Domingo, 24 Março 2019 | Login
Por Bolsonaro, PSL de Osasco cancela inauguração de Comitê

Por Bolsonaro, PSL de Osasco cancela inauguração de Comitê Featured

Conforme nota divulgada nesta sexta-feira, 07/09, o PSL de Osasco cancelou a inauguração do Comitê do partido na Zona Norte da cidade, em virtude do atentado sofrido por Jair Bolsonaro, candidato Presidência da República, quando ele participava de uma caminhada ao lado de uma multidão no Centro de Juiz de Fora, na tarde de terça-feira, 6.
A nota é assinada pelo médico, Dr. Alexandre Bussab, candidato a deputado Estadual.
"Nós estamos muito sensibilizados e somos solidários ao nosso amigo Jair Bolsonaro e, por isso, decidimos que vamos continuar nossa campanha com força, foco e fé, mas a festa do povo e a nossa ficará para o dia da vitória e independência do nosso Brasil. Dia em que o povo manifestará nas urnas o quanto está cansado dessa violência contra a família brasileira e tanta corrupção.
A mídia tem destacado o nosso candidato à Presidência do Brasil sendo esfaqueado, mas quantos casos como este acontecem todos os dias em nossas cidades? Famílias são destruídas pela violência instaurada nesse país.
Sou candidato porque acredito que podemos ser diferentes, e a minha trajetória de vida ressalta minha seriedade sobre assuntos importantes como esse. Conto com a compreensão de todos!
Informo que a partir de quarta-feira, dia 17, o comitê estará aberto para que nossos apoiadores retirem o material de campanha", afirma Bussab.
000

About Author

Related items

  • OSASCO: Vereadores vão a Brasília para agradecer destinação de emendas para a cidade
    O Município receberá R$ 2 milhões para a Infraestrutura e R$ 820 mil para a Saúde.
     
    Uma comitiva de vereadores esteve em Brasília nesta quarta-feira, 20/03, para se reunir com os deputados federais Gilberto Nascimento (PSC) e Antônio Bulhões (PRB). Os dois parlamentares destinaram para Osasco R$ 2,8 milhões em emendas do Orçamento federal de 2019.
    Participaram do encontro o presidente da Câmara Municipal de Osasco, Ribamar Silva (PRP) e os vereadores Daniel Matias (PRP) e Ricardo Silva (PRB). “Foi uma visita de agradecimento. Há muita disputa pelos recursos das emendas, por isso é importante prestigiar os deputados que destinaram sua cota para a nossa cidade”, afirmou Matias após o encontro.
    Desse total, R$ 2 milhões (R$ 1 milhão da cota de cada parlamentar) serão aplicados em ações de manutenção e melhoria da infraestrutura da cidade, como o recapeamento de ruas. Nascimento também destinou R$ 820 mil para o custeio dos serviços de assistência hospitalar e ambulatorial do município.
    “Hoje tivemos a confirmação de que a verba já está em fase final de liberação pelo Governo Federal”, declarou o Presidente da Câmara., Ribamar Silva.
    Economia
    Vereadores de Osasco em Brasília 2
     
    Na Capital Federal os vereadores também tiveram uma reunião com o deputado federal Marcos Pereira (PRB) e dois diretores da Associação Brasileira de Fomento ao Pescado (ABRAPES), David Veiga e Thamires Quinhões. David Veiga é proprietário de uma empresa em Osasco, a Damm Produtos Alimentícios, que comercializa pescados processados e in natura.
    Em sua conta no Instagram, Pereira disse que o encontro serviu para discutir temas relacionados à cadeia produtiva de pesca no Brasil.
    “Todo processo envolve importadores, exportadores, indústria, distribuidores, consumidores e comerciantes. Por isso, fomentar e desenvolver o consumo de pescado fortalece, além do setor, a economia como um todo”, declarou o parlamentar. (Departamento de Comunicação)
     
     
  • MUNDO: Trump diz que apoia entrada do Brasil na OCDE e fala em estreitar laços entre os dois países
    O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou nesta terça-feira, 19/03 que apoia a entrada do Brasil na Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). Durante encontro com o presidente Jair Bolsonaro, na Casa Branca, Trump disse que os dois países nunca estiveram tão próximos. "Eu estou apoiando os esforços deles [brasileiros] para entrar [na OCDE]", afirmou o presidente norte-americano sem entrar em detalhes.
    Segundo ele, os Estados Unidos têm interesse em estreitar laços comerciais com o Brasil. "Estamos trabalhando para isso. Um dos aspectos é o comércio. O Brasil fabrica ótimos produtos e nós produzimos ótimos produtos. No passado, nosso comércio nunca foi tão bom quanto deveria ser. Em alguns casos, deveria ser muito mais. Então achamos que nosso comércio com o Brasil aumentará substancialmente em ambos os sentidos e estamos ansiosos para isso", declarou.
    Bolsonaro também disse que o Brasil mudou “depois de algumas décadas de presidentes antiamericanos” e que “tem muita coisa em comum” com Trump. “Ele quer uma América grande e eu também quero um Brasil grande. Estou engajado com o nosso Estados Unidos. Isso é motivo de orgulho e satisfação para os nossos povos.”
    Os dois presidentes tiveram encontro a portas fechadas. Antes, porém, os dois trocaram camisas oficiais das seleções de seus países. Trump deu a camisa 19 dos Estados Unidos para Bolsonaro, que retribuiu com a número 10 do Brasil.
    O presidente brasileiro levou o filho Eduardo Bolsonaro, deputado que preside atualmente a Comissão de Relações Exteriores, para o encontro com Trump. O ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, porém, não foi chamado a comparecer à reunião no Salão Oval.
    Antes do encontro na Casa Branca, o presidente brasileiro esteve com o secretário-geral da Organização dos Estados Americanos (OEA), Luis Almagro.
    De acordo com a agência Reuters, o ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que os Estados Unidos impõem uma condição para apoiar o ingresso do Brasil na OCDE: que o país deixe a lista de países em desenvolvimento que recebem tratamento especial da Organização Mundial do Comércio (OMC). O governo norte-americano quer acabar com essa lista.
    Bolsonaro está em sua primeira viagem oficial aos Estados Unidos desde domingo e deve voltar ao Brasil nesta quarta-feira (20). O encontro com Trump era o principal compromisso do presidente brasileiro em Washington. Ele visitará ainda hoje o cemitério nacional de Arlington, onde estão enterrados cerca de 400 mil soldados mortos em guerra. (Congresso em Foco)
  • OSASCO: Vereadores aprovam projeto que proíbe inauguração de obras inacabadas
    Proposta foi aprovada em segunda discussão e agora depende da sanção do Prefeito para virar lei.
     
    A Câmara Municipal de Osasco aprovou na terça-feira (12) o Projeto de Lei (PL) 398/2017, que proíbe a inauguração de obras públicas sem condições de funcionamento. A proposta é de autoria do Presidente da Câmara, o vereador Ribamar Silva (PRP).
    Ribamar diz que, embora não seja uma prática da atual administração municipal, a inauguração de equipamentos públicos sem condições de uso ainda é comum no país, seja por falta de materiais, equipamentos ou funcionários. A medida seria, portanto, uma garantia para que essas situações não voltem a ocorrer no futuro.
    "Quantas vezes a população já foi enganada com construções eleitoreiras, seguidas do abandono após o pleito eleitoral? Sabemos que isso gera muita expectativa e, consequentemente, muita frustração. O povo não pode ser mais enganado", afirma o parlamentar.
    O texto aprovado pelos vereadores inclui todos os equipamentos públicos construídos, reformados ou ampliados com recursos municipais. Toda instalação inaugurada deve estar com sua estrutura física completamente finalizada, atender as exigências legais e apresentar condições mínimas de funcionamento.
    O projeto, que recebeu 12 votos a favor e nenhum contrário, foi aprovado em segunda votação e agora segue para o Prefeito, que pode vetá-lo ou sancioná-lo. Só após a sanção do chefe do Executivo o texto se torna lei. (Comunicação/PMO)

Quem somos

Notícias & Opinião é um site de notícias gerais editado pela Empresa Jornalística Notícias de Paz Ltda - EPP, a partir da Capital e região Oeste da Grande São Paulo.

Como o próprio nome diz, aqui você vai encontrar notícias, entrevistas, artigos, crônicas e opinião sobre política, economia, educação, cultura e esporte, dentre outros temas do nosso dia-a-dia.