Sexta, 18 Janeiro 2019 | Login
ELEIÇÕES 2018: Anastasia lidera corrida para o governo de Minas

ELEIÇÕES 2018: Anastasia lidera corrida para o governo de Minas Featured

Se a eleição fosse hoje, o tucano Antonio Anastasia teria 21,5% dos votos, contra 13,3% do governador Fernando Pimentel, do PT

Com base nas pesquisas eletorais, o povo mineiro não vai querer uma segunda adminisitração petista no Estado. O senador Antonio Anastasia (PSDB) está na frente também na primeira pesquisa da Confederação Nacional dos Transportes (CNT/MDA), divulgada nesta terça-feira, 31/07.

Já na reta final da pré-caampanha, o pré-candidato tucano ao Palácio da Liberdade aparece com 21,5% da preferência do eleitorado, contra 13,3% que preferem a reeleição do petista Fernando Pimentel

Conforme revela a pesquisa, o ex-prefeito Marcio Lacerda (PSB) tem 9,7% das intenções de voto. Na sequência aparecem Romeu Zema (Novo), Rodrigo Pacheco (DEM) e João Batista dos Mares Guia (Rede), respectivamente com 3,2%, 2,4% e 2%. A margem de erro é 2,2 pontos percentuais para mais ou para menos.

De acordo com a pesquisa CNT/Mda, 28,1% dos eleitores mineiros votariam em branco ou anulariam o voto, se o pleito fosse hoje e outros 19,7% dizem estar indecisos. 
A pesquisa desconsiderou uma possível candidatura do MDB ao governo, que pode ser do presidente da Assembleia Adalclever Lopes ou do vice-governador Antônio Andrade.

Eis os números:

Antônio Anastasia (PSDB) 21,5%
Fernando Pimentel (PT) 13,3%
Márcio Lacerda (PSB) 9,7%
Romeu Zema (Novo) 3,2%
Rodrigo Pacheco (DEM) 2,4%
João Batista dos Mares Guia (Rede) 2,0% 
Branco / Nulo 28,1%
Indeciso 19,7%

Segundo turno

Em um eventual segundo turno entre Anastasia e Pimentel, a pesquisa mostra que o tucano estaria eleito hoje com 33,6% dos votos, contra 21,6% de Pimentel. Neste cenário, os votos brancos, nulos e de indecisos somam 44,8% do total. Anastasia também vence na análise de um segundo turno disputado com Márcio Lacerda. Neste caso, o tucano aparece com 33% contra 19,6% do ex-prefeito socialista.

Já em uma disputa final entre Pimentel e Lacerda, o ex-prefeito de BH estaria hoje com 25,9% dos votos contra 23,1% de Pimentel. A diferença está dentro da margem de erro de 2,2 pontos percentuais.

Em tempo: Com a aliança nacional entre PT e PSB, anunciada hoje pela cúpula petista, Márcio Lacerda deverá retirar a sua candidatura, (Fonte: O Estado de Minas)

000

About Author

Related items

  • Quem mandou matar Bolsonaro?

     

    Por Renato Ferreira -

    Estou feliz ao ver essa recaída da esquerda fajuta do Brasil que, mesmo ignorando os demais parlamentares citados no relatório do COAF e que passou os últimos 16 anos sem se importar com movimentações financeiras irregulares de políticos, exige explicação e punição severa para o senador eleito pelo RJ, Flávio Bolsonaro. Isso é muito bom para limparmos o Brasil de quaisquer tipos de falcatruas.

    Facada em Bolsonaro

    Estamos a poucos dias da posse do Presidente Jair Bolsonaro e do Brasil entrar em nova fase administrativa com nova visão política. Mas, isso poderia não estar acontecendo, pois, em plena campanha eleitoral, alguém tentou tirar Bolsonaro da disputa com uma facada no abdômen.

    O que chama atenção e causa dúvidas às pessoas de bom senso no Brasil é o silêncio ensurdecedor da grande imprensa e desses "esquerdistas" indignados com a corrupção (?), sobre o maior atentado político no Brasil, contra um candidato à Presidência da República e os fatos que envolvem essa tentativa de matar Jair Bolsonaro.

    A quem interessava e a quem interessa a morte de Bolsonaro?

    O autor da facada, em pleno Centro de Juiz de Fora, todos conhecem, uma vez que ele não conseguiu o seu objetivo. Trata-se do ativista político Adélio Bispo, ex-integrante do PSOL, partido do ex-presidenciável, Guilherme Boulos, e declarado defensor de Lula e do PT.

    Seria muita ingenuidade de qualquer pessoa com saúde perfeita e em sã consciência acreditar que esse matador, preso com quatro celulares, computador e que alugou uma pousada dez dias antes do atentado em Juiz Fora, teria agido sozinho e por conta própria.

    E o fato mais claro dessa empreitada de morte, mostrando que Adélio foi apenas o último elo dessa corrente assassina contra Bolsonaro, é que no dia seguinte ao atentado, apareceram em Juiz de Fora 4 advogados que partiram de Belo Horizonte em vôo fretado para a zona da Mata mineira.

    Preste atenção! Você que é inteligente e que pensa com a própria cabeça, acredita que se o autor da facada fosse uma pessoa normal, trabalhador simples, que não tivesse nenhuma ligação com partidos políticos, sindicatos ou qualquer outra organização poderosa, conseguiria ter quatro advogados ao seu dispor um dia depois do crime e durante todo o processo?

    Pois é, mesmo indagados por várias vezes, os advogados não revelaram quem os contratou e nem quanto recebiam para fazerem a defesa do criminoso.

    Então, parabén imprensa investigativa e esquerda fajuta que pedem punição severa para Flávio Bolsonaro! Vocês estão corretíssimos, afinal, quem erra tem mesmo que pagar.

    Mas, não lhes cheira mal a falta de transparência e o silêncio que envolve esse grave atentado contra o candidato que foi eleito Presidente da República? E ainda mais o silêncio dos advogados que negam informar quem lhes contratou para chegar tão rapidamente a Juiz de Fora?

    O Brasil honesto espera mais esclarecimento sobre esse atentado. Pois, temos certeza que o Adélio não agiu sozinho.

    Quem discordar, por favor, poste aqui a sua opinião com argumentos e fatos que nos convençam ao contrário. Contamos também com a opinião daqueles que concordam conosco. (Renato Ferreira)

  • MUNDIAL DE VÔLEI: Minas faz partida histórica e vai decidir título neste domingo

    Brasileiras vencem por 3 a 2 e estão na final. O time de Belo Horizonte vai disputar o título contra o Istambul que derrotou o Praia Clube

     

    O Minas está jogando muito na primeira semifinal do Mundial de Vôlei, na manhã deste sábado, na China.

    As mineiras perderam o primeiro set para o timaço Eczacibasi, da Turquia, mas, se reabilitaram no segundo e venceram por 26 a 24 depois de estarem perdendo por 24 a 19.

    No terceiro set houve um atropelo do time de Belo Horizonte, que venceu por 25 a 14.

    Minas 2

    Agora, vence o quarto set por 8 a 6 e pode se classificar para a final.

    Daqui a pouco o Praia Clube fas a outra semifinal contra o Istambul, também da Turquia.

    Atualizado às 9h30

    Minas vence por 3 a 2 e está na final

    Após perder o quarto set por 25 a 23, o Minas TC venceu o quinto set por 15 a 12.

    Agora as mineiras esperam o segundo jogo das semifinais entre o Praia Clube e Istambul. E o Mundial de Clube poder ter uma final entre os dois clubes de Minas Gerais.

    O Praia Clube jogou muito bem, mas, foi derrotado por 3 sets a 1. O Istambul, sob o comando do brasileiro Marco Aurélio Mota, vai fazer a final contra o Minas Tênis Clube. (Renato Ferreira)

    Atualizado no domingo, dia 11 às 14h

    Minas perde e é vice campeão mundial

    O time mineiro fez uma excelente campanha na competição e ficou com o vice campeonato mundial, depois de perder para o Istambul por 3 a 0, com parciais de (25/23, 25/21 e 25/19), em Shaoxing, na China. Parabéns ao Minas Tênis Clube!

  • MINAS AGONIZA: Prefeitos mineiros fazem novo protesto por repasse de verbas

    Dívida do governo Fernando Pimentel com os municípios já ultrapassa os R$ 10,5 bilhões. Frente Nacional de Prefeitos divulgou carta em que repudia atraso de verbas. Prefeitos pedem intervenção Federal no Estado

     

    A cada dia piora a situação do governador mineiro, o petista Fernando Pimentel, não somente em relação aos servidores públicos do Estado, mas, também com os Prefeitos. Nesta terça-feira, 27/11, prefeitos e servidores estaduais fizeram um protesto contra a gestão de Fernando Pimentel e pediram aos deputados estaduais apoio na luta pelo dinheiro dos municípios.

    Fernando Pimentel

    Fernando Pimentel (PT), governador de Minas Gerais

    A Frente Nacional de Prefeitos (FNP) divulgou nota, nesta terça-feira, em que repudia a retenção de recursos dos municípios pelo governo de Fernando Pimentel (PT). Servidores públicos e prefeitos também fizeram um protesto durante a manhã na porta da Assembleia Legislativa, em Belo Horizonte.

    Dados da Associação Mineira de Municípios (AMM) apontam que a dívida com as prefeituras já ultrapassa R$ 10,5 bilhões em IPVA, ICMS, multas de trânsito, Fundeb, transporte escolar e assistência social. “Essa situação, que afronta a essência do sistema federativo brasileiro, impõe aos municípios e, consequentemente, à população, gravíssimos prejuízos na prestação de serviços públicos fundamentais”, diz trecho da nota.

    O texto foi aprovado em assembleia geral da FNP realizada nesta terça-feira, em São Caetano do Sul, São Paulo. Os prefeitos lembram que o ato do governo mineiro é passível de intervenção federal, crime de responsabilidade e improbidade administrativa.

    “Os prefeitos e prefeitas dos municípios brasileiros exigem respeito aos princípios constitucionais, ao pacto federativo e, principalmente, à população mineira”, encerra a nota.

    Na semana passada, o presidente da AMM, Julvan Lacerda, entregou ao presidente Michel Temer (MDB) um pedido de intervenção em Minas Gerais. Prefeitos da região dos vales do Jequitinhonha e Mucuri também recorreram ao Ministério Público do Estado (MPE) para pedir que o órgão atue junto ao Judiciário e Executivo para garantir o repasse de verbas para os municípios.

    O grupo protocolou um ofício requerendo que o MP estadual convoque o governo mineiro para assinar um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) se comprometendo a regularizar os repasses e apresentar um cronograma de pagamento dos valores devidos. Além disso, solicitam que o MP encaminhe ao Tribunal de Justiça (TJ) um pedido de intervenção no Estado.

    Os prefeitos querem ainda que o MP estadual ajuize uma ação direta de inconstitucionalidade (adin) contra o decreto 47.296/17, assinado por Fernando Pimentel, que destina ao caixa único do estado 100% da arrecadação com o IPVA. A Constituição Federal determina que 25% do que é arrecadado com o imposto deve ser destinado aos municípios. (Estado de Minas - Portal UAI)

Quem somos

Notícias & Opinião é um site de notícias gerais editado pela Empresa Jornalística Notícias de Paz Ltda - EPP, a partir da Capital e região Oeste da Grande São Paulo.

Como o próprio nome diz, aqui você vai encontrar notícias, entrevistas, artigos, crônicas e opinião sobre política, economia, educação, cultura e esporte, dentre outros temas do nosso dia-a-dia.