Segunda, 20 Janeiro 2020 | Login
Por candidatura ao Planalto, Alckmin defende apoio a Márcio França em São Paulo

Por candidatura ao Planalto, Alckmin defende apoio a Márcio França em São Paulo Featured

 
 
Visando fortalecer a sua candidatura ao Planalto, principalmente, em seu maior reduto eleitoral, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) já admite que seu partido não tenha candidato ao governo do estado para apoiar a candidatura de seu vice, Márcio França (PSB). Com isso, o PSDB abriria mão do comando de São Paulo depois de 24 anos no Palácio Bandeirantes. Para implementar essa troca de apoio na campanha e também com receio de atritos entre aliados pelo governo paulista, correligionários do governador ensaiam um palanque único no Estado. Nesse caso, os tucanos abririam mão da cabeça de chapa e indicariam o vice na chapa de Márcio França.
 
Para os tucanos, o mais importante nesse momento é fortalecer o projeto nacional em torno de Alckmin e, ao mesmo tempo, afastar qualquer problema com aliados em São Paulo. Na opinião deles, a prioridade é a eleição de Alckmin para a Presidência da República e a volta do partido ao poder depois de 16 anos. Na opinião dos tucanos, isso valeria o sacrifício de perder o governo de São Paulo, o principal estado da Federação.
Márcio França, que não esconde de ninguém a sua candidatura, vai assumir o governo em abril, quando Alckmin renunciará para concorrer à Presidência,. França já lançou sua pré-candidatura e tem anunciado apoio de outras legendas. O assunto ainda não é consenço no PSDB, que tem outros quatro postulantes à sucessão de Alckmin. Um deles é o de João Doria, prefeito da Capital.
No entanto, após José Serra anunciar que não vai disputar a eleição para o governo paulista, a possibilidade de apoio a Márcio França passou a ser admitida publicamente pelo próprio governador e presidente nacional do PSDB. Na opinião de Alckmin, “não é obrigatório” o candidato ao governo ser do seu partido. “Se o Márcio França assumir o governo é natural que ele queira ser candidato, o que é legítimo. E, se pudermos ter um candidato só, melhor", afirmou Alckmin.
França sempre foi apresentado como aliado leal ao governador Alckmin. Com esse perfil, o vice-governador ganha a preferência por já ter uma candidatura consolidada e que terá a máquina estadual na mão durante a campanha. Além disso, os tucanos defendem o apoio a França, alegando que ele só poderá ficar quatro anos no cargo, abrindo, assim, a possibilidade do PSDB ao comando do Estado em 2022. Na sexta-feira, 26, Alckmin e França cumpriram compromisso de agenda conjunta em São Vicente cidade onde o vice iniciou sua carreira política.
Alianças
Se o apoio a Marcio França se consolidar, Alckmin abre mão do Estado mais rico da federação para o PSB, porém, por outro ladi, consegue também atrair para a sua coligação um partido com forte atuação no Nordeste, onde o governador paulista se mostra mais frágil eleitoralmente, e outras legendas que já fecharam apoio a França no Estado, como o PR.
O objetivo do grupo de Alckmin é consolidar o nome do governador como o único candidato de centro na disputa presidencial em 2018. E, assim, amarrando o PSB em São Paulo, Alckmin enfraqueceria uma possível candidatura do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). Apoiando França e o PSB em São paulo, o governador ficaria livre para oferecer a vice na chapa ao Palácio do Planalto ao DEM.
 
Mas há resistências no PSDB. Brunco Covas, vice-preveito de São Paulo, afirma: “Sempre vou defender que o PSDB tenha candidatura própria. Há dez anos, por exemplo, fui contra apoiar a eleição do prefeito (Gilberto) Kassab para que o governador fosse candidato pelo PSDB. O Fernando Henrique foi reeleito presidente com palanques de Mário Covas e Paulo Maluf. Tenho certeza de que o Marcio França vai apoiar a eleição de Alckmin independentemente de qualquer contrapartida. Descarto o partido ter um vice”, disse Bruno Covas. (Fonte: Veja)

000

About Author

Impossibilite a ingestão de carboidratos à noite, uma vez que eles são metabolizados mais de forma acelerada. Anote tudo o que você consome ao longo do dia, da mesma maneira que você controla as usas despesas. Esta é uma excelente maneira de verificar a tua alimentação e rotina e ver de perto onde está ocorrendo excessos, que são capazes de ser eliminados para que você consiga perder um quilo por semana. O consumo exagerado de cloreto de sódio, e também ser perigoso a saúde do sistema cardiovascular, causa inchaços e dificulta o emagrecimento - por causa de acarreta a retenção de líquidos. Substitua o sal por ervas e temperos mais saudáveis. Os alimentos termogênicos são aqueles que alteram a temperatura corporal, fazendo com que o nosso corpo queima energia pra restaurar a homeostase. Apimente o teu jantar com pimentas vermelhas, tome chá-verde, cafeína, especiarias, entre outros alimentos e elimine de vez os quilinhos extras!

Você necessita ta se perguntando será que salsa emagrece? A salsa é uma erva muito saudável utilizada em algumas cozinhas diferentes pelo o mundo. Porém a quantidade de salsa colocadas nos pratos não é o suficiente para fazer uma legal limpeza do fígado e não corta os fluídos acumulados no corpo por conta de má alimentação e intoxicação de imensos alimentos industrializados que ingerimos.

Isto acontece porque deixa-se de ingerir nutrientes e vitaminas necessárias e presentes em alimentos que não estão inclusos excepcionalmente nesses 3 dias de dieta, todavia que necessitam fazer cota da rotina alimentar, como arroz e feijão como por exemplo. Também, perder peso de forma não saudável em uma dieta restritiva poderá conduzir o paciente ao efeito sanfona ao retomar a dieta normal, visto que sem a modificação dos hábitos o reganho de peso se torna inevitável. Para o nutrólogo Roberto Navarro, essa dieta não é inteiramente contraindicada e pode até já ser seguida por quem quer começar uma reeducação alimentar e precisa de um empurrãozinho. Entretanto, o cardápio da dieta das setenta e duas horas deve ser feito de forma personalizada, principalmente para pessoas com problemas de saúde, como diabetes, pressão alta e colesterol alto.

Há diversas pessoas que confundem os termos e acreditam que o "veganismo" é só uma dieta. Como neste instante dissemos em um momento anterior, ele é um movimento de libertação animal. A dieta seguida pelos veganos é o "vegetarianismo estrito" — que bem como é seguida por novas pessoas que não são veganas. Eu não poderia esquecer-me de nomear um outro web site onde você possa ler mais sobre o assunto, talvez neste momento conheça ele contudo de qualquer maneira segue o hiperlink, eu amo extremamente do conteúdo deles e tem tudo existir com o que estou escrevendo neste artigo, veja mais em dę uma olhada no site aqui. Pode parecer perturbado no início, no entanto na realidade é bem descomplicado apreender. A tabela é do website Visibilidade-se, que buscou no link anterior desprender os tipos de vegetarianos que existem atualmente.

Você é adepta a academia? Caso tua resposta seja NÂO e também foge de dietas rigorosas, mais está ciente que precisa perder uns quilinhos, nós encontramos cinco truques que se praticados todos os dias irá te ajudar muito a diminuir uns quilinhos. Esconda o Controle Remoto: No momento em que o ser humano senta em frente a tv, podes chover canivete lá fora que o mesmo não sai do ambiente para ver, já que bateu aquela preguiça . Acobertar o controle é uma maneira informal de queimar calorias, cada vez em que tiver que erguer pra trocar de canal queima alguns calorias de forma simples e manso. Isso não é uma excelente ideia?

1 punhado de brotos de alfafa
1 O que é dieta alcalina
onze de julho Os Melhores Tipos de Dança Para Perder gordura
um fatia média de melão
Frutas da estação, bem maduras
3° Faça academia

02/10/2017 10h42 Atualizado 02/dez/2017 10h42
Bem como podes reunir abacaxi e manjericão para alcançar outra pluralidade de sabor. O abacaxi é um antioxidante e anti-inflamatório, com poucas calorias. O manjericão é desintoxicante e muito favorável ao funcionamento dos rins. Outro ingrediente para doar sabor: o gengibre! Poderoso anti-inflamatório, de sabor forte. Recomendamos a tua utilização em razão de ele estimula o metabolismo do porto e alivia as náuseas. Se for hipertenso, não utilize esse mecanismo.

Ocasionando esta porcentagem em calorias, significa uma perda de muitos quilos por mês. Apesar de acomodar 40% menos comida, você ainda terá a impressão de que teu prato está cheio, o que tem êxito como um motivador psicológico. O nosso corpo humano gasta mais calorias pra digerir proteínas do que carboidratos. Assim sendo, pela última refeição da noite, dê preferência a alimentos ricos em proteínas, como carne, ovos, leite, peixes e feijão.

½ maço de acelga
Existem diversas receitas diferentes de chá de salsa e todas elas são ótimas e eficazes no procedimento de limpeza do fígado, no emagrecimento e pela precaução de doenças renais. Adicione 5 ramos de salsa picada em 1 litro água. Deixe ferver. Desligue o fogo, deixe descansar por 10 minutos, e tome. Este chá vai te perder peso veloz. Beba até três xícaras do chá de salsa por dia. Você poderá armazenar o restante do chá pela geladeira por no máximo até 48 horas.

Related items

  • CORRUPÇÃO: Ricardo Coutinho, ex-governador da Paraíba, é preso
    Prisão ocorreu após retorno de viagem à Europa. Coutinho é apontado pelo MP como chefe de organização criminosa que desviou R$ 134 milhões na saúde e educação da Paraíba.
     
    (Por G1 PB) -
    O ex-governador da Paraíba Ricardo Coutinho (PSB) foi preso no fim da noite desta quinta-feira, 19/12, após desembarcar no Rio Grande do Norte, ao retornar de viagem à Europa. O político é um dos alvos da sétima fase da Operação Calvário, que investiga desvios de R$ 134,2 milhões na saúde e educação da Paraíba. Ao desembarcar no terminal internacional de Natal, Coutinho já era aguardado por policiais federais, que o acompanharam até a sede da PF em João Pessoa. A distância entre as capitais potiguar e paraibana é de 188 quilômetros.A prisão preventiva foi mantida após audiência de custódia realizada na manhã desta sexta-feira (20).
    O ex-governador deve ser transferido para a Penitenciária de Segurança Média Juiz Hitler Cantalice, no bairro de Mangabeira, na capital paraibana, onde também estão os demais presos na sétima fase da Operação Calvário com prerrogativa de prisão especial.
    A defesa do ex-governador, por meio do advogado Eduardo Cavalcanti, esperava que a prisão fosse revogada na audiência de custódia. Entre os pontos defendidos na sustentação da defesa estava a substituição da prisão preventiva por medidas cautelares pelo bom comportamento e falta de antecedentes criminais.
    Ricardo Coutinho, amigo e apoiador do ex-presidente Lula (PT) foi apontado pelo Ministério Público como chefe da suposta organização criminosa suspeita de desviar dinheiro público. O ex-governador era integrante do núcleo político da organização, que ainda se dividia em núcleos econômico, administrativo, financeiro operacional.
    O ex-governador nega as acusações, e disse, na terça-feira (17) que "jamais seria possível um Estado ser governado por uma associação criminosa e ter vivenciado os investimentos e avanços nas obras e políticas sociais nunca antes registrados"
    Mandado de prisão Desde a terça-feira (17), um mandado de prisão preventiva foi expedido contra Ricardo Coutinho no âmbito da sétima Operação Calvário. No entanto, ele estava em viagem de férias fora do país e só retornou na noite desta quinta-feira.Ainda na manhã de quinta-feira, antes de Ricardo retornar ao Brasil, a defesa pediu um habeas corpus ao Superior Tribunal de Justiça (STJ), para tentar evitar a detenção de Coutinho, mas ainda não houve decisão.
    Na Operação Calvário,14 pessoas foram presas, sendo nove na Paraíba, duas no Rio Grande do Norte, uma no Rio de Janeiro e uma no Paraná. Outras quatro pessoas alvos de mandado de prisão preventiva seguem foragidas. Todos os 54 mandados de busca e apreensão foram cumpridos.
    A investigação identificou fraudes em procedimentos licitatórios e em concurso público, além de corrupção e financiamento de campanhas de agentes políticos e superfaturamento em equipamentos, serviços e medicamentos.
    O governador da Paraíba, João Azevêdo (sem partido), e o ex-governador Ricardo Coutinho (PSB), se tornaram alvos, na manhã da terça-feira (17), de nova fase da Operação Calvário, da Polícia Federal.Contra Ricardo foi expedido um mandado de prisão preventiva e João Azevêdo foi alvo de mandados de busca e apreensão, determinados para o Palácio da Redenção - sede do governo estadual - e para a Granja Santana - residência oficial do governador.
    Segundo a "Operação Calvário - Juízo Final", do valor total desviado da saúde e educação, mais de R$ 120 milhões foram destinados a agentes políticos e às campanhas eleitorais de 2010, 2014 e 2018.
    Uma conversa gravada mostra Ricardo Coutinho debatendo valores de supostas propinas com o operador da Organização Social Cruz Vermelha (CVB) e Instituto de Psicologia Clínica Educacional e Profissional (Ipcep), Daniel Gomes. No áudio, Ricardo questiona sobre o pagamento de quantias em atraso
    Núcleos do esquema
    O Ministério Público apresentou a hierarquização e divisão da suposta organização criminosa que desviou R$ 134,2 milhões de recursos da saúde e educação. São quatro núcleos divididos em político, econômico, administrativo e financeiro operacional.
    Núcleo político: composto por ex-agentes políticos e agentes políticos.
    Núcleo econômico: formado por empresas contratadas pela administração pública com a obrigação pré-ajustada de entregarem vantagens indevidas a agentes públicos de alto escalão e aos componentes do núcleo político.
    Núcleo administrativo: integrado por gestores públicos do Governo do Estado da Paraíba que solicitavam e administravam o recebimento de vantagens indevidas pagas pelos empresários para compor o caixa da organização em favorecimento próprio e de seu líder.
    Núcleo financeiro operacional: constituído pelos responsáveis em receber e repassar as vantagens indevidas e ocultar a origem espúria.
    Outros envolvidos
    A deputada estadual Estela Bezerra (PSB) também foi alvo de mandado de prisão preventiva e foi encaminhada para a carceragem da Central de Polícia Civil. Ainda na noite da terça-fera, a Assembleia Legislativa da Paraíba decidiu revogar a prisão preventiva da deputada estadual.
    A decisão foi tomada pela maioria dos deputados, através de uma votação secreta.Quem também foi alvo de mandado de prisão preventiva foi a prefeita do município do Conde, Litoral Sul da Paraíba, Márcia Lucena (PSB).
    Todos os nove presos foram levados para presídios após audiência de custódia, mas Estela Bezerra foi liberada por determinação de um alvará expedido pelo desembargador do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB), Ricardo Vital.
    O G1 entrou em contato com a assessoria da deputada estadual Estela Bezerra e, mas não obteve resposta. Em nota, a prefeita do Conde, Márcia Lucena, informou que foi pega de surpresa pela operação e que não foi chamada para prestar esclarecimento sobre o caso. Ela disse que está à disposição da Justiça para elucidar os fatos e que espera que tenha a imagem reparada. (G1 Paraíba)
  • POLÍTICA: Lindoso assume PSDB de Osasco, após intervenção estadual
    Segundo o tucano, a intervenção ocorreu em virtude de traição de filiados nas eleições gerais de 2018. "Existem provas concretas", afirma Lindoso,
    O vereador Dr Lindoso, que pleiteia a candidatura para Prefeito de Osasco, assumiu a presidência do Diretório Municipal do PSDB, conforme documento publicado no site do Tribunal Superior Eleitoral. A nova direção do PSDB de Osasco ocorre após intervenção do Diretório Estadual, em virtude, segundo o vereador tucano, de traições de filiados nas eleições gerais de 2018, que elegeram João Doria Governador de São
    O Dr. Lindoso assume o cargo que era ocupado pelo ex-prefeito de Osasco, Silas Bortolosso. Conforme determinação da Direção Estadual, a nova composição do Diretório Municipal, com Lindoso na presidência, ficará até junho de 2020. O presidente afastado Silas Bortolosso afirmou que vai recorrer da decisão junto à Executiva Nacional do PSDB.
    Falando hoje, à tarde, com este jornalista, Lindoso confirmou que a intervenção se deu devido às traições durante a campanha de João Doria para Governador em 2018. Durante aquela campanha, realmente, o PSDB de Osasco se dividiu. Seguindo orientação do prefeito Rogério Lins (Podemos), algumas lideranças do partido e até mesmo membros do Diretório local, fizeram campanha para a reeleição do então governador, Márcio França (PSB).
    Lindoso não descarta a possibilidade de os dirigentes afastados recorrerem da decisão. "Mas, como se trata de traição, acho difícil que eles consigam obter êxito. Pois, trata-se de traição à orientação do partido. Existem provas concretas e isso se configura como infidelidade partidária. Uma militante do partido fez a denúncia ao Diretório Estadual que pediu providência ao Diretório Municipal e, este, por sua vez, foi omisso e não analisou o caso mesmo diante das provas", disse o vereador, negando que a intervenção tenha ocorrido para favorecer a sua pré-candidatura.
    Dentre os filiados acusados de traição, está José Carlos Vido. Mesmo como membro do Diretório Municipal, Vido fez campanha para Márcio França ao lado do prefeito Rogério Lins. Vido, inclusive, faz parte do secretariado de Lins desde o início de seu governo. Há poucos dias, ele pediu desfiliação do PSDB. Lindoso disse também que não espera uma debandada do partido após a intervenção estadual. "A nossa meta é trabalhar buscando sempre a união do PSDB de Osasco em prol do povo osasquense. Não somos candidatos de nós mesmos e, se essa for a vontade da maioria, tudo será decidido na convenção da legenda. Como sempre fizemos na Câmara Municipal, estaremos à disposição do PSDB", afirmou Lindoso.
    Dos três vereadores tucanos de Osasco, Lindoso foi o único que fez campanha para João Doria. Em 2017, o tucano concedeu Título de Cidadão Osasquense ao Doria, cuja entrega se transformou em tumulto provocado pela oposição nas dependências da Câmara Municipal. Foi um dos espetáculos mais baixos protagonizados pelos adversários políticos do vereador Lindoso.
     
    PSDB Nominata Osasco Dr. Lindoso Presidente
    Apoio do Republicanos
    Há dois meses, Lindoso conseguiu um importante apoio para o seu pleito como possível candidato a prefeito de Osasco. Ele esteve em Brasília, onde se reuniu com o deputado Federal e presidente Nacional do Republicanos 10 (antigo PRB), Marcos Pereira.
    Na reunião, a Executiva Nacional do Republicanos determinou mudanças na direção municipal do partido, que passou a ser presidido por Loraine Lindoso, esposa do vereador Lindoso.
    Na próxima segunda-feira, 16, o Republicanos de Osasco programou um evento na Câmara Municipal, às 19h, para apresentar os novos membros da executiva municipal. Conforme o convite enviado à imprensa, estarão presentes o deputado Estadual, Gilmaci Santos, e o presidente estadual do partido, Sergio Fontellas. (Renato Ferreira)
  • ELEIÇÕES 2020: Lindoso passa a comandar o Republicanos em Osasco
    O médico e vereador continua articulando a sua pré-candidatura no PSDB, agora, com apoio de mais uma legenda. Atualmente, o Rebuplicanos tem um vereador em Osasco, Ricardo Silva.
     
    A pouco mais de um ano das eleições municipais, os principais partidos continuam agitados em busca de suas candidaturas ao pleito de 2020. É o caso do PSDB de Osasco. Com três vereadores eleitos em 2016 - Dr. Lindoso, De Paula e Didi - e com novo comando no Diretório Municipal, os tucanos de Osasco ainda continuam divididos quanto ao seu candidato para prefeito. O novo presidente dos tucanos em Osasco é o ex-prefeito Silas Bortolosso, eleito no primeiro semestre deste ano.
    Mas, nessa corrida pela pré-candidatura tucana numa das mais importantes cidades do Estado e do Brasil, quem sai na frente é o médico Dr. Lindoso, vereador de primeiro mandato e que já foi presidente da Câmara Municipal. Dos três vereadores eleitos, até agora, somente o Didi ainda não postulou a pré-candidatura. Ao lado de Lindoso, o vereador De Paula afirma que pretende também ser pré-candidato a prefeito.
    Há poucos dias, o Dr. Lindoso conseguiu uma importante conquista em sua corrida rumo à candidatura para prefeito. O Republicanos 10 (antigo PRB), que já foi adversário do do prefeito Rogério Lins, mas, que vinha tratando de se aproximar e apoiar a reeleição do atual prefeito, por meio de seu ex-presidente, Silvio Neves, acaba de passar para as mãos do grupo de apoio ao Dr. Lindoso.
    Há 15 dias, o vereador osasquense esteve em Brasília, onde se reuniu com o deputado Federal e presidente nacional do Republicanos, Marcos Pereira, quando definiram a troca de comando do partido em Osasco, que passa a ser presidido pela esposa de Lindoso, Loraine Malagueta Lindoso. Pela nova formação da diretoria que foi divulgada, o ex-presidente Silvio Neves ocupa a vaga de vice-presidente do Diretório Municipal.
    Oficialmente, o vereador Dr. Lindoso continua no PSDB. Para não ter problema com o mandado, caso ela venha deixar o partido para se candidatar pelo Republicanos, só deverá fazê-lo na janela eleitoral dentro do prazo legal da Justiça Eleitoral. Por enquanto, os três vereadores tucanos falam apenas que a pré-candidatura do partido será disputada nas prévias em 2020.
    Apoio Estadual
    Conforme matéria publicada pelo Jornal Giro no dia 27 de agosto deste ano, durante um evento político em Osasco, o presidente estadual do PSDB, Marco Vinholi, confirmou que o candidato do partido para prefeito em Osasco, será vereador Dr. Lindoso. "Temos plena confiança na sua candidatura e na sua vitória. Espero que Osasco possa ter um prefeito como você, que sempre está preocupado com as causas mais essenciais da cidade" disse Vinholi.
    Na ocasião, segundo o jornal, Vinholi ainda lembrou o apoio do parlamentar na eleição de 2018, na qual, João Doria foi eleito governador do Estado de São Paulo. "Como vereador o senhor tem construído um mandato de excelência e como candidato a deputado estadual o senhor foi um grande parceiro do governador e pode ter certeza que não esqueceremos disso e nem da sua lealdade levantando nossa bandeira em um momento difícil", enfatizou, Vinholi. Ele ainda acrescentou que a executiva estadual dará todo apoio ao nome de Lindoso. "Estaremos de mãos dadas para construir sua vitória, e também, um grande mandato de prefeito", afirmou.
    Tentamos falar com Silvio Neves para saber se o Republicanos seguirá unido sob o comando do grupo do Dr. Lindoso, mas, ainda não obtivemos retorno.
    Atualmente, o partido tem um vereador em Osasco, Ricardo Silva que, segundo comentários de bastidores, estaria pensando em deixar o partido para ingressar no PSD. Na semana passada, no entanto, em conversa com jornalistas na Câmara, ele disse que tudo continua em fase de estudo e que não descarta também a hipótese de continuar no Republicanos. "Meu objetivo no momento, é estudar a melhor proposta partidária, visando a minha reeleição como vereador", disse Ricardo Silva.
    Outras candidaturas
    Além do prefeito Rogério Lins (Podemos), mas que, segundo os bastidores poderá trocar de legendas, outros partidos também virão com candidaturas fortes para disputar a Prefeitura de Osasco. É o caso do PT, cujo candidato deverá ser mesmo o ex-prefeito e atual deputado Estadual Emídio de Souza, inclusive, agora, com o Lula em liberdade. Os petistas acreditam que o ex-presidente, em liberdade, será o principal cabo eleitoral de Emídio de Souza.
    O que não é novidade também para ninguém ligado à política é que o candidato que conseguir apoio do Presidente Jair Bosonaro, deverá ser um páreo duro para os demais concorrentes, não somente em Osasco, como em outras cidades do país. Esse candidato poderá ser do Aliança pelo Brasil, caso os organizadores consigam oficializar o partido até abril junto ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral), ou de outra legenda com apoio de Bolsonaro. (Renato Ferreira)

Quem somos

Notícias & Opinião é um site de notícias gerais editado pela Empresa Jornalística Notícias de Paz Ltda - EPP, a partir da Capital e região Oeste da Grande São Paulo.

Como o próprio nome diz, aqui você vai encontrar notícias, entrevistas, artigos, crônicas e opinião sobre política, economia, educação, cultura e esporte, dentre outros temas do nosso dia-a-dia.