Terça, 10 Dezembro 2019 | Login
Enquanto aqui no Brasil, uma oposição inconsequente faz de tudo para derrubar o governo, pensando apenas no poder, Presidente visitará cinco países com foco em pauta comercial.
 
Neste sábado, 19/10, o presidente Jair Bolsonaro iniciou mais uma viagem internacional. Desta vez, a viagem será de dez dias e busca de reforçar laços comerciais com parceiros do Leste da Ásia e do Oriente Médio. O presidente brasileiro terá compromissos no Japão, na China, nos Emirados Árabes Unidos, no Catar e na Arábia Saudita. Segundo integrantes do governo, o presidente quer sinalizar para o mundo que o Brasil está comprometido com a abertura econômica, com o ambiente de negócios e com o programa de reformas.
AGENDA E NOTÁVEIS
Bolsonaro deixou a Base Aérea de Brasília às 22h de ontem. Depois de escalas em Lisboa (Portugal) e Nursultan (Cazaquistão), ele chegou a Tóquio, por volta das 13h de domingo, 20, horário local. No Japão, a programação do presidente brasileiro inclui o evento de entronização do imperador Naruhito, na terça-feira, dia 22..
Na quarta-feira, 23, Bolsonaro participará de um banquete oferecido a todos os presidentes pelo primeiro-ministro japonês Shinzo Abe. No mesmo dia, haverá uma reunião de Bolsonaro com os membros do grupo de notáveis, formado pelos dirigentes das principais empresas do Japão (Mitsui, Toyota, Honda, Mitsubishi, dentre outras).
CHINA
Na quinta-feira, 24, a delegação brasileira segue para Pequim. Na China, Bolsonaro cumprirá programa de encontro com autoridades do país asiático, em 24 e 25 de outubro. Na visita à China, o presidente dará prosseguimento a uma extensa agenda de visitas mútuas de autoridades dos dois países.
Juntos, Japão e China têm um estoque de US$ 100 bilhões em investimentos no Brasil. A Ásia lidera as exportações e importações brasileiras. Só nos primeiros nove meses de 2019, 40% das exportações brasileiras foram destinadas à região, ao mesmo tempo em que 33% das importações brasileiras vieram da Ásia.
COM ÁRABES
Em seguida, no sábado, 26, Bolsonaro segue para Abu Dhabi, dando início à metade árabe da viagem. Depois da visita aos Emirados Árabes Unidos, o presidente segue para Doha. Ele passa a manhã e a tarde do dia 28 na capital do Catar e, em seguida, embarca para Riad, na Arábia Saudita, onde fica até o dia 30.
Na passagem pelo mundo árabe, a pauta brasileira também tem um viés comercial, de acordo com o Itamaraty. Nesse sentido, o destaque fica para o aumento das exportações da agropecuária brasileira, a atração de investimentos para os projetos de concessão e privatização de ativos do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), além do interesse árabe na indústria de defesa do Brasil. (Com informações da Agência Brasil)
Published in Política
 
Nesta quarta-feira, o futebol marcou de formas distintas duas grandes torcidas do Brasil. Enquanto a torcida do Furação festejou o primeiro título da Copa do Brasil, os corintianos saíram decepcionados da Arena Itaquera.
COPA DO BRASL
O Athletico-PR é campeão
 
Atlético PR Campeão da Copa do Brasil 2
 
O Furacão venceu o Internacional no segundo jogo da decisão do torneio nacional por 2 a 1, em pleno Beira-Rio, nesta quarta-feira, 18/09. Os paranaenses já haviam vencido o primeiro jogo em casa por 1 a 0 e, com a vitória de ontem, conquistaram a taça inédita para o clube.
Este é o segundo título nacional do Furacão, que venceu o Campeonato Brasileiro de 2001. Na Copa do Brasil, o Athletico-PR só havia chegado uma vez à decisão. Foi em 2013, quando perdeu para o Flamengo. O título do Furacão é também o primeiro conquistado por um clube do Paraná na Copa do Brasil.
No jogo movimentado desta quarta-feira, os visitantes abriram o placar com Léo Cittadini aos 23 minutos em grande passe do atacante argentino Marco Rubén. O Colorado não demorou para empatar, com gol de Nico López, após um perde-ganha dentro da área.
O empate, no entanto, na era suficiente para a equipe da casa, que diante de 50.355 torcedores, ainda levou o segundo, de Rony, já nos acréscimos da segunda etapa, após numa jogada sensacional de Marcelo Cirino.
Com a defesa do Inter totalmente descontrolada, Cirino, segurou a bola na ponta esquerda, dando um drible desconcertante em dois marcadores. Após passar pelo terceiro marcador, o atacante rubro-negro rolou para Rony livre na pequena área, que só teve o trabalho de balançar as redes e marcar o gol da vitória.
COPA SUL-AMERICANA
Corinthians perde em casa e se complica
Corinthians perde do Del Valle
Com certeza, o mais pessimista dos corintianos esperaria uma derrota do seu time, jogando em casa pela primeira partida das semifinais da Copa Sul-Americana. Mas, aconteceu. O time de Fábio Carille jogou muito mal e perdeu para o Independiente Del Valle, do Equador, por 2 a 0, na Arena de Itaquera, nesta quarta-feira, 18/09. Os dois gols foram marcados pelo atacante Gabriel Torres. Com o resultado, o Corinthians terá que vencer por 3 a 0, em Quito, para se classificar direto. Se vencer por 2 a 0, a decisão será nos pênaltis. Já para os equatorianos, a classificação para a final virá até mesmo com derrota de 1 a 0. Além do placar adverso, o Corinthians vai enfrentar também a altitude de Quito. Foi também a primeira derrota do Corinthians para uma equipe do Equador jogando no Brasil.
Published in Esporte
Apoio a países afetados por incêndios é consenso entre líderes. Macron fica isolado e é obrigado atender a maioria.
 
Chefes de Estado e governo do G7 que participam de sua 45ª conferência de cúpula acordaram sobre o envio de ajuda aos países afetados pelos incêndios na Região Amazônica "o mais rápido possível". A declaração foi dada neste domingo, 25/-8, pelo chefe de Estado francês e presidente do G7, Emmanuel Macron.
Ele, que ficou isolado pelos demais colegas diante de suas declarações de até romper com o Mercosul, acrescentou que os líderes das maiores potências econômicas avançadas estão se aproximando de um consenso sobre como ajudar a extinguir o fogo na Amazônia e reparar os danos resultantes. Trata-se de encontrar os mecanismos apropriados, tanto técnicos quanto financeiros, acrescentou, e "tudo depende dos países da Amazônia", que compreensivelmente defendem sua soberania.
"Mas o que está em jogo na Amazônia, para esses países e para a comunidade internacional, em termos de biodiversidade, oxigênio, a luta contra o aquecimento global, é de tal ordem, que esse reflorestamento tem que ser feito", advertiu.
Embora 60% da Região Amazônica se situe no Brasil, a maior floresta do mundo também se estende por oito outros países: Bolívia, Colômbia, Equador, Guiana, Peru, Suriname, Venezuela, e até mesmo o departamento ultramarino da França, Guiana Francesa.
Macron isolado
Na qualidade de atual presidente do G7, Macron colocara os incêndios amazônicos no topo da agenda da cúpula, após declará-los emergência global. Numa iniciativa controversa, ele também ameaçou não ratificar o acordo de livre-comércio assinado entre a União Europeia e o Mercosul (Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai), devido às "mentiras" do presidente Jair Bolsonaro quanto a seu real comprometimento climático e ambiental.
Um vídeo gravado pelas câmeras oficiais da cúpula mostrou uma reunião em que líderes europeus discutem justamente a crise na Amazônia. Nas imagens, divulgadas no sábado pela agência Bloomberg, a chanceler federal alemã, Angela Merkel, aparece afirmando aos colegas que pretende discutir a situação das queimadas diretamente com o presidente Jair Bolsonaro.
Além de Merkel e Macron, também estavam à mesa o presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, e o premiê italiano, Giuseppe Conte.
A chefe de governo alemã afirma que ligará para o brasileiro na próxima semana "para que ele não tenha a impressão de que estamos trabalhando contra ele". Johnson diz em seguida que acha isso "importante". Até Macron, que primeiro pergunta de quem eles estão falando, para confirmar se se trata de Bolsonaro, expressa seu apoio à ligação. "Eu vou ligar", confirma Merkel.
O vídeo não parece ter sido gravado intencionalmente para ir a público. Em certo momento da conversa, uma mão cobre as lentes da câmera, e a imagem é cortada. (Informações da Agência Brasil)
Published in Política
Os dois presidentes participam da reunião do G20, em Osaka.
 
 
Enquanto a esquerda brasileira tenta desconstruir o governo com acusações sem fundamentos e sem provas, o presidente Jair Bolsonaro continua trabalhando aqui e lá fora com o objetivo de recolocar o país nos trilhos do desenvolvimento. O presidente brasileiro participa da reunião de cúpula do G-20, no Japão, onde tem se reunido com lideranças das grandes potências mundiais.
Nesta sexta-feira, 28/06, por exemplo, os presidentesJair Bolsonaro e Donald Trump, dos Estados Unidos, tiveram uma reunião bilateral onde trataram de temas como a relação comercial entre os dois países, a entrada do Brasil na Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) e a situação da Venezuela.
“A OCDE foi tema nesse encontro, e falou-se também da Venezuela, dos aspectos que podem ser elevados por ambos os países para uma solução democrática e duradoura na Venezuela. Falou-se das possibilidades de apoio e interlocução entre os países sob o ponto de vista comercial e sob outros pontos de vista”, disse o porta-voz da Presidência da República, Otávio Rêgo Barros.
No final de maio, os Estados Unidos decidiram apoiar formalmente a entrada do Brasil na OCDE. O anúncio oficial do apoio foi dado durante a reunião do órgão, em Paris. Na ocasião, o presidente Bolsonaro postou no Twitter mensagem afirmando que o suporte norte-americano é “fruto da confiança no novo Brasil”.
 
MACRON
Bolsonaro também se reuniu com o presidente da França, Emmanuel Macron. Os dois conversaram durante cerca de 30 minutos sobre temas como o acordo entre o Mercosul e a União Europeia, o Acordo de Paris, meio ambiente e temas referentes à fronteira entre o Brasil e a Guiana Francesa.
O presidente Bolsonaro convidou Macron para visitar o Brasil, em especial a Região Amazônica. “A fim de que essa visita possa colaborar para uma narrativa verdadeira a respeito do esforço que o presidente Bolsonaro vem realizando junto com o governo para que o meio ambiente seja preservado no nosso país, como sempre foi, mas também termos a possibilidade de agregarmos a esse processo de preservação o desenvolvimento socioeconômico”, disse Otávio Rêgo Barros.
 
OCDE
O presidente Jair Bolsonaro ainda esteve com o secretário-geral da OCDE, José Angel Gurría Treviño, e, segundo o porta-voz, há uma expectativa “extremamente positiva” em relação a entrada do Brasil na instituição.
“Existe uma seleção de países e há uma cronologia dessa seleção, mas o Brasil está muito bem posicionado, porque atende a maioria dos pré-requisitos que são apresentados por aquela organização”, explicou.
O ingresso de um país ao grupo de nações que compõem a OCDE traz benefícios em vários setores, especialmente na atração de investimentos.
Na agenda de Bolsonaro no Japão ainda teve um encontro com o presidente do Banco Mundial, David Malpass, e uma reunião informal do Brics, grupo de países que reúne Brasil, Índia, China, Rússia e África do Sul. (Fonte: Agência Brasil).
Published in Política
Ex-presidente integrará chapa com seu ex-chefe de Gabinete Alberto Fernández.
 
A ex-presidente da Argentina Cristina Kirchner surpreendeu o meio político do país ao anunciar neste sábado, 18/05, sua candidatura como vice-presidente nas eleições gerais de outubro.
Em um vídeo postado no Twitter, Cristina, que liderava as pesquisas eleitorais, disse que seu ex-chefe de gabinete Alberto Fernandez será o candidato a presidente.
"Pedi a Alberto Fernandez para dirigir a fórmula que iremos integrar juntos, ele como candidato presidencial e eu como candidata a vice-presidente", disse Kirchner.

Alberto Fernandez serviu como chefe de equipe de 2003 a 2007 ao ex-presidente e marido falecido de Cristina, Nestor Kirchner. Ele permaneceu nessa função.
durante uma parte do mandato de Cristina como presidente de 2007 a 2015.

Alberto Fernandez desafiará o presidente conservador Mauricio Macri, que viu seus índices de popularidade caírem devido à alta inflação. Fonte: (EM com Associated Press - Foto: Emiliano Lasalvia/AFP )
Opinião do jornalista Renato Ferreira
Quais serão os motivos que levaram uma ex-presidente abandonar a candidatura, liderando as pesquisas eleitorais com chances reais de voltar a comandar a Argentina?
No momento, só dois motivos a gente pode especular: ou Cristina Kirchner, que já foi condenada por corrupção, sabe que sua candidatura seria impugnada (mas, neste caso não poderia ser vice também), ou ela não confia nas pesquisas que a colocam na frente do atual Presidente, Mauricio Macri.
E, realmente, se as pesquisas de lá são falsas como as nossas aqui, feitas por Institutos como Datafolha, Ibope e Vox Populi, a ex-presidente argentina está certíssima em abandonar a candidatura. (Renato Ferreira)
    Published in Política

    Até dezembro, as 20 maiores equipes do Brasil estarão correndo atrás do cobiçado troféu do mais imprevisível torneio de futebol do planeta. E na primeira rodada, que termina hoje, São Paulo, Atlético Mineiro, Flamengo e Santos largaram com vitória.

     

    Pode ser que outros campeonatos nacionais como o italiano, inglês, alemão e até o francês chamem mais atenção de torcedores estrangeiros devido ao poderio econômico que os possibilita formar excelentes equipes com craques do mundo inteiro e também por inteligentes e agressivas políticas de marketing mundial. Mas, com certeza, nenhum desses campeonatos é tão extenso e disputado como o nosso Brasileirão.

    Com raríssimas exceções, nesses países citados, quando se inicia o certame qualquer criança tem condições de citar e acertar as três ou, no máximo, quatro equipes que lutarão de fato pelo título. Já aqui no Brasil, todos os anos, no mínimo, 12 equipes, como Palmeiras (o atual campeão), Corinthians, São Paulo, Santos, Flamengo, Fluminense, Botafogo, Vasco, Cruzeiro, Atlético, Grêmio e Internacional iniciam o campeonato com chances reais de conquistar o caneco. Isto sem falar que equipes do Paraná, Bahia e Pernambuco também de vez em quando entram com condições de disputar o título.

    Início do sonho

    Brasileirão início

    Assim, esse disputado e imprevisível Brasileirão começou neste sábado, 27 de abril e vai até o mês de dezembro, com 20 clubes disputando o título no sistema de pontos corridos. Isso significa que a cada rodada, com muitos clássicos nacionais, os 11 jogadores de cada time estarão disputando a bola palmo a palmo no gramado.

    Até porque num torneio de pontos corridos qualquer ponto perdido, principalmente, dentro de casa pode significar no final a perda do título, a não classificação para torneios do Continente, como as Copas Libertadores e Sulamericana, ou também o rebaixamento para a Série B.

    Neste ano, a Série A do Brasileirão é formada por equipes das regiões Sul, Sudeste, Centro Oeste e Nordeste, com times do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Goiás, Bahia, Pernambuco e Ceará. 
    Outras equipes destas regiões e também da região Norte formam as Séries B, que teve início também neste final de semana, C e D, que começarão a ser disputadas nos próximos meses.

    Primeira rodada

    Tricolor, Galo, Flamengo e Peixe vencem na estreia

    São Paulo 2 x 0 Botafogo

    São Paulo estreia com vitória

    E o Brasileirão 2019 foi iniciado logo com um clássico nacional: São Paulo e Botafogo, no Morumbi, onde o Tricolor, vice-campeão paulista, venceu por 2 a 1, com as estreias de suas novas estrelas, como Alexandre Pato, Tchê Tchê e Vitor Bueno. Os gols do São Paulo foram marcados por Everton e Hudson. Aos 29 minutos do primeiro tempo, Pato cabeceou para as redes, mas, ele estava impedido e o gol foi anulado.

    Galo 2 x 1 Avaí

    Atlético venceo o Avaí

    Também no sábado, no estádio Independência, em Belo Horizonte, o Atlético Mineiro interrompeu uma série de resultados ruins, como no Campeonato Mineiro, onde perdeu a final para o Cruzeiro, e também na Libertadores, onde foi desclassificado na primeira fase. Com gols de Fábio Santos (de pênalti) e do atacante Ricardo Oliveira, o Galo venceu o Avaí por 2 a 1. O gol catarinense foi marcado por Brizuela.

    Flamengo 3 X 1 Cruzeiro

    Flamengo vence o Cruzeiro

    Ainda no sábado, aconteceu o duelo entre os campeões carioca, Flamengo, e mineiro, Cruzeiro, no Maracanã. E os cariocas levaram a melhor vencendo os mineiros por 3 a 1. Foi um grande jogo, digno desses dois grandes times que, certamente, estarão brigando pelo título. E o placar final não reflete o equilíbrio da partida, onde o Cruzeiro saiu na frente com um gol de Pedro Rocha. No entanto, com dois gols de Bruno Henrique, destaque do jogo, e do Gabigol, o Flamengo virou o jogo para conquistar uma grande vitória na estreia do Brasileirão.

    Grêmio 1 X 2 Santos

    Santos vence o Grêmio

    De todos os times que venceram na primeira rodada, a mais importante, já que foi fora de casa, foi a vitória do Santos que venceu o Grêmio por 2 a 1, em plena Arena do Grêmio. Foi outra partida que, talvez, o empate por 2 a 2 ou até mais, refletisse melhor o grande jogo realizado por gremistas e santistas. Os gols do time da Vila foram marcados por Sasha e Felipe Jonatan. Aos 44 minutos do primeiro tempo, André marcou de cabeça, mas, o árbitro do VAR anulou o gol assinalando impedimento no início da jogada. Já aos 47 minutos do segundo tempo, Everton fez o gol do Grêmio.

    Gaúchos decepcionam

    Chape vence o Inter

    Os dois times gaúchos foram derrotados na primeira rodada do Brasileirão. Além do Grêmio, que perdeu em casa para o Santos, o Internacional também foi derrotado na estreia.

    Jogando em Chapecó, sábado à noite, o Colorado perdeu para a Chapecoense por 2 a 0. Os dois gols da Chape foram marcados pelo atacante Everaldo que, assim, já surge como artilheiro da competição da competição nacional, ao lado de Bruno Henrique, do Flamengo, com dois gols.

    A primeira rodada será completada na tarde deste domingo com mais cinco jogos. Às 16h, em Salavador, o Bahia recebe o Corinthians, campeão paulista; em Fortaleza, o Ceará enfrenta o CSA; no Rio, o Fluminense jogará contra o Goiás; em Curitiba, o Athlético enfrentará o Vasco da Gama; e às 19h, no Alianz Parque, o atual campeão, Palmeiras, vai jogar contra o Fortaleza, campeão da Série e do Cearense, que faz excelente temporada sob o comando do ex-goleiro Rogério Ceni. (Renato Ferreira)

    Confira a primeira rodada do Brasileirão:

    São Paulo 2 x 0 Botafogo

    Atlético 2 x 1 Avaí

    Flamengo 3 x 1 Cruzeiro

    Chapecoense 2 x 2 Internacional

    Grêmio 0 x 2 Santos

    Ceará x CSA
    Palmeiras x Fortaleza
    Fluminense x Goiás
    Bahia x Corinthians
    Athlético-PR x Vasco da Gama

    Published in Esporte

    Quem somos

    Notícias & Opinião é um site de notícias gerais editado pela Empresa Jornalística Notícias de Paz Ltda - EPP, a partir da Capital e região Oeste da Grande São Paulo.

    Como o próprio nome diz, aqui você vai encontrar notícias, entrevistas, artigos, crônicas e opinião sobre política, economia, educação, cultura e esporte, dentre outros temas do nosso dia-a-dia.