Sexta, 14 Dezembro 2018 | Login

No Estádio Santiago Bernabéu, River venceu o Boca por 3 a 1 e conquistou mais um título sul-americano

 

Como todos sabem a colonização espanhola na América  começou com a chegada de Cristóvão Colombo às Antilhas em 1492, quando ele procurava um novo caminho para as Índias. E para consolidarem o seu domínio em territórios americanos, os espanhóis tiveram que travar muitas batalhas contra os habitantes nativos do continente, como, por exemplo, os impérios Inca, Asteca e dos Maias.

Depois de vários séculos de lutas das colônias, muitos países da região foram se libertando e nesse contexto aparecem verdadeiros heróis, como Simón Bolivar, um militar liberal e líder político venezuelano, reconhecido como o "Libertador da América", do domínio espanhol.

História desta Libertadores atípica

Torcida do River

Mas, em 2018, depois de 58 anos de disputa, a Libertadores foi decidida fora da América do Sul. Curiosamente, o título foi decidido na Espanha, depois de uma verdadeira batalha campal em Buenos Aires, que poderia lembrar até as batalhas espanholas para dominar a América.

No primeiro jogo, em La Bombonera, dia 11/12, houve empate entre dois maiores rivais argentinos, no jogo que é conhecido como o Super Clássico. Esse primeiro jogo já havia ficado tenso, uma vez, que foi adiado de sábado, 10, para domingo, devido ao verdadeiro temporal sobre a capital argentina.

A segunda partida, dentro das condições normais de um povo civilizado, estava marcada para o dia 24, no Monumental de Nuñes, a casa do River Plate. Só que o que se viu naquele sábado, foi uma verdadeira batalha nas ruas de Buenos Aires. Os torcedores do River atacaram o ônibus do Boca com pedradas e atingiram diversos jogadores.

Diante da pancadaria, a polícia foi obrigada a entrar e o que não faltou foi também pancadaria por parte dos policiais e bombas de gás lacrimogênio por toda a região do Monumental, e claro, inviabilizando a realização da partida.

Posteriormente, houve várias idas e vindas da Conmebol no sentido de encontrar um outro local para a decisão da Libertadores 2018, desde que não fosse em território argentino.

Diversas Arenas do Brasil, como o Mineirão, Maracanã, e de outros estados, como também de outros Continentes, se ofereceram para sediar a partida final entre os dois rivais argentinos.

Por fim, a Confederação Sul-Americana de Futebol resolveu aceitar a oferta do Real Madrid e, então, o jogo foi realizado no último domingo, 9, em terras espanholas.

De virada, o River, conhecido como "o time millonario" venceu o Boca Juniors por 3 a 1, no Santiago Bernabéu. Os gols do campeão foram marcados por Pratto, Quintero e Pity Martínez, enquanto Benedetto fez o único gol do Boca. Este foi o quarto título do River na competição.

Assim, depois de tantas batalhas entre os povos de lá e de cá para dominar e para se libertar, os times da ex-colônia disputaram a Libertadores da América em terras dos ex-colonizadores. (Renato Ferreira)

TRAGICÔMICO é uma publicação de Notícias & Opinião todas às quartas-feiras. Excepcionalmente, publicamos a desta semana nesta quinta-feira, 13 de dezembro.

 

Para aqueles que pensam que os eleitores de Bolsonaro estão preocupados com o relatório do COAF, onde aparecem também políticos do PT, PSOL, PSDB, MDB e outros, informamos que, após a diplomação do presidente eleito pela maioria dos brasileiros, vem aí a posse do novo Presidente do Brasil, JAIR BOLSONARO.

Coloquem em suas agendas: 01 de janeiro de 2019, em Brasília.

Ah...e esse ato do mais alto comando da República contará com a presença de vários e importantes líderes mundiais, presidentes e primeiros-ministros de grandes, desenvolvidas e democráticas Nações que mantêm relações diplomáticas com o Brasil. Será mais um dia de festa da Democracia Brasileira.

brasil verde e amarelo

Avante, BRASIL VERDE E AMARELO!

 
A Polícia Federal (PF) e o Ministério Público cumpriram nesta terça-feira, 11/12, 24 mandados de busca e apreensão, assim como 48 intimações para oitivas no Distrito Federal, em São Paulo, Minas Gerais, no Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte e na Bahia, além de Mato Grosso do Sul, do Tocantins e Amapá. São investigados os crimes de corrupção passiva, organização criminosa, lavagem de dinheiro e associação criminosa.
Os alvos são o senador Aécio Neves (PSDB-MG), a irmã dele, Andrea Neves, e o primo Frederico Pacheco de Medeiros. Também estão na mira os senadores Antonio Anastasia (PSDB-MG) e José Agripino Maia (DEM-RN). A Operação Ross investiga também os deputados Paulinho da Força (Solidariedade-SP), Benito Gama (PTB-BA) e Cristiane Brasil (PTB-RJ).
A Operação Ross é um desdobramento da Patmos, deflagrada pela PF em maio de 2017. Os valores investigados, que teriam sido utilizados também para a obtenção de apoio político na campanha de 2014, ultrapassam R$ 100 milhões.
Alvos
Os mandados de busca e apreensão foram cumpridos em apartamentos de Aécio Neves e sua irmã, Andrea, no Rio de Janeiro, assim como no de Cristiane Brasil, também na capital fluminense. Em São Paulo, o imóvel de Paulinho da Força está na mira, assim como os apartamentos de Aécio e Anastasia em Belo Horizonte.
Os mandados foram expedidos também para imóveis de Agripino Maia e Benito Gama, em Natal e Salvador. A autorização foi dada com base no Inquérito 4.519, relatado pelo ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF).
Denúncias
A operação se baseia em informações de empresários, que teriam relatado a promotores a emissão de notas fiscais frias. Há denúncias, que estão sob investigação, sobre a suposta compra de apoio político, e que empresários teriam ajudado com doações de campanha e caixa 2, por meio de notas frias.
Nome
O nome da Operação Ross é referência ao explorador britânico que dá nome à maior plataforma de gelo do mundo, na Antártida, fazendo alusão às notas fiscais frias que estão sendo investigadas.(Agência Brasil)
Domingo, 09 Dezembro 2018 00:49

NATUREZA: Conheça o Maior Cajueiro do Mundo!

 

Há muitos anos ele já faz parte do Guinness Book, como a maior árvore frutífera do mundo.

O Cajueiro de Pirangi, praia a 22 km ao sul de Natal (RN), já ocupa uma área de 9 mil metros quadrados, continua crescendo cerca de 2 metros por ano e já invade as ruas do seu entorno.

Maior cajueiro do mundo 2 nós

Conheça, aqui, um pouquinho desse que é um dos pontos turísticos mais visitados na região metropolitana da Capital Potiguar.

Videorreportagem de Renato Ferreira. Veja aqui: https://www.facebook.com/orenatoferreira/posts/2071308469626049?

Brasileiras vencem por 3 a 2 e estão na final. O time de Belo Horizonte vai disputar o título contra o Istambul que derrotou o Praia Clube

 

O Minas está jogando muito na primeira semifinal do Mundial de Vôlei, na manhã deste sábado, na China.

As mineiras perderam o primeiro set para o timaço Eczacibasi, da Turquia, mas, se reabilitaram no segundo e venceram por 26 a 24 depois de estarem perdendo por 24 a 19.

No terceiro set houve um atropelo do time de Belo Horizonte, que venceu por 25 a 14.

Minas 2

Agora, vence o quarto set por 8 a 6 e pode se classificar para a final.

Daqui a pouco o Praia Clube fas a outra semifinal contra o Istambul, também da Turquia.

Atualizado às 9h30

Minas vence por 3 a 2 e está na final

Após perder o quarto set por 25 a 23, o Minas TC venceu o quinto set por 15 a 12.

Agora as mineiras esperam o segundo jogo das semifinais entre o Praia Clube e Istambul. E o Mundial de Clube poder ter uma final entre os dois clubes de Minas Gerais.

O Praia Clube jogou muito bem, mas, foi derrotado por 3 sets a 1. O Istambul, sob o comando do brasileiro Marco Aurélio Mota, vai fazer a final contra o Minas Tênis Clube. (Renato Ferreira)

Atualizado no domingo, dia 11 às 14h

Minas perde e é vice campeão mundial

O time mineiro fez uma excelente campanha na competição e ficou com o vice campeonato mundial, depois de perder para o Istambul por 3 a 0, com parciais de (25/23, 25/21 e 25/19), em Shaoxing, na China. Parabéns ao Minas Tênis Clube!

Sempre quando visito alguma cidade do Brasil ou do Exterior, uma das coisas que sempre me chama atenção é a Cultura, o Turismo, e claro, procuro ver também como essas duas áreas são tratadas pelas autoridades locais.

Centro de Turismo 2

Estou passando alguns dias em Natal, a bela Capital do Rio Grande do Norte, e nesta sexta-feira, 07/12, conheci o Centro de Turismo de Natal. Em termos de Cultura, não sei qual o incentivo que os governos Estadual e Municipal dão ao teatro e à música, por exemplo, mas, confesso que fiquei encantado com o Centro de Turismo e o que ele oferece aos visitantes.

Centro de Turismo 3 nós

É uma bela casa de apoio ao turista, instalada desde 1976 na antiga Casa de Detenção da cidade. Trata-se de belíssima e histórica arquitetura neoclássica do fim do século XIX, tombada pelo Patrimônio Histórico.

Centro de Turismo 4

Primeiramente, o prédio serviu como residência, mas, já foi também abrigo para mendigos, orfanato de meninas e ainda como uma dependência do Governo Federal durante a II Grande Guerra Mundial pela sua localização estratégica.

Centro de Turismo 5 placa

Até que em 1976, passou a ser o Centro de Turismo, onde o visitante pode se informar sobre a história de Natal e sobre os principais pontos turísticos e passeios da Capital Potiguar.

Além disso, os turistas podem fazer compras em 40 lojas, instaladas nas antigas celas, onde eles vão ncontrar os mais diversos tipos de roupas, toalhas e artesanatos em geral.

No Centro de Turismo de Natal, existem também uma belíssima Galeria de Arte e um restaurante com vista para o mar. Tudo isso é muito bem cuidado e com excelente infraestrutura.

Centro de Turismo 6 ponte Milton Navarro

Do local, o turista tem ainda uma bela vista de parte do litoral Norte de Natal e da linda Ponte Milton Navarro (Renato Ferreira)

Estudo fornece novas evidências dos impactos das mudanças climáticas no derretimento do Ártico e na elevação global do nível do mar
 
 
Por G1
O derretimento da superfície da camada de gelo da Groelândia começou a aumentar em meados do século XIX e depois aumentou drasticamente durante o século XX e início do século XXI, não mostrando sinais de diminuir, de acordo com uma nova pesquisa publicada nesta quarta-feira, 5 de dezembro de 2018, na revista "Nature". O estudo fornece novas evidências dos impactos das mudanças climáticas no derretimento do Ártico e na elevação global do nível do mar.
"O derretimento da camada de gelo da Groelândia entrou em colapso. Como resultado, o derretimento está aumentando o nível do mar mais do que durante os últimos três séculos e meio", disse Luke Trusel, um glaciologista da Escola de Terra e Meio Ambiente da Universidade de Rowan. "E o aumento do derretimento começou na mesma época em que começamos a alterar a atmosfera em meados do século XIX", disse.
"A partir de uma perspectiva histórica, as taxas de derretimento de hoje estão fora das tabelas, e este estudo fornece as evidências para provar isso", disse Sarah Das, glaciologista do Instituto Oceanográfico Woods Hole (WHOI) e co-autora do estudo. "Encontramos um aumento de 50% no total do escoamento de água de gelo em comparação com o início da era industrial e um aumento de 30% desde o século XX."
Aumento do nível do mar
A perda de gelo da Groelândia é um dos principais impulsionadores da elevação global do nível do mar. Os icebergs que chegam ao oceano a partir da borda das geleiras representam um componente da água que retorna ao oceano e eleva o nível do mar.
Mais da metade da água da folha de gelo que entra no oceano vem do escoamento da neve derretida e do gelo glacial no topo da camada de gelo. O estudo sugere que, se o derretimento da camada de gelo da Groelândia continuar em "taxas sem precedentes" - que os pesquisadores atribuem aos verões mais quentes - pode acelerar o ritmo já rápido da subida do nível do mar.
"Ao invés de aumentar constantemente conforme o clima se aquece, a Groelândia vai derreter cada vez mais para cada grau de aquecimento. A elevação do nível do mar e do derretimento que já observamos será diminuída pelo que pode ser esperado no futuro, enquanto o clima continua aquecido", disse Trusel.
O estudo
Para determinar com que intensidade o gelo da Groelândia derreteu nos séculos passados, a equipe de pesquisa usou uma broca do tamanho de um poste de luz para extrair amostras de gelo da camada de gelo e de uma camada de gelo costeira adjacente, em locais a mais de 2.000 metros acima do nível do mar.
Os cientistas perfuraram essas elevações para garantir que os núcleos contivessem registros da intensidade do degelo passado, permitindo-lhes estender seus registros de volta ao século XVII. Durante os dias quentes de verão na Groelândia, o derretimento ocorre em grande parte da superfície da camada de gelo. Em altitudes mais baixas, onde o derretimento é o mais intenso, a água derretida escorre da camada de gelo e contribui para a elevação do nível do mar, mas nenhum registro do degelo permanece.
Em altitudes mais elevadas, no entanto, a água de degelo do verão recua rapidamente do contato com a camada de neve abaixo do ponto de congelamento, que fica embaixo. Isso impede que ele escape da camada de gelo na forma de escoamento. Em vez disso, forma faixas geladas distintas que se acumulam em camadas de gelo denso ao longo do tempo.
As amostras do núcleo foram levadas aos laboratórios de gelo da Fundação Nacional de Ciência dos EUA em Denver, Colorado, e no Instituto de Pesquisa do Deserto em Reno, Nevada, onde os cientistas mediram as propriedades físicas e químicas ao longo dos núcleos para determinar a espessura e a idade das camadas fundidas. Faixas escuras correndo horizontalmente através dos núcleos, como os carrapatos em uma régua, permitiram que os cientistas registrassem visualmente a força do derretimento na superfície de ano para ano. As camadas mais grossas do derretimento representaram anos de maior fusão, enquanto as seções mais finas indicaram anos com menos derretimento.
Combinando resultados de múltiplos núcleos de gelo com observações de fusão de satélites e modelos climáticos sofisticados, os cientistas foram capazes de mostrar que a espessura das camadas de derretimento anuais que eles observaram claramente rastreou não apenas quanto derretimento estava ocorrendo nos locais de perfuração, mas também muito mais amplamente em toda a Groelândia. Essa inovação permitiu que a equipe reconstruísse o escoamento de água de degelo nas bordas de elevação mais baixa da camada de gelo - as áreas que contribuem para o aumento do nível do mar.
"Nós sentimos que houve um grande derretimento nas últimas décadas, mas antes não tínhamos base para comparação com as taxas de derretimento mais antigas", disse Matt Osman, que participou do estudo. "Através da amostragem de gelo, fomos capazes de estender os dados de satélite por um fator de 10 e obter uma imagem mais clara de quão extremamente incomum tem sido o derretimento nas últimas décadas em comparação com o passado".
Trusel disse que a nova pesquisa fornece evidências de que o rápido derretimento observado nas últimas décadas é altamente incomum quando colocado em um contexto histórico.
"Para poder responder o que pode acontecer com a Groelândia, precisamos entender como a Groelândia já respondeu à mudança climática", disse ele. "O que nossos núcleos de gelo mostram é que a Groelândia está agora em um estado onde é muito mais sensível a novos aumentos de temperatura do que há 50 anos atrás".
Um aspecto notável das descobertas, disse Das, foi o pouco aquecimento adicional que agora leva para causar grandes picos de gelo no derretimento das placas de gelo.
"Mesmo uma pequena mudança na temperatura causou um aumento exponencial no derretimento nos últimos anos", disse ela. "Portanto, a resposta da camada de gelo ao aquecimento causado pelo homem não foi linear" - Sarah Das, glaciologista do Instituto Oceanográfico Woods Hole (WHOI) e co-autora do estudo.
Trusel concluiu: "O aquecimento significa mais hoje do que no passado". (G1) Foto (Grandes rios se formam na superfície da Groenlândia a cada verão, movendo rapidamente a água derretida da camada de gelo para o oceano. — Foto: Sarah Das, Woods Hole Oceanographic Institution)
 
Qual a sua opinião sobre o aquecimento global, o derretimento da geleiras, a consequência disso para a humanidade e todos seres vivos na Terra? E, sobretudo, sobre o papel do homem nesse processo?
 
Nessa terça-feira, às 9 horas, a Prefeitura de Osasco enviará, novamente, suas equipes para realizar as obras de recapeamento na via de acesso ao Conjunto Habitacional Miguel Costa, construído em área anexa ao Exército, no bairro de Quitaúna, zona Sul da cidade.
Na semana anterior, homens do Exército impediram o acesso dos caminhões, alegando que a via, ao lado do quartel, é para uso exclusivo das unidades militares.
Entenda o caso
.O Conjunto Miguel Costa é um projeto do governo federal em parceria com a Prefeitura e teve início em 2016. Na área onde os prédios foram construídos, havia uma comunidade carente, vivendo em moradias muito precárias.
Essas famílias chegavam ao terreno pelo acesso de nível da estação de trem – onde há uma cancela – que dá acesso a uma via pública (entre o Quartel do Exército e a linha férrea)
. O Conjunto Habitacional, construído para atender a demanda habitacional, abrigará a população que já morava na área, além de moradores do Rochdale e do Jardim Santa Rita.
.Foram realizadas inúmeras reuniões entre Prefeitura e integrantes do Exército. A última reunião entre as partes ocorreu em outubro, onde foram apresentados os estudos da Prefeitura para acesso dos futuros moradores ao Conjunto Habitacional Miguel Costa:
1 – construção de um túnel,
2 – viaduto transpondo a Avenida dos Autonomistas e passando sobre a linha férrea, e
3 – nova saída pela extensão da avenida Marginal (Avenida das Nações Unidas)
A extensão da avenida mostrou-se como a alternativa técnica e financeiramente mais viável e rápida. Para a extensão dessa via seria necessário a seção de área da União/Exército de aproximadamente 340 metros de comprimento e 15 metros de largura.
Prefeitura e Exército ainda não entraram em acordo, pois o Exército está relutante, alegando que ocupar o Conjunto Habitacional comprometeria a segurança da unidade militar.
Para a execução da obra, o projeto foi aprovado em todas as instâncias competentes.
Serviço:
Recapeamento de via de acesso ao Conjunto Miguel Costa
Dia: 4/12
Local: Avenida dos Autonomistas, em frente ao quartel do Exército, em Quitaúna, em Osasco.
Contato: Simone Trino (99952-0517) ou Olga Liota (98839-6164).
Time paulista conquistou o seu décimo título da competição nacional com uma rodada de antecedência
 
O Presidente eleito Jair Bolsonaro acompanhou na tarde de hoje (2), no estádio Allianz Parque, a partida entre Palmeiras e Vitória, da Bahia, pela última rodada do Campeonato Brasileiro. O time alviverde venceu por 3 a 2 e recebeu taça do seu décimo título brasileiro, conquistado com uma rodada antecedência. Vestindo camisa do time paulista, Bolsonaro, que é palmeirense, assistiu à partida no camarote da diretoria do Verdão e, ao final do jogo, desceu ao gramado onde entregou as medalhas aos jogadores e ao técnico Felipão, além da taça de campeão ao capitão Bruno Henrique. Bolsonaro voltou hoje mesmo para o Rio de Janeiro.
Bolsonaro no Allianz Parque
No gramado do Allianz Parque, Bolsonaro ergue a taça de Campeão Brasileiro conquistada pelo seu time de coração
 
Bolsonaro desembarcou às 13h40 no Aeroporto de Congonhas, na zona sul de São Paulo, vindo em um voo comercial do Rio de Janeiro. Ele posou para fotos com a camisa do time e deixou o aeroporto às 14h25, sem passar pelo saguão de passageiros ou falar com a imprensa que o aguardava do lado de fora em direção ao estádio. No vôo, ele tirou foto também com os passageiros. O carro com Bolsonaro foi escoltado por 14 motos da Polícia Militar e viaturas da Tropa de Choque até o estádio.
Nos primeiros minutos do jogo, iniciado às 17h, o presidente eleito publicou uma mensagem e vídeo no Twitter, em que parabenizou o Palmeiras pela conquista do título antecipadamente. "Parabéns ao @Palmeiras pelo título brasileiro. O futebol é muito mais que torcer para um time, é um estado de espírito totalmente identificado com o brasileiro. É sempre bacana fazer parte desta festa! Um abraço a todos e obrigado pelo carinho!", postou.
 No Twitter
@jairbolsonaro
Parabéns ao @Palmeiras pelo título brasileiro. O futebol é muito mais que torcer para um time, é um estado de espírito totalmente identificado com o brasileiro. É sempre bacana fazer parte desta festa! Um abraço a todos e obrigado pelo carinho!
Bolsonaro no Allianz Parque com a conselheira
A conselheira do Palmeiras e presidente da Crefisa (patrocionadora do time), Leila Pereira, também postou no Twitter uma foto com Bolsonaro. “Vejam só quem está por aqui. Bolsonaro é o primeiro Presidente a acompanhar o jogo do Verdão no Allianz Parque. Foi uma honra colocar nossa faixa de Decacampeão em nosso Presidente Jair Bolsonaro”, escreveu.
Perguntado ontem (2) sobre seu palpite, o presidente eleito havia apostado em 2 x 0 para o Palmeiras.
Semana do presidente eleito
Bolsonaro retorna a Brasília nesta terça-feira (4) para dar continuidade às reuniões do governo de transição e a montagem da equipe ministerial. Nesta semana, estão previstas reuniões do presidente eleito com as bancadas do MDB, PRB, PR e PSDB, junto com o ministro extraordinário da transição e futuro ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni.
O presidente eleito espera decidir o nome que ocupará o Ministério do Meio Ambiente nesta semana. "[Nossa agenda] Continua. A gente espera que se resolva a questão do Ministério do Meio Ambiente. E, daí, fechou a questão", respondeu Bolsonaro a uma repórter na entrada do avião em que embarcou para São Paulo. Até agora, 20 ministros já foram escolhidos.
Na semana passada, ele havia adiantado que há "meia dúzia" de nomes sendo avaliados para a pasta.
Bolsonaro ficará na capital federal até quinta-feira (6), quando voltará no fim do dia para o Rio de Janeiro. (Agência Brasil)
Segundo o Prefeito Bruno Covas (PSDB), após término de macaqueamento, hipótese de demolição 'foi 100% descartada'. Circulação de trens em trecho da Linha-9 Esmeralda é liberada.
 
"Já descartamos a hipótese de demolir o viaduto", diz prefeito de São Paulo
A Prefeitura de São Paulo ergueu em 1,60 metro o viaduto que cedeu na Marginal Pinheiros, na Zona Oeste da cidade, e concluiu o processo de elevação da estrutura.
Os trabalhos de macaqueamento começaram na manhã de sábado (1°). O encerramento foi anunciado pelo prefeito Bruno Covas (PSDB) por volta das 15h deste domingo (2). A Prefeitura acredita que, após essa etapa, em 15 dias será possível definir o cronograma da obra de recuperação.
Bruno Covas
 
"Concluímos 100% do macaqueamento. Agora vamos poder ter, em duas semanas, a noção clara de qual vai ser a obra necessária, e ter um prazo para dar às pessoas", afirmou Covas. "Hoje a gente descarta 100% a hipótese de demolir o viaduto", complementou o prefeito.
Segundo Covas, a velocidade dos trabalhos superou as previsões da gestão municipal. A expectativa inicial era começar a fase de testes do macaqueamento no sábado. O bom andamento do processo, porém, permitiu que a elevação fosse encerrada na tarde deste domingo.
"Ocorreu tão bem o teste que hoje mesmo ele já foi concluído. Estamos hoje no 18° dia fazendo aquilo que a gente esperava fazer entre o 25° e o 30° dia depois do incidente. Isso porque só nessas últimas 12 horas foram 2 mil homens/hora trabalhando aqui para poder entregar isso", disse Covas.
O viaduto, localizado em frente ao Parque Villa-Lobos, cedeu na madrugada do dia 15 de novembro. Cinco carros passavam pelo local no momento do incidente. Os veículos foram danificados e duas pessoas ficaram levemente feridas.
Macaqueamento
Seis macacos hidráulicos foram acionados pela primeira vez por volta das 9h deste sábado. Os engenheiros calculam que o viaduto que cedeu estava recebendo uma carga de 550 toneladas e essa pressão foi aliviada quase pela metade com o apoio dos macacos hidráulicos.
Cada macaco tem capacidade para erguer 300 toneladas. Eles foram instalados sobre o trecho do viaduto que está apoiado em dez estacas. (G1)
Página 1 de 37

Quem somos

Notícias & Opinião é um site de notícias gerais editado pela Empresa Jornalística Notícias de Paz Ltda - EPP, a partir da Capital e região Oeste da Grande São Paulo.

Como o próprio nome diz, aqui você vai encontrar notícias, entrevistas, artigos, crônicas e opinião sobre política, economia, educação, cultura e esporte, dentre outros temas do nosso dia-a-dia.