Sábado, 21 Setembro 2019 | Login
Walter Delgatti Neto, o "Vermelho", considerado o líder do grupo preso ontem, confirmou à Polícia Federal ter sido responsável pela invasão dos celulares de Sergio Moro, Deltan Dallagnol e outras centenas de autoridades dos três poderes. Ele teria dito também que o seu material serviu de base para os vazamentos do Intercpt.
A Polícia Federal informou nesta quarta-feira, 24/07, em coletiva de imprensa, que mil números telefônicos diferentes podem ter sido alvo da quadrilha suspeita de hackear o aplicativo de mensagens Telegram do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, e de outras autoridades. O ministro da Economia, Paulo Guedes, também pode estar entre as vítimas.
"Aparentemente, mil números telefônicos diferentes foram alvo desse mesmo modus operandi dessa quadrilha. Há possibilidade, ainda não temos uma identificação e nem começamos a fazer isso, mas há possibilidade de um número muito grande de possíveis vítimas desse mesmo tipo ataque que está sendo investigado agora", disse o coordenador geral de Inteligência da PF, João Vianey Xavier Filho.
A PF investiga se o ministro da Economia foi vítima do mesmo grupo. "No momento da busca e apreensão, no celular de um dos indivíduos estava uma conta no aplicativo de mensagens vinculada com o nome Paulo Guedes. A gente tem que confirmar isso de forma pericial, mas é forte indicativo de que a conta seja realmente a do ministro", explicou o diretor do Instituto Nacional de Criminalística, Luiz Spricigo Júnior.
De acordo com Xavier Filho, os números telefônicos supostamente atacados serão identificados para que se possa aferir a extensão exata dos ataques. A PF vai encaminhar ainda nesta quarta-feira um ofício para o presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) solicitando uma reunião para buscar formas de sanar as fragilidades encontradas na investigação.
ATUAÇÃO
De acordo com a PF, a investigação é conduzida desde pelo menos abril, quando procuradores da Força Tarefa da Lava Jato passaram a relatar algumas ligações recebidas em seus aparelhos originadas do próprio número. Em junho, Moro e outras autoridades informaram ocorrência semelhante.
A polícia conseguiu então chegar aos números de IP, que são relacionados à conexão à internet, dos dispositivos que supostamente executaram os ataques. Também foi identificado o tipo de equipamento que os indivíduos usavam. "Um dos equipamentos era um celular exatamente da marca e modelo que foi identificado na posse dos indivíduos", diz Júnior.
De acordo com Filho, na residência de um dos alvos, foi localizado pela PF um computador contendo "atalhos de conexão a várias contas de aplicativo de mensagem". Segundo ele, tudo indica que havia captura sistemática de contas desses aplicativos. "Não há como confirmar, o levantamento é preliminar, mas tudo indica, e aparentemente isso vai ser melhor esclarecido mais adiante, que o conteúdo das mensagens dessas contas capturadas era baixado nos dispositivos, nos computadores dos investigados", diz Filho.
A PF deverá detalhar as formas de atuação dos investigados em laudo pericial, a ser encaminhado ainda esta semana.
 
FRAUDES BANCÁRIAS
De acordo com a PF, o grupo era especializado em fraudes bancárias por meio da internet. "O perfil dessas pessoas é de estelionato bancário eletrônico. Eles estão, em vários graus diferentes de envolvimento, de alguma forma ou de outra, vinculados a fraudes bancárias eletrônicas, praticadas mediante internet banking, mediante engenharia social com contato de possíveis vítimas e fraudes em cartões de crédito e débito", diz Filho. Segundo ele, foi localizada na casa de um dos alvos quase R$ 100 mil em espécie.
Segundo informou Walter Delgatti, houve casos apenas de invasões a celulares, outros de roubo de dados e ainda de sequestro da linha para simular conversas com terceiros.
INTERCPT
Segundo informou o Portal Antagonista, o hacker Delgatti Neto disse que o material conseguido por ele de forma criminosa serviu como fonte para as reportagens do site Intercpt, do jornalista norte-americano Gleen Greenwald.
Moro parabeniza
Por meio de seu perfil na rede social Twitter, Moro parabenizou a PF, o Ministério Público Federal (MPF) e a Justiça Federal pelas investigações. (Com informações da Agência Brasil e O Antagonista)
Em discurso, presidente fala sobre sua relação com o Nordeste e garantiu que não deixará obras paradas.
 
Nesta terça-feira, 23/07, o presidente Jair Bolsonaro inaugurou o Aeroporto Glauber Rocha, em Vitória da Conquista, na Bahia, onde foi recebido com festa pelo povo. Em seu discurso, ele disse ter determinado aos ministros que não deixem obras paradas pelo país. “Obras eleitoreiras não acontecerão mais a partir do meu governo. Vamos concluir as obras”, afirmou Bolsonaro, ao lado do prefeito de Salvador, ACM Neto e demais autoridades. O governador Rui Costa (PT) não compareceu ao evento.
Bolsonaro destacou que o aeroporto trará muitos benefícios para a região com o incremento do turismo. Segundo o Ministério da Infraestrutura, o início das operações de voos comerciais está previsto para a quinta-feira (25). O novo aeroporto poderá receber aeronaves a jato de grande porte. O terminal está localizado nas proximidades da BR-116, a 10 km do centro de Vitória da Conquista. O valor total da obra está estimado em R$ 105,8 milhões.
Bolsonaro na Bahia 1
 
Segundo o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, o novo aeroporto é essencial para a conectividade do estado da Bahia. “Trata-se da maior obra da aviação regional do Brasil. E o governo federal deu continuidade a esse trabalho, mostrando que a infraestrutura para nós é uma questão de Estado”, afirmou o ministro, em nota. “É resultado de um esforço coletivo, o que faz com que esse equipamento importante seja entregue agora à sociedade baiana”.
Nordeste
Bolsonaro na Bahia 2
 
Em seu discurso, Bolsonaro disse amar o Nordeste. “Eu amo o Nordeste. Afinal de contas, a minha filha tem em suas veias sangue de cabra da peste. Cabra da peste de Crateús, o nosso estado mais para cima, o nosso Ceará."
E acrescentou: “Não estou em Vitória da Conquista. Não estou na Bahia, nem no Nordeste. Estou no Brasil. Não há divisões entre nós: [por] sexo, raça, cor, religião ou região. Somos um só povo, uma só raça, um só ideal e um só objetivo: colocar esse grande país no lugar de destaque que ele merece”.
No domingo, 21, o presidente comentou que não havia constrangimento em sua visita à Bahia, após criticar alguns governadores do Nordeste na semana passada. Em conversa com os jornalistas, na porta do Palácio da Alvorada, Bolsonaro afirmou que o Nordeste é “sua terra”.
Filiado ao PT, o governador da Bahia, Rui Costa, não compareceu à inauguração, como se o evento fosse apenas uma reunião do governo Federal, e não a inauguração de uma grande obra em benefício do povo baiano. O governador petista não permitiu também que a Polícia Militar participasse do esquema de segurança do Presidente a República. (EBC e Agências)
No dia 28 de junho, o prefeito e a primeira-dama de Osasco, Rogério e Aline Lins, sofreram queimaduras graves ao acenderem a fogueira junina do Arraiá do Servidor.
 
Na manhã desta segunda-feira, 22/07, o prefeito de Osasco, Rogério Lins, retomou suas atividades no Paço Municipal, voltando a despachar em seu Gabinete. Após ser recepcionado por secretários muncipais e servidores nos corredores da Prefeitura, Lins condeceu entrevista coletiva no Gabinete, ocasião em que falou sobre as prioridades de sua administração para o segundo semestre de 2019.
O retorno do prefeito às suas funções no Paço Municipal se dá 12 dias depois que ele recebeu alta hospitalar, ao lado de sua esposa e presidente do Fundo Social de Solidariedade, Aline Lins. No dia 28 de junho, eles acendiam a fogueira no Arraiá do Servidor, na Arena Vip, quando houve uma explosão pelo material inflamável usado. Eles sofreram queimadura de primeiro e segundo grau e ficaram internados até o dia 10 de julho, quando receberam alta hospitalar e continuaram o tratamento em casa.
Durante esses 22 dias, mesmo no Hospital Municipal Antonio Giglio, Rogério Lins continuou despachando por telefone e internet com seus secretários municipais. Alguns eventos externos, como inaugurações de obras públicas, foram cancelados e programados para novas datas a serem ainda confirmadas. Aline Lins vai levar ainda uns dez dias para retomar suas atividades no Fundo Social de Solidariedade.
Milagre
R Lins retorna
Sobre o grave o acidente, Rogério Lins voltou a afirmar que considera um milagre ele e a esposa terem saído com vida do local. "Foi muito grave e tudo muito rápido. Como os próprios médicos disseram, a nossa sobrevivência foi um milagre. Hoje, graças a Deus, estamos retornando para continuar trabalhando pela cidade de Osasco", disse.
Fatalidade
Conforme opinamos no dia 1 de julho, três dias após o acidente - https://bit.ly/2JV6qNS - quando afirmamos não acreditar em atentado, Rogério Lins voltou a afirmar na coletiva, que também não acredita que teve dolo. "Não acreditamos em dolo. Houve, certamente, falha, mas, não cremos que tenham pessoas tão más a esse ponto. Foi uma fatalidade. A própria organização se preocupou com a segurança das pessoas. Havia a grade isolando o público da fogueira. Ninguém do público sofreu ferimentos, além de nós dois com ferimentos graves e dois três funcionários com ferimentos leves. Felizmente, eu e a Aline estamos bem e já retornando às nossas atividades ainda com algumas restrições, como exposição à luz solar", afirmou.
Prioriodades
Rogélio Lins falou também sobre as futuras ações e prioridades de sua Administração, afirmando que os próximos meses serão de muita intensidade. "Retornamos aqui com muita vontade de continuar trabalhando pela cidade. Temos várias obras públicas para serem visitadas nos próximos 40 dias e entregar em diversas áreas. São obras como a nova UTI pediátrica e também organizar projetos como o Bilhete Único e o Hospital da Criança, dentre outros", disse o prefeito.
Eleições
O prefeito de Osasco foi indagado ainda sobre seus planos para as próximas eleições municipais e as críticas de adversários políticos. "Nesse momento, a nossa única preocupação é ainda com a nossa total recuperação e voltar às atividades normais em prol de Osasco. As eleições ainda estão longe. O que podemos falar é que em 2016 fizemos uma campanha positiva e com respeito a todos. Ninguém acreditava que seríamos eleitos. E será assim vamos também agir na campanha em 2020. Sabemos da cidade que encontramos e da cidade que vamos entregar. E sei que a população de Osasco vai reconhecer tudo que estamos fazendo pelo município. Sentimos isso nas ruas, como também sentimos o carinho do povo durante esse episódio e durante e nossa internação, Não nos preocupamos com o que os adversários falam apenas com críticas destrutivas. Acho que a eleição para deputado já mostrou que esse não é melhor caminho", concluiu Rogério Lins. (Fotos: Sérgio Gobatti/Secom-PMO)
Delegações de ginástica artística, handebol e squash já chegaram ao local, que abriu as portas neste domingo, 21, e receberá mais de 6000 atletas.
 
A Vila Pan-Americana, em Lima, abriu suas portas neste domingo, 21/07, e receberá, ao longo dos próximos dias, cerca de 6.700 atletas que disputarão os Jogos Pan-Americanos de Lima. As delegações brasileiras de ginástica artística, handebol e squash já chegaram ao local.
Medalhista de bronze na Olimpíada Rio 2016 e prata no Pan de Toronto, em 2015, o ginasta Arthur Nory afirmou, em entrevista ao R7, que “a Vila é ótima, bem organizada... A estrutura está bem montada, e assim ficamos bem tranquilos pra competir”.
Colega de Nory na ginástica artística, Flavia Saraiva também aprovou a Vila. “A impressão é muito boa. Gostei muito do quarto, e estou ansiosa para a área internacional que está sendo montada. Quero participar de tudo”, disse a atleta do Flamengo.
Ainda no domingo chegaram à capital peruana as equipes de rugby, patinação artística, levantamento de peso, boliche, pentatlo moderno, basquete 3x3 e vôlei de praia.
“A nossa impressão é a melhor possível. Nos impressionamos com a qualidade das instalações e a recepção dos peruanos e do Comitê de Lima conosco”, avaliou o recém-chegado Sebastian Pereira, ex-atleta da seleção brasileira de judô e sub-chefe da delegação brasileira no Pan.
Estrutura
Ao todo, são 1.096 apartamentos para as delegações de 41 países, distribuídas nos sete prédios – três com 19 andares e quatro com 20. Dos Jogos Pan-Americanos e Parapan-Americanos, são esperados aproximadamente 10 mil atletas na Vila.
O Pan-Americano terá início no dia 26 de julho e se encerra em 11 de agosto. O Parapan, por sua vez, vai de 23 de agosto e a 1º de setembro.
A Record TV é a emissora oficial dos Jogos Pan-Americanos Lima 2019. Você pode acompanhar os eventos ao vivo no R7.com e conferir todas as transmissões e as íntegras no Playplus.com. (R7 - Foto: Divulgação do PAN)
O projeto, financiado pela instituição, pesquisou como a publicidade se desenvolveu na imprensa de Barbacena no Século XIX. 
 
Um estudo feito no UNIPAC Barbacena foi publicado neste mês de Julho pela Revista Anagrama, da USP. O trabalho é fruto do projeto de Iniciação Científica do UNIPAC Barbacena “Um rio que passou por nossa história: os primórdios da publicidade barbacenense no jornal O Parahybuna”, escrito por Márcio Ribeiro e orientado pelo professor Ricardo Rios, do curso de Publicidade e Propaganda. O projeto, financiado pela instituição, pesquisou como a publicidade se desenvolveu na imprensa de Barbacena no Século XIX.
A revista Anagrama, que é uma das mais importantes da graduação em Comunicação no Brasil, traz em destaque um levantamento sobre a história do início da publicidade em Barbacena, em 1837, no primeiro jornal da cidade, “O Parahybuna”.
 
Resumo da Anagrama
"A presente obra analisa as campanhas públicitarias do extinto jornal impresso 'O Parahbuna' de Barbacena Minas Gerais.
O artigo tem o objetivo de mapear e compreender as primeiras peças publicitárias veiculadas na imprensa de Barbacena (MG), inseridas no jornal O Parahybuna, em 1837. Este foi o primeiro periódico da cidade e, mesmo de duração efêmera, trata-se de importante documento histórico para compreender a publicidade na cidade. O interesse da pesquisa está em mapear e descrever as peças comerciais presentes no jornal O Parahybuna em 1837 e analisar os consequentes locus sociais, em uma dimensão sociohistórica. O percurso teórico está alicerçado nos conceitos de ethos para Amossy (2008) e Charaudeau (2008). Paralelamente, investiga-se a questão estética da publicidade brasileira no Século XIX".
 
O que mostra o artigo?
paraibuna primeiro jornal de Barbacena
A pesquisa mostra que os anúncios em “O Parahybuna” se parecem hoje com os classificados dos jornais. As propagandas ocupavam o final da página 4 do jornal e só continham textos, sem nenhuma ilustração.  Outra característica das propagandas em Barbacena no Século 19 era a necessidade constante dos proprietários dos estabelecimentos anunciados em sempre mostrar seus nomes.  Segundo o aluno Márcio Ribeiro, “é possível observar que os proprietários davam tanto valor a seus nomes, que faziam questão em deixar seu nome exposto ao anunciar alguma coisa, transformando-os em uma das questões mais importantes do anúncio, até mesmo em relação aos endereços, como era visto em muitos casos de imóveis”, disse. Para o professor Ricardo Rios, o artigo é essencial para entender a história da Publicidade em Barbacena: “Este artigo traz vários detalhes de anúncios veiculados no início da imprensa de Barbacena. De estabelecimentos comerciais à busca de escravos, a publicidade traz um importante recorte histórico da sociedade barbacenense do Século 19, permitindo que qualquer pessoa veja como a cidade era há quase 200 anos e perceba a importância da imprensa de Barbacena em contar a nossa história”.
O artigo está disponível gratuitamente na internet, através do site da Revista Anagrama, o www.revistas.usp.br/anagrama .A Pró-reitoria de Inovação e Desenvolvimento Socioeducacional cumprimenta o Professor Ricardo Rios pela inciativa de mostrar a importância da imprensa no séc. XIX pelos reclames publicitários. (Barbacena Mais - Portal de Notícias e Revista Anagrama)
Técnico diz ser são-paulino e quer aproveitar a força do clube no futebol para alavancar torcida para o vôlei.
 
Tricampeão olímpico com a Seleção Brasileira, o técnico Zé Roberto Guimarães exaltou a parceria entre São Paulo e Barueri no vôlei feminino. A equipe foi apresentada nesta sexta-feira, 19/07, no Morumbi.
O técnico Zé Roberto Guimarães, que idealizou e fundou a a equipe do Vôlei Barueri, há 3 anos, é são-paulino e disse estar vivendo um sonho. Ele disse que quer aproveitar a força do clube no futebol para alavancar a torcida para a equipe de vôlei.
"Estar aqui é um motivo de orgulho, porque eu torço para o São Paulo, torço, sofro e leio sobre o time. Conheci vários jogadores do São Paulo, porque o time treinou em Barueri. Nunca estive em uma apresentação de um time da Superliga como estamos tendo hoje. Precisamos aproveitar a força do São Paulo para trazer o torcedor, e sei que ele reconhece, sabe que a gente vai lutar", exaltou o treinador.
"Seria muito importante que todos os times de massa do futebol tivesse times em outros esportes, seria um pecado não aproveitar o gancho do futebol, que é uma religião. É como um sonho. Na Turquia, eu pude dirigir o Fenerbahce. Quando ganhamos a Champions Legue da Europa, ficamos duas horas sem conseguir sair do aeroporto por causa de tantos torcedores que queriam celebrar com o time. É outro ambiente, é diferente. Tem muita gente que torce para o Barueri, e acho que essa torcida vai duplicar a partir de agora", acrescentou.
Time
O elenco será formado por Diana (central), Juma (levantadora), Maira (ponta), Thayane (levantadora), Nyeme (líbero), Lays (central), Jheovana (ponteira-oposta), Tai Santos (ponteira), Lorenne (oposta), Larissa (central), Jacke (levantadora), Carol (ponteira), Moara (ponteira) e Mayany (central).
No vôlei feminino, o São Paulo será o terceiro clube de futebol a disputar a Superliga em 2019/2020. O Flamengo conseguiu o acesso pela Superliga B, enquanto o Fluminense já disputava a competição.
O presidente do São Paulo, Carlos Augusto de Barros e Silva, destacou o investimento em esportes olímpicos. O clube estreou no basquete, ficou em segundo lugar na Liga Ouro e disputará o próximo NBB. Além disso, a equipe feminina de futebol luta por um acesso à elite do Campeonato Brasileiro.
"A decisão do São Paulo veio de um contato que tive com o Zé Roberto há quase um ano quando ele veio assistir a um jogo. Ficamos de conversar e chegou o momento. Ele desenvolveu ideias que batiam com filosofia para a parceria com São Paulo, e para nosso torcedor, tem um efeito extraordinário. Já temos um time de futebol feminino, um de basquete masculino, que vai disputar o NBB. Queremos mobilizar os torcedores, como aconteceu com o basquete no jogo final da Liga Ouro, com 3.000 pessoas torcendo", afirmou Leco.
Com certeza, o vôlei de Barueri, que já é uma realidade no cenário nacional, com grande destaque no Campeonato Paulista, Copa Brasil e Superliga, vai se fortalecer muito, agora, com essa parceria com o grande São Paulo Futebol Clube.
Notícias & Opinião parabeniza o treinador Zé Roberto Guimarães pela iniciativa e pela sua dedicação ao esporte, à cidade de Barueri e ao Tricolor do Morumbi. Sucesso! (Com informações da Gazeta Esportiva)
A Prefeitura de Osasco, por meio da Secretaria de Saúde, realiza neste sábado, 20/7, das 8h às 17h, em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBSs), o Dia D de imunização contra o Sarampo.
Nesse mutirão, as pessoas com idade entre 15 e 29 anos, público alvo da campanha, bem como pessoas de 1 a 59 anos, que ainda não tenham tomado a vacina, quem tenha tido contato com pessoa com suspeita ou confirmação de sarampo, poderão comparecer a uma UBS mais próxima de sua residência levando a caderneta de vacinação. As pessoas que não comprovarem registro da vacinação prévia em carteira serão consideradas não vacinadas e deverão receber duas doses da vacina.
Osasco está inserida na lista de municípios que precisam fazer a imunização contra o Sarampo. Dentre as cidades que   também participam da campanha estão: São Paulo, Santo André, São Bernardo, São Caetano do Sul e Guarulhos,  onde há circulação do vírus.
De acordo com a Secretaria de Saúde do Estado, o sarampo é uma doença viral aguda, infectocontagiosa, altamente transmissível que pode apresentar complicações, principalmente em crianças e pessoas com imunidade comprometida.
A vacina contra sarampo é a tríplice viral (SCR), que protege contra o sarampo, a rubéola e a caxumba e é administrada por injeção subcutânea. (SECOM)
Serviço
Dia D de vacinação contra o Sarampo
Dia: 20/7 - sábado
Horário: das 8h às 16h
Local: em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) de Osasco e na Policlínica Zona Sul
Público alvo:
  • Pessoas 15 a 29 anos, mesmo que já tenha tomado a vacina antes
  • Pessoas de 1 a 59 anos, desde que ainda não tenham tomado a vacina
  • Pessoas que tiveram contato com uma pessoa com suspeita ou confirmação de sarampo deve ser vacinada mesmo que já tenha tomado a vacina, independentemente da idade
Presidente do Senado também fez acenos ao Presidente, dizendo que não tem dúvidas de que Bolsonaro 'busca mais acerta do que errar'.
O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), afirmou nesta quinta-feira, 18/07, que a Nova Previdência é "importantíssima" para ajustar as contas públicas. Durante cerimônia de celebração dos 200 dias do governo Jair Bolsonaro, Alcolumbre fez um agradecimento aos deputados por terem aprovado o texto-base da reforma em primeiro turno na Câmara.
Segundo Alcolumbre, o Congresso está "conciliado com a vontade do povo que elegeu Bolsonaro". Ele também fez acenos ao presidente, dizendo que não tem dúvidas de que Bolsonaro "busca mais acertar do que errar".
"Democracia só com o fortalecimento das instituições, do Poder Judiciário, Legislativo e Executivo. Só assim poderemos dizer que vivemos em democracia consolidada e que estamos cumprindo esse papel. O Parlamento estará à disposição para ajudar a construir esse País. Minha missão aqui hoje é estender a mão para o Executivo", discursou Alcolumbre.
Ele defendeu que a população "necessita desse caminho e dessa construção para o Brasil que Bolsonaro busca e nós queremos". "A votação da Reforma da Previdência é esse sinal. Um abraço deputados, eu agradeço", disse. "Fiz questão de estar aqui porque é uma data importante para um governo que constrói e que busca todos os dias acertar", elogiou.
Brincadeira
Alcolumbre
David Alcolumbre, Presidente do Senado (Foto: José Cruz/Agência Brasil)
Na cerimônia, o presidente Jair Bolsonaro brincou com a cor da gravata do presidente do Senado. "Apesar da gravata rosa, ele (Alcolumbre) ainda é meu amigo", disse rindo. Em seguida, a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, "agradeceu" Alcolumbre por usar uma gravata "em sua homenagem". Em janeiro, a ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, se envolveu em polêmica ao dizer que "menino veste azul e menina veste rosa". Posteriormente, ela afirmou que a declaração era uma metáfora contra a ideologia de gênero. (EM - Conteúdo Estadão)

Para o Itamaraty, acordo com União Europeia mostra novo momento.
 
O Ministério das Relações Exteriores avalia que há uma convergência entre os quatro países-membros do Mercosul (Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai) para transformar o bloco em instrumento para aumentar a competitividade e a integração de suas economias com os mercados regional e global. “O acordo com a União Europeia é evidência deste novo momento vivido pelo Mercosul”, diz a nota do Itamaraty.
O presidente Jair Bolsonaro recebeu a presidência pro tempore (rotativa) do Mercosul ao participar nesta quarta-feira, 17/07, da 54ª Cúpula de Chefes de Estado do Mercosul, em Santa Fé, na Argentina. Ao discursar na sessão plenária, Bolsonaro disse que vai trabalhar para acelerar a modernização do grupo.
“Durante sua presidência, o Brasil buscará preservar e fortalecer as linhas de ação adotadas durante o mandato argentino, no sentido de intensificar a negociação de acordos comerciais externos, reduzir a Tarifa Externa Comum e dar seguimento aos esforços de racionalização do funcionamento do bloco, com diminuição de custos e burocracia”, informa a diplomacia brasileira. (Agência Brasil)
 
Depois de o banco ter devolvido R$ 30 bilhões ao Tesouro neste ano, Montezano comprometeu-se a devolver mais recursos até atingir o valor prometido de R$ 126 bilhões no fim do ano. Empréstimos benevolentes feitos pelos governos petistas a outros países serão objeto de investigação.
 
O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) pretende explicar a “caixa-preta” na instituição financeira em até dois meses, disse,nesta terça-feira, 16/07, o novo presidente da instituição, Gustavo Montezano. Ele disse que não tem opinião formada sobre as gestões anteriores, mas que precisa explicar decisões tomadas nos últimos anos pelo banco.
“O que a gente está se propondo a fazer é explicar a 'caixa-preta'. Há uma dúvida clara sobre o que há ou não no BNDES. Cada um me conta uma informação diferente da mesma história. Ao fim de dois meses, quero ser capaz de explicar esse conjunto de regulações, empréstimos, perdas financeiras que contextualizam a 'caixa-preta'. O que sairá desse estudo, eu prefiro não comentar agora. Prefiro fazer o dever de casa e qualificar esse tema", disse Montezanona primeira entrevista coletiva após assumir o cargo.
Utilizada pelo presidente Jair Bolsonaro, a expressão “caixa-preta do BNDES” refere-se a financiamentos para a exportação de serviços a países em desenvolvimento, como Cuba, Angola, República Dominicana e Argentina. Atualmente, o banco divulga as condições dessas operações na página BNDES Transparente, mas Montezano disse ser prioridade número um da sua gestão prestar mais esclarecimentos à sociedade.
“Qualquer que seja a conclusão, a gente precisa ser transparente e trazer ela para a sociedade e para a mídia. Qualquer coisa que eu fale agora, pode ser leviano ou parcial. Esperem dois meses para a gente ter algo completo e conclusivo. É a prioridade um do banco. Aspecto de imagem, protocolo, a gente tem de analisar sobre todas essas óticas”, explicou.
Metas
Montezano tomou posse hoje (16) no comando do banco, substituindo o economista e ex-ministro Joaquim Levy, que pediu demissão em junho. Além da divulgação dos detalhes da “caixa-preta” do banco, ele anunciou quatro metas: a venda de ações de empresas em poder do banco; a devolução ao Tesouro de R$ 126 bilhões até o fim do ano e de R$ 144 bilhões até o fim de 2022; um plano de metas, orçamento e dimensionamento para os próximos três anos; e a prestação de serviços de assessoria financeira a órgãos do governo federal, a estados e municípios.
Em relação à venda de ações, Montezano disse que pretende acelerar a venda da participação do banco em empresas públicas e privadas. Hoje, o BNDESPar, ramo do BNDES que detém papéis de empresas, tem R$ 106,8 bilhões em ações, das quais R$ 53,3 bilhões da Petrobras; R$ 16,5 bilhões da Vale; R$ 9,3 bilhões da Eletrobras e R$ 9,26 bilhões da JBS. O banco ainda tem papéis em empresas de celulose e de empresas estaduais do setor elétrico, entre outras.
Montezano reconheceu que não pode desfazer-se de todos os papéis de uma só vez, para evitar que o preço das ações desabe no mercado e o banco tenha prejuízo. No entanto, comprometeu-se a acelerar as vendas, sem dar prazo. “Boa parte hoje são posições especulativas. Se o preço das ações sobe, é um mero ganho financeiro sem nenhuma entrega para a sociedade. É melhor tirar dinheiro daqui e colocar em outros ativos, como o saneamento, que também vai ter retorno financeiro, mas muito mais outros derivados disso para a sociedade como um todo”, disse.
Segundo ele, o BNDESPar pode até comprar ações de empresas, se comprovado que a participação renderá retornos para a sociedade, como investimentos em educação e saneamento básico.
Devolução
Depois de o banco ter devolvido R$ 30 bilhões ao Tesouro neste ano, Montezano comprometeu-se a devolver mais recursos até atingir o valor prometido de R$ 126 bilhões no fim do ano. Ele esclareceu que o ressarcimento não prejudicará a segurança financeira do banco, porque o dinheiro sairá do caixa da instituição, não do capital (dinheiro que precisa ficar parado para cumprir requisitos de segurança).
Segundo Montezano, a estratégia permitirá ao banco emprestar cerca de R$ 70 bilhões por ano. “Esse é o valor próximo da média histórica, antes de outros governos injetarem recursos no banco para emprestar para setores escolhidos”, esclareceu.
Além dos títulos públicos emprestados pelo Tesouro, o governo injetou R$ 36 bilhões em instrumento híbrido de capital e dívida (ITCD) no banco nos últimos anos. No entanto, Montezano disse que a devolução desses instrumentos, como está ocorrendo com a Caixa Econômica Federal, não tem prazo para ocorrer. “Somente depois que a gente reembolsar os recursos do Tesouro, vamos começar a discutir a devolução do ITCD”, explicou.
Assessoria financeira
Sobre a venda de serviços de assessoria financeira, Montezano explicou que o BNDES pretende auxiliar o governo federal, estados e municípios nas áreas de privatização, concessão, investimentos, parcerias público-privadas e reestruturação financeira. Os contratos serão vinculados ao sucesso de cada operação. “Caso a concessão ou privatização seja bem-sucedida, o banco recebe uma parte do resultado em forma de comissão”, disse.
O presidente do BNDES confirmou que os primeiros clientes do banco serão o Ministério da Infraestrutura, nos projetos de concessões; a Casa Civil, responsável pelo Projeto Piloto de Investimentos, e a Secretaria de Desestatização, Desinvestimentos e Mercados do Ministério da Economia, que coordenará as privatizações. O banco oferecerá assessoria técnica e conhecimento para o planejamento das operações. Numa segunda etapa, o serviço será estendido a prefeituras e governos estaduais. (Agência Brasil)

Quem somos

Notícias & Opinião é um site de notícias gerais editado pela Empresa Jornalística Notícias de Paz Ltda - EPP, a partir da Capital e região Oeste da Grande São Paulo.

Como o próprio nome diz, aqui você vai encontrar notícias, entrevistas, artigos, crônicas e opinião sobre política, economia, educação, cultura e esporte, dentre outros temas do nosso dia-a-dia.