Segunda, 22 Outubro 2018 | Login

 

Nesta terça-feira, 09/10, o governador de São Paulo e candidato à reeleição, Márcio França (PB), esteve em Osasco, região Oeste da Grande São Paulo, onde autorizou o início de obras na cidade e também reiterou suas críticas ao tucano João Dória, seu adversário no segundo turno das eleições. Acompanhado do prefeito de Osasco, Rogério Lins, de outros prefeitos da região e de vereadores, França visitou o Hospital Regional, no bairro de Presidente Altino.

França em Osasco 3

Os prefeitos Lili Aymar, de Araçariguama, e Rogério Lins (Osasco), durante visita de Márcio França ao Hospital Regional

Dentre outras melhorias para a cidade, Márcio França anunciou o funcionamento de 100 novos leitos no Hospital Regonal, sendo 21 de UTI, a implantação de uma AME (Ambulatório Médicos de Especialidades), antiga reivindicação da cidade, e também anunciou a aprovação da construção da uma nova entrada de Osasco pela rodovia Castelo Branco.

Sobre o segundo turno em São Paulo, em coletiva fora do hospital, Márcio França disse que confia numa vitória e que ficará neutro na disputa presidencial entre Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT). "O nosso compromisso é trabalhar pela união e pelo desenvolvimento do Estado de São Paulo sempre com a verdade e cumprindo a palavra", disse França. Por outro lado, o tucano João Doria declarou apoio para Jair Bolsonaro.

França em Osasco 2

Além de Rogério Lins, estiveram também acompanhando o governador em Osasco, os prefeitos Marcos Neves (Carapicuíba), Paulo Barufi (Jandira), Gregório Maglio (Pirapora do Bom Jesus), Josué Ramos (Vargem Grande Paulista), e Lili Aymar (Araçariguama), além dos vereadores Mário Luiz Guide, Batista Comunidade, Antonio Toniolo, Daniel Matias e Ribamar Silva. (Renato Ferreira)

Published in Política

 

O ex-prefeito de São Paulo, João Doria, pré-candidato ao governo do Estado pelo PSDB, participou na noite desta sexta-feira, 04/05, de um mega evento de sua pré-campanha na cidade de Barueri, que contou com a presença de um grande público na Câmara Municipal da cidade. O prédio do Legislativo ficou pequeno para abrigar cerca de três mil pessoas que lotaram o Plenário e também outras dependências com telões.

Doria em Barueri

Organizado pelo prefeito Rubens Furlan (PSDB), o evento contou com a presença de deputados Federais, Estaduais, vereadores de Barueri e região, prefeitos e lideranças tucanas e também de outros partidos da região Oeste e também do Interior do Estado.

Após a fala de Deputados e Prefeitos, João Doria pegou o microfone e com a sua já conhecida capacidade de oratória dominou a plateia. Falou de suas propostas, caso seja eleito governador, defendendo o apoio à livre iniciativa e o combate à burocracia que, em sua opinião, é uma das características de uma máquina estatal inchada e um o entrave contra o desenvolvimento do Brasil.

Doria em Barueri 3 Bandeira

O pré-candidato tucano ficou pouco tempo falando da tribuna da Câmara de Barueri. Surpreendendo até mesmo os demais membros da Mesa, Doria desceu e foi para o meio da plateia, onde fez várias críticas ao Lula e aos governos petistas. "Vou para o meio de vocês, porque eu falo a verdade. Não tenho medo de petistas e vigaristas. E também não quero mais o Lula, não quero mais o PT. Eu quero o Brasil para os brasileiros", disse Doria, tremulando a Bandeira do Brasil.

Dentre outras autoridades, participaram desse grande evento da pré-campanha de Doria, em Barueri, além do prefeito anfitrião, Rubens Furlan, Elvis Cezar (PSDB), prefeito de Santana de Parnaíba, e presidente do Cioeste (Consórcio Intermunicipal da Região Oeste Metropolitana); Fernando Fernades (Taboão da Serra), Rogério Franco (Cotia); Igor Soares (Podemos), de Itapevi; os deputados Federais Ricardo Tripoli e Bruna Furlan (PSDB), o Deputado Estadual Marcio Camargo (PSDB), o médio e vereador, Elissandro Lindoso (PSDB), presidente da Câmara Municipal de Osasco; e Cládio Piteri (PPS), ex-vice-presidente da Fundação Casa e pré-candidato a deputado Estaduall. (Renato Ferreira)

Apos o evento, João Doria e Rubens Furlan falaram com a imprensa. Notícias & Opinião cobriu o evento.

Veja o vídeo aqui: https://www.facebook.com/orenatoferreira/posts/1708979712525595

Published in Política
Neste domingo, 18/03, o prefeito de São Paulo, João Doria (à esquerda), venceu, em primeiro turno, as prévias do PSDB Estadual com 10.225 votos, o equivalente a 80,45% do total de quase 13 mil votos válidos. Com a vitória, Doria vai disputar o governo de São Paulo pelos tucanos e a sucessão do governador Geraldo Alckmin. O resultado das prévias inéditas no PSDB confirmou, portanto, o favoritismo do prefeito paulistano.
Logo após o resultado oficial, houve muita festa entre os defensores da candidatura de Doria. Eles se reuniram no diretório municipa do Partido, na zona Sul da Capital pauista para comemorar a vitória. Estiveram presentes também dois candidatos derrotados nas prévias: Luiz Felipe D´Ávila e Floriano Pesaro. O quarto candidato, José Aníbal, ferrenho adversário de Doria não compareceu.
E se o resultado mostrou-se folgado para João Doria, disputa foi acirrada pelo ambiente tenso das prévias, sobretudo, entre correligionários de Doria e de José Aníbal. Os três adversários de Doria acusaram a direção do partido de favorecer o prefeito. Muito comuns no Partido dos Trabahadores, por exemplo, o tucanato sempre evitou o embate interno entre seus postuantes a cargos no Executivo. Isso começou a mudar, entanto, já nas eleições municipais de 2016, quando Doria vencen também a disputa na pré campanha.
Uma das críticas que Doria sofre nesse momento é a sua saída da Prefeitura para disputar o Governo do Estado. Foram críticas de lideranças e também de eleitores nas redes sociais, onde Doria tentará os motivos de sua decisão e mudar o quadro a seu favor.
O governador Gerado Ackmin (foto) procurou se manter neutro no decorrer do processo e também nas prévias. Antes de votar, ao lado da primeira-dama, Lu Alckmin, no Bairro do Butantã, na zona Oeste, ele tomou seu café da manhã com o pré-candidato Floriano Pesaro, e mais tarde, participou da inauguração de um conjunto habitacional no Bairro do Jaraguá, na zona norte da Capital, ao lado de de João Doria e do vice-prefeito Bruno Covas, que vai assumir a Prefeitura. (Fonte: IstoÉ)
 
Published in Política
O PSDB de São Paulo realiza neste domingo,18/03, eleições prévias para escolha de seu candidato ao Governo do Estado nas eleições de outubro deste ano. É a primeira vez na história do partido, que completará 30 anos no mês de junho, que a escolha do candidato a Governador se dará por meio do voto direto dos filiados.
Quatro tucanos disputam a indicação: o presidente do ITV (Instituto Teotônio Vilela), José Aníbal;, o cientista político Luiz Felipe D’Ávila; o secretário de Desenvolvimento Social, Floriano Pesaro; e o prefeito de São Paulo, João Doria.
A votação será feita por meio de cédulas de papel. Ao todo, 126 urnas serão disponibilizadas em 72 cidades paulistas. Serão 71 urnas no interior e Grande São Paulo e 55 distribuídas nos zonais da capital.
A totalização dos votos será feita no Diretório Estadual a partir das 16h, onde também será anunciado o resultado (Av. Indianópolis, 1123 – Moema).
Doria favorito
doria e bruno covas 600x375
Bruno Covas e João Doria
 
O prefeito de São Paulo, João Doria, que resolveu deixar a Preifeutura para se candidatar ao governo do Estado, conta com um arco de apoio e entra como favorito nas prévias. O vice-prefeito da Capital, Bruno Covas (à esquerda), afirmou que a pré-candidatura de Doria representa uma onda coletiva e a esperança de ver o projeto de governo da socialdemocracia continuado. “É um projeto que ajudará a eleger Geraldo Alckmin presidente do Brasil, ajudará a eleger nossos deputados e a defender o legado que vem sendo construído desde 1994”, disse.
Em seu discurso, João Doria afirmou não temer a disputa nem os debates decorrentes dela. “Sou filho das prévias”, disse. “Vamos juntos para a vitória. Vamos contribuir com essa vitória para dar ao Brasil um novo presidente, que se chama Geraldo Alckmin”, afirmou.
Em Osasco e região
De Paula
De Paula, vereador e presidente do PSDB de Osasco
 
Na região Oeste da Grande São Paulo, as prévias tucanas serão realizadas nas cidade de Osasco, Barueri, Carapicuíba e Itapevi. Em Osasco, elas serão realizadas na Câmara Municipal.
Para o presidente do PSDB de Osasco, vereador De Paula (foto), o vencedor das prévias será o "próximo governador de São Paulo". De Paula pede a presença de todos filiados osasquenses e afirma: "É um momento muito importante para os nossos filiados participarem desse show de democracia do PSDB. Temos a possibilidade de escolher quem queremos para substituir o governador Geraldo Alckmin. E o escolhido terá a missão de defender um legado muito importante", afirmou De Paula.
 

Veja onde votarão os candidatos

Luiz Felipe D’ávila – 9h15 na sede do Diretório Estadual do PSDB-SP (Av. Indianópolis, 1123 – Moema)

Floriano Pesaro, 10h na sede do Diretório Estadual do PSDB-SP (Av. Indianópolis, 1123 – Moema)

João Doria – 11h no Zonal de Pinheiros (Rua Eugênio de Medeiros, nº 564 – Pinheiros)

Published in Política

Quem somos

Notícias & Opinião é um site de notícias gerais editado pela Empresa Jornalística Notícias de Paz Ltda - EPP, a partir da Capital e região Oeste da Grande São Paulo.

Como o próprio nome diz, aqui você vai encontrar notícias, entrevistas, artigos, crônicas e opinião sobre política, economia, educação, cultura e esporte, dentre outros temas do nosso dia-a-dia.