Terça, 26 Março 2019 | Login
França vence a Bélgica e vai à final da Copa

França vence a Bélgica e vai à final da Copa Featured

 
Nesta terça-feira, 10/07, a França venceu a Bélgica pelas semifinais e está na final da Copa do Mundo pela terceira vez. Com a vitória de 1 a 0, na Arena de São Petersrburgo, os franceses interromperam mais uma vez o sonho da Bélgica de chegar à final de uma Copa do Mundo. O gol francês foi marcado aos 6 minutos do segundo tempo por Umtiti, de cabeça, após cobrança de escanteio.
 
A França foi campeã em 1998, quando sediou a Copa. E a última vez que os Bleus estiveram numa decisão foi em 2006, quando perderam o título para a Itália. O técnico Didier Deschaps era jogador e, agora, poderá ser campeão também como treinador, a exemplo do brasileiro Zagalo e o alemão Franz Beckenbauer.
 
Nesta quarta-feira, 11, em Moscou, a outra semifinal será disputada entre a Inglaterra, que passou pela Suécia nas quartas de final, e Croácia, que derrotou a Rússia.
000

About Author

Related items

  • SUPERLIGA FEMININA: Minas e Praia já estão nas semifinais
     
     
     
     
     
     
     
     
     
    Jogando nesta quinta-feira, 21/03, pela segunda rodada dos playoffs das quartas de final, as equipes do Minas Tênis Clube e do Praia Clube venceram, respectivamente, o Vôlei Curitiba e o Fluminense, e se classificaram para as semifinais da Superliga Feminina 2018/19, sem a necessidade de uma terceira partida.
     
    Minas 3 X 1 Curitiba
    Minas e Curitiba
     
    O Minas confirmou o favoritismo e avançou às seminfinais da Superliga Feminina. A equipe de Belo Horizonte voltou a vencer o Vôlei Curitiba, dessa vez por 3 sets a 1, jogando na Arena MTC.  As parciais foram de 25/14, 25/20, 20/25 e 25/11.

    Na  primeira partida,  sexta-feira passada, na capital paranaense, o MInas - líder na fase de classificação - não encontrou dificuldades contra o Curitiba  e venceu por 3 a 0.  Já em BH, o time paranaens, que estreia na Superliga Feminina e que ficou em oitavo lugar, chegou a dar mais trabalho e o terceiro set por 25 a 20. Mas, isso não bastou para assustar as mineiras que venceram o quarto set por um massacrante 25 a 11, repetindo a superiodidade do primeiro set. 

    O adversário do Minas Tênis Clube na semifinal sairá do duelo entre Barueri e Osasco. No primeiro confronto entre os times paulistas, o Barueri saiu em vantagem ao vencer por 3 sets a 2, em casa.  Nesta sexta-feira, às 19h, em Osasco, acontece a segunda partida. Em caso de novo triunfo, o time comandado pelo técnico José Roberto Guimarães avançará sem a necessidade de um terceiro e decisivo jogo. 
     
    Praia 3 X 0 Fluminense
     
    Praia e Flu
    Também nesta quinta-feira, 21, o Praia Clube, que ficou em segundo lugar na fase de classificação, eliminou o Fluminense com mais uma vitória, dessa vez no Ginásio da Hebraica, no Rio de Janeiro. O placar de 3 sets a 0,  demonstra que o time de Uberlândia classificou-se de forma tranquila para as semifinais.  As parciais  foram de 25/15, 25/15 e 25/21.  
    No primeiro jogo, na Arena Uberlândia, o Praia Clube derrotou as cariocas por 3 a 0. Assim como ocorreu em casa, o atual campeão da Superliga Feminina não encotrou muita resistência por parte do tricolor.  Fernanda Garay e a oposto norte-americana Nicole Fawcett, foram os destaques da excelente equipe do Praia Clube.  Fawcett foi eleita a melhora jogadora em quadra e ficou com o troféu Viva Vôlei. 
    O Praia terá como adversário nas semifinais o vencedor da série entre o Sesi-SP e Sesc-RJ.  Na primeira partida, em Bauru, o time paulista surpreendeu e derrou a equipe de Bernardinho por 3 sets 1. Agora, o time carioca terá vencer para provocar a terceira e decisiva partida dos playoffs.
     
    Mais um clássico paulista
    Osasco e Barueri
    A segunda rodada das quartas de final será encerrada nesta sexta-feira, 22/03. No Ginásio José Liberatti, em Osasco, aconcerá mais um clássico paulista entre as equipes do Osasco Audax e Hinode Barueri. No jogo de ida, em Barueri, as meninas comandadas por José Roberto Guimarães levaram a melhor e venceram as osasquenses num disputadíssimo jogo por 3 sets a 2. E nesta noite não será diferente. O Osasco, de Luizomar de Moura, terá que vencer para provocar o terceiro jogo, que se for necessário, será realizado novamente em Barueri.
     
    Cariocas e paulistas
    Sesi e Sesc
     
    Já no Ginásio do Tijuca, às 21h30, vai aconecer a segunda partida entre o Sesc-Rio e o Sesi-SP. No primeiro jogo, em Bauru, o time de Bernardinho foi supreendido pela boa equipe do Sesi, que venceu o duelo por 3 sets a 1. Agora, para se classificara, a equipe carioca terá que vencer o segundo. Caso isso aconteça, a terceira e decisiva partida será realizada também no Rio de Janeiro. (Renato Ferreira)
  • MUNDIAL DE VÔLEI: Minas faz partida histórica e vai decidir título neste domingo

    Brasileiras vencem por 3 a 2 e estão na final. O time de Belo Horizonte vai disputar o título contra o Istambul que derrotou o Praia Clube

     

    O Minas está jogando muito na primeira semifinal do Mundial de Vôlei, na manhã deste sábado, na China.

    As mineiras perderam o primeiro set para o timaço Eczacibasi, da Turquia, mas, se reabilitaram no segundo e venceram por 26 a 24 depois de estarem perdendo por 24 a 19.

    No terceiro set houve um atropelo do time de Belo Horizonte, que venceu por 25 a 14.

    Minas 2

    Agora, vence o quarto set por 8 a 6 e pode se classificar para a final.

    Daqui a pouco o Praia Clube fas a outra semifinal contra o Istambul, também da Turquia.

    Atualizado às 9h30

    Minas vence por 3 a 2 e está na final

    Após perder o quarto set por 25 a 23, o Minas TC venceu o quinto set por 15 a 12.

    Agora as mineiras esperam o segundo jogo das semifinais entre o Praia Clube e Istambul. E o Mundial de Clube poder ter uma final entre os dois clubes de Minas Gerais.

    O Praia Clube jogou muito bem, mas, foi derrotado por 3 sets a 1. O Istambul, sob o comando do brasileiro Marco Aurélio Mota, vai fazer a final contra o Minas Tênis Clube. (Renato Ferreira)

    Atualizado no domingo, dia 11 às 14h

    Minas perde e é vice campeão mundial

    O time mineiro fez uma excelente campanha na competição e ficou com o vice campeonato mundial, depois de perder para o Istambul por 3 a 0, com parciais de (25/23, 25/21 e 25/19), em Shaoxing, na China. Parabéns ao Minas Tênis Clube!

  • RÚSSIA 2018: A França é bicampeã mundial

     

    Na final da Copa, os croatas pressionaram, mas, os franceses foram superiores e venceram por 4 a 2. O croata Modric foi eleito o melhor jogador do Mundial

    Acabou a Copa 2018! E parabéns aos franceses bicampeões do mundo! Numa partida emocionante, a França venceu a Croácia por 4 a 2 e conquistou o seu segundo título em 20 anos.

    Neste domingo, 15/07, a Arena Luzniki, em Moscou, se transformou na Casa da França. Com um time jovem, a equipe de Didier Deschamps fechou com chave de ouro a sua bela campanha na Copa da Rússia. Apesar da pressão inicial da experiente seleção da Croácia, os jovens franceses mostraram mais técnica e mais tranquilidade para vencer por 4 a 2 e chegar ao grupo dos bicampeões mundiais de futebol.

    E a festa que começou em Moscou não tem hora para terminar em Paris, onde milhares de torcedores  se reuniram na Champs Élysées e nos arredores da Torre Eiffel. Infelizmente, alguns torcedores provocaram também atos de vandalismo na Cidade Luz.

    França é bicampeã 3 Mbappé

    O jovem Mbappé foi eleito o craque revelação da Copa. Ele fez o quarto gol francês e, aos 19 anos, se tornou o segundo jogador mais jovem a fazer gol numa final da Copa. Ele fica atrás apenas do "Rei" Pelé, que, aos 17 anos, marcou dois gols no Mundial de 1958, na Suécia, na decisão contra os donos da casa. E quem também fez história nesta Copa foi o técnico Deschamps. Ele é o terceiro futebolista a se tornar campeão como jogador e como treinador. Antes, só o brasileiro Zagallo e o alemão Franz Beckembauer tinham acalçado tal glória.

    O jogo

    França é bicampeã 4 jogadores e torcida

    A expectativa de todos era de que a Croácia chegaria bem mais cansada para a final, uma vez que vinha de três decisões com prorrogação. Nas semifinais, inclusive os croatas, mostraram muita raça e coração na vitória contra a Inglaterra.

    E foram os croatas, realmente, que começaram pressionando o time francês. Tomaram a iniciativa do jogo desde o início, mas, não conseguiram abrir o placar.

    E para decepção dos croatas, aos 18 minutos, após cobrança de falta de Griezmann, o atacante Mandzukic, de costa, acabou desviando para as próprias redes, fazendo 1 a 0 para a França, e o primeiro gol contra de uma final do Mundial.

    Os croatas não desanimaram e, aos 28 minutos, Modric bateu falta pelo lado esquerdo do ataque. E após um desvio do lateral Vrsaljko, o zagueiro Vida ajeitou a bola para Persic, que fez um golaço empatando a partida.

    A sorte, no entanto, não estava do lado croata. Aos 33 minutos, na tentativa de cortar a bola, Perisic acabou colocando a mão. E, após consultar o VAR (árbitro de vídeo), o bom árbitro argentino, Néstor Pitana, marcou pênalti, convertido por Griezmann. E o primeiro tempo terminou em 2 a 1 para os franceses.

    Na segunda etapa, os croatas voltaram também pressionando, mas, a história se repetia. As oportunidades croatas não se transformavam e gols.

    Até que aos 13 minutos, Mbappé desceu com velocidade pela direita e passou a bola para Griezmann na área. O melhor jogador da final, ajeitou para Pogba que chutou forte e a bola rebateu na zaga. No rebote, Pogba chutou pela segunda vez para fazer 3 a 1.

    Aos 20 minutos, os franceses fizeram 4 a 1 com o craque Mbappé, O jovem atacante do PSG recebeu de Hernández e chutou rasteiro sem chance para o bom goleito Subasic.

    A Croácia continuou tentando diminuir a diferença, mas, claramente, seus jogadores já demonstravam cansaço. As tentativas eram de chutes mais logos e sem direção.

    Aos 24 minutos, no entanto, Umtiti atrasou a bola para Lloris e o goleiro francês tentou driblar Mandzukic e errou feio. A bola bateu no pé do croata e foi morrer nas redes francesas. Mas, ficou nisso: 4 a 2 e o título merecido para a França.

    Vice de ouro para a Croácia

    Croácia

    A Croácia não conseguiu o tão sonhado primeiro título do Mundial, mas, sem dúvida, essa geração está de parabéns. O vice-campeonato é um feito inédito para a história do futebol desse jovem país, que pertencia à antiga Ioguslávia.

    A melhor colocação na Copa do Mundo dos croatas havia sido na estreia do país na competição, em 1998. Justamente, na Copa da França, quando eles chegaram à semifinal, sendo eliminados pelos anfitriões, que conquistariam também o primeiro título da Copa do Mundo.

    Agora, em 2018, a geração de Modric, Rakitic, Perisic e Mandzukic, não chegou ao título, mas, superou seus ídolos da adolescência. Eles saem triste por terem perdido o jogo final, mas, felizes pela brilhante campanha que realizaram nos gramados da Rússia.

    Modric: o melhor da Copa

    Lucas Modric é o melhor da Copa

    Vice-campeão da Copa do Mundo, o croata Luka Modric, 32, foi escolhido pela Fifa como o melhor jogador da Copa do Mundo da Rússia. Modric concorreu com o belga Eder Hazard, 27, que ficou em segundo lugar, e com francês Antoine Griezman, 27, terceiro colocado.

    Presidente e simpatia

    Presidentes da Croácia e da França

    Além da belíssima campanha no campo, a Croácia deixou também uma outra marca na Copa da Rússia: a simpatia do seu povo. E essa simpatia croata teve uma personagem de grande destaque: a presidente do país, Kolinda Grabar-Kitarović.  Como um dos maiores símbolos da política mundial, Kolinda é a primeira mulher presidente da Croácia,. E nesta Copa ela fez a diferença. Viajou por conta própria para a Rússia, onde fazia questão de assisitr às partidas ao lado dos torcedores e também de ir ao vestiário cumprimentar os jogadores e a comissão técnica.

    E, hoje, na partida final não foi diferente. A presidente Kolinda estava lá no Estádio Lujniki, onde festejou o vice-campeonato e depois de cumprimentar o técnico e todos os atletas croatas, ela permaneu na cerimônia de premiação. Debaixo de uma forte chuva, ela ficou ao lado do presidente da França, Emmanuel Macron, do presidente da Federação Croata, Suker, e cumprimentou também todos os campeões franceses.  

Quem somos

Notícias & Opinião é um site de notícias gerais editado pela Empresa Jornalística Notícias de Paz Ltda - EPP, a partir da Capital e região Oeste da Grande São Paulo.

Como o próprio nome diz, aqui você vai encontrar notícias, entrevistas, artigos, crônicas e opinião sobre política, economia, educação, cultura e esporte, dentre outros temas do nosso dia-a-dia.