Segunda, 24 Junho 2019 | Login
Mulheres de Osasco e região se unem contra o feminicídio

Mulheres de Osasco e região se unem contra o feminicídio Featured

Audiência Pública debate ações de enfrentamento à violência contra a mulher.

 

Em Audiência Pública realizada na noite de quarta-feira 27/03, na Câmara Municipal de Osasco, lideranças políticas, autoridades e representantes da sociedade civil discutiram o tema “Enfrentamento da Violência contra a Mulher”. O encontro, proposto pela Comissão de Políticas Afirmativas de Raça e Gênero, foi marcado por grande participação popular e depoimentos de vítimas de violência doméstica, que defendem a união entre as mulheres para barrar esses atos.

As palestrantes da noite foram a representante da Polícia Militar Unidade CPA M8 – Região Oeste, Major Eunice Rosa Godinho, e Diretora do Sindmetal de Osasco e Região, Mônica Velloso. Além delas, usaram a tribuna lideranças políticas e representantes de coletivos ligados à luta pelos direitos das mulheres.

A bancada feminina da Câmara, composta pelas vereadoras Ana Paula Rossi (PR), Dra. Régia (PDT) e Lúcia da Saúde (DC) participou ativamente do evento, que também contou com a presença das vereadoras Professora Cida Carlos (PT), de Carapicuíba, e Nelci Santos (SD), de Santana de Parnaíba. As parlamentares estão unindo forças para criar uma grande frente nas cidades da região Oeste para ampliar o trabalho em favor das mulheres.

Violência doméstica

Ao usar a tribuna, a Major Eunice Godinho deixou claro que a violência doméstica atinge várias formas e atinge diversas classes sociais. Ela defendeu a prevenção primária como solução para o problema da violência. “Os policiais não patrulham os corredores de uma casa”, alertou.

Mônica Veloso lembrou que a violência ainda está atrelada ao machismo e ao modelo patriarcal de sociedade vigente no Brasil. Além disso, os equipamentos oferecidos pelo poder público ainda deixam a desejar, como é o caso das Delegacias de Defesa da Mulher (DDM), que não funcionam à noite nem nos fins de semana – períodos em que são mais frequentes os casos de violência a violência contra a mulher.

A representante da Associação das Travestis e Transexuais de Osasco (ATTO), Alessandra de Souza, lamentou as mortes de mulheres, transexuais e travestis. “O Brasil é o país que mais mata travestis, transexuais e lésbicas. A gente tem que ter políticas públicas para sair dessa estatística, lamentou.

Vítimas não se calam

O momento mais marcante da Audiência foi a participação de mulheres que foram vítimas de atos de violência praticados por seus parceiros.

A funcionária pública Andréia de Azevedo Pires foi esfaqueada em dezembro do ano passado e quase foi morta pelo ex-marido, que não aceitou a separação. Após os ataques, ela enfrentou problemas emocionais, mas seguiu firme no propósito da separação e fez questão de usar a tribuna para encorajar mais mulheres a não continuarem caladas.

“É preciso aprender a ler as entrelinhas do relacionamento para sair na hora certa. Quando aprendi, paguei o preço por dizer não e espero que todas as mulheres que sofrem tenham essa mesma coragem”, disse.

A pedagoga Danielle Brandão relatou as agressões que sofreu há 10 anos, quando estava grávida, e que perduraram por cinco anos, até ela conseguir ter coragem para denunciar. A vítima relatou preconceito dentro da delegacia de polícia quando foi registrar os boletins de ocorrência. Mesmo diante das dificuldades, ela não desistiu e hoje tem uma nova vida. Casou de novo e constituiu família. “Vim aqui porque a gente não pode se calar e a minha história vai servir para muitas mulheres que sofrem violência”.

Demandas

A Vereadora Dra. Régia, que presidiu a Audiência, acredita que ainda há muito a fazer, mas que os primeiros passos já foram dados com a união entre vereadoras das cidades da região Oeste. “A gente precisa, além das Delegacias das Mulheres trabalhando 24 horas e dos Centros de Referência, de acolhimento, porque a mulher que é agredida depende emocional, familiar ou financeiramente dessa relação”, defendeu.

A Vereadora Lúcia da Saúde propôs a realização de um Fórum de Mulheres em continuidade às ações que já foram promovidas para discutir os direitos da mulher, desde o início do ano. “Esta audiência foi feita para ser a voz de cada uma das mulheres que estão aqui. Esse trabalho pretende fortalecer essa luta e nossa Casa está aberta para vocês”.

Já a Vereadora Ana Paula Rossi lembrou que as mudanças estruturais que implicariam na diminuição da violência acontecem devagar e que questões comportamentais contribuem para agravar o problema. “O que tem que prevalecer nas nossas relações, em geral, é o respeito, que a gente percebe que as pessoas perderam, e também o amor, que esfriou”, lamentou. (Comunicação/CMO)

000

About Author

Related items

  • EMOÇÃO E HISTÓRIA: Espetáculo "A Infância: Promessa de Mãe!" emociona plateia no Glória Giglio

    Não perca nesta quinta-feira, às 19h, mais uma apresentação deste emocionante espetáculo no Teatro Municipal de Osasco.

     

    "A peça é intrigante, a história da Martha Zelaya e seu filho Erick é pano de fundo para algo muito maior. Rever nossos conceitos, questionar crenças e valores que tínhamos como absolutos realmente mexem com quem sonha em fazer a diferença na sociedade de hoje". Assim, expressou, emocionada, a nossa colega jornalista, Simone de Carvalho, nesta quarta-feira ainda no hall do Teatro Glória Giglio, onde acabara de assistir à peça que conta a história real da imigrante boliviana, Matha Zelaya e de seu filho Erik.

    Teatro Municipal de Osasco atores e convidados

    E a análise da Simone, que trabalha no seu dia a dia com a temática da mulher vítima de agressão, é uma síntese perfeita do espetáculo, dirigido por João Junior e Juão Nyn, apresentado pelo grupo de atores e músicos do Coletivo Estopô Balaio.

    Teatro Municipal de Osasco Gu e convidados

    É um espetáculo que leva você a refletir não somente sobre a luta de uma imigrante boliviana, mas, também sobre todo o contexto histótico, político, econômico e social da América Latina.

    Osasco foi a primeira cidade a receber o espetáculo, com duas apresentações - quarta, 18, e quinta-feira, 19/06. Até julho, eles vão se apresentar ainda em outras cidades paulistas, como Guarulhos, Campinas, Indaiatuba e também na Capital.

    Teatro Municipal de Osasco Gu capa

    O espetáculo é gratuito. (Renato Ferreira)

  • OSASCO: Prefeitura revitaliza Praça Dicran Echrefian em Presidente Altino
     
    O último sábado, 15/06, foi um dia de festa para os moradores do tradicional Bairro de Presidente Altino em Ossasco. Com a presença de, aproximadamente 250 pessoas, entre adultos e crianças -, o prefeito Rogério Lins entregou as obras de revitalização da Praça Dicran Echrefian, no centro do Bairro. O espaço passou por ampla reforma e recebeu novo paisagismo, piso intertravado, iluminação de Led, playground, equipamentos para atividades físicas ao ar livre, espaço Pet, lixeiras e novos bancos.
    Além do prefeito e da primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade, Aline Lins, compareceram ao ato a vice-prefeita Ana Maria Rossi, secretários municipais, adjuntos, o presidente da Câmara, Ribamar Silva, demais vereadores da base de sustentação do governo, o presidente da comunidade armênia que mora no bairro, Ronaldo Vasilian, e representantes da Associação de Moradores de Presidente Altino (Amaltino).
    Praça de P Altino placa
    Rogério Lins parabenizou os moradores pelo empenho junto à administração para a obtenção da reforma. “É com os esforços de todos que construiremos uma cidade cada vez melhor. É uma conquista dos moradores. Passei dias desses aqui e vi que as famílias e os jovens voltaram a frequentar o espaço. Tem de ser mantido esse sentimento de pertencimento, porque quando a família ocupa não há espaço para a prática de coisas ruins”.
    Os moradores aprovaram as reformas. “A praça estava muito abandonado. Há uns 15 anos esperávamos por essa revitalização. Agora, com a troca da iluminação o local ficou bem mais agradável à noite. Traz uma sensação maior de segurança. As pessoas até voltaram a frequentar”, relatou Márcia Jampietro. “É bom ver que agora a prefeitura está olhando mais para o bairro. A criação do espaço Pet foi boa porque agora dá para trazermos nossos animais. Só que os moradores precisam ajudar a preservar e recolher a sujeira dos animais, para que tenhamos sempre um ambiente limpo”, completou Mara Gudjencian.
    Antes da cerimônia, o prefeito acompanhou as finais da Copa Serel sub-7 (Vem que Tem x São Paulo) e sub-11 (São Paulo x Rubro Negro Osasco), no campo do Seno, no Novo Osasco. Também visitou o campo do Estrela Futebol Clube, no Jardim Belmonte. A direção do clube, fundado em 1962, reivindica a permissão do uso do espaço. (Texto: Marco Borba - Imagens: Leandro Palmeira - Secom)
  • OSASCO: Zona Norte receberá Hospital da Criança, anuncia Rogério Lins

    Nesta quarta-feira, 12/06, o prefeito de Osasco, Rogério Lins, anunciou que em breve Osasco contará com uma unidade do Hospital da Criança. O prédio terá três andares, 40 leitos de internação e dez de UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

    Rogério Lins

    Rogério Lins, Prefeito de Osasco

    “Já temos os recursos e o projeto está em fase final de elaboração. Em seguida será aberto o processo licitatório. O hospital terá todas as especialidades e infraestrutura necessárias para atender nossas crianças. Há anos nossa população reivindicava um hospital infantil. Agora estamos perto de tornar esse sonho realidade”, disse o chefe do Executivo osasquense, durante a visita ao local que sediará a unidade hospitalar.

    O Hospital da Criança de Osasco será construído na Avenida Presidente Getúlio Vargas, próximo à Policlínica da zona Norte, no Jardim Piratininga. (Texto:Marco Borba - Imagem: Jean Bueno/Secom)

Quem somos

Notícias & Opinião é um site de notícias gerais editado pela Empresa Jornalística Notícias de Paz Ltda - EPP, a partir da Capital e região Oeste da Grande São Paulo.

Como o próprio nome diz, aqui você vai encontrar notícias, entrevistas, artigos, crônicas e opinião sobre política, economia, educação, cultura e esporte, dentre outros temas do nosso dia-a-dia.