Domingo, 19 Novembro 2017 | Login
Aécio tira Jereissati da presidência do PSDB e põe fogo no ninho tucano

Aécio tira Jereissati da presidência do PSDB e põe fogo no ninho tucano Featured

Partidários de Alckmin ficaram indignados com a postura do senador mineiro. Ricardo Ferraço (ES) o chamou de "coronel de quinta categoria" 

 

Por essa, nem mesmo o mais otimista tucano esperava. Na tarde desta quinta-feira (09/11), o senador Aécio Neves (PSDB-MG) - à esquerda -, presidente licenciado do PSDB, destituiu  o senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) da presidência interina do partido e indicou para o cargo o ex-governador de São Paulo, Alberto Goldman. Conforme nota divulgada por Aécio, o motivo é a "desejável isonomia" entre os candidatos que disputarão o comando da sigla em dezembro. Jereissati oficializou a sua candidatura ontem. O senador senador cearense deve ter adversário na disputa o governador Marconi Perillo (PSDB-GO), ligado ao grupo ligado a Aécio Neves.


Portanto, até a eleição para a escolha o novo presidente do PSDB, o partido será presidido, interinamente, por Alberto Goldman, que é o mais velho entre os vice-presidentes da sigla. Goldman é ligado também ao grupo político do senador José Serra que, segundo informações, pode se candidar ao governo de São Paulo.

 

Ninho quente

A decisão de Aécio Neves diviu de vez a cúpula tucana. Tanto na Câmara como no Senado, o fato dividiu as opiniões de parlamentares. Para o coordenador da campanha do senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) à presidência do partido, o senador Ricardo Ferraço (ES), o afastamento de Jeiressati é uma atitude autoritária de Aécio Neves. “Ele [Aécio] está se revelando um coronel de quinta categoria. Perdeu o limite. Ele está promovendo uma intervenção para submeter o PSDB a seus caprichos, a seu controle. Ele vai dar com os burros n’água. Aécio quer submeter o partido às vontades do governo Temer e para isso quer humilhar Tasso Jereissati, que dedicou sua vida política ao PSDB. Aécio Neves perdeu o limite.”, afirmou Ricardo Ferraço.

Recentemente, Aécio Neves teve o seu mandato suspenso pelo Supremo Tribunal Federal e chegou a ficar também proibido de sair de casa durante à noite. Ele é acusado de ter pedido R$ 2 milhões a Joesley Batista, que gravou a conversa. Mas, a decisão do STF teria que ser autorizada pelo Poder Legislativo e o Senado acabou negando a autorização para o afastamento do senador mineiro. (Renato Ferreira)

000

About Author

Quem somos

Notícias & Opinião é um site de notícias gerais editado pela Empresa Jornalística Notícias de Paz Ltda - EPP, a partir da Capital e região Oeste da Grande São Paulo.

Como o próprio nome diz, aqui você vai encontrar notícias, entrevistas, artigos, crônicas e opinião sobre política, economia, educação, cultura e esporte, dentre outros temas do nosso dia-a-dia.