Quinta, 15 Novembro 2018 | Login

 

Terminou com total êxito, nesta terça-feira, 10/07, a operação de resgate de um grupo de garotos em uma caverna no norte da Tailândia. Equipes de resgate retiraram da gruta os quatro meninos restantes e seu treinador, em meio às chuvas, que recomeçaram e pressionaram as autoridades a terminar a operação  ainda nesta terça. "Todos os 12 meninos de uma equipe de futebol juvenil e o treinador deles foram resgatados", afirmou a Marinha tailandesa.


Um médico e três mergulhadores da Marinha tailandesa, que estão ao lado do grupo desde que ele foi encontrado, no início da semana passada, também deverão sair nesta terça-feira.

Resgate na caverna 2

A operação correu contra o tempo, em meio à chuva. "Esperamos que as condições se mantenham favoráveis", disse o chefe da missão de resgate, Narongsak Osottanakorn, no início da manhã.

Oito meninos foram resgatados nos primeiros dois dias, no domingo e segunda-feira. Segundo os médicos da operação, eles estão, "de um modo geral", com boa saúde e disposição. Há dois casos de  suspeita de uma infecção pulmonar. Os meninos e o treinador deverão ficar internados por no mínimo sete dias. Para evitar que eles contraiam qualquer tipo de doença, os garotos ficarão isolados por alguns dias.

O grupo de 13 pessoas da equipe de futebol juvenil "Javalis Selvagens), formada por 12 meninos e o treinador,  estava retido na caverna desde o dia 23 de junho. Mais de 20 especialistas internacionais formara a equipe de resgate.

A missão final ocorre num dia de fortes chuvas, que serão um "desafio maior", apesar de os níveis de águas que inundam parte da caverna continuarem estáveis.

Resgate na caverna 3

Surpreendidos por chuvas monçônicas, os meninos, com idade entre 11 e 16 anos, ficaram presos na caverna no último dia 23 de junho, durante uma excursão ao local guiada por seu técnico de futebol, de 25 anos. Eles foram encontrados na segunda-feira da semana passada, após dias de intensas buscas das quais participaram mais de 1.300 pessoas.

Infelizmente, durante as buscas, na semana passada, um ex-marinheiro da Tailândia morreu numa das tarefas que realizava durante a preparação das operações de resgate.(Fonte: Terra)

Published in Geral
 
Durante o segundo dia de resgate, nesta segunda-feira, 09/07, os mergulhadores resgataram o oitavo garoto de uma caverna inundada na Tailândia, segundo informações das autoridades militares do país. Os meninos, membros de um time de futebol juvenil, estavam presos no local há duas semanas. Restam ainda mais quatro crianças no interior da caverna, além do técnico da equipe, mas a operação foi dada como encerrada por hoje.
Depois de serem retirados da caverna, os meninos foram levados de ambulância até o hospital de Chiang Rai. Lá, ees ficarão isolados de seus familiares para a realização de exames. O isolamento visa também evitar o risco de contraíram alguma doença.
As autoridades tailandesas estão se apressando para resgatar as crianças - que têm de 11 a 16 anos - e seu treinador devido às chuvas de monções que são fortes na região nesta época do ano. Desde que souberam do paradeiro dos meninos,técnicos têm bombeado água para fora da caverna. Segundo eles, a forte chuva que caiu de madrugada não elevou o nível de água do complexo de cavernas.
Os garotos e seu técnico foram explorar o local no dia 23 de junho, após o treino de futebol, e foram surpreendidos por uma chuva que inundou o local. As equipes de buscas levaram 10 dias para localizar o grupo, que se abrigou numa parte seca do complexo da caverna.
O caso tomou proporções internacionais e a Tailândia tem recebido ajudas oficiais e de voluntários de diversos países. O governo dos Estados Unidos, como também países da Europa e da Ásia enviaram técnicos para ajudar no resgate. Na missão de ontem, participaram 13 mergulhadores estrangeiros e cinco membros da Marinha tailandesa. Na noite de quinta-feira, um ex-mergulhador tailandês morreu enquanto trabalhava como voluntário nas tarefas de resgate colocando cilindros de oxigênio ao longo da rota utilizada para chegar às crianças. (Fonte: Estado de Minas e Associated Press)
Published in Geral

Prazo para resgatar garotos em caverna é de no máximo quatro dias, segundo autoridades tailandesas 

 

Segundo a metereologia, as chuvas tendem somente a aumentar no complexo de cavernas, onde 12 meninos de um time de futebol e o seu técnico estão há 16 dias, no norte da Tailândia. E o risco das chuvas alagarem também o local onde eles eles estão, além do ar tóxico devido ao dióxido de carbono, tem pressionado as autoridades a agir com rapidez na operação de salvamento.

Segundo o governo e demais autoridades tailandesas, o prazo para o resgate do grupo está se esgotando.

Conforme informou o jornal inglês The Guardian, o governo local estima ter entre três e quatro dias para retirar o grupo. Para as autoridades, o principal motivo de apressar os planos é a previsão de mais chuva para a região, o que poderia elevar ainda mais o nível de água e dificultar a resgate.

Além disso, o dióxido de carbono produzido pelas centenas de trabalhadores que tentam retirar os estudantes do local é outro fator que põe em risco a operação.

"Não importa quanto oxigênio nós tenhamos, não podemos sobreviver [com alto nível de dióxido de carbono] porque nosso sangue ficará tóxico", disse o governador da província de Chiang Rai, Narongsak Osatanakorn, neste sábado, 07/07.

O governador acrescentou que os próximos três dias são "os mais favoráveis". "Se nós esperarmos muito mais, não sabemos quanto de chuva virá", ressaltou.

Segundo informou a rede de TV norte-americana ABC, na sexta-feira, 06/07,  já existe um plano para que o resgate seja feito ainda neste fim de semana. Porém, isso ainda dependia da aprovação das autoridades do país.

Osatanakorn afirmou que na sexta-feira o nível de oxigênio na parte da caverna onde está o grupo havia caído para 15% — abaixo do recomendável, que é 21%. Ele alertou que abaixo de 12% "o corpo começa a desacelerar e as pessoas ficam inconscientes". (Fonte: R7)

Published in Geral

Quem somos

Notícias & Opinião é um site de notícias gerais editado pela Empresa Jornalística Notícias de Paz Ltda - EPP, a partir da Capital e região Oeste da Grande São Paulo.

Como o próprio nome diz, aqui você vai encontrar notícias, entrevistas, artigos, crônicas e opinião sobre política, economia, educação, cultura e esporte, dentre outros temas do nosso dia-a-dia.