Sábado, 14 Dezembro 2019 | Login
LIBERTADORES: Gabigol faz dois e Flamengo é bi-campeão da América

LIBERTADORES: Gabigol faz dois e Flamengo é bi-campeão da América Featured

O time carioca perdia por 1 a 0 até os 85 minutos de jogo, quando virou e conquistou seu segundo título depois de 38 anos.
Foi uma virada histórica do Flamengo na tarde deste sábado, 23/11, em Lima. O River Plate fez 1 a 0 logo no início da partida e segurou o placar quase até os 90 minutos, quando apareceu Gabigol para acabar com a festa argentina. Com dois gols em poucos minutos, o Flamengo virou a partida para conquistar o bi-campenato da Libertadores depois de 38 anos, quando a geração de Zico e Junior foi campeã em 1981.
Durante quase toda a partida, os argentinos conseguiram marcar muito bem e anular as principais jogadas de ataque do time brasileiro. Os atacantes Gabibol, artilheiro da competição, e Bruno Henrique não conseguiam repetir as jogadas de gols que mostraram em jogos anteriores. Depois de abrir o placar, o River não recuou e continuou jogando com precisão nos passes.
Mas, aos 85 minutos, a zaga do time argentino falhou e a equipe do treinador Jorge Jesus não perdoou. Livre dentro da pequena área, Gabigol só teve o trabalho de empurrar para as redes. Poucos minutos depois, em outra falha dos adversários, o artilheiro da Libertadores dominou a bola e chutou sem defesa para o goleiro Armani. O gol do River foi marcado pelo colombiano Borré.
Festa flamenguista
Flamengo campeão da Libertadores 2
Depois de 38 anos, o Flamengo conquista o seu segundo títudo da Libertadores da América
No Maracanã e em vários estádios brasileiros, a torcida flamenguista sofreu durante quase toda a partida. Mas, no final, veio o grito da vitória e a festa não tem prazo para terminar, principalmente, no Rio de Janeiro.
Campeão da Libertadores, agora, o time rubro-negro pode ainda ser campeão brasileiro já neste domingo, 24, com 4 rodadas de antecedência, caso o Palmeiras não vença o jogo contra o Grêmio. O time carioca tem 81 pontos, contra 68 do Palmeiras. Além de Gabigol, outro nome muito festejado dentro de campo e gritado por todos os flamenguistas é o do técnico português, Jorge de Jesus, que já deixou seu nome na história do Flamengo. (Renato Ferreira)
000

About Author

Related items

  • ANO DO FLAMENGO: Time já é campeão estadual, nacional, da Libertadores e ainda pode ser campeão mundial
    O ano de 2019 entra definitivamente para a história do Flamengo e, com certeza, a maior torcida do Brasil jamais vai esquecer essa temporada do rubro-negro carioca. Um dia depois da virada histórica deste sábado, em Lima, quando conquistou o bicampeonato da Libertadores, neste domingo, o Flamengo foi campeão brasileiro mesmo sem entrar em campo.
    Para evitar, ou no mínimo, adiar a festa carioca, o Palmeiras teria que vencer o Grêmio no Allianz Parque. Mas, o Verdão acabou perdendo por 2 a 1 e não poderá mais alcançar o time carioca, que já tem 81 pontos. Este foi o sétimo título nacional do Flamengo, treinado pelo português Jorge de Jesus.
     Flamengo festa no rio
    E se não bastasse a tríplice coroa - Estadual, Nacional e Libertadores - o Flamengo poderá conquistar também o seu quarto título em 2019. E não será um título qualquer. Como campeão da América, o rubro-negro vai disputar o título mundial de Clubes, sendo que no dia 17 de dezembro deverá enfrentar o Liverpool, campeão europeu.
    Assim, a torcida flamenguista, que recebeu os campeões da Libertadores, neste domingo, numa grande festa na Cidade Maravilhosa, deve continuar festejando, agora, mais um título do Brasileirão. É o carnaval de 2019 antecipado pelos flamenguistas em todo o Brasil. Parabéns, Flamengo! (Renato Ferreira)
  • CRUZEIRO/ATLÉTICO: Saudades dos tempos de glória desses gigantes do futebol

    Hoje, eles jogam pra não cair e fora de campo, suas torcidas não torcem mais. Só brigam!

     

    Por Renato Ferreira -

    No último jogo entre Cruzeiro e Atlético Mineiro, no domingo, 10/11, esses dois grandes clubes de futebol do Brasil e do mundo fizeram (ou deveriam ter feito) mais um clássico pelo Campeonato Brasileiro. Porém, futebol foi o que menos se viu no Mineirão, palco de grandes espetáculos desses dois times que orgulham Minas Gerais. O tradicional e belo estádio de Belo Horizonte deve ter chorado de vergonha pelo triste espetáculo protagonizado pelas duas equipes e, principalmente, pelas suas torcidas.

    Cruzeiro e Atlético torcidas

    Mal colocados na tabela de classificação e mais preocupados em fugir da zona de rebaixamento do que alcançar o G4, Cruzeiro e Atlético não saíram do 0 a 0, placar muito diferente de outros tempos de glórias do clássico, marcado sempre por muitos e belos gols.

    E se não bastasse o baixo nível do utebol atual em campo, fora dele, como vem acontecendo mundo afora, as torcidas cruzeirenses e atleticanas parecem também que hoje não se interessam mais por em torcer nas arquibancadas.

    Após o empate sem gols, que pode significar o famoso 'abraço de afogados", torcedores dos dois times tentaram fazer a diferença no braço e transformaram o novo e belo Mineirão numa verdadeira praça de guerra.

    Mineirão

    Mineirão foi mais uma vez depredado por vândalos em briga de torcidades de Atlético e Cruzeiro

    Os vândalos, conhecidos também como "torcedores organizados" partiram pra briga, quebrando cadeiras e outros equipamentos do estádio, que deveria ser cuidado, justamente, por eles mesmos.

    E o pior é que não ficou apenas no dantesco espetáculo de luta em lugar errado. Alguns torcedores, segundo as notícias, do Atlético, resolveram baixar ainda mais o nível, cuspindo em seguranças, chamando-os de "macacos", praticando o crime inafiançável de racismo. Com certeza, apesar de chorar, agora, e pedir desculpas, vão pagar pelo crime.

    Certamente, esses torcedores do Galo,esquecem que pela sua equipe, como também pela do Cruzeiro, e do futebol em geral. a história é feita de jogadores altos, baixos, brancos e, principalmente, por negros. Esquecem, talvez, que o maior jogador de todos os tempos - Pelé - é negro. E nascido, justamente, em Três Corações, nas Minas Gerais.

    Tostão e Dirceu Lopes

    Tostão e Dirceu Lopes, ex-craques do Cruzeiro

    E, assim, eu, como mineiro, morando em São Paulo há quase 50 anos, tenho saudades dos tempos em que Cruzeiro e Atlético sempre brigavam pelo topo da tabela de classificação e desfilavam craques, como Tostão e Dirceu Lopes, pelo Cruzeiro; e Reinaldo e Dadá Maravilha, pelo Atlético; para citar apenas quatro craques dentre tantos outros, que fazem parte da história desses dois times, que são orgulho de Belo Horizonte e de todos os mineiros.

    Reinaldo e Dadá Maravilha

    Reinaldo e Dadá Maravilha, ex-craques do Atlético

    Esperamos que esse pesadelo termine em 2019 e que, a partir de 2020, Cruzeiro e Atlético voltem a brigar por títulos em Minas, no Brasil e no mundo. E também que suas torcidas se organizem de verdade, mas, para apenas torcer e se divertir com o futebol. (Renato Ferreira)

  • POLÍTICA/ESPORTE: Copa Ribamar tem final emocionante em Osasco
    O grande evento de futebol amador da cidade, que leva o nome do Presidente da Câmara Municipal, reuniu 24 times osasquenses.
     
    A final da segunda edição da Copa Ribamar, que aconteceu no último domingo, 22/09, foi mais uma grande festa esportiva na cidade. O evento reuniu os times “Das Antigas” e “Cingabol” no campo do Santa Cruz. Centenas de torcedores e curiosos ocuparam os espaços disponíveis para assistir ao jogo.
    Copa Ribamar capa participantes
    Nas lajes das casas próximas ao campo, no Jardim D’abril, crianças, adolescentes, adultos e idosos fizeram de tudo para assistirem, emocionados, à grande final. “Além de incentivar o esporte e o lazer, a Copa Ribamar foi uma grande festa da família osasquense”, comentou Claudinei Cândido, que colaborou com a organização do evento.
    Copa Ribamar Ribamar
    O idealizador do Campeonato, Presidente da Câmara de Osasco, Ribamar Silva, acompanhou emocionado o jogo da decisão. “Foi muito além do que esperávamos. Mais de 260 atletas amadores participaram da Copa, que começou em abril e termina hoje com excelência. Tenho certeza de que não só os jogadores, mas todos os envolvidos levarão no coração para sempre esse grande momento”, comentou Ribamar.
    Com decisão nos pênaltis, o time “Das Antigas” venceu o jogo por 5X3. Como prêmio, foi entregue aos vencedores o valor de 8 mil reais. Já o Cingabol foi premiado com o valor de 4 mil reais, como vice-campeão. O time Área Verde ficou com o 3º lugar.
    Copa Ribamar Ribamar e Lins
    O prefeito Rogério Lins, prestigiou o jogo amistoso que antecedeu o jogo final. “Parabenizo o Ribamar pela idealização do evento e por incentivar o esporte e o lazer em Osasco. Um trabalho brilhante, que só foi possível graças à dedicação dele e de sua equipe”, comentou Lins.
    Copa Ribamar Bandeira do Brasil
    De acordo com Ribamar, a ideia é de que em 2020 a 3ª edição do campeonato reúna ainda mais times. “Pelo sucesso desta edição, não tenho dúvidas de que vamos trabalhar ainda mais para que essa Copa seja ainda maior. Estou extremamente feliz e satisfeito em ver a alegria estampada nos rostos de todos aqui hoje”, finalizou Ribamar.

Quem somos

Notícias & Opinião é um site de notícias gerais editado pela Empresa Jornalística Notícias de Paz Ltda - EPP, a partir da Capital e região Oeste da Grande São Paulo.

Como o próprio nome diz, aqui você vai encontrar notícias, entrevistas, artigos, crônicas e opinião sobre política, economia, educação, cultura e esporte, dentre outros temas do nosso dia-a-dia.