Quinta, 17 Agosto 2017 | Login
Lula convoca coletiva de imprensa, mas, sem perguntas de jornalistas. Por que?

Lula convoca coletiva de imprensa, mas, sem perguntas de jornalistas. Por que? Featured

 

Por Renato Ferreira - 

Na quinta-feira da semana passada (13/07), um dia após ser condenado por Sérgio Moro a 9 anos e seis meses de prisão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), convidou a imprensa e reuniu cerca de 300 aliados para falar sobre a condenação.

Na ocasião, a maioria esperava que Lula fosse mesmo criticar e desqualificar o juiz Moro, mas que, pelo menos, fosse permitir perguntas dos jornalistas.

Ledo engano. Os jornalistas apenas acompanharam as criticas e as ironias que o ex-presidente Presidente da República fez à Justiça brasileira e ao Ministério Público. "Quem pensa que o Lula acabou, vai quebrar a cara", disse Lula, que também se lançou como candidato à Presidência em 2018.

Mas, por que será que o maior líder petista, ao contrário de outras épocas, quando arrastava multidões em seus comícios e adorava dar entrevista, hoje, só se reúne com plateias escolhidas a dedo pelos correligionários e mesmo convocando a imprensa não permite perguntas dos jornalistas?

Não seria melhor, então, falar apenas para seus aliados e depois enviar releases de seu pronunciamento? Assim, pelo menos, os jornalistas poderiam permanecer nas redações e se preocupar com pautas de verdadeiras coletivas. (Renato Ferreira)

000

About Author

Quem somos

Notícias & Opinião é um site de notícias gerais editado pela Empresa Jornalística Notícias de Paz Ltda - EPP, a partir da Capital e região Oeste da Grande São Paulo.

Como o próprio nome diz, aqui você vai encontrar notícias, entrevistas, artigos, crônicas e opinião sobre política, economia, educação, cultura e esporte, dentre outros temas do nosso dia-a-dia.