdoB), sobre a obrigatoriedade de avaliação dos prédios escolares da rede municipal de ensino.
Toniolo
Vereador Toniolo, autor da nova Lei que obriga a avaliação dos prédios escolares em Osasco
De acordo com o texto, publicado na Imprensa Oficial do Município de Osasco em 8 de janeiro, os estabelecimentos de ensino deverão ser avaliados a cada três anos por uma Comissão Multidisciplinar de Infraestrutura Escolar, a ser estabelecida pelo Poder Público Municipal.
Definida a comissão, esta deverá elaborar relatório detalhado da situação estrutural de cada unidade educacional e suas condições de funcionamento. Com base nesse relatório sobre as condições físicas e ambientais das escolas, o município terá condições de criar as diretrizes das reformas de cada unidade de ensino.
O projeto final de reforma das unidades educacionais, elaborado pela Comissão, será submetido à aprovação do Conselho de Escola da respectiva escola. (Fonte: Comunicação/CMO)

O jornalista, que divulgou mensagens de rackers, quis interferir na pauta do programa e levou invertida.

Na próxima segunda-feira, 20/01, o programa Roda Viva da TV Cultura, na estreia da jornalista Vera Guimarães na condução do programa, vai entrevistar o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro. A a entrevista com o ex-juiz da Lava Jato, que investigou e levou políticos e empresários de renome à prisão, como o ex-presidente Lula, já está causando impacto mesmo antes de ser realizada.
Nesta terça-feira, 14, quem resolveu abordar o assunto de forma crítica azeda foi o jornalista americano Gleen Greenwald, do portal The Intercept, responsável por vazar supostas mensagens atribuídas a Moro. São gravações conseguidas de forma criminal por rackers que, inclusive, estão presos. Greenwald não gostou nenhum pouco da participação do ministro Moro no programa Roda Vida, e questionou os profissionais que estavam a frente do programa. Hoje, 15/01, o programa rebateu as declarações feitas pelo americano, e afirmou que quem decide os participantes é a TV Cultura.
“Seria indesculpável e um tanto covarde para o Roda Viva permitir que Sergio Moro aparecesse sem colocar um jornalista do The Intercept Brasil no painel para participar da discussão” escreveu Gleen
Leão Serva, diretor de jornalismo da emissora, em entrevista concedida ao colunista Mauricio Stycer, do UOL, rebateu e afirmou que a declaração de Greenwald foi indelicada e que sugestões sobre quem vai participar ou não da bancada do Roda Viva não são aceitas.
“A escolha do entrevistado e dos entrevistadores é feita pela TV Cultura. Não pedimos sugestões nem submetemos a bancada ao entrevistado. Alguns já fizeram sugestões, mas nenhuma foi acatada”
Ainda nesta quarta-feira,15, a TV Cultura anunciou o nome dos jornalistas que participarão da entrevista com Sérgio Moro. São eles: Andreza Matais, do Estadão; Malu Gaspar, da Piauí; Leandro Colon, da Folha; e Felipe Moura Brasil, da Jovem Pan. (Renato Ferreira com do Portal BR7 e Pleno News)
 
EM TEMPO: Noto que o programa Roda Viva por ser da TV Cultura tem sido muito crítico ao governo Bolsonaro. E, claro, por ser uma TV de São Paulo, subsidiada pelo governo estadual, seus programas, como o próprio Roda Viva, são muito mais simpáticos ao Governo do Estado e ao governador João Doria, do PSDB. E ao meu ver, o Greenwald foi infeliz em sua crítica, pois, tenho percebido que na formação da bancada de entrevistadores, o Roda Viva tem procurado manter um equilíbrio. (Renato Ferreira)
Excelente notícia. Ministro da Justiça, Sérgio Moro promete quintuplicar valor até 2022.
O total de dinheiro arrecadado para o Fundo Nacional Antidrogas (Funad) mais que dobrou em 2019, em comparação com o ano de 2018. A informação foi divulgada nesta terça-feira, 14/01, pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro.
Em publicação na sua conta no Twitter, Moro comemorou o aumento da arrecadação, que saltou de R$ 44,6 mil, em 2018, para R$ 91,7 mil em 2019 – ano em que foi sancionada a Lei 13.886, que agiliza a alienação e a destinação dos bens apreendidos ou sequestrados de pessoas condenadas por envolvimento com o narcotráfico.
"Graças à reformulação da SENAD/MJSP, dobramos em 2019 a arrecadação do Fundo Nacional Antidrogas, oriunda da venda de bens de traficantes. Os resultados ainda são inferiores a todo o potencial, mas é um começo. Com a Lei 13886 multiplicaremos a arrecadação anual por cinco até 2022", afirmou Moro.
Criado em 1986 para financiar ações, projetos e programas relacionados à política sobre drogas, o Funad é administrado pela Senad. Os recursos do fundo provêm de dotações orçamentárias específicas estabelecidas pela União; doações de organismos ou entidades nacionais, internacionais ou estrangeiras, bem como de pessoas físicas ou jurídicas nacionais ou estrangeiras; valores arrecadados com a cobrança de multas e do leilão de bens apreendidos com traficantes de drogas ou que tenham sido comprovadamente adquiridos com dinheiro da venda ilegal de drogas.
Segundo a Lei 13.886, de outubro de 2019, os recursos recolhidos ao fundo graças à alienação de bens e apreendidos de narcotraficantes serão distribuídos parte às polícias estaduais e do Distrito Federal, parte à Polícia Federal e à Polícia Rodoviária Federal, para serem empregados em programas de formação profissional sobre educação, prevenção, tratamento, recuperação, repressão, controle e fiscalização do uso e do tráfico de drogas, além de outras iniciativas preventivas. (Fonte: Agência Brasil).
Página 1 de 92

Quem somos

Notícias & Opinião é um site de notícias gerais editado pela Empresa Jornalística Notícias de Paz Ltda - EPP, a partir da Capital e região Oeste da Grande São Paulo.

Como o próprio nome diz, aqui você vai encontrar notícias, entrevistas, artigos, crônicas e opinião sobre política, economia, educação, cultura e esporte, dentre outros temas do nosso dia-a-dia.