Segunda, 25 Setembro 2017 | Login
Advogados de Lula, Temer, Aécio e Dilma articulam manifesto contra MP e Judiciário

Advogados de Lula, Temer, Aécio e Dilma articulam manifesto contra MP e Judiciário Featured

 

Os anos 1980, com certeza, ficarão marcados na História do Brasil como aqueles onde os brasileiros resgataram a sua Democracia. Milhões de pessoas foram às ruas pedindo as Diretas Já e conseguiram. Mas, infelizmente, a liberdade tão sonhada não veio acompanhada da honestidade necessária para que o Brasil se tornasse numa potência e saísse do eterno estigma de "país do futuro". Com exceção de Itamar Franco, todos os governos civis que se sucederam até hoje foram pródigos em escândalos e casos de corrupção na administração pública. Durante todos esses anos os noticiários policiais não passam um dia sequer sem dar manchetes de corruppção nos governos da União, dos Estados e dos Municípios. Hoje, infelizmente, o Brasil vive afundado no caos político, econôminco, social e moral. E o pior: sem esperança de dias melhores.

Há três anos, a Operação Lava Jato, sob o comando do juiz Sérgio Moro, surgiu como uma luz no fim do túneo. Em pouco tempo, a Lava Jato já fez o que antes era impensável no Brasil. Ela já levou para a cadeia políticos, governantes, assessores e empresários que revelaram o lado podre dos políticos brasileiros que roubam bilhões dos cofres públicos em detrimento do povo trabalhador. Mas, a julgar pelas ações dos políticos corruptos, a Lava Jato pode estar com os seus dias contados. E uma prova disso é a notícia que surgiu no final da semana passada, dando conta de que alguns dos principais políticos brasileiros, que comandam grandes partidos, estarão unidos por meio de um manifesto que questionará o Judiciário e o Ministério Público. As informações são da Folha de S.Paulo.

Segundo a coluna Painel, são os advogados de Michel Temer (PMDB), Dilma Rousseff (PT), Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Aécio Neves (PSDB) articulam lançar o manifesto. Os debates acontecem, inclusive, segundo o jornal, em um grupo de WhatsApp.

A Folha afirma que o “pai” do manifesto seria o ex-presidente Lula. Sua ideia tomou forma no grupo, entitulado “Prerrogativas”, e ganhou força, sobretudo,após a delação superpremiada da JBS, centro da maior parte dos questionamentos do manifesto.

A linha de frente da formulação do manifesto é formada por Alberto Toron, advogado de Aécio e Dilma, Cristiano Zanin, defensor de Lula, e Antonio Mariz de Oliveira, que trabalha com Temer.

Todos os políticos mencionados estão envolvidos de alguma maneira na Lava Jato e fortemente implicados na delação dos donos da JBS, os irmãos Joesley e Wesley Batista. Outros, como o Lula. já foram indiciados por outras questões, enquanto Michel Temer luta, agora, para que a Câmara dos Deputados não permita que ele seja investigado pelo Ministério Público, conforme já foi pedido pelo Procurador-Geral da República Rodrigo Janot. (Fonte: Folha de S.Paulo)

000

About Author

Quem somos

Notícias & Opinião é um site de notícias gerais editado pela Empresa Jornalística Notícias de Paz Ltda - EPP, a partir da Capital e região Oeste da Grande São Paulo.

Como o próprio nome diz, aqui você vai encontrar notícias, entrevistas, artigos, crônicas e opinião sobre política, economia, educação, cultura e esporte, dentre outros temas do nosso dia-a-dia.