Quarta, 20 Fevereiro 2019 | Login
ACIDENTE: Avião de pequeno porte cai sobre casas em SP, deixa 2 mortos e 12 feridos

ACIDENTE: Avião de pequeno porte cai sobre casas em SP, deixa 2 mortos e 12 feridos Featured

Queda da aeronave ocorreu perto do Aeroporto Campo de Marte, em região residencial. Houve ao menos duas mortes e 12 feridos.
Uma aeronave caiu na tarde desta sexta-feira, 30/11, na região de Santana, Zona Norte de São Paulo. O acidente causou a morte de duas pessoas - piloto e copiloto - segundo o Corpo de Bombeiros. Houve também 12 pessoas feridas..
O avião é um monomotor Cessna C-210, prefixo PR-JEE, não tem caixa-preta e é um dos modelos que mais se acidentam no Brasil. A aeronave caiu na rua Antonio Nascimento Moura, área residencial perto do Aeroporto Campo de Marte, após decolar em direção a Jundiaí. O Campo de Marte opera voos executivos e precisou ficar fechado logo após o acidente.
 aviao cai em sao paulo 2
Além das casas, veículos que estavam na rua onde a aeronave caiu também foram atingidos. O fogo chegou a se alastrar pelo asfato, após vazar combustível pela rua.
O chamado para o resgate foi recebido às 15h58. Informações preliminares indicavam que parte dos feridos que estavam sendo atendidos teve queimaduras leves.
Duas mortes
De acordo com o tenente André Elias, do Corpo de Bombeiros, por volta de 17h não havia ainda informações sobre quantas pessoas estavam na aeronave, mas os dois corpos foram retirados dos destroços.
Das outras 12 vítimas, seis eram pessoas que estavam na rua e foram atingidas por objetos ou destroços do avião no momento da queda. Os outros feridos eram moradores que estavam dentro das casas atingidas
"As vítimas [feridos] foram socorridas conscientes, orientadas, saíram andando das casas. Infelizmente, dois corpos foram retirados da aeronave", afirmou o tenente dos bombeiros.
Os dois mortos nesse acidente aéreo são Guilherme Murback e Leonardo Yamamura. Eles eram piloto e copiloto da aeronave. A mãe de um deles chegou a passar mal e foi socorrida no local, ao receber a notícia.
Casas e carros atingidos
Queda de avião
 Ao menos três casas foram atingidas, sendo uma delas um sobrado. Houve fogo no local e foram enviadas 16 viaturas e 56 bombeiros para o resgate.
 A fumaça podia ser vista de longe, mas por volta de 16h20 o fogo já estava parcialmente controlado. A área atingida foi isolada, e os bombeiros encerraram os trabalhos de busca por vítimas por volta de 18h15.
 Ainda nesta sexta-feira, investigadores do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), iniciaram o processo de investigação do acidente, em busca da coleta de dados por meio da fotografia de cenas, retiradas de partes da aeronave para análise, coleta de documentos e oitiva de testemunhas. A investigação tem como objetivo evitar novos acidentes do tipo.
Outros acidentes
Este foi o quarto acidente envolvendo aeronaves registrado na região do Campo de Marte nos últimos onze anos.
Em julho, um bimotor caiu durante o pouso e explodiu assim que bateu na pista. O voo havia decolado da cidade catarinense de Videira, com seis passageiros e um tripulante. O piloto da aeronave morreu no acidente e outras seis pessoas ficaram feridas.(Renato Ferreira com informações do G1 e JOvem Pan)
000

About Author

Related items

  • POLÍTICA: Bolsonaro recebe alta e deixa hospital em São Paulo
     
    Nesta quarta-feira, 13/02, o presidente Jair Bolsonaro recebeu alta médica e deixou o Hospital Albert Einstein, na capital paulista, às 12h20. Cerca de dez carros, acompanhados de batedores da Polícia do Exército e carros da Rota fizeram a segurança do presidente. Um helicóptero da Polícia Militar também auxiliou na segurança. O presidente foi para o Aeroporto de Congonhas de onde seguiu para Brasília, na companhia da primeira-dama, Michele Bolsonaro.
    De acordo com o porta-voz da Presidência, Otávio do Rêgo Barros, na Capital Federal o presidente deve ir direto para o Palácio da Alvorada e não há previsão de compromissos hoje à tarde.
    Estável
    Segundo o último boletim médico, de hoje (13), "ele recebeu alta com o quadro pulmonar normalizado, sem dor, afebril, com função intestinal restabelecida e dieta leve por via oral."
    Ele segue uma dieta leve e com suplemento nutricional. Bolsonaro estava internado desde o dia 27 de janeiro, para a retirada da bolsa de colostomia e a reconstrução do trânsito intestinal.
    Após os 17 dias de internação, o presidente passará por um período de descanso e, lentamente, vai retomar os compromissos, de acordo com a autoavaliação de seu bem-estar, informou o porta-voz. Bolsonaro será acompanhado pela equipe médica da Presidência, com enfermeiros e fisioterapeutas.
    O porta-voz Rêgo Barros ainda desmentiu boatos postados nas redes sociais sobre a incidência de câncer, infecção hospitalar e outras complicações que não sejam normais no tipo de cirurgia a que Bolsonaro foi submetido. (Com Agência Brasil)
  • RODOANEL: Lava Jato de SP pede mais de 80 anos de cadeia para Paulo Preto


    Segundo as investigações, Paulo Preto teria desviado R$ 7 milhões de obras do Rodoanel.

     

    O Ministério Público de São Paulo pediu à Justiça uma pena de mais de 80 anos de prisão para Paulo Vieira de Souza, (Paulo Preto), ex-diretor da Dersa (Desenvolvimento Rodoviário S/A), empresa responsável pelas rodovias do Estado. Ele é acusado de desviar R$ 7 milhões das obras do trecho sul do Rodoanel.

    O ex-diretor da Dersa é apontado pelo MP como líder do esquema e acusado pelos crimes de peculato (desvio de recursos públicos), inserção de dados falsos em sistema de informação e formação de quadrilha.

    Paulo Vieira de Souza e outras 4 pessoas são acusados no processo por irregularidades em obras do trecho sul do Rodoanel, do prolongamento da Avenida Jacu Pêssego e da Nova Marginal Tietê. As fraudes teriam sido cometidas de 2009 a 2011, durante os governos tucanos de José Serra e Geraldo Alckmin.

    Paulo Preto foi diretor da Dersa de 2005 e 2010. Segundo o MP, ele está envolvido nos 3 fatos criminosos descritos na denúncia e, portanto, cometeu cada 1 dos delitos de que é acusado por 3 vezes.

    Nas alegações finais, o MP também pediu a condenação de José Geraldo Casas Vilela, ex-chefe do departamento de assentamento da Dersa, e da filha de Souza, a psicanalista Tatiana Arana de Souza Cremonini.

    Preso duas vezes, solto por Gilmar Mendes
    Paulo Vieira de Souza foi preso e solto duas vezes em 2018. A 1ª prisão foi em 6 de abril, por ordem da Justiça Federal de São Paulo. Foi libertado por uma liminar (decisão provisória) do ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes em 11 de maio.

    O ex-diretor da Dersa foi preso novamente em 30 de maio por representar risco às investigações, em razão de suposta ameaça a testemunhas, segundo o MP. Foi solto no mesmo dia, novamente por Gilmar Mendes. (Portal Poder 360 - Foto: Geraldo Magela/Agência Senado)

  • PRESIDÊNCIA: Termina com êxito a cirurgia de Jair Bolsonaro

     

    Terminou com êxito por volta das 15h30 desta segunda-feira, 28/01, a cirurgia de retirada da bolsa de colostomia e reconstrução do trânsito intestinal do presidente Jair Bolsonaro, no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo. A informação foi dada pela assessoria de imprensa da Presidência da República.

    Um boletim médico sobre o procedimento cirúrgico será divulgado tão logo seja autorizado pela equipe médica. Dentro de poucos minutos, haverá entrevista coletiva à imprensa com o porta-voz da Presidência da República, general Rêgo Barros, no Hospital Albert Einstein.

    Bolsonaro deu entrada no hospital ontem (27) e a cirurgia começou logo de manhã.

    Atentado
    No dia 6 de setembro do ano passado, ao participar de um ato de campanha em Juiz de Fora, Minas Gerais, o então candidato à Presidência da República foi esfaqueado por Adélio Bispo de Oliveira. Com lesões nos intestinos delgado e grosso, Bolsonaro foi operado na Santa Casa de Misericórdia de Juiz de Fora e passou a usar uma bolsa de colostomia temporária. Transferido para São Paulo, ele foi novamente operado no dia 12 de setembro no Hospital Albert Einstein e ficou internado at éo dia 29, quando recebeu alta.

    Passadas 48 horas da cirurgia, Bolsonaro voltará ao trabalho, ainda no hospital, onde deve ficar 10 dias em recuperação. O hospital organizou um espaço para o presidente despachar. (Agência Brasil).

Quem somos

Notícias & Opinião é um site de notícias gerais editado pela Empresa Jornalística Notícias de Paz Ltda - EPP, a partir da Capital e região Oeste da Grande São Paulo.

Como o próprio nome diz, aqui você vai encontrar notícias, entrevistas, artigos, crônicas e opinião sobre política, economia, educação, cultura e esporte, dentre outros temas do nosso dia-a-dia.