Sábado, 20 Abril 2019 | Login
De francos atiradores, jornalistas viram alvos de Bolsonaro no Roda Viva

De francos atiradores, jornalistas viram alvos de Bolsonaro no Roda Viva Featured

Por Renato Ferreira - 

 

O Roda Viva desta segunda-feira, 30, com Jair Bolsonaro, bateu todos os recordes de audiência do programa e mostrou que, diante do caos em que se encontra o Brasil, graças aos políticos corruptos que nos governaram nos últimos anos, ou décadas, Jair Bolsonaro não é líder das pesquisas por acaso. Ele aparece como a esperança de um povo desesperado, sem escola, sem moradia, sem hospitais dignos e ainda refém de uma violência que mata 60 mil pessoas por ano. Mais do que países em guerra civil.

Escolhidos a dedo, quatro jornalistas, claramente de esquerda e defensores de ditadores como Fidel Castro e Maduro, fizeram parte da roda, com o único objetivo: destruir Bolsonaro.

O próprio semblante dos jornalistas demonstrava que eles foram armados até os dentes para enfrentar o capitão. Em vez de perguntas sobre programa de governo, ideias, governabilidade e planos para tirar o país desse caos, os jornalistas, como se tivessem combinado, só fizeram perguntas sobre o passado, ditadura, frases ditas pelo entrevistado há vários anos e até sobre verbete dele na wikipedia. Para fechar com chave de lata, um dos jornalistas, tentando atingir Bolsonaro, afirmou que Jesus Cristo foi refugiado, demonstrando, no entanto, total desconhecimento sobre a Bíblia, sobre a história humana e divina de Cristo e sobre o apoio do candidato no meio evangélico.

Então, de francos atiradores, os quatro jornalistas, que estavam mais preocupados em acusar e discutir com o entrevistado,, acabaram se transformando em alvo dos "tiros" de Bolsonaro.

Bolsonaro X Jornalistas

Jornalista: Então, no confronto entre polícia e marginal, a ordem é atirar para matar?
Bolsonaro: Não, você deve deixar o bandido atirar primeiro e depois você o recebe com flores,. (Armados até os dentes, a gente sabe como os bandidos tratam as suas vítimas no Brasil)

Jornalista: É certo dar arma para uma pessoa despreparada se defender?
Bolsonaro: É só você não adquirir uma arma e continuar uma presa fácil. Defendo o porte de arma para quem deseja se defender do bandido, mas, ninguém será obrigado a comprar arma.

Jornalista: O senhor disse que Maria do Rosário não merece ser estuprada. O senhor acha isso correto?
Bolsonaro: Isso foi apenas uma reação quando essa deputada, que defende estupradores, me acusou de estuprador. Eu disse: não sou e se fosse não te estupraria.

Jornalista: Falta inteligência para as forças de segurança resolverem os problemas da violência.
Bolsonaro: "Vou convidar você para ir com a polícia a esses locais, onde o policial é recebido à bala para você ensinar como enfrentá-lo sem atirar. (O jornalista arregalou os olhos e ficou quieto). (Renato Ferreira)

000

About Author

Related items

  • Ninguém nasce para ser Presidente!

     

    As diferenças em Bolsonaro e Lula!

    O problema maior não é quando o cara diz: "não nasci para ser Presidente", mas, tem o apoio da maioria do povo para presidir o país. Ninguém nasce para ser Presidente.

    Problema mesmo é o cara dizer: "nasci para ser Presidente" e depois de dois mandatos, é condenado e preso pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro".(Renato Ferreira)

  • GOVERNO Bolsonaro demite Vélez e anuncia Weintraub como novo Ministro da Educação
     
    Nesta segunda-feira, 08/04, como já havia prometido fazer, o presidente Jair Bolsonaro exonerou o ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodríguez, e anunciou o professor Abraham Weintraub (foto) para o cargo.
    “Abraham possui mestrado em Administração na área de Finanças pela FGV e MBA Executivo Internacional pelo OneMBA, com título reconhecido pelas escolas: FGV/Brasil, RSM/Holanda, UNC/Estados Unidos, CUHK/China e EGADE-ITESM/México. Tem ampla experiência em gestão e o conhecimento necessário para a pasta", postou Bolsonaro em sua conta no Twitter.
    Professor da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), Weintraub foi executivo do mercado financeiro, atuou no grupo Votorantim e foi membro do comitê de Trading da BM&FBovespa.
    Em 2016, coordenou a apresentação de uma proposta alternativa de reforma da previdência social formulada pelos professores da Unifesp. Weintraub atua como secretário executivo da Casa Civil, sob o comando de Onyx Lorenzoni. Ele assumirá o lugar do colombiano Ricardo Vélez.
    “Aproveito para agradecer ao Prof. Velez pelos serviços prestados”, acrescentou o presidente.
    Vélez esteve hoje (8) de manhã no Palácio do Planalto, em reunião com o presidente Jair Bolsonaro, e deixou o local pela saída privativa, sem falar com a imprensa. (Agência Brasil)
  • Bolsonaro acaba com horário de verão

     

    Durante um café com jornalistas na manhã desta sexta-feira, 05/04, em Brasília, oO presidente Jair Bolsonaro disse que este ano o Brasil não terá o horário de verão. O Presidente sinalizou ainda que para o futuro a tendência é que a mudança nos relógios seja eliminada do calendário do país.

    Horário de verão

    Nesta semana, o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, informou que nos próximos dias a pasta vai finalizar os estudos sobre o tema. O material será entregue ao presidente Bolsonaro, que decidirá em caráter definitivo pela continuidade ou não do horário de verão no país.

Quem somos

Notícias & Opinião é um site de notícias gerais editado pela Empresa Jornalística Notícias de Paz Ltda - EPP, a partir da Capital e região Oeste da Grande São Paulo.

Como o próprio nome diz, aqui você vai encontrar notícias, entrevistas, artigos, crônicas e opinião sobre política, economia, educação, cultura e esporte, dentre outros temas do nosso dia-a-dia.