Quinta, 18 Julho 2019 | Login
Para o Itamaraty, acordo com União Europeia mostra novo momento.
 
O Ministério das Relações Exteriores avalia que há uma convergência entre os quatro países-membros do Mercosul (Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai) para transformar o bloco em instrumento para aumentar a competitividade e a integração de suas economias com os mercados regional e global. “O acordo com a União Europeia é evidência deste novo momento vivido pelo Mercosul”, diz a nota do Itamaraty.
O presidente Jair Bolsonaro recebeu a presidência pro tempore (rotativa) do Mercosul ao participar nesta quarta-feira, 17/07, da 54ª Cúpula de Chefes de Estado do Mercosul, em Santa Fé, na Argentina. Ao discursar na sessão plenária, Bolsonaro disse que vai trabalhar para acelerar a modernização do grupo.
“Durante sua presidência, o Brasil buscará preservar e fortalecer as linhas de ação adotadas durante o mandato argentino, no sentido de intensificar a negociação de acordos comerciais externos, reduzir a Tarifa Externa Comum e dar seguimento aos esforços de racionalização do funcionamento do bloco, com diminuição de custos e burocracia”, informa a diplomacia brasileira. (Agência Brasil)
Published in Política
Show de Gabriel Jesus num Mineirão lotado marca vitória da Seleção e deixa Messi ainda mais longe de um título para os hermanos. Chile e Peru decidem a outra vaga nesta quarta-feira, em Porto Alegre.
 
 
Com um Mineirão superlotado por mais de 55 mil pessoas, e com uma torcida vibrante durante toda a partida, a Seleção Brasileira venceu, nesta terça-feira, 02/06, a rival Argentina por 2 a 0 e retornou a uma decisão do torneio após 12 anos. A última vez que o Brasil decidiu e venceu a Copa América foi em 2007.
 
Brasil e Argentina Mineirão
Mais de 55 mil torcedores viram a vitória do Brasil sobre a Argentina por 2 a 0 no Mineirão
O nome da partida no Mineirão foi Gabriel Jesus, que marcou o seu primeiro gol nesta Copa América. Outros dois destaques da equipe de Tite foram Daniel Alves e Roberto Firmino, que também marcou.
O camisa 9 abriu o placar no primeiro tempo, aproveitando uma grande jogada de Daniel Alves e um cruzamento rasteiro perfeito de Firmino. Após receber o passe dentro da pequena área, Jesus chutou fazendo um belo gol. ,
Com esse gol. o centroavante do Manchester City pos fim ao seu longo jejum de 676 minutos sem marcar em jogos oficiais pelo Brasil, que vinha desde a Copa do Mundo 2018.
Após a abertura do placar, a Argentina teve boas chances de empatar: Agüero cabeceou no travessão, ainda no primeiro tempo, enquanto Messi carimbou a trave de Alisson, na segunda etapa.
No entanto, Gabriel Jesus apareceu bem demais novamente aos 25 minutos, puxando um contra-ataque espetacular. O jogador revelado pelo Palmeiras deixou três marcadores na saudade e só rolou para Firmino completar com o gol vazio.
E assim, a tradição foi mantida: quando o jogador do Liverpool marca, o Brasil sempre vence: são 12 triunfos seguidos com gol do camisa 20.
E a partida terminou bem à brasileira no Mineirão: gritos de "olé, olé, olé" a cada toque na bola, até o apito final do árbitro para selar a classificação verde e amarela.
Agora, Tite e seus comandados aguardam a definição do outro finalista, que sai do duelo entre Peru e Chile, nesta quarta-feira, na Arena do Grêmio.
 
Brasil e Argentina Messi
Messi, mais uma vez, sai decepcionado do Mineirão
Enquanto isso, o craque Lionel Messi lamenta mais um fracasso com sua seleção. Ele segue sem conquistar títulos e agora terá que se contentar com a disputa do 3º lugar.
O JOGO
Primeiro tempo
Depois de um emocionante hino nacional brasileiro cantado à capela, que deixou muita gente arrepiada no Mineirão, o clássico começou em ritmo alucinante. Roberto Firmino teve a primeira chance com menos de dois minutos de bola rolando, mas a arbitragem deu impedimento.
E como todo Brasil x Argentina, logo a tensão apareceu em campo. Com apenas cinco minutos, os hermanos começaram a fazer faltas em série no meio-campo. Aos 8, não teve jeito: depois de uma chegada fortíssima, Tagliafico foi o primeiro amarelado da partida.
A torcida brasileira, porém, teve que segurar a respiração aos 11, quando Paredes soltou um foguete de fora da área e viu a bola passar zunindo perto do ângulo de Alisson.
Resposta canarinho aos 16, quando Roberto Firmino roubou bola no meio-campo e enfiou para Gabriel Jesus. Ela acabou correndo muito e o camisa 9 não conseguiu dar sequência como queria na jogada, mas ficou perto de abrir o placar.
Mas artilheiro que é artilheiro não desperdiça duas seguidas...
Aos 18, Daniel Alves fez uma jogada maravilhosa, dando um chapéu em Acuña, deixando Paredes sentado e abrindo para Firmino. O camisa 20 cruzou rasteiro e Gabriel Jesus só completou para a rede.
Golaço do Brasil! E a torcida respondeu cantando a tradicional "Mil gols, só Pelé", fazendo o Mineirão explodir em festa.
O time de Tite parecia ter o jogo controlado, mas a Argentina tentava pregar uma surpresa por meio da bola parada. Aos 29 minutos, Messi cruzou na área e Agüero deu um leve toque de cabeça, mas a bola bateu no travessão e ninguém conseguiu aproveitar o rebote.
O lance animou os estrangeiros, que chegaram com muito perigo novamente aos 35: Messi enfiou, Thiago Silva escorregou e Agüero apareceu em boa posição na área. Ele disparou forte, mas Marquinhos conseguiu travar.
O Brasil só foi voltar a ameaçar aos 42 minutos, em um chute de Arthur de fora da área. No entanto, a bola acabou resvalando na zaga e ficou fácil para a defesa de Armani.
Segundo tempo
Na volta do intervalo, Tite optou por colocar Willian no lugar de Everton Cebolinha, que teve atuação fraca na primeira etapa.
A primeira chance, porém, foi argentina. Logo aos 4, Agüero levantou da esquerda e Lautaro Martínez acertou um belo chute de primeira, da meia-lua, mas Alisson defendeu com firmeza, sem dar rebote.
A equipe de Lionel Scaloni era melhor, e logo em seguida teve mais uma oportunidade em um chutaço de De Paul, da entrada da área, que passou por cima da meta brasileira.
O Brasil só foi conseguir ameaçar pela primeira vez aos 10 minutos, em uma ótima jogada de Gabriel Jesus. Coutinho aproveitou, invadiu a área e tentou colocar no ângulo, mas acabou errando por pouco.
A partida era eletrizante, e a Argentina teve sua melhor chance na partida logo no contra-ataque seguinte: Lautaro chutou, a bola desviou e sobrou para Messi, que entrou livre pela esquerda da área. O camisa 10 encheu o pé e viu a bola explodir na trave. No rebote, ele cruzou rasteiro, a bola atravessou toda a pequena área e ninguém completou para dentro, para alívio da torcida brasileira.
Aos 20, Messi teve ocasião de ouro para marcar: uma falta bem na entrada da área. O craque do Barcelona bateu bem, mas Alisson simplesmente agarrou a bola e sequer deu rebote, tendo seu nome cantado pela torcida no Mineirão.
E foi, justamente, quando a Argentina vivia seu melhor momento na partida, o Brasil matou o jogo: Gabriel Jesus deu uma linda arrancada, deixou três marcadores na saudade e só rolou para Roberto Firmino completar para o gol vazio.
Mais uma vez, explosão de alegria no Mineirão abarrotado por mais de 55 mil torcedores.
Depois disso, foi só tocar a bola ao som dos gritos de "olé, olé, olé" e esperar o apito final para a torcida brasileira festejar a ida à final da Copa América. Mais de 55 mil pessoas estiveram no Mineirão para uma arrecadação de mais de R$ 18 milhões, a segunda maior da competição, só perdendo para a estreia do Brasil, no Morumbi, quando a renda foi de R$ 22 milhões. (Com informações da ESPN)
Published in Esporte
Ex-presidente integrará chapa com seu ex-chefe de Gabinete Alberto Fernández.
 
A ex-presidente da Argentina Cristina Kirchner surpreendeu o meio político do país ao anunciar neste sábado, 18/05, sua candidatura como vice-presidente nas eleições gerais de outubro.
Em um vídeo postado no Twitter, Cristina, que liderava as pesquisas eleitorais, disse que seu ex-chefe de gabinete Alberto Fernandez será o candidato a presidente.
"Pedi a Alberto Fernandez para dirigir a fórmula que iremos integrar juntos, ele como candidato presidencial e eu como candidata a vice-presidente", disse Kirchner.

Alberto Fernandez serviu como chefe de equipe de 2003 a 2007 ao ex-presidente e marido falecido de Cristina, Nestor Kirchner. Ele permaneceu nessa função.
durante uma parte do mandato de Cristina como presidente de 2007 a 2015.

Alberto Fernandez desafiará o presidente conservador Mauricio Macri, que viu seus índices de popularidade caírem devido à alta inflação. Fonte: (EM com Associated Press - Foto: Emiliano Lasalvia/AFP )
Opinião do jornalista Renato Ferreira
Quais serão os motivos que levaram uma ex-presidente abandonar a candidatura, liderando as pesquisas eleitorais com chances reais de voltar a comandar a Argentina?
No momento, só dois motivos a gente pode especular: ou Cristina Kirchner, que já foi condenada por corrupção, sabe que sua candidatura seria impugnada (mas, neste caso não poderia ser vice também), ou ela não confia nas pesquisas que a colocam na frente do atual Presidente, Mauricio Macri.
E, realmente, se as pesquisas de lá são falsas como as nossas aqui, feitas por Institutos como Datafolha, Ibope e Vox Populi, a ex-presidente argentina está certíssima em abandonar a candidatura. (Renato Ferreira)
    Published in Política
     
    Presidente argentino, Mauricio Macri, é o primeiro chefe de estado a visitar o Brasil, desde a posse de Bolsonaro. Os presidentes condenaram o governo de Nicolás Maduro
     
     
    O presidente Jair Bolsonaro recebeu nesta quarta-feira, 16/01, no Palácio do Planalto o presidente da Argentina, Mauricio Macri. Os dois discutiram sobre a situação do Mercosul e condenaram o governo de Nicolás Maduro, na Venezuela.
    Antes de Mauricio Macri entrar em cena, os ministros já estavam cumprindo agenda. Os da Fazenda e da Produção e Trabalho se reuniram com a equipe econômica. Os da Justiça e da Segurança Pública estiveram com Sérgio Moro e o ministro Augusto Heleno, do Gabinete de Segurança Institucional (GSI). Trataram de ações conjuntas no combate ao crime organizado, narcotráfico, corrupção e a segurança de fronteira.
    Pouco depois, o presidente argentino subiu a rampa do Planalto, onde Bolsonaro o aguardava. Macri é o primeiro chefe de estado a visitar o Brasil desde a posse de Bolsonaro. Ele foi uma das ausências no dia 1º de janeiro.
    Às voltas com uma crise econômica, inflação que beira 48% ao ano e interessado em se reeleger, Macri busca intensificar acordos de cooperação, deixando claro que precisa do Brasil, seu principal parceiro econômico. Assim como nós precisamos deles, que são o segundo destino dos produtos industriais brasileiros.
    Depois do encontro, os dois presidentes deram uma declaração conjunta. Brasil e Argentina assinaram um novo acordo de extradição, que prevê uma simplificação no processo. O ministro da Justiça, numa entrevista gravada num celular, deu um exemplo:
    “É que às vezes tem uma situação urgente: ‘Precisa prender o cara’. Então, às vezes você seguir o canal diplomático acontece que nem o Battisti”, disse Moro.
    Tanto Macri quanto Bolsonaro estão fechados no não reconhecimento do mandato de Nicolás Maduro, que tomou posse pela segunda vez na Venezuela, semana passada. Brasil e Argentina consideram que a legitimidade está no presidente da Assembleia Nacional, Juan Guaidó.
    “Estamos comprovando nas reuniões de hoje nossa convergência de posições e nossa identidade de valores. Essa identidade: que atuemos conjuntamente na defesa da liberdade e da democracia na nossa região. Nossa cooperação na questão da Venezuela é um exemplo mais claro no momento”, disse Bolsonaro.
    Macri disse que Nicolás Maduro é o ditador que procura se perpetuar no poder com eleições fictícias, detendo opositores e levando os venezuelanos a uma situação desesperadora e agonizante.
    Outra convergência é o Mercosul, hoje presidido por Macri. Os dois presidentes defenderam acelerar as negociações promissoras. A principal é com a União Europeia, citada apenas por Macri.
    Macri e Bolsonaro também conversaram sobre flexibilização de regras do Mercosul. Hoje, não é permitido acordo de livre comércio em separado com outros países - os acordos bilaterais, defendidos por Bolsonaro.
    “Precisa valorizar sua tradição original: abertura comercial, redução de barreiras, eliminação de burocracias. O propósito é construir um Mercosul enxuto que continue a fazer sentido e ter relevância”, afirmou Bolsonaro.
    O almoço oferecido a Macri no Itamaraty foi reservado, sem convidados da imprensa. Os dois presidentes fizeram um brinde ao novo tempo nas relações entre os dois países. (G1)
    Published in Política
    Amiga dos ex-presidentes petistas Dilma e Lula, Cristina Kirchner só não foi presa ainda porque tem foro privilegiado como Senadora. Ela é acusada de comandar uma rede de subornos
     
    O ano de 2018 ficará marcado na história política de vários países sul-americanos pelas condenações e prisões de diversos líderes políticos por corrupção, como Brasil, Perú, Equador e Argentina.
     
    Na quinta-feira, 20/12, a Justiça da Argentina confirmou o processo com prisão preventiva à ex-presidente e atual senadora Cristina Kirchner pelo caso conhecido como "os cadernos das propinas" – uma rede de supostos subornos que envolve dezenas de empresários e ex-funcionários do governo.
     
    Cristina Kirchner 1
    A senadora Cristina Kirchner discursa durante sessão do Senado na qual foi autorizada a revista de suas residências, na quarta-feira (22) — Foto: Luciano Ingaramo/Prensa Senado/AFP A senadora
    Kirchner, no entanto, não foi presa porque tem foro parlamentar como senadora. Até agora, o Senado não discutiu o pedido do juiz Claudio Bonadio para retirar a imunidade da ex-presidente.
    A Câmara Federal considerou Kirchner chefe de uma organização criminosa e confirmou o processo, que se dará em julgamento oral. O processo inclui o pedido de prisão preventiva que já foi feita pelo juiz Claudio Bonadio – cuja casa foi alvo de atentado a bomba em novembro.
     
     Cristina cadernos corrupcao
    Foto de março de 2018 fornecida pelo jornal 'La Nación' mostra um dos cadernos de Oscar Centeno, ex-motorista ligado aos governos dos Kirchners na Argentina — Foto: La Nacion via AP
    O caso se baseia em uma série de cadernos de anotações feitas por anos por um motorista do ministério de Planejamento. Nas páginas, ele anotava nomes de funcionários e de empresarios e quantias de dinheiro.
    Entenda o escândalo dos 'cadernos das propinas'
    À medida que o caso avançou, vários acusados se declararam arrependidos e começaram a colaborar com a justiça em troca de liberdade.
    Cristina Kirchner, da centro-esquerda do peronismo e que governou a Argentina entre 2007 e 2015, é acusada de ter liderado uma rede de corrupção com a qual recebia pagamentos em dólares por parte de empresários que desejavam obter licitações de construção de obra pública.
    A acusação estimou em pelo menos 160 milhões de dólares o montante dos subornos que também teriam sido pagos entre 2003 e 2007, durante o governo de seu marido, o já falecido Néstor Kirchner.
    O caso, iniciado em meados do ano, atingiu praticamente a todo o setor da construção na Argentina e atingiu a família do atual presidente, Maurício Macri.
    Franco e Gianfranco Macri, pai e irmão do presidente, foram citados a declarar na semana passada diante o juiz Bonadio para que respondam a denúncias que envolvam a companhia Autopistas del Sol, parte do conglomerado Socma (Sociedade Macri).
    O empresário Angelo Calcaterra, primo do presidente, também está envolvido neste processo.
    O presidente Macri, que teve cargos de responsabilidade na empresa familiar antes de atuar como dirigente no futebol e depois na política, não comentou o caso. Os atuais ministros apenas declararam que o governo "respeita a independência da justiça". (Fonte: G1)
    Published in Geral
     
     
    Assim como no Brasil, a Argentina também vive os seus momentos de escândalos políticos. Nesta segunda-feira, 17/09, o juiz federal Claudio Bonadio pediu a prisão preventiva da ex-presidente da República e senadora Cristina Kirchner, de ex-integrantes do seu governo e de empresários suspeitos de pagar propina e por formação de quadrilha.
    As acusações envolvem o setor de construção civil e obras públicas realizadas nos mandatos de Cristina e do marido, já morto, Néstor Kirchner. O processo ganhou o apelido de “cadernos de corrupção”, porque as investigações identificaram várias anotações, cuidadosamente descritas.
    Também como no Brasil, políticos eleitos na Argentinas têm o foro privilegiado. E como Cristina Kirchner é parlamentar e dispõe desse famigerado benefício, ela só poderá ser detida se dois terços dos senadores aprovarem a perda de imunidade. Não há data para essa votação ocorrer.
    Desde que o escândalo de corrupção veio à tona, no começo de agosto, vários empresários e ex-funcionários do governo acusados fizeram acordos de delação premiada e reconheceram a existência das propinas e o envolvimento de Cristina e Néstor em esquemas escusos. (Fonte: Agência Brasil)
     
    Amigos
    cristina dilma lula
     
    Cristina Kirchner sempre manteve um relaciomento estreito com os ex-presitentes brasileiros Dilma Roussef e Lula, do PT. Dilma sofreu o impeachment e Lula foi condenado e preso pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro.
    Published in Geral

    Na próxima fase, os argentinos vão enfrentar a França; o quarto confronto será entre a Croácia e a Dinamarca. Após a classificação da Argentina, Maradona passou mal na Arena

    Foi no sufoco e com muita garra que a seleção argentina conseguiu nesta terça-feira, 26/06, a sua classificação para as oitavas de final da Copa 2018. Os argentinos venceram a Nigéria por 2 a 1, pelo Grupo D e, agora, vão enfrentar a França na próxima fase que é de mata-mata. O empate classificaria os nigerianos.

    O placar foi aberto por Messi no primeiro tempo para alívio dos argentinos, uma vez que só vitória os classificaria para a segunda fase da competição. Foi o primeiro gol do craque do Barcelona, que vibrou muito com os seus companheiros. Mas, o sofrimento dos argentinos recomeçou logo no início da segunda etapa, quando Moses empatou o jogo cobrando um pênalti duvidoso.

    Após o empate, o que se viu em campo foi uma equipe argentina nervosa, errando passes, porém, jogando com muita raça. Aos 41 minutos do segundo tempo, o zagueiro Marcos Rojo apareceu no ataque para chutar forte, fazer o segundo gol e salvar o time de uma desclassificação ainda na primeira fase da Copa. Maradona passou mal com o gol de Rojo e saiu carregado da Arena.

    No outro jogo do Grupo D, a já classificada Croácia manteve os 100%. ao vencer a Islândia por 2 a 1. Com três vitórias na Copa, os croatas ficaram em primeiro lugar e vão enfrentar a Dinamarca nas oitavas de final. Islândia e Nigéria estão fora do Mundial.

    Empate com a França classifica Dinamarca

    França e Dinamarca

    Com certeza, as seleções da França, já classificada, e da Dinamaca fizeram o pior jogo até aqui na Copa da Rússia. Tanto assim, que as duas seleções europeias protagonizaram o primeiro 0 a 0 do Mundial até o momento.

    Sem muito interesse no jogo, principalmente, no segundo tempo, franceses e dinamarqueses davam impressão que não queriam mesmo fazer gols para decepção dos mais de 78 mil torcedores que lotaram a Arena em Moscou. Dependendo do resultado da partida entre Peru e Austrália (que também tinha chances), a Dinamarca precisaria vencer, porém, a derrota dos australianos classificaria os dinamarqueses mesmo com o empate. Na próxima fase, a França vai enfrentar a Argentina, enquanto a Dinamarca vai medir forças com a Croácia.

    VEJA, AQUI, A CAMINHADA DO BRASIL:

    No sorteio da Fifa, o Brasil caiu no Grupo E, juntamente com as seleções da Suíça, Costa Rica e Sérvia na primeira fase:

    17 de junho (domingo) - BRASIL 1 x 1 SUÍÇA - 15h
    22 de junho (sexta-feira) - BRASIL 3 x 0 COSTA RICA - 9h
    27 de junho (quarta-feira) - BRASIL x SÉRVIA - 15h

    Se passar como 1º do Grupo E:
    2 de julho (segunda-feira) - OITAVAS DE FINAL - 11h
    6 de julho (sexta-feira) - QUARTAS DE FINAL - 15h
    10 de julho (terça-feira) - SEMIFINAL - 15h
    15 de julho (domingo) - FINAL - 12h

    Se passar como 2º do Grupo E:
    3 de julho (terça-feira) - OITAVAS DE FINAL - 11h
    7 de julho (sábado) - QUARTAS DE FINAL - 11h
    11 de julho (quarta-feira) - SEMIFINAL - 15h
    15 de julho (domingo) - FINAL - 12h

    Caso a Seleção Brasileira perca na semifinal, ela disputará o 3º lugar no dia 14 de julho, sábado, às 11h.

    PLACAR DA COPA:

    1ª rodada:
    Rússia 5 X 0 Arábia Saudita
    Uruguai 1 X 0 Egito
    Irã 1 X 0 Marrocos 
    Portugal 3 X 3 Espanha 
    Argentina 1 X 1 Islândia 
    França 2 X 1 Austrália
    Dinamarca 1 X 0 Peru
    Croácia 2 X 0 Nigéria
    Sérvia 1 X 0 Costa Rica
    México 1 X 0 Alemanha
    Brasil 1 X 1 Suíça
    Suécia 1 X 0 Coreia do Sul
    Bélgica 3 X 0 Panama
    Inglaterra 2 X 1 Tunísia
    Senegal 2 X 1 Polônia 
    Japão 2 X 1 Colômbia

    2ª rodada
    Rússia 3 X 1 Egito
    Portugal 1 X 0 Marrocos
    Uruguai 1 X 0 Arábia Saudita
    Espanha 1 X 0 Irã
    Dinamarca 1 X1 Austrália
    França 1 X 0 Peru
    Croácia 3 X 0 Argentina
    Brasil 2 X 0 Costa Rica
    Suíça 2 X 1 Sérvia
    Nigéria 2 X 0 Islândia 
    Bélgica 5 X 2 Tunísia
    México 2 X 1 Coreia do Sul
    Alemanha 2 X 1 Suécia
    Inglaterra 6 X 1 Panamá 
    Japão 2 X 2 Senegal 
    Colômbia 3 X 0 Polônia

    3ª rodada
    Uruguai 3 X 0 Rússia 
    A.Saudita 2 X 1 Egito 
    Portugal 1 X 1 Irã
    Espanha 2 X 2 Marrocos 
    França 0 X 0 Dinamarca 
    Peru 2 X 0 Austrália
    Argentina 2 X 1 Nigéria 
    Croácia 2 X 1 Islândia

    Jogos desta quarta-feira - 27/06 - (Última rodada da fase de classificação)

    Grupo E
    Brasil X Sérvia - às 15h 
    Suíça X Costa Rica - às 15h

    Grupo F
    Coreia do Sul X Alemanha - às 11h
    México X Suécia - às 11h

    Oitavas de final - Confrontos já confirmados

    Argentina X França - Sábado, 30/06 - às 11h
    Uruguai X Portugal - Sábado, 30/06 - às 15h
    Espanha X Rússia - Domingo, 01/07 - às 11h
    Croácia X Dinamarca - Domingo, 01/07 - às 15h

     

    GRUPO A

    CLASSIFICAÇÃO

     

    1

     

    Uruguai

    0 
    2 Rússia 0 
    3 Arábia Saudita 0 
    4 Egito 0 

    P

    JVEDGPGCSG% 

    9

    3 3 0 0 5 0 +5 100.0  
    6 3 2 0 1 8 4 +4 00.0  
    3 3 1 0 2 2 6 -4 0.0  
    0 3 0 0 3 2 6 -4 0.0  

    GRUPO B

    CLASSIFICAÇÃO

     

    1

     

    Espanha

    0 
    2 Portugal 0 
    3 Irã 0 
    4 Marrocos 0 
    PJVEDGPGCSG% 
    5 3 1 2 0 6 5 11 75.0  
    5 3 1 2 0 5 4 +1 75.0  
    4 3 1  1 1 2 2 0 0.0  
    1 3 0 1 2 2 4 -2 0.0  

    GRUPO C

    CLASSIFICAÇÃO

     

    1

     

    França

    0 
    2 Dinamarca 0 
    3 Austrália 0 
    4 Peru 0 
    PJVEDGPGCSG% 
    7 3 2 1 0 3 1 +2 75.0  
    5 3 1 2 0 2 1 +1 0.0  
    1 3   1 3 2 5 -3 0.0  
    3 3 1 0 2  2 2 0 0.0  

    GRUPO D

    CLASSIFICAÇÃO

     

    1

     

    Croácia

    0 
    2 Argentina 0 
    3 Nigéria 0 
    4 Islândia 0 
    PJVEDGPGCSG% 
    9 3 3 0 0 7 1 +6 100.0  
    4 3 1 1 1 3 5 -2 0.0  
    3 3 1  0 2 3 4 -1 0.0  
    1 3 0 1 2 2 5 -3 0.0  

    GRUPO E

    CLASSIFICAÇÃO

     

    1

     

    Brasil

    0 
    2 Suíça 0 
    3 Sérvia 0 
    1 Costa Rica 0 
    PJVEDGPGCSG% 
    4 2 1 1 0 3  1 +2 00.0  
    4 2 1 1 0 3 2 +1 00.0  
    3 2 1 0 1 2 2 0 00.0  
    0 2 0 0 2 0 3 -3 00.0  

    GRUPO F

    CLASSIFICAÇÃO

     

    1

     

    México

    0 
    2 Suécia 0 
    3 Alemanha 0 
    4 Coreia do Sul 0 
    PJVEDGPGCSG% 
    6 2 2 0 0 3 1 +2 100.0  
    3 2 1 0 2 2 2 0 0.0  
    3 2 1 0 1 2 2 0 0.0  
    0 2 0 0 2 1 3 -2 0.0  

    GRUPO G

    CLASSIFICAÇÃO

     

    1

     

    Bélgica

    0 
    2 Inglaterra 0 
    3 Tunísia 0 
    4 Panamá 0 
    PJVEDGPGCSG% 
    6 2 2 0 0 8 2 +6 100.0  
    6 2 2 0 0 8 2 +6 100.0  
    0 2 0 0 2 3 7 -4 0.0  
    0 2 0 0 2 2 7 -5 0.0  

    GRUPO H

    CLASSIFICAÇÃO

     

    1

     

    Japão

    0 
    2 Senegal 0 
    3 Colômbia 0 
    4 Polônia 0 
    PJVEDGPGCSG% 
    4 2 1 1 0 4 3 +1 0.0  
    4 2 1 1 0 4 3 +1 0.0  
    3 2 1 0 1 4 2 +2 0.0  
    0 2 0 0 2 1 5 -4 0.0  
    Published in Esporte
    Nos outros dois jogos desta quinta-feira, a França venceu o Peru e se classificou para as oitavas de final. Enquanto Dinamarca e Austrália empataram e ambas continuam com chaces de classificação
    Jogando nesta quinta-feira, 21/06, pela segunda rodada da Copa, a Croácia venceu a Argentina, de Messi, por 3 a 0, pelo Grupo D, e já se garantiu nas oitavas de final. Já os argentinos estão, praticamente, desclassificados. Além de ter que vencer o último jogo, os hermanos precisarão de um milagre para continuar no Mundial.
    Foi uma partida desastrosa dos sul-americanos, que começou com um lambança do goleiro Willy Caballero. Aos 8 minutos do segundo tempo, ele tentou devolver uma bola atrasada e acabou deixando o atacante Ante Rebic livre para fazer 1 a 0 para os croatas. Aos 35 minutos, Luka Modric ampliou o placar com um golaço de fora da área. E, aos 46 minutos, Ivan Rakitic fez 3 a 0 em mais uma cochilada da defesa argentina.
    Com seis pontos, a Croácia lidera o grupo D e não pode mais ser alcançada. Os crotas se unem à França, Rússia e Uruguai no grupo das seleções já garantidas na segunda fase do mata-mata. Islândia e Argentina etão empatadas com um ponto, vindo a seguir a Nigéria. Islandeses e nigerianos se enfrentam nesta sexta-feira.
    A terceira rodada do Grupo D acontece na terça-feira, 26, quando jogarão Argentina X Nigéria, em São Petersburgo, e Croácia e Islândia, em Rostov.
    França vence e se classifica
    França e Peru
    Jogando pelo Grupo C, a França não encontrou dificuldades para vencer a seleção do Peru, por 1 a 0. Com a vitória, os franceses chegaram aos 6 pontos e se classificaram para as oitavas de final. Já os peruanos de Paolo Guerreiro e Cueva foram desclassificados depois de duas derrotas no Mundial
    O gol dos franceses foi marcado por Mbappé, aos 34 minutos do primeiro tempo. Com 19 anos, o atacante se tornou o jogador mais jovem a marcar um gol com a camisa da França na Copa do Mundo.
    Dinamarca e Austrália empatam em 1 a 1
     australia x dinamarca
    No primeiro jogo desta quinta-feira, a Dinamarca empatou com a Austrália em 1 a 1 pelo Grupo C. Aos 7 minutos, Christian Eriksen abriu o placar para os dinamarqueses. E aos 38 minutos, Jedinak marcou o seu segundo gol de pênalti nesta Copa. A penalidade máxima foi marcada pelo árbitro de vídeo, como já havia acontecido no primeiro jogo dos australianos.
    Com os resultados de hoje, Dinamarca e Austrália mantêm chances de classificação para a segunda fase. As maiores chances são dos dinamarqueses que têm 4 pontos ganhos, contra 1 dos australianos. Na última rodada, a Dinamarca joga por um empate contra a França.
    Com os resultados, a última rodada vai decidir o segundo classificado da chave. A Dinamarca encara a França, em Moscou, enquanto a Austrália joga contra o Peru em Sochi.
     
    Brasil pronto para enfrentar a Costa Rica
    Seleção Brasileira
    A Seleção Brasileira já está pronta para enfrentar a Costa Rica pela segunda rodada da Copa, nesta sexta-feira, 22, a partir das 9h. O jogo, válido pelo Gruo E, será realizado em São Petersburgo. E vai com uma novidade. Nos treinos de hoje, o lateral direito Danilo sofreu uma contusão e será substituído por Fagner. O Brasil tem 1 ponto e ocupa o segundo lugar ao lado da Suíça. O grupo é liderado pela Sérvia com 3 pontos.
    Assim, o Brasil vai enfrentar a Costa Rica com Alisson; Fagner, Thiago Silva, Miranda e Marcelo; Casemiro, Paulinho, Willian, Philippe Coutinho e Neymar; Gabriel Jesus.
    VEJA, AQUI, A CAMINHADA DO BRASIL:
    No sorteio, o Brasil caiu no Grupo E e enfrentará as seleções da Suíça, Costa Rica e Sérvia na primeira fase:
    17 de junho (domingo) - BRASIL x SUÍÇA - 15h
    22 de junho (sexta-feira) - BRASIL x COSTA RICA - 9h
    27 de junho (quarta-feira) - BRASIL x SÉRVIA - 15h
    Se passar como 1º do Grupo E:
    2 de julho (segunda-feira) - OITAVAS DE FINAL - 11h
    6 de julho (sexta-feira) - QUARTAS DE FINAL - 15h
    10 de julho (terça-feira) - SEMIFINAL - 15h
    15 de julho (domingo) - FINAL - 12h
    Se passar como 2º do Grupo E:
    3 de julho (terça-feira) - OITAVAS DE FINAL - 11h
    7 de julho (sábado) - QUARTAS DE FINAL - 11h
    11 de julho (quarta-feira) - SEMIFINAL - 15h
    15 de julho (domingo) - FINAL - 12h
    Caso a Seleção Brasileira perca na semifinal, ela disputará o 3º lugar no dia 14 de julho, sábado, às 11h.
    PLACAR DA COPA:
    1ª rodada:
    Rússia 5 X 0 Arábia Saudita
    Uruguai 1 X 0 Egito
    Irã 1 X 0 Marrocos
    Portugal 3 X 3 Espanha
    Argentina 1 X 1 Islândia
    França 2 X 1 Austrália
    Dinamarca 1 X 0 Peru
    Croácia 2 X 0 Nigéria
    Sérvia 1 X 0 Costa Rica
    México 1 X 0 Alemanha
    Brasil 1 X 1 Suíça
    Suécia 1 X 0 Coreia do Sul
    Bélgica 3 X 0 Panama
    Inglaterra 2 X 1 Tunísia
    Senegal 2 X 1 Polônia
    Japão 2 X 1 Colômbia
    2ª rodada
    Rússia 3 X 1 Egito
    Portugal 1 X 0 Marrocos
    Uruguai 1 X 0 Arábia Saudita
    Espanha 1 X 0 Irã
    Dinamarca 1 X1 Austrália
    França 1 X 0 Peru
    Croácia 3 X 0 Argentina
     

    GRUPO A

    CLASSIFICAÇÃO

     

    1

     

    Rússia

    0 
    2 Uruguai 0 
    3 Egito 0 
    4 Arábia Saudita 0 

    P

    JVEDGPGCSG% 

    6

    2 2 0 0 8 2 +6 100.0  
    6 2 2 0 0 2 0 +2 100.0  
    0 2 0 0 2 1 4 -3 0.0  
    0 2 0 0 2 0 6 -6 0.0  

    GRUPO B

    CLASSIFICAÇÃO

     

    1

     

    Portugal

    0 
    2 Espanha 0 
    3 Irã 0 
    4 Marrocos 0 
    PJVEDGPGCSG% 
    4 2 1 1 0 4 3 +1 75.0  
    4 2 1 1 0 4 3 +1 75.0  
    3 2 1   1 1 1 0 50.0  
    0 2 0 0 2 0 2 -2 0.0  

    GRUPO C

    CLASSIFICAÇÃO

     

    1

     

    França

    0 
    2 Dinamarca 0 
    3 Austrália 0 
    4 Peru 0 
    PJVEDGPGCSG% 
    6 2 2 0 0 3 1 +2 100.0  
    4 2 1 1 0 2 1 +1 75.0  
    1 2   1 1 2 3 -1 30.0  
    0 2 0 0 2   2 -2 0.0  

    GRUPO D

    CLASSIFICAÇÃO

     

    1

     

    Croácia

    0 
    2 Islândia 0 
    3 Nigéria 0 
    4 Argentina 0 
    PJVEDGPGCSG% 
    6 2 2 0 0 5 0 +5 100.0  
    1 1 0 1 0 1 1 0 33.3  
    0 1 0   1 0 2 -2 0.0  
    1 2 0 1 1 1 4 -3 0.0  

    GRUPO E

    CLASSIFICAÇÃO

     

    1

     

    Sérvia

    0 
    2 Brasil 0 
    3 Suíça 0 
    1 Costa Rica 0 
    PJVEDGPGCSG% 
    3 1 1 0 0 1   +1 100.0  
    1 1 0 1 0 1 1 0 33.3  
    1 1 0 1 0 1 1 0 33.3  
    0 1 0 0 1 0 1 -1 0.0  

    GRUPO F

    CLASSIFICAÇÃO

     

    1

     

    México

    0 
    2 Suécia 0 
    3 Coreia do Sul 0 
    4 Alemanha 0 
    PJVEDGPGCSG% 
    3 1 1 0 0 1 0 +1 100.0  
    3 1 1 0 0 1 0 +1 100.0  
    0 1 0 0 1 0 1 -1 0.0  
    0 1 0 0 1 0 1 -1 0.0  

    GRUPO G

    CLASSIFICAÇÃO

     

    1

     

    Bélgica

    0 
    2 Inglaterra 0 
    3 Tunísia 0 
    4 Panamá 0 
    PJVEDGPGCSG% 
    3 1 1 0 0 3 0 +3 100.0  
    3 1 1 0 0 2 1 +1 100.0  
    0 1 0 0 1 1 2 -1 0.0  
    0 1 0 0 1 0 3 -3 0.0  

    GRUPO H

    CLASSIFICAÇÃO

     

    1

     

    Japão

    0 
    2 Senegal 0 
    3 Polônia 0 
    4 Colômbia 0 
    PJVEDGPGCSG% 
    3 1 1 0 0 2 1 +1 100.0  
    3 1 1 0 0 2 1 +1 100.0  
    0 1 0 0 1 1 2 -1 0.0  
    0 1 0 0 1 1 2 -1 0.0  
    Published in Esporte
    Outros três jogos foram realizados neste sábado: França 2 X 1 Austrália; Dinamarca 1 X 0 Peru; e Croácia 2 X 0 Nigéria
     
    Milhares de argentinos invadiram a cidade de Moscou neste sábado, 16/06, para acompanhar a estreia de sua Seleção na Copa da Rússia pelo Grupo D. Só que a festa dos hermanos foi frustrada dentro de campo. Messi, que pode está participando de seu último Mundial, perdeu um pênalti, e a Argentina acabou em empatado com a surpreendente Islândia por 1 a 1.
    Aos 19 minutos do primeiro tempo, os sul-americanos abriram o placar, com um gol de Sergio Aguero e parecia até que eles iriam vencer com tranquilidade. Mas, aos 23 minutos, os nórdicos, que são disciplinados e usam muito força física, empataram a partida com Alfred Finnbogasson. Foi o primeiro gol da Islândia numa Copa do Mundo.
    Muito marcado pelos adversários, Messi teve a chance de desempatar a partida aos 18 minutos do segundo tempo, quando seu time sofreu um pênalti. Porém, o craque do Barcelona chutou e o goleiro da Islândia fez uma grande defesa para desespero de Messi e de seus companheiros.
    Próximos jogos
    Na próxima rodada, a Argentina vai enfrentar a Croácia em Nijni Novogorod. O jogo será na próxima quinta-feira, 21/06. Já a Islãndia faz sua segunda partida em Copas contra a Nigéria, em Volgogrado, na próxima sexta, 22.
     Outros jogos deste sábado
    França vence a Austrália por 2 a 1
    França e Austrália
    A forte Seleção da França estreou com vitória na Copa do Mundo da Rússia. Jogando pelo Grupo C, os franceses venceram a Austrália por 2 a 1, na manhã deste sábado, 16/06. Nessa partida houve jogadas polêmicas e um pênalti foi marcado pelo árbitro de vídeo.
    Aos 12 minutos do segundo tempo, após jogada entre Risdon e Griezmann, o juiz mandou seguir, porém, a tecnologia foi acionada e o árbitro marcou pênalti. Na cobrança, o próprio Griezmann marcou o primeiro gol francês. No entanto, dois minutos depois, os australianos empataram também de pênalti, convertido por Jedinak. Aos 36 minutos, Pogba marcou o segundo gol dos azuis.
    Peru perde de 1 x 0 para a Dinamarca
    Peru e Dinamarca
    No terceiro jogo da Copa, neste sábado, Peru e Dinamarca fizeram uma partida bastante movimentada pelo Grupo C. E sem o centroavante Paolo Guerreiro, os peruanos acabaram perdendo por 1 a 0. Cueva, que joga no São Paulo, perdeu um pênalti, marcado também com uso do árbitro de vídeo. O gol dos dinamarqueses foi marcado no segundo tempo por Poulsen.
    Croácia bate a Nigéria por 2 a 0
    Croácia e Nigéria
    Jogando com arbitragem do brasileiro Sandro Meira Ricci, Croácia e Nigéria fizeram o último jogo da rodada deste sábado, 16. E os africanos perderam por 2 a 0. O primeiro gol dos croatas foi marcado aos 31 minutos do primeiro tempo. Etebo marcou contra. O segundo gol foi marcado de pênalti por Modric aos 26 minutos do segundo tempo.

     

    VEJA, AQUI, A CAMINHADA DO BRASIL:

    No sorteio, o Brasil caiu no Grupo E e enfrentará as seleções da Suíça, Costa Rica e Sérvia na primeira fase:

    17 de junho (domingo) - BRASIL x SUÍÇA - 15h
    22 de junho (sexta-feira) - BRASIL x COSTA RICA - 9h
    27 de junho (quarta-feira) - BRASIL x SÉRVIA - 15h

    Se passar como 1º do Grupo E: 

    2 de julho (segunda-feira) - OITAVAS DE FINAL - 11h
    6 de julho (sexta-feira) - QUARTAS DE FINAL - 15h
    10 de julho (terça-feira) - SEMIFINAL - 15h
    15 de julho (domingo) - FINAL - 12h

    Se passar como 2º do Grupo E: 

    3 de julho (terça-feira) - OITAVAS DE FINAL - 11h
    7 de julho (sábado) - QUARTAS DE FINAL - 11h
    11 de julho (quarta-feira) - SEMIFINAL - 15h
    15 de julho (domingo) - FINAL - 12h

    Caso a Seleção Brasileira perca na semifinal, ela disputará o 3º lugar no dia 14 de julho, sábado, às 11h.

     
    Outros jogos da primeira rodada da Copa:
     
    Rússia 5 X 0 Arábia Saudita
    Uruguai 1 X 0 Egito
    Irã 1 X 0 Marrocos
     
    Tabela da Copa - Fase de classificação
     
    Tabela e classificação:

    GRUPO A

    CLASSIFICAÇÃO

     

    1

     

    Rússia

    0 
    2 Uruguai 0 
    3 Egito 0 
    4 Arábia Saudita 0 
    PJVEDGPGCSG% 

    3

    1 1 0 0 5 0 5 100.0  
    3 1 1 0 0 1 0 1 100.0  
    0 1 0 0 1 0 1 -1 0.0  
    0 1 0 0 1 0 5 -5 0.0  

    GRUPO B

    CLASSIFICAÇÃO

     

    1

     

    Irã

    0 
    2 Espanha 0 
    2 Portugal 0 
    4 Marrocos 0 
    PJVEDGPGCSG% 
    3 1 1 0 0 1 0 1 100.0  
    1 1 0 1 0 3 3 0 33.3  
    1 1 0 1 0 3 3 0 33.3  
    0 1 0 0 1 0 1 -1 0.0  

    GRUPO C

    CLASSIFICAÇÃO

     

    1

     

    França

    0 
    2 Dinamarca 0 
    3 Peru 0 
    4 Austrália 0 
    PJVEDGPGCSG%ÚLT. JOGOS
    3 1 1 0 0 2 1 +1 100.0  
    3 1 1 0 0 1 0 +1 100.0  
    0 1 0 0 1 0 1 -1 0.0  
    0 1 0 0 1 1 2 -1 0.0  

    GRUPO D

    CLASSIFICAÇÃO

     

    1

     

    Croácia

    0 
    1 Argentina 0 
    1 Islândia 0 
    1 Nigéria 0 
    PJVEDGPGCSG%ÚLT. JOGOS
    3 1 1 0 0 2 0 +2 100.0  
    1 1 0 1 0 1 1 0 33.3  
    1 1 0 1 0 1 1 0 33.3  
    0 1 0 0 1 0 2 -2 0.0  

    GRUPO E

    CLASSIFICAÇÃO

     

    1

     

    Brasil

    0 
    1 Costa Rica 0 
    1 Sérvia 0 
    1 Suíça 0 
    PJVEDGPGCSG%ÚLT. JOGOS
    0 0 0 0 0 0 0 0 0.0  
    0 0 0 0 0 0 0 0 0.0  
    0 0 0 0 0 0 0 0 0.0  
    0 0 0 0 0 0 0 0 0.0  

    GRUPO F

    CLASSIFICAÇÃO

     

    1

     

    Alemanha

    0 
    1 Coreia do Sul 0 
    1 México 0 
    1 Suécia 0 
    PJVEDGPGCSG%ÚLT. JOGOS
    0 0 0 0 0 0 0 0 0.0  
    0 0 0 0 0 0 0 0 0.0  
    0 0 0 0 0 0 0 0 0.0  
    0 0 0 0 0 0 0 0 0.0  

    GRUPO G

    CLASSIFICAÇÃO

     

    1

     

    Bélgica

    0 
    1 Inglaterra 0 
    1 Panamá 0 
    1 Tunísia 0 
    PJVEDGPGCSG%ÚLT. JOGOS
    0 0 0 0 0 0 0 0 0.0  
    0 0 0 0 0 0 0 0 0.0  
    0 0 0 0 0 0 0 0 0.0  
    0 0 0 0 0 0 0 0 0.0  

    GRUPO H

    CLASSIFICAÇÃO

     

    1

     

    Colômbia

    0 
    1 Japão 0 
    1 Polônia 0 
    1 Senegal 0 
    PJVEDGPGCSG%ÚLT. JOGOS
    0 0 0 0 0 0 0 0 0.0  
    0 0 0 0 0 0 0 0 0.0  
    0 0 0 0 0 0 0 0 0.0  
    0 0 0 0 0 0 0 0 0.0  
    Published in Esporte

    Por Renato Ferreira - 

     

    É incrível mesmo o papel da militância política, quando o assunto envolve política e futebol em época da Copa do Mundo. Para não torcerem para o governo de plantão, parte da militância de oposição acaba perdendo até mesmo a paixão pela Seleção Brasileira.

    A julgar por algumas ruas pintadas com as cores da Argentina e postagens nas redes sociais, nesta Copa da Rússia, os petistas chegam ao extremo e afirmam que vão torcer para o rival time da Argentina, tudo por causa do governo Temer. Medida que chega a ser grotesca, até porque o Temer, que é bi-vice da Dilma, deveria estar preso ao lado do Lula.

    Brasileiros argentinos

    Mas, esse negócio de torcer contra a Seleção Brasileira por causa de política não é "privilégio" petista. Também os tucanos torciam contra só para dizer que os petistas usavam o futebol para enganar o povo. O discurso de hoje é o mesmo.

    Governos "pé frio"

    No entanto, resgatando a história da Política X Futebol, verificamos que os governos petistas - de Lula e Dilma - foram os maiores pé frios. Com eles no Palácio do Planalto, a Seleção Brasileira jamais ganhou uma Copa. E mais: Foi no governo Dilma, na Copa de 2014, que o Brasil passou pelo seu maior vexame dentro decampo ao perder por 7 a 1 para a Alemanha, em pleno Mineirão.

    FHC é pé quente

    Ruas com as cores do Brasil

    Já o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso(PSDB) pode ser considerado pé quente. Com ele na Presidência,o Brasil conquistou dois títulos mundiais.

    Durante a História das Copas, o Brasil foi campeão com os governos Juscelino Kubitschek, João Goulart, Ditadura Militar e FHC. Fomos campeões em 1958 (JK), bicampeões em 1962 (Goulart); tricampeões em 1970 (Militares); tetracampeões em 1994 (FHC), e pentacampeões em 2002, último governo do tucano Fernando Henrique Cardoso. (Renato Ferreira)

     
    RETIFICAÇÃO
    Atualizado às 12h55
    Em 1994, quando o Brasil conquistou o tetracampeão nos Estados Unidos, vencendo a Itália nos pênaltis, o Presidente era o Itamar Franco. Naquele ano, FHC foi eleito presidente e tomou posse em janeiro de 2005.
    Published in Esporte
    Página 1 de 2

    Quem somos

    Notícias & Opinião é um site de notícias gerais editado pela Empresa Jornalística Notícias de Paz Ltda - EPP, a partir da Capital e região Oeste da Grande São Paulo.

    Como o próprio nome diz, aqui você vai encontrar notícias, entrevistas, artigos, crônicas e opinião sobre política, economia, educação, cultura e esporte, dentre outros temas do nosso dia-a-dia.