Segunda, 27 Maio 2019 | Login
França vence a Bélgica e vai à final da Copa

França vence a Bélgica e vai à final da Copa Featured

 
Nesta terça-feira, 10/07, a França venceu a Bélgica pelas semifinais e está na final da Copa do Mundo pela terceira vez. Com a vitória de 1 a 0, na Arena de São Petersrburgo, os franceses interromperam mais uma vez o sonho da Bélgica de chegar à final de uma Copa do Mundo. O gol francês foi marcado aos 6 minutos do segundo tempo por Umtiti, de cabeça, após cobrança de escanteio.
 
A França foi campeã em 1998, quando sediou a Copa. E a última vez que os Bleus estiveram numa decisão foi em 2006, quando perderam o título para a Itália. O técnico Didier Deschaps era jogador e, agora, poderá ser campeão também como treinador, a exemplo do brasileiro Zagalo e o alemão Franz Beckenbauer.
 
Nesta quarta-feira, 11, em Moscou, a outra semifinal será disputada entre a Inglaterra, que passou pela Suécia nas quartas de final, e Croácia, que derrotou a Rússia.
000

About Author

Related items

  • LUTO NA FÓRMULA 1: Morre o tricampeão mundial Niki Lauda, aos 70 anos
    Ex-piloto austríaco e presidente de honra da Mercedes sofria com sérios problemas respiratórios desde acidente que quase lhe matou em 1976.
    Nesta segunda-feira, 30/05, morreu o tricampeão mundial de Fórmula 1, Niki Lauda, de 70 anos, O ex-piloto estava internado na UTI de um hospital na capital austríaca por complicações de antigo problema respiratório.
    Lauda sobreviveu a um dos mais graves acidentes da história da F-1, no GP da Alemanha, em Nurburgring, em 1º de agosto de 1976. O então piloto da Ferrari teve o corpo coberto por chamas e a capacidade respiratória comprometida desde então.
    niki lauda gp da espanha 2
    Niki Lauda numa de suas corridas pela Fórmula 1, na Espanha (EFE - 28.4.1974)
    Foi também nesse acidente, que Lauda teve parte da orelha direita queimada e vários ossos quebrados. Lauda não só lutou contra a morte como batalhou muito para também voltar às pistas. Depois de 42 dias e só duas corridas de ausência, lá estava de novo nas pistas. Naquele ano, foi vice-campeão mundial, tendo perdido o título para James Hunt. A rivalidades com Hunt nas pistas virou até filme.
    Além do problema pulmonar, o ex-piloto precisou passar por dois transplantes de rim, um em 1997 e o outro em 2015. Esse último procedimento só foi viável graças à namorada da época, que lhe doou um órgão saudável.
    Desde 2012, Lauda era presidente de honra da Mercedes, na reconstrução da equipe na F-1. Ele foi um dos principais nomes que levaram Lewis Hamilton para as Flechas de Prata no final daquele ano. Antes das férias de verão da categoria, Lauda perdeu os GPs da Alemanha e da Hungria.
    O austríaco foi campeão da F-1 em 1975, 1977 (ambas pela Ferrari) e 1984 (já pela McLaren). Ao todo, foram 177 corridas na principal categoria do automobilismo, com 25 vitórias e 24 pole-positions. (Fonte: R7- Imagem: EFE/Valdrin Xhemaj )
  • SUPERLIGA FEMININA: Minas e Praia vencem e farão final mineira da temporada 2018/19

    As minas-tenistas passaram pelo Osasco Audax, enquanto as meninas de Uberlândia superaram o Sesi Bauru.

     

    Os dois times do Estado de Minas Gerais, que respira vôlei, farão uma decisão inédita da Superliga na atual temporada. Minas e Praia Clube lideraram a competição desde o início e confirmaram o favoritismo nas quartas de final e nas semifinais.
    Nesta segunda-feira, 08/04, jogando pelas semifinais, em Uberlândia, o Praia Clube atropelou o Sesi Bauru e venceu a série por 2 a 0. Também na noite de ontem, jogando em Osasco, o Minas derrotou o Osasco Audax, no segundo jogo das semifinais.

    Praia 3 X 0 Sesi Bauru 

    Praia vence o Sesi e vai à final
    Jogando em sua Arena, na cidade de Uberlandia, o Praia Clube não tomou conhecimento do Sesi Bauru na segunda partida das semifinais da Superliga Feminina de Vôlei. Com apoio de sua torcida, o time de Paulo Côco foi muito superior ao time paulista e venceu por 3 sets a 0, com parciais de 25/18, 25/21 e 25/14. No jogo de ida, em Bauru, as mineiras já haviam vencido as paulistas também por 3 sets a 0.
    Em casa, o Praia contou com uma inspirada de três jogadora: Carol, Falwcett e Fernanda Garay. Como já havia acontecido em Bauru, a ponteira Garay ajudou seu time a vencer marcando 16 pontos. A norte-americana Nicole Fawcett marcou 14 pontos. Mas, quem foi eleita pelo público como a melhor jogadora em quadra foi a central Carol, que ficou com o Troféu Viva Vôlei.

    Osasco 1 x 3 Minas 

    Minas vence Osasco e vai à final
    Mesmo jogando no Ginásio José Liberatti, com uma vibrante torcida que empurrou o Osasco Audax durante toda a partida, o Minas não se intimidou e venceu o segundo jogo das semifinais por 3 a 1, classificando-se para a inédita final mineira contra o Praia Clube. As parciais foram de 25/15, 19/25, 27/25 e 25/19, em mais de duas horas de jogo
    Assim como o Praia, o Minas também fechou a série das semifinais com duas vitórias, ambas por 3 a 1. O primeiro jogo foi em Belo Horizonte. A tradicional equipe do Minas corre atrás do tri campeonato, depois das conquistas em 1992 e 2002, enquanto o Praia brigará pelo segundo título consecutivo. Na edição passada, as meninas de Uberlândia conquistaram a taça ao vencerem o Sesc-Rio.
    No Liberatti, o Minas demonstrou a força do seu conjunto entre defesa, ataque e bloqueio. Mais uma vez, o time de Belo Horizonte contou a excelente fase de suas principais jogadoras, ,como Natália (15 acertos) e a também ponteira Gabi, que fez 13 pontos. Gabi recebeu o Troféu VivaVôlei como a melhor em quadra, por meio de votação popular na internet. Outro destaque mineiro foi a oposta Bruna Honório, com 15 bolas certeiras.

    Pelo lado osasquenses, a norte-americana Destinee Hooker, ex-Minas, foi a principal jogadora no ataque. Ela marcou nada menos que 22 pontos e terminou na liderança nesse quesito. Mari Paraíba, que já vestiu a camisa minas-tenista, fez também uma boa partida marcando 14 pontos.

    Tabela da final
    Assim como ocorreu nas quartas e semifinais, a final da Superliga será também decidida em melhor de três partidas. 
    O primeiro confronto será no dia 21 de abril (Domingo de Páscoa), às 11h, no Mineirinho, em Belo Horizonte. 
    A segunda partida da decisão está marcada para o dia 26 de abril, sexta-feira, às 21h30, no Ginásio Sabiazinho, em Uberlândia. 
    E caso seja necessária uma terceira partida, ela será realizada no dia 3 de maio, às 21h30, novamente no Mineirinho. (Renato Ferreira)

  • SUPERLIGA FEMININA! Minas e Praia Clube largam com vitória nas semifinais

     

    As minastenistas venceram o Osasco Audax, enquanto as meninas de Uberlândia passaram pelo Sesi Bauru.

    Na segunda-feira, 01/04, foi realizada a primeira rodada das semifinais da Superliga Feminina de Vôlei 2018/2019 e os dois times mineiros, que lideraram toda a fase de classificação e passaram fácil também pelas quartas de final, confirmaram o favoritismo. Em Bauru, o Praia Clube venceu o Sesi por 3 sets a 0, e em Belo Horizonte, o Minas Tênis Clube, derrotou o Osasco Audax por 3 sets a 1.

    Sesi 0 X 3 Praia Clube

    Praia e Sesi

    Tendo a vantagem de decidir em casa, caso seja necessário um terceiro jogo, o Praia Clube, atual campeão da Superliga, preferiu fazer o primeiro jogo na casa do adversário. Assim, o time de Uberlândia foi até a cidade de Bauru e não tomou conhecimento do time do Sesi.

    Sob o comando de Paulo Côco, as meninas de Uberlândia jogaram um excelente vôleibol e atropelaram o time da casa por 3 sets a 0, com parciais de 25/15, 25/15 e 25/20, em pleno Ginásio Panela de Pressão.

    Com mais essa vitória, o Praia manteve a escrita de nunca ter perdido para o Bauru em competições no vôlei feminino. Foi o 12º confronto entre as equipes e a décima vitória do time mineiro.

    Agora, na próxima segunda-feira, 8, às 19h, os dois times voltam a se enfrentar em Uberlândia. Se o Sesi vencer, a terceira partida será disputada no dia 11, também no Triângulo Mineiro.

    Minas 3 X 0 Osasco

    Minas e Osasco Audax 2

    Também na segunda-feira, jogando na Arena MTC, o Minas enfrentou o bom time do Osasco Audax na condição de favorito. E no final, depois de perderem o primeiro set, as mineiras mostraram porque foram as campeãs na fase de classificação e venceram por 3 sets a 1, com parciais 
    de 24/26, 25/15, 25/17 e 25/16.

    Sob o comando do italiano Stefano Lavarini, as meninas de Belo Horizonte levou um susto no primeiro set. Mesmo saindo na frente, na segunda metade do set, o time de Osasco reagiu e venceu por 26 a 24.

    Nos sets seguintes, no entanto, as osasquenses não conseguiram segurar o time da casa, que acabou se encontrando em quadra e foi superior em todos os fundamentos: saque, bloqueio, defesa e ataque.E até com certa facilidade, o Minas venceu o segundo set por 25 a 15; o terceiro por 25 a 17 e o quarto set por 25 a 16.

    Agora, na próxima segunda-feira, 8, às 21h30, os dois times fazem o segundo jogo, no Ginásio José Liberatti, onde o Osasco Audax pretende contar com o apoio de sua torcida para empatar a série. Caso o Osasco vença, a terceira partida acontecerá no dia 11, novamente em Belo Horizonte. (Renato Ferreira)

Quem somos

Notícias & Opinião é um site de notícias gerais editado pela Empresa Jornalística Notícias de Paz Ltda - EPP, a partir da Capital e região Oeste da Grande São Paulo.

Como o próprio nome diz, aqui você vai encontrar notícias, entrevistas, artigos, crônicas e opinião sobre política, economia, educação, cultura e esporte, dentre outros temas do nosso dia-a-dia.