Quarta, 17 Julho 2019 | Login
"Com o início da campanha na TV e rádio, subirei nas nas pesquisas", diz Márcio França

"Com o início da campanha na TV e rádio, subirei nas nas pesquisas", diz Márcio França Featured

Durante entrevista coletiva, na cidade de Osasco, o Governador de São Paulo falou sobre vários temas, como eleições, pesquisas eleitorais, saúde, educação, alistamento civil e segurança pública, dentre outros

 

Nesta sexta-feira, 29/06, o governador de São Paulo e pré-candidato à reeleição, Márcio França (PSB), esteve na cidade de Osasco, onde participou do Ciclo de Entrevistas - Eleições 2018, promovido pelo jornal Diário da Região, AmeCom (Associção Metropolitana de Comunicação), e da ADJORI-SP (Associação dos Jornais do Interior do Estado de São Paulo). Estiveram presentes no evento diversas autoridades da região, como os prefeitos Rogério Lins, de Osasco, Marcos Neves, de Carapicuíba, Gregório Maglio, de Pirapora do Bom Jesus, e Josué Ramos, de Vargem Grande Paulista.

Márcio França 1

Durante a coletiva, que contou com a presença de vários jornalistas da imprensa regional e também de Roberto Cabrini, do SBT, Márcio França falou sobre diversos temas e do que pretende implantar no Estado de São Paulo, caso seja reeleito nas eleições de outubro deste ano, sobretudo,temas ligados às áreas da Educação e Segurança Pública.

Márcio França 3

Campanha na TV e rádio

"As pesquisas eleitorais mostram o momento atual e eu sou ainda desconhecido pela maioria do eleitorado. Mas, com o início da campanha na TV e no rádio, quando teremos tempo para falar sobre que temos feito no governo do Estado, tenho certeza que iremos subir nas pesquisas e disputar o segundo turno das eleições. O povo está descontente com políticos tradicionais e, apesar da nossa longa experiência desde quando fomos prefeito de São Vicente, na política estadual somos ainda desconhecido. Com as coligações que estão sendo feitas pelo PSB, teremos tempo suficiente para nos apresentamos e falarmos do que estamos fazendo e dos planos que tempos investir em todas as demadas do governo".

João Doria

"Até o final da campanha muitas coisas vão mudar nessa campanha. O Doria não cumpriu o seu mandato de prefeito e tem muita gente que não gostou disso. É como você comprar um pizza grande e receber uma pequena. Então, 47% do eleitorado paulistano não votaram nele e aqueles que votaram o fizeram para ele administrar a cidade de São Paulo. Então, é evidente que ele vai ser cobrado por isso quando a campanha começar pra valer".

Compromisso

"Veja, o candidato do PSDB não cumpriu aquilo que prometeu quando fez campanha para prefeito de São Paulo. Estou aqui com vocês e não sou obrigado a fazer nenhum compromisso, mas, se faço tenho que ser verdadeiro e cumprir o compromiso firmado com os eleitores".

Segurança Pública

"O Governo do Estado tem a obrigação de continuar investindo na segurança pública, dando melhores condições de trabalho e de salário aos nossos policiais civis e militares. Mas, tudo isso tem que ser feito estudo e inteligência no trabalho preventivo e de investiação. E segurança para o cidadão não significa apenas aumento no efetivo de policiais e construção de novos presídios. Temos que investir em nossos jovens e adolescentes para tirá-lo do caminho da criminalidade".

Alistamento Civil

"O Alistamento Civil, programa social que atende jovens em vulnerabilidade social e que implantamos como prefeito em São Vicente com grande êxito, é o principal caminho para livrar os jovens da criminalidade. Fizemos um estudo em São Vicente e vericamos que 56% dos presos foram para a cadeia com 18 anos. Então, temos que evitar que o gelo seja formado para não termos que ficar apenas enxugando gelo depois. Atualmente, estamos implantando o Alistamento Civil nos 15 municípios mais violentos do Estado e esperamos poder implantar em todo o Estado de São Paulo. No Alistamento Civil, os jovens ficam no programa um ano estucanos e trabalhando e saem em condições de trabalhar na sociedade". 

Educação

"Investimos e melhoramos muito o ensino no Estado de São Paulo, mas, sem dúvida, estamos ainda muito atrasados e pecamos na qualidade. Veja, se um piloto de avião da primeira metade do século passado entrar, hoje, numa aeronave moderna, ele não saberá operá-la. O mesmo ocorreu em todas as áreas com as novidades tecnológicas. Mas, em termos de edução, infelizmente, nada mudou. Um professor de 1920 pode entrar hoje numa sala de aula e ele não vai sentir nenhuma mudança. O nosso compromisso é investir no ensino e também no sentido de que os professorem tenham menor carga horária e melhor salário".

Comunicação

O governador foi interrogado também sobre o distanciamento entre o setor de comunicação do governo e a imprensa regional e do interior do Estado. "REalmente, o governo precisa melhorar a sua comunicação com a população e isso, sem dúvida tem que passar pela imprensa regional. Hoje, ficamos apenas com os grandes anúncios de campanhas e não comunicamos corretamente com o povo que ficar sem saber ou conhecer muitas coisas boas que são feitas pelo governo. (Renato Ferreira)

 

000

About Author

Related items

  • COMUNICAÇÃO: AmeCom realiza mais uma reunião ordinária

     

    Na noite desta segunda-feira, 15/07, na sede da ConecTv, em Osasco, a AmeCom (Associação Metropolitana de Comunicação), realizou mais uma reunião ordinária para tratar de assuntos de interesse dos jornalistas de Osasco e região.

    Na reunião desta noite foram discutidos temas mais ligados a assuntos administrativos da entidade, como encontros já programados para o segundo semestre de 2019, dentre eles, o Jantar da AmeCom, que acontece no final do ano. Na ocasião, além da confraternização entre os profissionais da Comunicação, são premiados os destaques do ano, representando os mais diversos segmentos da sociedade.

    Estiveram presentes os jornalistas José Guedes, Hipólito Cândido, Euds Ricardo Polito (Presidente), Rossi Júnior, Armando Gonçalves, Alessandro Belcorso, Renato Ferreira, Xuxa, Zequinha e Gabriel Gomez.

  • JOGOS REGIONAIS: Competições começam nesta terça-feira em Osasco
     
    A Abertura dos Jogos Regionais 2019, em Osasco, acontece terça-feira, 16/07, às 19 horas, com o desfile das agremiações no Ginásio de Esportes José Liberatti, em Presidente Altino.
    Durante 12 dias o município receberá aproximadamente 6 mil pessoas, com 27 cidades participantes em 19 locais de competição. As competições em 23 modalidades ocorrem entre os dias 16 a 27 de julho.
    Pela quinta vez, desde o início dos Jogos, na década de 1950, Osasco é escolhida como cidade-sede.
    As competições são classificatórias para os Jogos Abertos do Interior, que acontecerão em outubro, em Marília.
    Os Jogos Regionais tiveram início na década de 1950, em Presidente Prudente. Desde então, Osasco foi sede em 1983 (27ª edição), 1995 (39ª edição), 1996 (40ª edição) e 2014 (58ª edição).
    O torneio é realizado sempre no mês de julho para que coincida com as férias escolares e para que as unidades de ensino sejam utilizadas como alojamento ou instalações esportivas.
    “Será um grande desafio para todos nós realizarmos pela quinta vez os Jogos Regionais em Osasco. Entramos em contagem regressiva e desde já contamos com a presença de todos”, disse o secretário de Esporte, Carmônio Bastos. (Texto: Giane Vieira - Foto: Arquivo Serel)
  • OSASCO: Ribamar Silva comemora aprovação da reforma da Previdência

     

    Presidente da Câmara Municipal acredita que a reforma trará crescimento econômico e geração de empregos para Osasco.

     

    O Presidente da Câmara Municipal de Osasco, Ribamar Silva, acompanhou na sede do Poder Legislativo osasquense a votação que aprovou o texto-base da Reforma da Previdência na noite de quarta-feira (10). “Foram 379 deputados que votaram a favor da reforma. Eles são os maiores mentores políticos da nossa nação. Tenho certeza que os deputados entendem que a reforma o melhor para o Brasil”, conta Ribamar.

    Apoiador incondicional da reforma, Ribamar diz que espera agora a inclusão dos estados e municípios no texto que será apreciado pelo Senado. “Estamos acompanhando daqui, com os nossos deputados e vereadores, esta grande vitória da reforma da previdência. Quero parabenizar os nossos deputados federais. Tenho esperanças que, lá no Senado, os estados e municípios sejam incluídos”, disse Ribamar pouco após a votação.

    “Para o bem do Brasil, tenho certeza que isso vai trazer crescimento e geração de emprego. Vai fazer o Brasil voltar a crescer e todos nós, brasileiros, temos a ganhar com isso”, completou.

    Próximo Passo

    A Câmara dos Deputados aprovou em 1º turno, por 379 votos a 131, o texto-base da reforma da Previdência. A matéria aprovada apresenta novas regras para aposentadoria e pensões. O texto aumenta o tempo para se aposentar, limita o benefício à média de todos os salários, aumenta as alíquotas de contribuição para quem ganha acima do teto do INSS e estabelece regras de transição para os atuais assalariados.

    Ficaram de fora da proposta a capitalização (poupança individual) e mudanças na aposentadoria de pequenos produtores e trabalhadores rurais. Na nova regra geral, para servidores e trabalhadores da iniciativa privada que se tornarem segurados após a reforma, fica garantida na Constituição somente a idade mínima. O tempo de contribuição exigido e outras condições serão fixados definitivamente em lei. Até lá, vale uma regra transitória.

    Para todos os trabalhadores que ainda não tenham atingido os requisitos para se aposentar, regras definitivas de pensão por morte, de acúmulo de pensões e de cálculo dos benefícios dependerão de lei futura, mas o texto traz normas transitórias até ela ser feita.

    “Foi um dia histórico. É um passo importante diminuir o custo da máquina pública, fazer o enxugamento para que no futuro próximo sobre dinheiro para mais investimentos no Brasil”, concluiu Ribamar.

     

     

Quem somos

Notícias & Opinião é um site de notícias gerais editado pela Empresa Jornalística Notícias de Paz Ltda - EPP, a partir da Capital e região Oeste da Grande São Paulo.

Como o próprio nome diz, aqui você vai encontrar notícias, entrevistas, artigos, crônicas e opinião sobre política, economia, educação, cultura e esporte, dentre outros temas do nosso dia-a-dia.