Terça, 19 Fevereiro 2019 | Login
PSD confirma apoio a Alckmin, Doria e oficializa candidatura de Jô Antiório

PSD confirma apoio a Alckmin, Doria e oficializa candidatura de Jô Antiório Featured

 

Neste sábado, 28/07, o PSD (Partido Social Democrático) realizou a sua convenção estadual em São Paulo, quando aprovou seu apoio às candidaturas tucanas de Geraldo Alckmin, à Presidência da República, e de João Doria, ao governo do Estado. O partido comandado pelo ministro da Ciência e Tecnologia, Gilberto Kassab (presidente licenciado), decidiu também apoaiar  os candidatos do PSDB  ao senado, Mara Gabrilli e Ricardo Tripoli. Pela cidade de Osasco, o PSD aprovou a candidatura do empresário Jô Antiório para deputado Federal.

Lau Kassab e Jô

Lau Alencar (Presidente do PSD/Osasco), Gilberto Kassab e Jô Antiório

No total, o PSD terá 22 candidatos a deputado Federal e 33 a deputado Estadual. Além do PSD e PSDB, a chapa "Acelera São Paulo", de João Doria, também terá o apoio do PP, DEM, PRB e PTC. 

PSD Lindoso e Jô

Dr. Lindoso, candidato a deputado Estadual pelo PSDB; e Jô Antório, candidato a deputado Federal pelo PSD, durante as convenções da chapa Acelera São Paulo

"Estarei assumindo um desafio ainda maior, com a saída do meu amigo Andrea Matarazzo da disputa pela Câmara, fui o escolhido do grupo para concorrer a esse cargo. Sou agora pré-candidato à Deputado Federal, e chegando à Câmara poderemos trabalhar ainda pelo nosso país e pelo futuro dos nossos filhos. É lá que precisamos mudar, é lá que poderemos mudar! Com minha formação em Direito posso ajudar a transformar em projetos de lei os anseios de todos. Com minha atuação de quase 30 anos dentro do setor educacional poderei transformar os anseios de escolas, profissionais de educação e alunos em projetos reais. Com minha experiência de pai farei o possível para que nossos filhos tenham um futuro melhor", afirma Jô Antiório.

000

About Author

Related items

  • GOVERNO DE SP: Policiais militares, civis e técnico-científicos recebem certificado “Policial Nota 10″

    Evento também contou com homenagem para policiais paulistas que trabalharam nas buscas de vítimas em Brumadinho.

     

    O Governador João Doria participou, nesta segunda-feira 11/02, da primeira entrega de certificados de “Policial Nota 10” para 20 policiais militares, civis e técnico-científicos. A iniciativa tem o objetivo de reconhecer e estimular o bom trabalho dos policiais. A cerimônia também contou com uma homenagem aos 161 policiais paulistas que auxiliaram nas buscas e identificação de vítimas da tragédia de Brumadinho.

    “Nosso Estado já tem o privilégio de ter a melhor polícia do país e nós temos que manter essa posição com o reconhecimento do trabalho, a remuneração dos seus profissionais, a qualidade técnico-científica dos trabalhos de inteligência e equipamentos que serão adquiridos ao longo dos próximos meses”, disse Doria, durante evento no Palácio dos Bandeirantes.

    Doria Policial Nota 10 2

    O Policial Nota 10 foi instituído no dia 29 de janeiro deste ano, por meio da resolução nº 8 da SSP. Mensalmente, 20 policiais serão homenageados. Nesta segunda, foram agraciados dez policiais militares, oito civis e dois técnico-científicos.

    Destaques na Polícia Militar

    O 3º sargento Leandro Schiavinatti Espim e os cabos Fábio de Almeida e Sandro de Almeida, integrantes do Corpo de Bombeiros, foram homenageados pelo resgate de um menino de 9 anos que caiu em uma galeria de água fluvial, no dia 4 de janeiro de 2019, no bairro Piratininga, em Osasco. O garoto tentava salvar um cachorro que estava sendo levado pela correnteza.

    Já o cabo Ademir Rodrigues da Silva e o soldado Rodrigo Faria Chaves, do 14º Batalhão de Polícia Militar Metropolitano (BPM/M), foram agraciados pela prisão de um homem suspeito de atirar na esposa. O flagrante aconteceu em 10 de dezembro de 2018, no bairro Santa Maria, em Osasco.

    Os outros cinco policiais militares, o 1° sargento Eduardo de Lima Araújo, os cabos Ailton de Araújo Anastácio e Evanildo Ferreira de Oliveira e os soldados Sérgio Augusto Ferreira Silva e Atílio Miranda Alencar, do 3º Batalhão de Policiamento Ambiental, foram homenageados por realizarem uma grande apreensão de munições e drogas em Cubatão. O caso aconteceu no dia 9 de dezembro de 2018. Duas pessoas foram presas.

    Destaques nas polícias Civil e Técnico-Científica

    A delegada Adriana Ribeiro Pavarina Franco, a escrivã Ana Claudia Fujikura Santos e os investigadores Carlos Cesar Postigo e Viviane dos Santos Sanches, todos da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Presidente Prudente, tiveram o reconhecimento pela prisão de um médico cardiologista, de 74 anos, acusado de abusar sexualmente de pacientes mulheres em seu consultório na cidade de Presidente Prudente. O homem foi detido no dia 18 de janeiro deste ano.

    O delegado Rodrigo Borges Petrilli, o investigador Maurício Ribeiro de Campos, e os escrivães Eliana Santos São Bernardo e Diego Kuwahara de Souza, todos do Departamento Estadual de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP), além do perito do DHPP Eduardo Tachlisky e o médico legista do IML Centro, Antônio Carlos de Pádua Milagres, foram homenageados pelo trabalho conjunto que resultou na prisão de quatro pessoas suspeitas de envolvimento na morte da policial militar Juliane dos Santos Duarte. A vítima foi levada de um bar em Paraisópolis em 2 agosto e encontrada morta quatro dias depois.

    Brumadinho

    O Governo do Estado de São Paulo também prestou homenagem aos policiais militares e técnico-científicos que auxiliaram nas buscas e identificação das vítimas da tragédia de Brumadinho. No dia 29 de janeiro, a primeira tropa paulista composta com 54 policiais militares, sendo 44 bombeiros e 10 homens do Comando de Aviação da PM, seguiu para Minas Gerais.

    Dois dias depois, uma equipe com sete policiais técnico-científicos embarcou para a região metropolitana de Belo Horizonte. Outras duas turmas de militares rumaram para Brumadinho, sendo a última no dia 6 de fevereiro. Ao todo, 161 policiais participaram dos trabalhos de busca e reconhecimento de vítimas em Minas Gerais. (SECOM - GOVERNO DE SÃO PAULO)

  • ADMINISTRAÇÃO: Doria anuncia privatização de novos presídios em SP
    Modelo de PPP será adotado em quatro novas penitenciárias que já estão sendo construídas. Um dos modelos é o presídio de Ribeirão das Neves, em Minas Gerais.
     
    Nesta sexta-feira, 18/01, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou que vai privatizar os novos presídios construídos no estado com o modelo de parcerias público-privadas (PPPs).
    De acordo com o governador paulista, a administração de quatro das 12 novas penitenciárias que já estão em fase de obras, será concedida à iniciativa privada em editais que devem ser lançados ainda neste ano. Outros três complexos penitenciários que estão previstos também devem entrar no modelo. As unidades que serão privatizadas não foram informadas durante o anúncio.
    Segundo João Doria, o modelo PPP a ser adotado tem como referências o presídio da cidade de Ribeirão das Neves, em Minas Gerais, e também o sistema norte-americano. Estão previstas viagens de secretários tanto para Minas quanto para os EUA para reuniões de avaliações de formatos.
    "Nós basearemos a gestão em critérios de qualidade, melhorando as condições do apenado, oferecendo parque fabril interno capaz de ressocializar o apenado com trabalho", afirmou o secretário de Administração Penitenciária, coronel Nivaldo Restivo.
    A Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) disse em nota que ainda é estudado "o modelo ou modelos de PPP que serão adotados".
    Informação corrigida
    Durante o anúncio para a imprensa, Doria chegou a dizer que todos os 171 presídios do estado seriam privatizados gradativamente ao longo da gestão, mas a informação foi corrigida posteriormente pelo vice-governador e secretário de Governo, Rodrigo Garcia.
    "Nós temos hoje 171 presídios em São Paulo funcionando com 230 mil presos. Esse sistema continua assim. As melhorias nesse sistema serão de obras complementares. Ele é estatal”, disse Garcia.
    “Temos hoje 12 presídios em obras, dos quais oito já têm funcionários públicos concursados contratados. Não tem sentido racional desistimos disso. Os quatro que ainda não têm funcionários e qualquer outra decisão de novo presídio é que serão via PPP", acrescentou o secretário.
    Cartão de crédito
    O governador também anunciou que, a partir de agora, todos os pagamentos de impostos do estado poderão ser feitos por meio de cartão de crédito.
    "O objetivo é facilitar a vida das pessoas, melhorar a funcionalidade, diminuir a burocracia e garantir o recebimento dos impostos. Vale para ICMS, IPVA e demais impostos", disse Doria. (G1)
  • POLÍTICA: Doria se reúne com Bolsonaro e reafirma apoio à reforma da Previdência
    Reunião entre Governador e Presidente dá sinais de que São Paulo caminhará em sintonia com o Governo Federal
    Nesta quinta-feira, 10/01, o governador de São Paulo, João Doria, se reuniu hoje (10) com o presidente Jair Bolsonaro, no Palácio do Planalto, e reafirmou seu apoio à proposta de reforma da Previdência que será enviada pelo governo ao Congresso Nacional. Segundo ele, a bancada paulista do PSDB votará favoravelmente à proposta.
    Para Doria, a aprovação da reforma previdenciária terá “efeito transformador” no país, “permitindo que o crescimento possa saltar dos 3% hoje previstos para 5%”. Segundo o governador, a reforma vai atrair investimentos internacionais e aumentar a geração de emprego e renda.
    Perguntado, Doria disse ser favorável ao regime de capitalização proposto pela equipe econômica, no qual cada trabalhador faz sua poupança individual para a aposentadoria.
    Fórum em Davos
    O governador paulista disse que outro assunto tratado na reunião com o Presidente foi o Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça, onde Bolsonaro fará sua estreia internacional. Segundo Doria, o presidente vai apresentar as oportunidades de investimento no Brasil nos setores do agronegócio, da indústria, comércio, serviços, ciência, tecnologia e empreendedorismo.
    “É um grande palco para a apresentação do novo Brasil. O Brasil que acredita numa economia liberal, transformadora, que gera empregos e oportunidades”,disse Doria.
    A reunião será de 22 a 25 deste mês com representantes do G20, onde estão as maiores economias mundiais, e convidados estrangeiros. No total, líderes de cerca de cem países estarão presentes.
    Decreto sobre armas
    João Doria afirmou também que é favorável à flexibilização da posse de armas e, questionado pelos jornalistas, disse que o decreto sobre a questão deve ser assinado nesta sesta-feira, 11, pelo presidente Jair Bolsonaro. (Com informações da Agência Brasil)

Quem somos

Notícias & Opinião é um site de notícias gerais editado pela Empresa Jornalística Notícias de Paz Ltda - EPP, a partir da Capital e região Oeste da Grande São Paulo.

Como o próprio nome diz, aqui você vai encontrar notícias, entrevistas, artigos, crônicas e opinião sobre política, economia, educação, cultura e esporte, dentre outros temas do nosso dia-a-dia.