Segunda, 21 Maio 2018 | Login
Sem Joaquim, para onde vai o PSB?

Sem Joaquim, para onde vai o PSB? Featured

 

Durante meses o PSB (Partido Socialista Brasileiro) tentou a filiação do ex-presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Joaquim Barbosa até que conseguiu em abril dentro do prazo legal estipulado pela Justiça Eleitoral para quem desejasse disputar o pleito em outubro. Joaquim Barbosa seria, então, o candidato à Presidência da República pelo PSB.

Nesta quinta-feira, 08/05, no entanto, Barbosa surpreende os meios políticos avisando pelo Twiteer que não será candidato, afirmando que desiste da pré-candidatura por problemas pessoais.

Mesmo sem nunca ter anunciado que disputaria as eleições, o nome do ex-ministro aparecia com cerca de 10% das intenções de voto nas últimas pesquisas, fato que deixava os socialistas contentes e os concorrentes preocupados.

Assim, diante da desistência do ex-presidente do Supremo, que se notabilizou no Brasil e no exterior pela sua ação enérgica como relator e juiz da Ação Penal - o Mensalão - levando diversas lideranças empresariais e políticas à prisão, fica uma pergunta: para onde vai o PSB?

Partido tradicional do Brasil, o PSB fica meio sem rumo, mas, com certeza, passará a ser uma legenda cortejada por outros candidatos para fazer aliança nacional. Legenda forte no Nordeste, o PSB disputará o goveno em estados importantes da Federação, como São Paulo, com o atual governador, Márcio França, ex-vice de Alckmin,que assumiu o governo com a saída do tucano, que vai disputar a eleição Presidente da República. (Renato Ferreira)

000

About Author

Related items

  • Marcos Martins e Emidio de Souza promovem ato em defesa de Lula na cidade de Osasco

    Está marcada para o próximo dia 19 de maio - sábado - um ato em defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), na cidade de Osasco, região Oeste da Grande São Paulo. A plenária, que acontecerá na sede do Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco e Região, em Presidente Altino, a partir das 9h, foi organizada pelo deputado Estadual Marcos Martins e o ex-prefeito Emidio de Souza, pré-candidato a uma cadeira na Assembleia Legislativa de São Paulo.

    O objetivo dos organizadores é discutir a liberdade de Lula, que encontra-se preso pela Lava Jato, em Curitiba, e que ainda é o candidato à Presidência da República, segundo a cúpula petista. A plenária tem também como meta mobilizar a militância para as eleições gerais de outubro deste ano.

    Segundo a nota divulgada, são esperadas nesse encontro em Osasco, diversas lideranças do partido, como o ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad; o presidente estadual do PT e pré-candidato ao governo do Estado, Luiz Marinho; o vereador de São Paulo e ex-senador, Eduardo Suplicy; o pré-candidato ao Senado, Jilmar Tatto, e a presidente nacional da legenda, senadora Gleisi Hoffmann.

  • "Quanto mais batiam, mais a gente crescia", diz Rogério Lins em evento de Gelso Lima

     

    Na noite ds última terça-feira, 08/05, o candidato a deputado estadual pelo Podemos, Gelso Lima, lançou suas plataformas digitais, num evento que contou com a presença de diversos jornalistas de Osasco e região, vereadores, secretários municipais, presidentes de partidos e também do prefeito de Osasco, Rogério Lins.

    E como o fato principal era as mídias sociais, um dos assuntos bastante comentado foi com relação às fake news, que tanta dor de cabeça têm dado no mundo inteiro, principalmente, aos políticos antes, durante e depois de eleitos. O assunto já virou caso de polícia e as autoridades de todos os países têm procurado uma forma mais eficaz de combater e punir os autores e divulgadores de notícias falsas na internet, principalmente no Facebook.

     

    Sofri na campanha, diz Lins

    Gelso e a imprensa

    Tanto Gelso, como Rogério, comentaram o fato, falando das ferramentas a serem usadas contra as fake news. Inclusive, Rogério Lins lembrou de sua campanha em 2016, quando sofreu bastante com as notícias falsas a seu respeito e como o Gelso foi fundamental para que a campanha seguisse em frente e crescesse mesmo com as fake news.

    "Foi muito difícil. Ao abrir os jornais eram só notícias contra a gente, inclusive, com muitas mentiras em jornais falsos. No rádio era a mesma coisa e na internet era ainda muito pior. Eram 24 horas só batendo na gente. Mas, aí vinha o Gelso com toda a sua experiência e falava: esquenta não Rogério. Deixa eles baterem. Somos como bolo, quanto mais bate, mais a gente cresce", disse o prefeito, que muitas vezes foi chamado de "o menino", pelos críticos durante a campanha, os quais davam como certa a vitória de Jorge Lapas (PDT), já no primeiro turno.

    Hoje, no entanto, o quadro mudou. Rogério Lins tem feito um bom trabalho e tem, praticamente, toda a imprensa dando-lhe apoio na Administração Municipal.

    Este jornalista que, na campanha de 2016 em Osasco, procurou manter-se o mais neutro possível, dando o mesmo espaço aos dois principais candidatos na cobertura das eleições e nas entrevistas, lembra que no final do primeiro turno, passou no comitê principal de Rogério Lins, onde, apesar da festa, poucos jornalistas estavam presentes, justamente, porque as "pesquisas" indicavam vitória do Lapas no primeiro turno. E a surpresa com a passagem de Lins foi muito grande. A eleição dele, então, nem se fala. Poucos acreditavam. (Renato Ferreira)

  • Sob gritos de mito, Bolsonaro desembarca no Aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte

     

    Militância carrega o deputado federal, pré-candidato à Presidência da República

     

    O deputado federal Jair Bolsonaro (PSL) desembarcou há pouco no Aeroporto da Pampulha onde era aguardado por simpatizantes com faixas "melhor Jair se acostumando".

    Ele foi carregado por alguns militantes que gritavam "um, dois, três, quatro, cinco mil, queremos Bolsonaro presidente do Barsil". À saída do aeroporto, um trio elétrico o aguardava.

    Em discurso na porta do aeroporto, Jair Bolsonaro disse que quer mudar o Brasil e, em crítica às urnas eletrônicas, defendeu a volta do voto impresso."Se o voto for impresso, a gente ganha em primeiro turno", afirmou o pré-candidato. Bolsonaro disse ainda que podem acusá-lo de tudo, menos de ser corrupto. "Temos que colocar em Brasília, no ano que vem, um homem ou mulher que seja honesto, patriota e que crê em Deus", continuou.

    Segundo Bolsonaro, não é que ele seja "muito bom", mas os adversários que são "muito ruins".

    Bolsonaro neste momento está na Prefeitura de Belo Horizonte, onde conversará com o prefeito Alexandre Kalil (PHS). Ele se encontrará nesta tarde com empresários mineiros, na sede da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL). (Matéria extraída do site do Jornal Estado de Minas) - Veja o vídeo aqui: https://bit.ly/2rzA6XS

     

    Opinião de Renato Ferreira

    Enquanto outros partidos e outros candidatos ainda patinam nas pesquisas eleitorais ou estão preocupados com Plano B de suas candidaturas, Jair Bolsonaro parece ignorar tudo isso e continua bem nas pesquisas e parece ainda melhor na aceitação popular nas ruas do país.

    Por todo lugar que passa, o candidato, classificado por alguns como "cavalo paraguaio", é recebido com festa e carregado nos braços do povo.

Quem somos

Notícias & Opinião é um site de notícias gerais editado pela Empresa Jornalística Notícias de Paz Ltda - EPP, a partir da Capital e região Oeste da Grande São Paulo.

Como o próprio nome diz, aqui você vai encontrar notícias, entrevistas, artigos, crônicas e opinião sobre política, economia, educação, cultura e esporte, dentre outros temas do nosso dia-a-dia.