Sexta, 19 Abril 2019 | Login
TRAGICÔMICO! Prefeitura constrói calçadas para deficientes visuais e deixa postes no meio do caminho

TRAGICÔMICO! Prefeitura constrói calçadas para deficientes visuais e deixa postes no meio do caminho Featured

 
Por incompetência, negligência e má gestão, infelizmente, os brasileiros sofrem com péssimos serviços públicos oferecidos por muitas prefeituras Brasil afora. Fruto das trocas de partidos no comando do Executivo, uma vez que com as regras atuais e sem concursos públicos, sempre quando muda o comando o novo prefeito troca a maioria dos funcionários comissionados do sucessor, substituindo pelos seus apoiadores.
Mas, como pode uma obra pública que necessita de licitação e de estudos de engenharia ser construída com total descaso e desrespeito ao cidadão, como essa calçada na cidade de Gurupi, em Tocantins?
A calçada é nova. Foi construída em novembro de 2018 e custou R$ 3 milhões aos cofres públicos. De acordo com as novas diretrizes para uma boa política de mobilidade urbana, a prefeitura até que pensou em atender aos deficientes visuais. Parabéns pela intenção, mas, nota zero para o resultado.
No planejamento da obra constava a colocação de piso tátil para beneficiar os deficientes visuais, como foi executado. Só que ao caminhar por esse piso especial, o deficiente acaba dando de cara com postes no meio da calçada, justamente sobre o piso tátil.
Em nota, a Prefeitura de Gurupi informou que o Departamento de Posturas notificou a Energisa para realinhar os postes, mas que a empresa não conseguiu realinhá-los no período contratual da obra. A nota diz ainda que é responsabilidade da Energisa retirar os postes do local. (Renato Ferreira - Fonte: TV Anhanguera e G1 Tocantins)
TRAGICÔMICO é uma publicação de Notícias & Opinião todas às quartas-feiras. Veja outros casos já publicados, acessando o site - www.noticiaseopiniao - e buscar a palavra tragicômico.

 
000

About Author

Related items

  • OSASCO: Fundo Social entrega mais de 10 mil ovos de Páscoa para crianças

     

    A Prefeitura de Osasco, por meio do Fundo Social de Solidariedade, entregou entre os dias 10 e 17/04 mais de 10 mil ovos de chocolate para 82 instituições atendidas pelo órgão.

    Osasco ovos de Pascoa Aline Lins capa

    Aline Lins, primeira-dama de Osasco e presidente do Fundo Social de Solidariedade

    A ação foi comandada pela primeira-dama e presidente do Fundo Social, Aline Lins, que, com sua equipe esteve em diversos bairros do município fazendo as entregas.

    Em clima de alegria e descontração, a criançada comemorou antecipadamente a chegada da festa com o personagem caracterizado pelo coelhinho.

    238 Ana Paula Andrade FSS 4

    A distribuição dos ovos de chocolates é uma ação social realizada anualmente pela administração pública na semana que antecede a Páscoa, que neste 2019 será comemorada no domingo, 21 de abril. (Texto: Olga Liotta - Imagens: Ana Paula Andrade - Secom/PMO)

  • ADMINISTRAÇÃO: Prefeitura lança plataforma Participa Osasco
    A Prefeitura de Osasco, por meio da Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag), lançou na sexta-feira, 12/04, a Plataforma de Participação Social “Participa Osasco”, onde a população poderá contribuir sobre diversos temas dos eixos estratégicos do Plano Plurianual – PPA.
    O primeiro tema em discussão na plataforma é a proposta de Lei de Diretrizes Orçamentárias 2020 (LDO), que estará aberta para a participação popular até 12/5.
    Após as contribuições online, a prefeitura realizará uma audiência pública no dia 22/05, às 18h30, na Sala Luiz Roberto Claudino da Silva, (antiga Sala Osasco), anexa ao Paço Municipal.
    A Lei de Diretrizes Orçamentária é uma peça de planejamento que liga o planejamento estratégico do PPA e o orçamento, através da Lei Orçamentária Anual (LOA). Essa ligação estabelece quais serão as prioridades para o próximo ano, que envolvem metas físicas da administração pública, que compreendem as entregas de equipamentos públicos; bem como as metas fiscais, que envolvem orçamentos, receitas e despesas, e possíveis alterações na legislação tributária.
    Através do site “Participa Osasco” www.participa.osasco.sp.gov.br, o munícipe poderá manifestar quais ações considera importante para cada um dos eixos do Plano Plurianual.
    A plataforma é uma iniciativa da Secretaria de Planejamento e Gestão, e conta com mais de 10 profissionais envolvidos nos projetos de lei que o Poder Executivo elabora e oos quais são apreciados e votados pela Câmara Municipal.
    O cidadão tem a oportunidade de contribui com este planejamento e pensar (em conjunto) o melhor para a cidade.
    Ao longo do ano serão disponibilizados outros temas para participação popular. Conheça e participe!
    Mais informações podem ser obtidas através do site http://seplag.osasco.sp.gov.br. (Secom/PMO)
  • OSASCO: Prefeito Lins aciona Ministério Público para resolver pendência do Miguel Costa
    O imbróglio com o Exército impede a entrada de veículos no novo Conjunto Habitacional que já está pronto e vai atender 960 famílias.
    O prefeito de Osasco, Rogério Lins, se reuniu na noite de segunda-feira, 08/04, com futuros moradores do Conjunto Miguel Costa, em Quitaúna, para comunicar as primeiras tratativas que a Administração teve com o Ministério Público Federal, horas antes, na tentativa de resolver o imbróglio que impede a entrada de pessoas e veículos ao empreendimento. Esse acesso seria feito por uma passagem de nível sobre a linha da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), ou por uma via aberta pela Prefeitura, paralela à linha, e que o Exército também barrou alegando medidas de segurança e que a área pertence à União.
    Segundo Lins, a Prefeitura procurou o Ministério Público Federal para tratar a questão e assim evitar a judicialização, o que poderia postergar ainda mais a entrega das 960 unidades, que já estão prontas e cujas 380 primeiras unidades deveriam ter sido entregues em dezembro passado.
    Rogério Lins Miguel Costa Ítalo Cardoso 640x427
    No encontro com o MPF foram apresentadas quatro alternativas provisórias até que ocorra a construção de um viaduto sobre a linha do trem ligando a Avenida dos Autonomistas ao empreendimento, ainda sem previsão para início de obras e que deverá levar 18 meses para a conclusão, ao custo aproximado de R$ 18 milhões.
    Das quatro alternativas provisórias apresentadas ao Ministério Público e que tanto CPTM quanto Exército não concordam, duas são as acima citadas. Uma terceira seria o acesso restrito apenas a veículos de serviços essenciais, como ambulância, entrega de gás e transporte escolar, também rejeitada, e a quarta sugerida: a construção de um bolsão de estacionamento ao lado de uma padaria, situada nas proximidades da entrada principal do quartel de Quitaúna.
    Assim, os moradores que têm carro poderiam deixar o veículo no local e a Prefeitura cederia ônibus 24 horas gratuitamente para o transporte dos moradores (com passagem sobre a linha da CPTM) até o interior do empreendimento.
    “Nas três alternativas não houve concordância. Essa quarta opção surgiu quase no fim da reunião. Vamos ver se a construção desse bolsão é viável e se na próxima reunião com o promotor, na próxima seguda-feira, há a concordância da CPTM e do Exército. Nossa intenção é resolver isso de forma amigável para evitar a judicialização. Mas, se não houver acordo, não teremos outra alternativa”, disse o chefe do Executivo.
    Construído em parceria entre a prefeitura e o governo federal, por meio do Programa Minha Casa Minha Vida (PAC2), o conjunto habitacional abrigará famílias do próprio Miguel Costa, do Jardim Santa Rita, e do Jardim Rochdale.
    Participaram da reunião com o prefeito os secretários Lau Alencar (Serviços e Obras), Cláudio Monteiro (Habitação e Desenvolvimento Urbano), Sérgio Di Nizzo (Governo), Ivo Gobatto Júnior (Assuntos Jurídicos), conselheiros, administradores e futuros síndicos do empreendimento. (Texto: Marco Borba - Imagens: Ítalo Cardoso/Secom)

Quem somos

Notícias & Opinião é um site de notícias gerais editado pela Empresa Jornalística Notícias de Paz Ltda - EPP, a partir da Capital e região Oeste da Grande São Paulo.

Como o próprio nome diz, aqui você vai encontrar notícias, entrevistas, artigos, crônicas e opinião sobre política, economia, educação, cultura e esporte, dentre outros temas do nosso dia-a-dia.