Terça, 23 Outubro 2018 | Login
Diretor Roberto Delphino Júnior faz balanço das ações promovidas nos últimos meses
 
Em menos de um ano de atuação, a Escola do Parlamento de Osasco (EPO) promoveu uma verdadeira revolução no ambiente corporativo do Poder Legislativo osasquense, graças à realização de palestras, cursos, treinamentos e convênios voltados aos servidores da Casa, vereadores e ao público em geral.
O Diretor da EPO, Professor Roberto Delphino Júnior (ao centro, entre o casal Inês e dr. Franco Cocuzza), fez um balanço das atividades e classificou a atuação da Escola como bastante produtiva.
Mesmo com as políticas de austeridade implantadas pela atual gestão da Câmara de Osasco, Delphino tem conseguido trazer profissionais renomados para ministrar cursos e palestras, a custo praticamente zero.
“Sei das nossas dificuldades financeiras e, por isso, tenho colocado parceiros e amigos palestrantes na condição de serem propagados pela Associação Paulista das Escolas do Legislativo e pela Associação Brasileira das Escolas do Legislativo, para outros municípios e outros estados, para que venham gratuitamente para cá”, explica.
A Escola do Parlamento de Osasco está só começando em Osasco, mas já trouxe palestrantes do quilate de Leila Navarro e se empenha agora para trazer o renomado Mário Sérgio Cortella. O trabalho não para e Delphino está se programando para, juntamente com sua equipe, atender as principais demandas dos gabinetes e departamentos da Câmara, no que diz respeito a treinamentos e capacitação. A ideia é criar um sistema para que todo o andamento dos serviços possa andar automaticamente, de acordo com as necessidades de cada setor junto à EPO.
Roberto Delphino relembrou o processo de construção da Escola do Parlamento, que teve a primeira atividade em janeiro, com um treinamento sobre Gestão de Patrimônio, enfatizando a necessidade de os servidores zelarem pelo patrimônio da Câmara, que é um bem público.
Depois, Delphino deu início à formação da equipe da EPO, aproveitando os recursos humanos disponíveis na Casa. “A Escola não tinha nenhuma estrutura montada quando eu cheguei, daí fomos construindo, com o auxílio do setor de RH”, relembra.
Hoje a equipe da EPO é composta pelo Analista de Recursos Humanos, Jonas Miranda, pela Pedagoga Aparecida Silva e pelo Bibliotecário Eduardo Lara Leitão. Todos são servidores concursados e auxiliam Delphino na metodologia de captação de cursos e treinamentos.
 
Principais realizações
O curso “Português para Uso Profissional – Facilitando a Escrita” foi a primeira atividade da Escola do Parlamento de Osasco voltada à capacitação dos servidores e aconteceu no mês de abril. As aulas foram ministradas pelo Professor Ráriton Cassoli, servidor concursado da Câmara, que também atua como docente.
Também em abril, a EPO fez um trabalho de prospecção em faculdades para oferecer cursos com descontos de até 50% na Anhanguera e UniFieo, além de um programa vantajoso de cursos de pós-graduação na FAVENI.
Em maio, a EPO realizou um treinamento sobre licitação e contratos, voltado aos servidores da Casa, e ministrado pelo próprio Roberto Delphino Júnior.
A palestra “Câmara Municipal no contexto da República Federativa do Brasil”, ministrada pelo desembargador aposentado Dr. Franco Cocuzza, foi a atividade de inauguração oficial da EPO. O evento aconteceu em abril e foi aberto ao público.
Em julho, a Escola do Parlamento trouxe o especialista em previdência, Dr. Joel Rocha, para ministrar uma palestra sobre o tema. Em seguida, o tema em debate foram as “Fake News”, em palestra proferida pelas jornalistas Suzy Gasparini e Rosa Symanski. Depois, a representante da Fundação Pró-Sangue, Dóris Sandoval Lavorat, fez uma preleção sobre doação de sangue, dentro da campanha Junho Vermelho, em parceria com a EPO. Os três eventos foram abertos ao público.
Neste mês de agosto, a Escola do Parlamento está promovendo o curso de iniciação política, voltado para alunos da rede pública osasquense e funcionários da Câmara. A ação é uma parceria com o Instituto Konrad Adenauer. (Fonte: Assessoria de Imprensa da CMO)

 

O Senador Álvaro Dias, candidato à Presidência República pelo Podemos, estará na cidade de Osasco, região Oeste da Grande São Paulo, nesta quinta-feira, 21/08, a partir das 11h.

Ao lado da deputada Federal, presidente nacional do Podemos e candidata à reeleição, Renata Abreu, Álvaro Dias fará uma caminhada pelo Calçadão da Rua Antônio Agú, região central da cidade. Eles estarão acompanhados também de outras lideranças políticas e de candidatos do partido a deputado Federal e Estadual.

Segundo informações do Diretório Municipal da legenda, a caminhada do presidenciável sairá, às 11h, em frente da estação da CPTM, em direção ao Calcadão.

Em seguida, às 13h, Álvaro Dias e Renata Abreu concederão entrevista coletiva na seda do Podemos, Rua Nossa Senhora de Fátima, 30, Centro.

 

Por Renato Ferreira - 

Com base nas informações dos próprios candidatos à Justiça Eleitoral, notamos que nesta campanha temos presidenciáveis milionários (quase bilionários), e também aqueles que se declararam tão pobres que dá pena. São declarações que mostram também que quase todos estão mentindo.

No topo dessa pirâmide de presidenciáveis, estão, claro, dois banqueiros. O Amoedo, do Novo, e o Henrique Meirelles, do MDB. O primeiro declarou ter mais de R$ 440 milhões em bens; e o segundo, mais de R$ 330 milhões. Não devem estar mentindo, afinal, sempre foram ricos. Só não sei por que esses dois querem ser Presidentes do Brasil.

No meio da pirâmide, aparecem milionários também, mas, muito aquém de Amoedo e Meirelles e que não são dignos de passar nem perto de suas mansões. Aparece, por exemplo, o petista Lula, que sempre se declarou pobre (sempre criticando os ricos), mas, que no entanto, afirmou ter quase R$ 9 milhões em patrimônio. Todos os brasileiros (que pensam), sabem que o Lula tem mais do que essa micharia de 9 milhões. Devemos lembrar também que o Lula está preso e o candidato do PT será o Fernando Haddad, outro rico.

Em seguida, vem a Marina Silva, da Rede, eterna candidata que só aparece de 4 em 4 anos, e que declarou um patrimônio em torno de R$ 1,1 milhão. Será que ela só tem isso mesmo? Se for, não soube dar rentabilidades aos seus ganhos na política. O difícil mesmo é acreditar no Alckmin, do PSDB. Médico, vereador, prefeito e governador de SP há uns 300 anos, Alckmin também declarou apenas R$ 1,1 milhão em bens. Se for só isso, é mau administrador.

Enquanto isso, na base da pirâmide presidenciável, aparecem três candidatos paupérrimos. A Vera, do PSTU, declarou R$ 20 mil em patrimônio. Mas, como sempre foi uma operária,e se foi honesta e pagadora de seus impostos (impostos pelos políticos), é possível ter só isso mesmo. O difícil é acreditar nos dois mais pobres: Guilherme Boulos, do PSOL, e o Cabo Daciolo, do Patriota.

Filho de médicos renomados de São Paulo, professor universitário e líder/fundador do MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem-Tetos), Boulos disse ao TSE que tem um patrimônio de apenas R$ 15 mil. Com certeza, devem ter centenas de sem-teto muito mais ricos que o Boulos. Nessa não dá para acreditar, candidato.

E o mais pobre de todos, coitado, é Cabo Daciolo, ex-oficial do Corpo de Bombeiros e Deputado Federal, Daciolo declarou patrimônio zero. Ou seja, ele não tem nenhum bem, nem econômico e nem financeiro. Como pode isso? Como o Daciolo se locomove? Das duas, uma: ou Boulos e o Daciolo não entenderam a pergunta da Justiça Eleitoral, ou estão faltando com a verdade. Mas, seja como for, são dois presidenciáveis que deveriam entrar no Programa Bolsa Família. (Renato Ferreira)

*TRAGICÔMICO é publicado todas às quartas-feiras por Notícias & Opinião.

Terça, 21 Agosto 2018 22:19

Ciro Gomes faz campanha em Osasco

 
Nesta quarta-feira, 22/09, o candidato à presidência da República pelo PDT, Ciro Gomes, visita a cidade de Osasco, região Oeste da Grande São Paulo. O presidenciável do PDT será recepcionado pelo ex-prefeito de Osasco, Jorge Lapas.
Dentre outras ações em Osasco, Ciro Gomes fará uma caminhada pelo Calçadão da Rua Antonio Agú, em frente à Estação Osasco da CPTM. O início da caminhada está previsto para às 10h.
Serviço:
Ciro Gomes em Osasco
Quarta-feira, 22, às 10h.
Local: Calçadão da Rua Antonio Agu - em frente à Estação Osasco da CPTM

 
 
Nesta segunda-feira, 20/08, o prefeito Rogério Lins empossou o novo secretário de Habitação e Desenvolvimento Urbano de Osasco, Aguinaldo Lopes Quintana Neto. De perfil técnico, ele assume o lugar de Ângelo Melli, que deixou o posto há cerca de 40 dias. Bruno Mancini, secretário de Planejamento e Gestão, ocupou o cargo interinamente no período. Também participaram da cerimônia, que aconteceu na própria secretaria, a primeira-dama, Aline Lins, a vice-prefeita, Ana Maria Rossi, demais secretários municipais e adjuntos e vereadores da base do governo na Câmara Municipal.
O chefe do Executivo disse que buscava um profissional com perfil técnico para comandar a Pasta. “Temos desafios muito grandes na Habitação, entre os quais a questão da regularização e, após consultas a pessoas e segmentos da área, chegamos ao nome do Aguinaldo. Temos certeza de que ele fará um bom trabalho. E ele pode ficar tranquilo, porque os servidores da Habitação são muito capacitados, o quadro de colaboradores é muito bom.”
Bruno Mancini desejou sucesso ao novo titular da Habitação. “Nesse período como interino na Habitação, percebi que a equipe é realmente muito dedicada. É esse perfil de profissionais que o Aguinaldo vai encontrar. Ele terá uma responsabilidade muito grande, porque a cidade precisa. A dedicação terá de ser de 110%. Tenho certeza de que ele chega preparado para estes desafios”.
 
Perfil do novo secretário
Novo secretário de Hab de Osasco
Aguinaldo Lopes Quintana Neto, novo secretário de Habitação de Osasco
 
Ex-superintendente de Obras, de Projetos e Gestor de Mutirão na CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano) do Estado, Aguinaldo fez breve discurso de agradecimento. “Sinto-me honrado com o convite e espero estar capacitado para exercer a função . Tenham certeza de que me dedicarei 120%.”
O novo secretário de Habitação é formado em Gerenciamento de Empreendimento pela Fundação Getúlio Vargas e em Engenharia Civil pela Universidade Mackenzie. Também já atuou como gerente de controle da Diretoria de Obras da EMURB (Empresa Municipal de Urbanização) de São Paulo, entre 2008 e 2011, e participou, entre outros projetos, da reurbanização do Largo da Batata (Pinheiros), da construção da Ponte Estaiada Octávio Frias de Oliveira (Marginal Tietê), e reurbanização da Luz.
Segundo Rogério Lins, entre os principais desafios do setor, no momento, estão a entrega ainda este ano das 960 unidades habitacionais do Miguel Costa (Quitaúna), das unidades do Residencial Nova Alemanha (Jardim Veloso) e do Morro do Sabão (Munhoz Jr.), além da discussão do Plano Diretor da Cidade. “Osasco é a segunda economia do Estado e a oitava do Brasil. Recebeu mutos empreendimentos imobiliários nos últimos anos. Então, temos de discutir os impactos dessas novas edificações no Meio Ambiente e no trânsito”. (Texto: Marco Borba - Imagens: Jean Bueno - SECOM/PMO)

Ex-prefeito de Osasco por dois mandatos, Rossi diz também que virá forte com o seu grupo político para as eleições municipais de 2020

 

Com dois mandatos de prefeito em Osasco e dois de deputado Federal, sendo um Constituinte, além de outros cargos na vida pública, Francisco Rossi é um dos mais experientes e conhecidos candidatos à Assembleia Legislativa de São Paulo nas eleições deste ano.

Nesta semana, já com a candidatura oficializada pelo TSE, Rossi conversou com Notícias & Opinião, quando falou de suas expectativas para a campanha.

O ex-prefeito disse estar confiante na eleição para ocupar uma cadeira na Alesp. Revelou os motivos pelos quais aceitou ser candidato em substituição à sua filha, Ana Paula, como também da possibilidade de vir forte para as eleições municipais daqui a dois anos. 

Confira aqui vídeo aqui: 

Pela primeira vez na história da cidade, a arrecadação proveniente do ISS (Imposto Sobre Serviços) ultrapassou a cifra dos R$ 50 milhões em julho, alta de 29,52% quando comparada a arrecadação de janeiro de 2018, que chegou a R$ 38.824.745,56.
A alta é resultado da retomada da economia e da chegada de novas empresas à cidade, de acordo com o secretário de Finanças, Pedro Sotero. “Não reajustamos o ISS. Essa alta na arrecadação é a soma dos novos investimentos na cidade. Estamos recebendo novas empresas, principalmente de tecnologia e inovação”, disse.
De acordo com Sotero, o índice do ISS refere-se à arrecadação de impostos sobre serviços no mês imediatamente anterior. Ou seja representa a retomada do crescimento e o aquecimento da economia a partir de junho.
Osasco PMO 2
 
Os números são validados pela quantidade de empresas abertas no município durante os primeiros meses de 2018. Foram 1.870 MEI (Micro Empresário Individual) e 1600 empresas dos mais variados segmentos, que geram renda e empregos para os moradores da cidade.
Osasco PMO 3 Rogério
 
O prefeito de Osasco, Rogério Lins (à direita), tem atuado para trazer grandes empresas à cidade, para criar um parque tecnológico e de inovação, gerando emprego e renda ao município.
A localização estratégica - com fácil acesso às marginais e cortada pelas rodovias Castello Branco, Raposo Tavares e Anhanguera - não é o único atrativo do município, que figura entre os 100 melhores para investimentos, destaca-se pelos lançamentos imobiliários e detém posição de destaque no ranking brasileiro e estadual do PIB (Produto Interno Bruto).
Para reforçar ainda mais esses índices, a administração pública tem investido na formação e qualificação da mão de obra, através de cursos gratuitos e em parceria, para preparar o cidadão para o concorrido mercado de trabalho, que exige profissionais cada vez mais qualificados.
O chefe do Executivo comemora o recorde, mas sabe que a cidade pode mais diante da política de incentivo, das facilidades e agilidade para a abertura de novas empresas e dos investimentos que tem realizado para deixar Osasco mais competitiva. "Temos negociado a vinda de grandes empresas. Sabemos que temos potencial para a formação de um grande polo de tecnologia e inovação. Buscamos o melhor para a nossa cidade e a nossa população”. (Fonte: SECOM/PMO)
 

Dando continuidade às obras de melhorias em diversas vias do município, a Prefeitura de Carapicuíba, região Oeste da Grande São Paulo, em parceria com o Governo do Estado de São Paulo, iniciou o maior programa de recapeamento asfáltico da história da cidade.

O convênio, que também contou com emendas parlamentares, contemplará nesta fase 70 ruas com asfalto novo. Só na região do Ariston 33 vias serão beneficiadas, num total de 14 km de pavimentação.

Importantes ruas e avenidas nos diferentes bairros da cidade receberão o programa até o final dos cronogramas. Com as obras, a Prefeitura melhora as condições de trânsito e a mobilidade urbana de Carapicuíba, oferecendo mais conforto e segurança aos pedestres e motoristas.

Além do novo asfaltamento, serão refeitas todas as sinalizações de trânsito das vias, incluindo a parte de pintura de solo, como faixas de separação de pistas, faixas de travessia de pedestres e demarcações de pontos preferenciais.

Serviços de recape

Vale lembrar que desde o início de 2017, a Prefeitura tem realizado os trabalhos de melhorias da malha viária. Outras vias da cidade já receberam o serviço de recapeamento asfáltico: avenida Presidente Tancredo de Almeida Neves (entre o AME Carapicuíba e a Marginal do Ribeirão, na Cohab V), estrada do Tambaú, e ruas nas regiões dos bairros Jardim São Daniel, Vila São Jorge e Vila Dirce. (Fonte: Comunicação da PMC)

 
Dada a largada da campanha eleitoral de 2018, liberada a partir desta quinta-feira, 16 de agosto, Claudio Piteri (PPS) deu o pontapé inicial em sua campanha para deputado estadual. O prazo vai até 6 de outubro - um dia antes da votação. Nesta campanha, Claudio Piteri vai apresentar suas propostas para Osasco e região, em dobrada com a deputada federal Bruna Furlan (PSDB), que concorre à reeleição.
Claudio Piteri, que já foi vereador osasquense por cinco mandatos, vice-presidente da Fundação Casa por nove anos e terceiro colocado na eleição para prefeito de Osasco em 2016, realizou na última terça-feira (14) uma reunião com lideranças políticas na região central de Osasco para “tirar” as propostas a partir da base. “Evidente que temos propostas para nossa região, que serão defendidas na Assembleia Legislativa. Mas nosso mandato será construído debaixo para cima, com as pessoas apresentando as suas necessidades reais, do dia a dia”, explicou.
Claudio Piteri capa 2
 
Dentre as várias propostas que foram “colhidas” na reunião, algumas merecem destaques: a reabertura do Pronto-Socorro do Hospital Regional de Osasco; a instalação de mais postos policiais na cidade; a isenção de IPVA em caso de roubo ou furto de veículos; a conclusão do Corredor Oeste, que interliga Osasco a Itapevi; trazer o metrô a Osasco; acessibilidade nas escolas para pessoas com deficiência; garantir que idosos e deficientes que recebem o BPC/Loas não tenham o benefício suspenso ou cancelado; diminuição da alíquota do ICMS que incide sobre os remédios; construção de túnel para interligar a avenida Valter Boveri, na zona sul de Osasco, à rodovia Raposo Tavares; promoção de campanhas de prevenção para diabéticos e hipertensos; construção de um AME (Ambulatório Médico Especializado) em Osasco e nas cidades que ainda não dispõem deste equipamento do governo do Estado.
“Eu e a Bruna Furlan vamos visitar cada canto da nossa região, colhendo as propostas diretamente da população. Apenas para Osasco, a Bruna conquistou o repasse de mais de R$ 2,5 milhões neste mandato. Foram R$ 750 mil de verbas estaduais e R$ 1,8 milhões de verbas federais”, comentou Claudio Piteri. (Fonte: Assessoria de Imprensa)

 

O candidato a deputado estadual pelo PSDB, Elissandro Lindoso, presidente da Câmara de Osasco, pretende atualizar e revitalizar a pauta do ex-prefeito Celso Giglio para melhoria dos serviços de Saúde na cidade e região.
Segundo o Dr. Lindoso, além das obras realizadas na cidade, o legado de Celso Giglio inclui uma série de demandas que ainda estão por ser cumpridas. “As novidades são bem-vindas mas não adianta pensar em ideias mirabolantes se os serviços básicos são precários, se falta insumos, se faltam profissionais e até mesmo instalações adequadas”, afirma o Dr. Lindoso.
Segundo o parlamentar osasquense, uma das maiores queixas da população é justamente a de que não há sequência no trabalho da classe política no sentido de realizar aquilo que já foi discutido e solicitado pelos munícipes. “Eu vou fazer uma ponte entre as propostas já conhecidas e propostas que agreguem qualidade a tudo o que diga respeito ao atendimento nos municípios”.

Para dar uma ideia das demandas, o presidente da Câmara de Osasco listou alguns temas pelos quais irá trabalhar caso seja eleito em outubro próximo, tanto na saúde quanto em outros setores. “A saúde é uma área vital, mas há obstáculos de outras áreas que fazem com que o atendimento de saúde seja sempre precário”, declara o Doutor Lindoso.

Os problemas mais gerais começam na perda de receitas em comparação com o Estado e a União. “Entra ano, sai ano e este problema permanece”, afirma o Doutor Lindoso. Outra área é a renegociação das dívidas dos municípios que pagam juros exorbitantes, vivendo sempre com a corda no pescoço. 
Na área da saúde, ele, que é médico, diz que lutará por recursos, através de emendas parlamentares, para que as policlínicas e unidades básicas de saúde sejam recuperadas em tempo recorde. 
Doutor Lindoso diz que lutará com energia para que Osasco receba verbas para a implantação de um hospital de atendimento infantil e para a criação de um centro municipal de atendimento oftalmológico de qualidade. “Uma cidade do porte de Osasco, com as responsabilidades que tem, precisa oferecer mais serviços. Minha experiência nessa área mostra enorme quantidade de pessoas que seriam beneficiadas”, diz ele.
Ainda na área da saúde, o vereador de que Osasco precisa de um serviço público que tenha melhores equipamentos, como os de ressonância magnética. “Tenho recebido várias solicitações de munícipes nesse sentido”, afirma. 
Para o presdiente da Câmara de Osasco, há muito a ser feito e não se pode perder tempo. “Sem dúvida, os deputados podem ajudar as cidades, não somente com emendas parlamentares mas também na condução de negociações com o Estado e União para que os municípios tenham de uma vez por todas voz e força para atender dignamente a população”, argumenta o Doutor Lindoso. (Fonte: Assessoria de Imprensa)

Quem somos

Notícias & Opinião é um site de notícias gerais editado pela Empresa Jornalística Notícias de Paz Ltda - EPP, a partir da Capital e região Oeste da Grande São Paulo.

Como o próprio nome diz, aqui você vai encontrar notícias, entrevistas, artigos, crônicas e opinião sobre política, economia, educação, cultura e esporte, dentre outros temas do nosso dia-a-dia.