Sábado, 18 Janeiro 2020 | Login
ELEIÇÕES 2020: Lindoso passa a comandar o Republicanos em Osasco

ELEIÇÕES 2020: Lindoso passa a comandar o Republicanos em Osasco Featured

O médico e vereador continua articulando a sua pré-candidatura no PSDB, agora, com apoio de mais uma legenda. Atualmente, o Rebuplicanos tem um vereador em Osasco, Ricardo Silva.
 
A pouco mais de um ano das eleições municipais, os principais partidos continuam agitados em busca de suas candidaturas ao pleito de 2020. É o caso do PSDB de Osasco. Com três vereadores eleitos em 2016 - Dr. Lindoso, De Paula e Didi - e com novo comando no Diretório Municipal, os tucanos de Osasco ainda continuam divididos quanto ao seu candidato para prefeito. O novo presidente dos tucanos em Osasco é o ex-prefeito Silas Bortolosso, eleito no primeiro semestre deste ano.
Mas, nessa corrida pela pré-candidatura tucana numa das mais importantes cidades do Estado e do Brasil, quem sai na frente é o médico Dr. Lindoso, vereador de primeiro mandato e que já foi presidente da Câmara Municipal. Dos três vereadores eleitos, até agora, somente o Didi ainda não postulou a pré-candidatura. Ao lado de Lindoso, o vereador De Paula afirma que pretende também ser pré-candidato a prefeito.
Há poucos dias, o Dr. Lindoso conseguiu uma importante conquista em sua corrida rumo à candidatura para prefeito. O Republicanos 10 (antigo PRB), que já foi adversário do do prefeito Rogério Lins, mas, que vinha tratando de se aproximar e apoiar a reeleição do atual prefeito, por meio de seu ex-presidente, Silvio Neves, acaba de passar para as mãos do grupo de apoio ao Dr. Lindoso.
Há 15 dias, o vereador osasquense esteve em Brasília, onde se reuniu com o deputado Federal e presidente nacional do Republicanos, Marcos Pereira, quando definiram a troca de comando do partido em Osasco, que passa a ser presidido pela esposa de Lindoso, Loraine Malagueta Lindoso. Pela nova formação da diretoria que foi divulgada, o ex-presidente Silvio Neves ocupa a vaga de vice-presidente do Diretório Municipal.
Oficialmente, o vereador Dr. Lindoso continua no PSDB. Para não ter problema com o mandado, caso ela venha deixar o partido para se candidatar pelo Republicanos, só deverá fazê-lo na janela eleitoral dentro do prazo legal da Justiça Eleitoral. Por enquanto, os três vereadores tucanos falam apenas que a pré-candidatura do partido será disputada nas prévias em 2020.
Apoio Estadual
Conforme matéria publicada pelo Jornal Giro no dia 27 de agosto deste ano, durante um evento político em Osasco, o presidente estadual do PSDB, Marco Vinholi, confirmou que o candidato do partido para prefeito em Osasco, será vereador Dr. Lindoso. "Temos plena confiança na sua candidatura e na sua vitória. Espero que Osasco possa ter um prefeito como você, que sempre está preocupado com as causas mais essenciais da cidade" disse Vinholi.
Na ocasião, segundo o jornal, Vinholi ainda lembrou o apoio do parlamentar na eleição de 2018, na qual, João Doria foi eleito governador do Estado de São Paulo. "Como vereador o senhor tem construído um mandato de excelência e como candidato a deputado estadual o senhor foi um grande parceiro do governador e pode ter certeza que não esqueceremos disso e nem da sua lealdade levantando nossa bandeira em um momento difícil", enfatizou, Vinholi. Ele ainda acrescentou que a executiva estadual dará todo apoio ao nome de Lindoso. "Estaremos de mãos dadas para construir sua vitória, e também, um grande mandato de prefeito", afirmou.
Tentamos falar com Silvio Neves para saber se o Republicanos seguirá unido sob o comando do grupo do Dr. Lindoso, mas, ainda não obtivemos retorno.
Atualmente, o partido tem um vereador em Osasco, Ricardo Silva que, segundo comentários de bastidores, estaria pensando em deixar o partido para ingressar no PSD. Na semana passada, no entanto, em conversa com jornalistas na Câmara, ele disse que tudo continua em fase de estudo e que não descarta também a hipótese de continuar no Republicanos. "Meu objetivo no momento, é estudar a melhor proposta partidária, visando a minha reeleição como vereador", disse Ricardo Silva.
Outras candidaturas
Além do prefeito Rogério Lins (Podemos), mas que, segundo os bastidores poderá trocar de legendas, outros partidos também virão com candidaturas fortes para disputar a Prefeitura de Osasco. É o caso do PT, cujo candidato deverá ser mesmo o ex-prefeito e atual deputado Estadual Emídio de Souza, inclusive, agora, com o Lula em liberdade. Os petistas acreditam que o ex-presidente, em liberdade, será o principal cabo eleitoral de Emídio de Souza.
O que não é novidade também para ninguém ligado à política é que o candidato que conseguir apoio do Presidente Jair Bosonaro, deverá ser um páreo duro para os demais concorrentes, não somente em Osasco, como em outras cidades do país. Esse candidato poderá ser do Aliança pelo Brasil, caso os organizadores consigam oficializar o partido até abril junto ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral), ou de outra legenda com apoio de Bolsonaro. (Renato Ferreira)
000

About Author

Related items

  • OSASCO: Câmara aprova lei para avaliar prédios escolares da cidade
    Estrutura das escolas deverá ser avaliada a cada três anos por uma equipe multidisciplinar.
     
    Agora é lei: o prefeito Rogério Lins (Podemos) sancionou no final do ano passado a lei 5.039/2019, de iniciativa do vereador Toniolo (PCdoB), sobre a obrigatoriedade de avaliação dos prédios escolares da rede municipal de ensino.
    Toniolo
    Vereador Toniolo, autor da nova Lei que obriga a avaliação dos prédios escolares em Osasco
    De acordo com o texto, publicado na Imprensa Oficial do Município de Osasco em 8 de janeiro, os estabelecimentos de ensino deverão ser avaliados a cada três anos por uma Comissão Multidisciplinar de Infraestrutura Escolar, a ser estabelecida pelo Poder Público Municipal.
    Definida a comissão, esta deverá elaborar relatório detalhado da situação estrutural de cada unidade educacional e suas condições de funcionamento. Com base nesse relatório sobre as condições físicas e ambientais das escolas, o município terá condições de criar as diretrizes das reformas de cada unidade de ensino.
    O projeto final de reforma das unidades educacionais, elaborado pela Comissão, será submetido à aprovação do Conselho de Escola da respectiva escola. (Fonte: Comunicação/CMO)
  • GERAL: Estação brasileira de pesquisa será uma das mais modernas da Antártica
    TV Brasil vai transmitir a reinauguração ao vivo nesta terça, dia 14. Evendo será comandada pelo vice-presidente da República Hamilton Morão.
    Depois de seis dias de viagem no navio Almirante Maximiano a equipe da Empresa Braisl de Comunicação (EBC) finalmente chegou em terra firme na Antártica. O desembarque foi realizado na ilha de Rei George onde fica a Estação Comandante Ferraz.
    No local, está praticamente tudo pronto para a reinauguração do centro de pesquisas do Brasil no continente gelado. Os militares da Marinha que trabalham estão realizando os últimos testes elétricos e hidráulicos na estação. Do lado de fora, está sendo montada a estrutura onde vai ser realizada a cerimônia de reinauguração que vai contar com a presença do vice-presidente da República Hamilton Mourão e do ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes.
    O evento vai ser transmitido ao vivo pela TV Brasil e pelas redes sociais da EBC. O governo Federal investiu cerca de US$ 100 milhões na construção do novo centro de pesquisas do Brasil na Antártica, que possui 17 laboratórios e pode hospedar 64 pessoas.
    O projeto de engenharia da Estação Comandante Ferraz foi desenvolvido para reduzir os impactos ambientais. Trinta por cento da energia consumida no centro de pesquisa vem de fontes renováveis produzidas por placas solares e por uma mini usina eólica instalada no local.
    Outro detalhe que chama a atenção é que o calor emitido pelos geradores de energia ao invés de ser lançado para o ar é canalizado para aquecer a usina. Detalhes que fazem a Estação Comandante Ferraz ser considerada uma das estações mais modernas da região Antártica.
    O professor de microbiologia da Universidade Federal de Minas Gerais, Luiz Rosa, será um dos primeiros pesquisadores que vai utilizar as novas instalações da nova estação. Ele já está na Antártica montando o laboratório onde vai trabalhar.
    O professor diz que a nova estação vai permitir que as pesquisas continuem sendo realizadas também no inverno.Luiz estuda fungos que são encontrados apenas no polo sul. A pesquisa pode ajudar no desenvolvimento de novos antibíoticos que poderão ser usados para tratar doenças como dengue e chicungunya.
    Outra pesquisa desenvolvida pelo professor Luiz permitiu descobrir plantas que ficam durante 6 meses debaixo da neve e sobrevivem. “Por algum motivo elas não congelam e isso pode ajudar no desenvolvimento de anti congelantes para a indústria e também para a medicina”.
    O Brasil faz parte de um seleto grupo de 29 países que possuem estações científicas na Antártica. Esta presença é muito importante porque de acordo com o tratado antártico, só quem desenvolve pesquisas na região poderá definir o futuro do continente gelado.
    O professor de Biologia da Universidade de Brasília, Paulo Câmara, que está pela sétima vez na Antártica, diz que a presença brasileira na região tem uma grande importância geopolítica para garantir a participação do país em decisões sobre um continente que apresenta uma grande biodiversidade. “A Antártica é tão importante quanto a floresta amazônica. Aqui encontramos espécies de plantas com 600 anos de existência que ainda são pouco conhecidas”. (Fonte: Agência Brasil)
  • OSASCO: Prefeitura inicia canalização de novo trecho do Braço Morto do Tietê em parceria com o Governo Federal
     
    Na terça-feira, 07/01, o prefeito de Osasco, Rogério Lins, visitou o início das obras de canalização de novo trecho do córrego Baronesa, no entroncamento das avenidas Loureço Belloli e Presidente Médici, no Jardim Baronesa. Trata-se de obras de canalização em mais um trecho do conhecido Braço Morto do Tietê.
     
    No local serão aprofundados e alargados 200 metros de córrego pelo consórcio FBS/Soebe/Hidrostudio, entre a Presidente Médici e a Rua Basílio Fernandes de Barros, na divisa com o Jardim Aliança. No outro lado da Lourenço Belloli, o grupo já havia canalizado 400 metros.
     
    Com as obras, o córrego, também chamado de Braço Morto do Rio Tietê, terá 10 metros de largura por 3 de profundidade, e futuramente deverá acabar com alagamentos naquela região da cidade.
     
    Ao todo, serão canalizados 2.420 metros. No outro trecho do canal (na divisa entre o Aliança e o Rochdale), que deságua no Tietê, a obra é liderada pelo consórcio Constran.
    As intervenções integram um amplo projeto de urbanização com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC2) do governo federal e prevê outras ações, como a abertura de duas vias paralelas à margem do córrego, que farão a ligação entre as avenidas Presidente Médici e Presidente Kennedy, criação de áreas de lazer, entrega de equipamentos públicos e construção na nova UBS do Rochdale.
     
    A canalização do córrego e a nova UBS beneficiarão cerca de 11 mil famílias do Rochdale, Jardim Canaã e Jardim Aliança. (Fonte: Secom/PMO - Texto: Marco Borba - Imagens: Marcelo Dec)

Quem somos

Notícias & Opinião é um site de notícias gerais editado pela Empresa Jornalística Notícias de Paz Ltda - EPP, a partir da Capital e região Oeste da Grande São Paulo.

Como o próprio nome diz, aqui você vai encontrar notícias, entrevistas, artigos, crônicas e opinião sobre política, economia, educação, cultura e esporte, dentre outros temas do nosso dia-a-dia.