Sexta, 19 Julho 2019 | Login

 

Depois da longa hegemonia imposta pelo Cruzeiro, ganhador das cinco edições anteriores, o Taubaté se tornou, no final da noite de sábado, 11/05, o mais novo campeão da Superliga Masculina de Vôlei. A conquista veio com uma vitória sobre o Sesi-SP por 3 sets a 1, com parciais de 25/20, 25/22, 21/25 e 25/20, na Arena Suzano. Uma imensa torcida do Sesi invadiu Suzano, mas, o título foi da minoria de Taubaté que fez a festa nas arquibancadas depois de longos 4 sets.

Com este triunfo de sábado, o Taubaté fechou em 3 a 2 a série melhor de cinco partidas desta decisão da temporada 2018/2019 da Superliga e faturou pela primeira vez este torneio. O primeiro jogo da final ocorreu no dia 23 de abril, em São Paulo, onde o Sesi ganhou por 3 sets a 0 para abrir vantagem. No dia 27, porém, o Taubaté deu o troco ao devolver o 3 a 0, em casa, e deixar tudo igual na série.
Em seguida, no dia 30, o Taubaté ganhou por 3 sets a 2, em Suzano, e ficou a um triunfo do título. O Sesi ainda se manteve vivo na luta pela taça ganhar o quarto duelo da final por 3 a 1, novamente em Suzano, onde a equipe dirigida por Renan acabou faturando a Superliga na noite deste sábado.

Dirigido pelo técnico Renan Dal Zotto, comandante da Seleção Brasileira e que assumiu o cargo com a competição em andamento, o Taubaté finalmente pôde comemorar o troféu mais cobiçado do vôlei nacional depois de ter sido vice-campeão em 2017 e terminado na terceira posição do torneio em 2015 e 2016.

O último time paulista a ter conquistado o principal torneio do Brasil na modalidade havia sido, por sua vez, o Sesi, na temporada 2010/2011. Depois disso, o Cruzeiro faturou a taça em 2012 e o RJX, do Rio, ergueu o troféu em 2013, antes de os cruzeirenses iniciarem uma série de cinco conquistas consecutivas até 2018. Neste período, o Sesi foi vice-campeão em 2014, 2015 e no ano passado.

Autor do ponto que definiu o título no terceiro set em um forte ataque na diagonal, o ponteiro Lucarelli comemorou o feito do Taubaté após exibir uma atuação decisiva em Suzano. "Estou meio perdido até agora... Esse projeto merece, esse time merece, foi uma temporada complicada, demos a volta por cima. Nem nos melhores sonhos a gente imaginava que a gente poderia ser campeão", afirmou o jogador, em entrevista ao SporTV, ainda dentro da quadra. (Estado de Minas)

Published in Esporte

O time de Belo Horizonte venceu o segundo jogo contra o Praia Clube e conquistou o ser terceiro título da competição.

 

Jogando nesta sexta-feira, 26/04, no Ginásio Sabiazinho, em Uberlândia, o Minas venceu o Praia Clube e conquistou o título da Superliga Feminina de Vôlei 2018/19. As minas-tenistas confirmaram a melhor campanha desta temporada com uma virada sobre o time da casa no segundo jogo da final. O placar foi de 3 a 1, com parciais de 17/25, 25/23, 25/14 e 28/26.

Este foi o terceiro título do tradicional time do Minas Tênis Clube. Com uma campanha irretocável na Superliga, as meninas do Minas repetiram o êxito de 1992/93 e 2001/02. Na temporada de 2003/04, o Minas chegou também à final, sendo batido pelo Rexona.

Minas campeão 3

O título do Minas vem coroar também uma temporada irretocável frente ao seu maior rival de Minas. Foi o terceiro título consecutivo conquistado contra o Praia Clube. Antes, minas-tenistas já haviam conquistado os títulos do Campeonato Mineiro e da Copa do Brasil. Sob o comando do técnico italiano Stefano Lavarini, o Minas foi vice-campeão mundial.

Nesta temporada, o Praia Clube, que também fez uma excelente campanha, buscava o bi-campeonato consecutivo. Na última temporada, o time de Uberlândia, que vinha de um vice-campeonato, conquistou o primeiro título de sua história numa acirrada disputa contra o Sesc-Rio, o time de Bernardinho.

No primeiro jogo em Belo Horizonte, o Minas já havia vencido o time do Triângulo Mineiro por 3 a 2. Na segunda partida, a equipe de BH começou atrás, encarou a pressão da torcida em Uberlândia e ainda superou problema físico de uma de suas principais jogadoras, a veterana Carol Gattaz, que chegou a sair de quadra com fortes cãibras nas panturilhas. No entanto, o MTC pôde contar com outras grandes jogadoras, como Natália e Gabi para reequilibrar o jogo e buscar a vitória e o título. 

Minas campeão 2

Uma das jogadoras mais importantes de toda a temporada, aos 37 anos, a central Carol Gattaz superou as cãibras e foi a autora do último ponto do quarto e último set. "Eu falo que isso resume a força do grupo. Foi isso o tempo inteiro. Superação do grupo que foi sensacional. Estivemos o tempo toda juntas", disse, emocionada, a central do Minas. (Fotos: Cleiton Borges - EM)

 

PRAIA CLUBE 1 x 3 MINAS


PRAIA CLUBE - Carli Lloyd, Fawcett, Fabiana, Carol, Rosamaria, Michelle e Suelen (líbero)Entraram: Paula Borgo, Ananda, Laís, Ellen - Técnico: Paulo Coco

MINAS - Macris, Bruna Honório, Carol Gattaz, Mara, Gabi, Natália e Léia (líbero)Entraram: Geórgia, Bruninha, Malu, Mayany - Técnico: Stefano Lavarini

Published in Esporte

As minas-tenistas passaram pelo Osasco Audax, enquanto as meninas de Uberlândia superaram o Sesi Bauru.

 

Os dois times do Estado de Minas Gerais, que respira vôlei, farão uma decisão inédita da Superliga na atual temporada. Minas e Praia Clube lideraram a competição desde o início e confirmaram o favoritismo nas quartas de final e nas semifinais.
Nesta segunda-feira, 08/04, jogando pelas semifinais, em Uberlândia, o Praia Clube atropelou o Sesi Bauru e venceu a série por 2 a 0. Também na noite de ontem, jogando em Osasco, o Minas derrotou o Osasco Audax, no segundo jogo das semifinais.

Praia 3 X 0 Sesi Bauru 

Praia vence o Sesi e vai à final
Jogando em sua Arena, na cidade de Uberlandia, o Praia Clube não tomou conhecimento do Sesi Bauru na segunda partida das semifinais da Superliga Feminina de Vôlei. Com apoio de sua torcida, o time de Paulo Côco foi muito superior ao time paulista e venceu por 3 sets a 0, com parciais de 25/18, 25/21 e 25/14. No jogo de ida, em Bauru, as mineiras já haviam vencido as paulistas também por 3 sets a 0.
Em casa, o Praia contou com uma inspirada de três jogadora: Carol, Falwcett e Fernanda Garay. Como já havia acontecido em Bauru, a ponteira Garay ajudou seu time a vencer marcando 16 pontos. A norte-americana Nicole Fawcett marcou 14 pontos. Mas, quem foi eleita pelo público como a melhor jogadora em quadra foi a central Carol, que ficou com o Troféu Viva Vôlei.

Osasco 1 x 3 Minas 

Minas vence Osasco e vai à final
Mesmo jogando no Ginásio José Liberatti, com uma vibrante torcida que empurrou o Osasco Audax durante toda a partida, o Minas não se intimidou e venceu o segundo jogo das semifinais por 3 a 1, classificando-se para a inédita final mineira contra o Praia Clube. As parciais foram de 25/15, 19/25, 27/25 e 25/19, em mais de duas horas de jogo
Assim como o Praia, o Minas também fechou a série das semifinais com duas vitórias, ambas por 3 a 1. O primeiro jogo foi em Belo Horizonte. A tradicional equipe do Minas corre atrás do tri campeonato, depois das conquistas em 1992 e 2002, enquanto o Praia brigará pelo segundo título consecutivo. Na edição passada, as meninas de Uberlândia conquistaram a taça ao vencerem o Sesc-Rio.
No Liberatti, o Minas demonstrou a força do seu conjunto entre defesa, ataque e bloqueio. Mais uma vez, o time de Belo Horizonte contou a excelente fase de suas principais jogadoras, ,como Natália (15 acertos) e a também ponteira Gabi, que fez 13 pontos. Gabi recebeu o Troféu VivaVôlei como a melhor em quadra, por meio de votação popular na internet. Outro destaque mineiro foi a oposta Bruna Honório, com 15 bolas certeiras.

Pelo lado osasquenses, a norte-americana Destinee Hooker, ex-Minas, foi a principal jogadora no ataque. Ela marcou nada menos que 22 pontos e terminou na liderança nesse quesito. Mari Paraíba, que já vestiu a camisa minas-tenista, fez também uma boa partida marcando 14 pontos.

Tabela da final
Assim como ocorreu nas quartas e semifinais, a final da Superliga será também decidida em melhor de três partidas. 
O primeiro confronto será no dia 21 de abril (Domingo de Páscoa), às 11h, no Mineirinho, em Belo Horizonte. 
A segunda partida da decisão está marcada para o dia 26 de abril, sexta-feira, às 21h30, no Ginásio Sabiazinho, em Uberlândia. 
E caso seja necessária uma terceira partida, ela será realizada no dia 3 de maio, às 21h30, novamente no Mineirinho. (Renato Ferreira)

Published in Esporte

 

As minastenistas venceram o Osasco Audax, enquanto as meninas de Uberlândia passaram pelo Sesi Bauru.

Na segunda-feira, 01/04, foi realizada a primeira rodada das semifinais da Superliga Feminina de Vôlei 2018/2019 e os dois times mineiros, que lideraram toda a fase de classificação e passaram fácil também pelas quartas de final, confirmaram o favoritismo. Em Bauru, o Praia Clube venceu o Sesi por 3 sets a 0, e em Belo Horizonte, o Minas Tênis Clube, derrotou o Osasco Audax por 3 sets a 1.

Sesi 0 X 3 Praia Clube

Praia e Sesi

Tendo a vantagem de decidir em casa, caso seja necessário um terceiro jogo, o Praia Clube, atual campeão da Superliga, preferiu fazer o primeiro jogo na casa do adversário. Assim, o time de Uberlândia foi até a cidade de Bauru e não tomou conhecimento do time do Sesi.

Sob o comando de Paulo Côco, as meninas de Uberlândia jogaram um excelente vôleibol e atropelaram o time da casa por 3 sets a 0, com parciais de 25/15, 25/15 e 25/20, em pleno Ginásio Panela de Pressão.

Com mais essa vitória, o Praia manteve a escrita de nunca ter perdido para o Bauru em competições no vôlei feminino. Foi o 12º confronto entre as equipes e a décima vitória do time mineiro.

Agora, na próxima segunda-feira, 8, às 19h, os dois times voltam a se enfrentar em Uberlândia. Se o Sesi vencer, a terceira partida será disputada no dia 11, também no Triângulo Mineiro.

Minas 3 X 0 Osasco

Minas e Osasco Audax 2

Também na segunda-feira, jogando na Arena MTC, o Minas enfrentou o bom time do Osasco Audax na condição de favorito. E no final, depois de perderem o primeiro set, as mineiras mostraram porque foram as campeãs na fase de classificação e venceram por 3 sets a 1, com parciais 
de 24/26, 25/15, 25/17 e 25/16.

Sob o comando do italiano Stefano Lavarini, as meninas de Belo Horizonte levou um susto no primeiro set. Mesmo saindo na frente, na segunda metade do set, o time de Osasco reagiu e venceu por 26 a 24.

Nos sets seguintes, no entanto, as osasquenses não conseguiram segurar o time da casa, que acabou se encontrando em quadra e foi superior em todos os fundamentos: saque, bloqueio, defesa e ataque.E até com certa facilidade, o Minas venceu o segundo set por 25 a 15; o terceiro por 25 a 17 e o quarto set por 25 a 16.

Agora, na próxima segunda-feira, 8, às 21h30, os dois times fazem o segundo jogo, no Ginásio José Liberatti, onde o Osasco Audax pretende contar com o apoio de sua torcida para empatar a série. Caso o Osasco vença, a terceira partida acontecerá no dia 11, novamente em Belo Horizonte. (Renato Ferreira)

Published in Esporte
As meninas de Osasco vão encarar o Minas, enquanto o Sesi pega o Praia Clube.
Em mais dois jogos históricos da Superliga Feminina de Vôlei, foi encerrada nesta terça-feira, 26/03, a fase das quartas de final da competição. Em Barueri, na terceira partida dos playoffs, equipe do Osasco Audax venceu o Hinode por 3 sets a 1, e pegará o Minas Tênis Clube nas semifinais. O primeiro jogo está marcado para a próxima segunda-feira, dia 1º, às 21h30, em Osasco.
Já no Rio de Janeiro, o Sesi Bauru fez história ao desbancar o Sesc Rio, do técnico Bernardinho, também por 3 sets a 1, e terá o Praia Clube de Uberlândia na próxima fase da Superliga.
Osasco 3 X 1 Hinode
Osasco e Hinode
Depois das duas primeiras partidas dos playoffs, decididas somente no tie-break, todos esperavam que a história iria se repetir no terceiro e decisivo jogo entre as equipes do Hinode Barueri e do Osasco Audax, nesta terça-feira. E o placar das parciais indicam que por pouco isso não aconteceu, mas, nos detalhes, as meninas de Osasco venceram o clássico paulista e vão enfrentar o Minas nas semifinais, em melhor de três partidas.
O time de Osasco fez uma partida impecável e superou as adversárias da cidade vizinha por 3 sets a 1, com parciais de 25/22, 25/23, 23/25 e 25/23, no Ginásio José Correa, que ficou superlotado.
Assim, o time de Luizomar de Moura chega à semifinal da Superliga pela 18ª vez consecutiva. O time da norte-americana Destinee Hooker não fica fora da briga pelo título desde a temporada 2000/2001, quando temrinou em quinto lugar. Ao longo desses anos, foram cinco títulos e dez vice-campeonatos. Hooker fez uma partida impecável e ficou com o troféu Viva Vôlei.
Sesi 3 X 1 Sesc
Sesi vence o Sesc
 Já no Rio Janeiro, valendo também pelo terceiro jogo dos playoffs, o Sesi Vôlei Bauru surpreendeu mais uma vez. Depois de vencer o primeiro duele, em casa, e perder a segunda partida, no Rio, o time de Bauru, fez uma excelente partida nesta terça-feira e desbancou a equipe carioca, a maior vencedora da Superliga. As paulistas veceram por 3 sets a 1, com parciais de 24/26, 27/25, 25/23 e 25/19. Agora, o time de Bauru vai enfrentar o Praia Clube, atual campeão da Superliga, nas semifinais. O primeiro jogo será realizado na próxima segunda-feira, dia 1º, às 19h, em Bauru.
Semifinais em melhor de 3 jogos
Confira a tabela:
Primeira rodada 01/04 - 19h - Sesi-Bauru x Praia Clube - ginásio Panela de Pressão, em Bauru 01/04 - 21h30 - Minas x Osasco - arena Minas, em Belo Horizonte
Segunda rodada 08/04 - 19h - Praia Clube x Sesi-Bauru - ginásio do Praia Clube, em Uberlândia 08/04 - 21h30 - Osasco x Minas - ginásio José Liberatti, em Osasco
Terceira rodada (se necessário) 11/04 - 20h30 - Praia Clube x Sesi-Bauru - ginásio do Praia Clube, em Uberlândia 12/04 - 21h30 - Minas x Osasco - arena Minas, em Belo Horizonte
Published in Esporte

 

Na noite desta sexta-feira, 22/03, o Vôlei Osasco Audax e o Hinode Barueri fizeram uma partida que vai ficar na história da Superliga Feminina de Vôlei. Depois de perder os dois primeiros sets - com a primeira parcial de 25 a 5 - o time de Osasco virou o jogo e venceu por 3 sets a dois, com parciais de 5/25, 17/25, 25/22, 25/20 e 15/11. A partida valeu pela segunda rodas dos playoffs das quartas de final. O primeiro duelo foi vencido pelas baruerienses por 3 sets a 2.

Mais de 4 mil torcedores lotaram o Ginásio José Liberatti, em Osasco, e fizeram uma festa inesquecível com a virada histórica das meninas comandadas por Luizomar de Moura. Agora, Walewska, Mari Paraíba, Camila Brait, Hooker e cia. se preparam para a terceira e decisiva, que será realizada na terça-feira, 26, às 19h, no Ginásio José Corrêa, em Barueri. O vencedor desta série vai enfrentar o Minas Tênis Clube que venceu os dois jogos contra o Vôlei Curitiba

Técnica e garra

Osasco e Barueri torcida

Ao fim da fase de classificação da Superliga 2018/19, os apaixonados por vôlei já sabiam que os confrontos entre Hinode Baruei (4º colocado) e Osasco Audax (5º), seriam os mais equilibrados das quartas de final. E os dois primeiros jogos confirmaram essa expectativa.

Depois da vitória por 3 sets a 2, na primeira partida, atuando fora de casa, o Barueri fez um primeiro set impecável, em Osasco, dando a entender que poderia avançar às semifinais com apenas dois jogos.

Com grande atuação de toda a equipe, as comandadas de José Roberto Guimarães venceram tranquilamente por 25 a 5. No segundo set, o Osasco acordou e chegou a atuar melhor em diversos momentos, porém, o Barueri voltou a vencer por 25 a 17.

E quando a partida parecia já resolvida para o Barueri, o time da casa mostrou que ainda estava vivo no jogo. No terceiro set, o Audax teve uma grande atuação e venceu por 25 a 22. No quarto, o roteiro se repetiu e o Osasco fechou a parcial por 25 a 20. Já no quinto set, as osasquenses foram novamente mais eficientes e venceram por 15 a 11.

Sesc/Rio e Sesi/Bauru empatam

Sesc e Sesi

Também na noite de sexta-feira, as equipes do Sesc RJ e do Sesi Bauru fizeram a segunda partida das quartas de final. E o time de Bernardinho empatou a série ao vencer por 3 sets a 0. Na primeira partida, em Bauru, a vitória foi das paulistas por 3 sets a 1. A terceira e decisiva será realizada na próxima terça-feira, 16, às 21h30, novamente no Rio de Janeiro. O vencedor desta série irá enfrentar o Praia Clube que passou pelo Fluminense vencendo a série por 2 a 0. (Renato Ferreira)

Published in Esporte

 

Os oito melhores times da fase de classificação iniciam neste sábado, 23/03, os playoffs das quartas de final da Superliga Masculina 2018/19. A expectava é de grandes jogos para definir os quatro semifinalistas de uma das maiores competições de vôlei do mundo. 


O líder da primeira fase foi o Sesi-SP, mas, o Cruzeiro, segundo colocado, novamente é o time a ser batido na atual temporada da Superliga Masculina. Os times que conseguirem duas vitórias avançam às semifinais sem o terceiro jogo de desempate.

Quartas de final
Confira todos os confrontos:

PRIMEIRA RODADA
23.03 (SÁBADO) – EMS Taubaté Funvic (SP) x Vôlei Renata (SP), às 11h30, no ginásio do Abaeté, em Taubaté (SP)
23.03 (SÁBADO) – Sesc RJ x Fiat/Minas (MG), às 14h30, no Tijuca Tênis Clube, no Rio de Janeiro (RJ)
23.03 (SÁBADO) – Sesi-SP x Vôlei UM Itapetininga (SP), às 21h30, no Sesi Vila Leopoldina, em São Paulo (SP)
24.03 (DOMINGO) – Sada Cruzeiro (MG) x Copel Telecom Maringá Vôlei (PR), às 19h, no ginásio do Riacho, em Contagem (MG)

SEGUNDA RODADA
27.03 (QUARTA-FEIRA) – Vôlei Renata (SP) x EMS Taubaté Funvic (SP), às 19h, no Taquaral, em Campinas (SP)
27.03 (QUARTA-FEIRA) – Fiat/Minas (MG) x Sesc RJ, às 21h30, na Arena Minas, em Belo Horizonte (MG)
28.03 (QUINTA-FEIRA) – Vôlei UM Itapetininga (SP) x Sesi-SP, às 19h, no ginásio Ayrton Senna, em Itapetininga (SP)
28.03 (QUINTA-FEIRA) – Copel Telecom Maringá Vôlei (PR) x Sada Cruzeiro (MG), às 21h30, no Chico Neto, em Maringá (PR)

TERCEIRA RODADA (se necessária)
29.03 (SEXTA-FEIRA) – EMS Taubaté Funvic (SP) x Vôlei Renata (SP), às 19h, no Abaeté, em Taubaté (SP)
29.03 (SEXTA-FEIRA) – Sesc RJ x Fiat/Minas (MG), às 21h30, no Tijuca Tênis Clube, no Rio de Janeiro (RJ)
30.03 (SÁBADO) – Sesi-SP x Vôlei UM Itapetininga (SP), às 19h, no Sesi Vila Leopoldina, em São Paulo (SP)
30.03 (SÁBADO) – Sada Cruzeiro (MG) x Copel Telecom Maringá Vôlei (PR), às 21h30, no ginásio do Riacho, em Contagem (MG)

Published in Esporte
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Jogando nesta quinta-feira, 21/03, pela segunda rodada dos playoffs das quartas de final, as equipes do Minas Tênis Clube e do Praia Clube venceram, respectivamente, o Vôlei Curitiba e o Fluminense, e se classificaram para as semifinais da Superliga Feminina 2018/19, sem a necessidade de uma terceira partida.
 
Minas 3 X 1 Curitiba
Minas e Curitiba
 
O Minas confirmou o favoritismo e avançou às seminfinais da Superliga Feminina. A equipe de Belo Horizonte voltou a vencer o Vôlei Curitiba, dessa vez por 3 sets a 1, jogando na Arena MTC.  As parciais foram de 25/14, 25/20, 20/25 e 25/11.

Na  primeira partida,  sexta-feira passada, na capital paranaense, o MInas - líder na fase de classificação - não encontrou dificuldades contra o Curitiba  e venceu por 3 a 0.  Já em BH, o time paranaens, que estreia na Superliga Feminina e que ficou em oitavo lugar, chegou a dar mais trabalho e o terceiro set por 25 a 20. Mas, isso não bastou para assustar as mineiras que venceram o quarto set por um massacrante 25 a 11, repetindo a superiodidade do primeiro set. 

O adversário do Minas Tênis Clube na semifinal sairá do duelo entre Barueri e Osasco. No primeiro confronto entre os times paulistas, o Barueri saiu em vantagem ao vencer por 3 sets a 2, em casa.  Nesta sexta-feira, às 19h, em Osasco, acontece a segunda partida. Em caso de novo triunfo, o time comandado pelo técnico José Roberto Guimarães avançará sem a necessidade de um terceiro e decisivo jogo. 
 
Praia 3 X 0 Fluminense
 
Praia e Flu
Também nesta quinta-feira, 21, o Praia Clube, que ficou em segundo lugar na fase de classificação, eliminou o Fluminense com mais uma vitória, dessa vez no Ginásio da Hebraica, no Rio de Janeiro. O placar de 3 sets a 0,  demonstra que o time de Uberlândia classificou-se de forma tranquila para as semifinais.  As parciais  foram de 25/15, 25/15 e 25/21.  
No primeiro jogo, na Arena Uberlândia, o Praia Clube derrotou as cariocas por 3 a 0. Assim como ocorreu em casa, o atual campeão da Superliga Feminina não encotrou muita resistência por parte do tricolor.  Fernanda Garay e a oposto norte-americana Nicole Fawcett, foram os destaques da excelente equipe do Praia Clube.  Fawcett foi eleita a melhora jogadora em quadra e ficou com o troféu Viva Vôlei. 
O Praia terá como adversário nas semifinais o vencedor da série entre o Sesi-SP e Sesc-RJ.  Na primeira partida, em Bauru, o time paulista surpreendeu e derrou a equipe de Bernardinho por 3 sets 1. Agora, o time carioca terá vencer para provocar a terceira e decisiva partida dos playoffs.
 
Mais um clássico paulista
Osasco e Barueri
A segunda rodada das quartas de final será encerrada nesta sexta-feira, 22/03. No Ginásio José Liberatti, em Osasco, aconcerá mais um clássico paulista entre as equipes do Osasco Audax e Hinode Barueri. No jogo de ida, em Barueri, as meninas comandadas por José Roberto Guimarães levaram a melhor e venceram as osasquenses num disputadíssimo jogo por 3 sets a 2. E nesta noite não será diferente. O Osasco, de Luizomar de Moura, terá que vencer para provocar o terceiro jogo, que se for necessário, será realizado novamente em Barueri.
 
Cariocas e paulistas
Sesi e Sesc
 
Já no Ginásio do Tijuca, às 21h30, vai aconecer a segunda partida entre o Sesc-Rio e o Sesi-SP. No primeiro jogo, em Bauru, o time de Bernardinho foi supreendido pela boa equipe do Sesi, que venceu o duelo por 3 sets a 1. Agora, para se classificara, a equipe carioca terá que vencer o segundo. Caso isso aconteça, a terceira e decisiva partida será realizada também no Rio de Janeiro. (Renato Ferreira)
Published in Esporte

Fase dos playoffs terá mais uma disputa sensacional entre o Osasco Audax e o Hinode Barueri.

A fase de classificação da Superliga Feminina de Vôlei 2018/19 terminou na sexta-feira, 15/03 e a etapa de playoffs já começa nesta segunda-feira, 18. E nesta primeira fase, os times de Minas Gerais - Minas Tênis Clube e o Praia Clube - deram as cartas. As meninas de Belo Horizonte perderam apenas duas partidas e terminaram em primeiro, enquanto que as mineiras de Uberlândia ficaram em segundo lugar.  Vale destacar  que a partir desta desta fase, as partidas serão disputadas em série melhor de três jogos, no sistema mata-mata.

Minas Tênis V feminino
O Minas Tênis Clube perdeu apenas duas partidas e terminou em primeiro lugar na fase de classificação
 O primeiro jogo das quartas-de finais será entre Itambé Minas e Curitiba Vôlei. As duas equipes jogam a partir das 19h, em Curitiba. Melhor classificado na primeira, o time mineiro é o grande favorito para conquistar o título desta temporda. Enquanto isso, a equipe paranaese aparece como sensação da Superliga. O time de Curitiba conseguiu a vaga nos playoffs, na primeira vez que disputa o torneio principal do vôlei brasileiro.
Praia Clube
As meninas do Praia Clube, de Uberlândia, ficaram em segundo lugar na primeira fase
A segunda partida das quartas de final, será entre o Dentil Praia Clube, que recebe em Uberlândia o time do Fluminense, às 21h30. O atual campeão da Superliga Feminina fez também uma excelente campanha. Enquanto o Fluminense, depois um bom início de no campeonato caiu na tabela e terminou a primeira fase na sétima posição.

Osasco X Barueri

Osasco e Barueri

Hinode Barueri (4º colocado), enfrentará o Osasco Audax (5º) em mais um sensacional confronto paulista nos playoffs

Na terça-feira, 19, acontecerão mais dois jogos da primeira rodada dos playoffs. Em Barueri, o Hinode (4º colocado) enfrenta o Osasco-Audax (5º), às 19h, em mais um confronto no clássico paulista. O confronto é a reedição das quartas de finais da Copa Brasil, quando a equipe de Camila Brait e companhia levou a melhor. A partida também marca o encontro das duas melhores atacantes da Superliga. De um lado a polonesa Skowronka, do Hinode, e do outro a norte-americana Hooker, do Osasco Audax.

E no encerramento dos jogos da primeira rodada, o Sesi Vôlei Bauru (6º) recebe no interior de São Paulo o Sesc-RJ (3º). A partida será mais uma reedição das quartas da Copa Brasil. Na ocasião,  quem levou a  melhor foi o time paulista. Agora, paulistas e cariocas prometem uma partida equilibrada. O confronto está marcado para às 21h30.

Segunda rodada

A segunda rodada das quartas de final será disputada entre os dias 21 e 22 de março e a terceira, se for necessária, em caso de empate nos dois primeiros jogos, será disputadas nos dias 25 e 26 de março.
Confira a tabela completa:
Primeira rodada
18.03 – Curitiba Vôlei (PR) x Minas (MG), às 19h, no ginásio da Univ. Positivo, em Curitiba (PR)
18.03 – Praia Clube (MG) x Fluminense (RJ), às 21h30, no Praia Clube, em Uberlândia (MG)
19.03 – Barueri (SP) x Osasco (SP), às 19h, no José Correa, em Barueri (SP)
19.03 – Bauru (SP) x Sesc/RJ, às 21h30, no Panela de Pressão, em Bauru (SP)
Segunda rodada
21.03 – Minas (MG) x Curitiba Vôlei (PR), às 19h, na Arena Minas, em Belo Horizonte (MG)
21.03 – Fluminense (RJ) x Praia Clube (MG), às 21h30, no ginásio do Hebraica, no Rio de Janeiro (RJ)
22.03 – Osasco (SP) x Barueri (SP), às 19h, no José Liberatti, em Osasco (SP)
22.03 – Sesc/RJ x Bauru, às 21h30, no Tijuca, no Rio de Janeiro (RJ)
Terceira rodada (SE NECESSÁRIO)
25.03 – Minas (MG) x Curitiba Vôlei (PR), às 19h, na Arena Minas, em Belo Horizonte (MG)
25.03 – Praia Clube (MG) x Fluminense (RJ), às 21h30, no ginásio do Praia, em Uberlândia (MG)
26.03 – Barueri (SP) x Osasco (SP), às 19h, no José Correa, em Barueri (SP)
26.03 – Sesc/RJ x Bauru (SP), às 21h30, no Tijuca, no Rio de Janeiro (RJ)
Published in Esporte

Brasileiras vencem por 3 a 2 e estão na final. O time de Belo Horizonte vai disputar o título contra o Istambul que derrotou o Praia Clube

 

O Minas está jogando muito na primeira semifinal do Mundial de Vôlei, na manhã deste sábado, na China.

As mineiras perderam o primeiro set para o timaço Eczacibasi, da Turquia, mas, se reabilitaram no segundo e venceram por 26 a 24 depois de estarem perdendo por 24 a 19.

No terceiro set houve um atropelo do time de Belo Horizonte, que venceu por 25 a 14.

Minas 2

Agora, vence o quarto set por 8 a 6 e pode se classificar para a final.

Daqui a pouco o Praia Clube fas a outra semifinal contra o Istambul, também da Turquia.

Atualizado às 9h30

Minas vence por 3 a 2 e está na final

Após perder o quarto set por 25 a 23, o Minas TC venceu o quinto set por 15 a 12.

Agora as mineiras esperam o segundo jogo das semifinais entre o Praia Clube e Istambul. E o Mundial de Clube poder ter uma final entre os dois clubes de Minas Gerais.

O Praia Clube jogou muito bem, mas, foi derrotado por 3 sets a 1. O Istambul, sob o comando do brasileiro Marco Aurélio Mota, vai fazer a final contra o Minas Tênis Clube. (Renato Ferreira)

Atualizado no domingo, dia 11 às 14h

Minas perde e é vice campeão mundial

O time mineiro fez uma excelente campanha na competição e ficou com o vice campeonato mundial, depois de perder para o Istambul por 3 a 0, com parciais de (25/23, 25/21 e 25/19), em Shaoxing, na China. Parabéns ao Minas Tênis Clube!

Published in Esporte
Página 1 de 2

Quem somos

Notícias & Opinião é um site de notícias gerais editado pela Empresa Jornalística Notícias de Paz Ltda - EPP, a partir da Capital e região Oeste da Grande São Paulo.

Como o próprio nome diz, aqui você vai encontrar notícias, entrevistas, artigos, crônicas e opinião sobre política, economia, educação, cultura e esporte, dentre outros temas do nosso dia-a-dia.