Segunda, 24 Junho 2019 | Login
DIÁRIO DA COPA: Brasil vence o México e já está nas quartas de final

DIÁRIO DA COPA: Brasil vence o México e já está nas quartas de final Featured

No outro jogo das oitavas, a Bélgica venceu o Japão e será o adversário dos brasileiros na próxima fase

 

Brasil 2 X 0 México

Brasil e México 2

Não foi ainda desta vez que o México venceu o Brasil numa Copa do Mundo. O técnico mexicano até que colocou o seu time no ataque e começou pressionando a Seleção Brasileira, porém, a técnica dos brasileiros foi muito superior e no final deu a lógica: Brasil 2 a 0.

Neymar foi o grande destaque da partida realizada nesta segunda-feira, 02/07, em Samara, onde milhares de brasileiras fizeram a festa. E foi de Neymar o primeiro gol do jogo, que abriu o caminho para a classificação brasileira, O segundo gol foi marcado por Firmino.

No primeiro tempo ninguém fez gol. Após a pressão mexicana no início da partida, o Brasil foi aos poucos tomando conta do jogo, contudo, não conseguiu abrir o placar.

Já na segunda etapa, a superioridade do Brasil se transformou em gol logo no reinício da partida. Aos cinco minutos, Neymar deu um passe de calcanhar para o meia Willian, que avançou e cruzou para o meio da área. A bola passou por Gabriel Jesus, mas, não por Neymar que a empurrou para as redes mexicanas do excelente goleiro Ochoa.

E aos 42 minutos, os brasileiros fecharam o placar. Neymar invadiu a área pela esquerda e, após tirar do goleiro, rolou rasteiro para Firmino fechar o placar em 2 a 0.

Na próxima sexta-feira, 06/07, pelas quartas de final, em Kazan, o Brasil enfrentará a Bélgica, que hoje venceu o Japão.

 

Bélgica 3 X 2 Japão

Bélgica e Japão

No segundo jogo desta segunda-feira, a Bélgica derrotou o Japão por 3 a 2 e será o adversário do Brasil na próxima fase da Copa. E foi uma chuva de gols entre belgas e japoneses no segundo tempo.

Os japoneses chegaram a fazer 2 a 0, mas, no finalzinho da partida acabaram levando a virada belga. O time europeu, considerado favorito, jogou mal e por pouco, não saiu mais cedo do Mundial.

Todos os gols saíram no segundo tempo. Aos 3 minutos, os japoneses surpreenderam num rápido contra-ataque e fizeram 1 a 0 com Inui. A Bélgica ainda estava sem saber o que aconteceu em campo, quando Inui, novamente, acertou um chutaço sem defesa para Courtois, fazendo 2 a 0.

Mas, a partir do segundo gol do Japão, foi a Bélgica que começou a dominar a partida. E, aos 24 minutos, empatou o jogo com um gol estranho do zagueiro Vertonghen. De cabeça de longe, ele mandou a bola para área e acabou encobrindo o goleiro japonês do outro lado.

Quatro minutos depois, os belgas empataram a partida. Harzard cruzou na área e o cabeludo Fellaini subiu mais que os adversários e fez 2 a 2.

E já finalzinho dos acréscimos, quanto parecia que todos os 22 jogadores já se preparavam para a prorrogação, a Bélgica virou o jogo. Faltando 30 segundos para o juiz apitar o final da partida, num contra-ataque, Chadli recebeu sozinho na área japonesa e marcou o terceiro gol, que levou os belgas às quartas de final. Na sexta-feira, 06, eles enfrentarão o Brasil.

 

VEJA, AQUI, A CAMINHADA DO BRASIL:

Fase de classificação: Grupo E - Com Suíça, Costa Rica e Sérvia:

17 de junho (domingo) - BRASIL 1 x 1 SUÍÇA - 15h
22 de junho (sexta-feira) - BRASIL 2 x 0 COSTA RICA - 9h
27 de junho (quarta-feira) - BRASIL 2 x 0 SÉRVIA - 15h

Como 1º colocado do Gruo E: 
2 de julho (segunda-feira) - OITAVAS DE FINAL - 11h - Brasil 2 X 0 México 
6 de julho (sexta-feira) - QUARTAS DE FINAL - 15h
10 de julho (terça-feira) - SEMIFINAL - 15h
15 de julho (domingo) - FINAL - 12h

Caso a Seleção Brasileira perca na semifinal, ela disputará o 3º lugar no dia 14 de julho, sábado, às 11h.

PLACAR DA COPA:

1ª rodada:
Rússia 5 X 0 Arábia Saudita
Uruguai 1 X 0 Egito
Irã 1 X 0 Marrocos 
Portugal 3 X 3 Espanha 
Argentina 1 X 1 Islândia 
França 2 X 1 Austrália
Dinamarca 1 X 0 Peru
Croácia 2 X 0 Nigéria
Sérvia 1 X 0 Costa Rica
México 1 X 0 Alemanha
Brasil 1 X 1 Suíça
Suécia 1 X 0 Coreia do Sul
Bélgica 3 X 0 Panama
Inglaterra 2 X 1 Tunísia
Senegal 2 X 1 Polônia 
Japão 2 X 1 Colômbia

2ª rodada
Rússia 3 X 1 Egito
Portugal 1 X 0 Marrocos
Uruguai 1 X 0 Arábia Saudita
Espanha 1 X 0 Irã
Dinamarca 1 X1 Austrália
França 1 X 0 Peru
Croácia 3 X 0 Argentina
Brasil 2 X 0 Costa Rica
Suíça 2 X 1 Sérvia
Nigéria 2 X 0 Islândia 
Bélgica 5 X 2 Tunísia
México 2 X 1 Coreia do Sul
Alemanha 2 X 1 Suécia
Inglaterra 6 X 1 Panamá 
Japão 2 X 2 Senegal 
Colômbia 3 X 0 Polônia

3ª rodada
Uruguai 3 X 0 Rússia 
A.Saudita 2 X 1 Egito 
Portugal 1 X 1 Irã
Espanha 2 X 2 Marrocos 
França 0 X 0 Dinamarca 
Peru 2 X 0 Austrália
Argentina 2 X 1 Nigéria 
Croácia 2 X 1 Islândia 
Coreia do Sul 2 X 0 Alemanha 
Suécia 3 X 0 México 
Brasil 2 X 0 Sérvia
Suíça 2 X 2 Costa Rica
Colômbia 1 X 0 Senegal 
Polônia 1 X 0 Japão 
Bélgica 1 X 0 Inglaterra 
Tunísia 2 X 1 Panamá

Oitavas de final

França 4 X 2 Argentina - Sábado, 30/06 - às 11h, em Kazan 
Uruguai 2 X 1 Portugal - Sábado, 30/06 - às 15h, em Sochi
Rússia 1(4) X 1(3) Espanha - Domingo, 01/07 - às 11h, em Moscou 
Croácia 1(3) X 1(2) Dinamarca - Domingo, 01/07 - às 15h, em Nishny
Brasil 2 X 0 México - Segunda-feira - 02/07 - às 11h, em Samara
Bélgica 3 X 2 Japão - Segunda-feira - 02/07 - às 15h, em Rostov
Suíça X Suécia - Terça-feira - 03/07 - às 11h, em S.Petersburgo
Inglaterra X Colômbia - Terça-feira - 03/07 - às 15h, em Moscou (Spartak)

Confrontos das Quartas de final

França X Uruguai - Sexta-feira, 06/07 - às 11h
Brasil X Bélgica - Sexta-feira , 06/07 - 15h - em Cazan 
Rússia X Croácia - Sábado, 07/07 - às 15h

000

About Author

Related items

  • COPA DO MUNDO FEMININA: Brasil perde da França na prorrogação e cai nas oitavas de final
    No tempo normal, Seleção busca empate, mas, perde das francesas na prorrogação por 2 a 1 .
     
    Mais uma vez o sonho do inédito título da Copa do Mundo feminina acabou para a Seleção Brasileira em 2019. Na tarde deste domingo, 23/06, Marta, Cristiane, Formiga e companhia lutaram, superaram problemas físicos, mas não foram páreo para a França. As donas da casa venceram por 2 a 1 na prorrogação, após empate por 1 a 1 no tempo normal, na cidade de Le Havre.
    Pelas quartas de final, a França enfrentará a vencedora do duelo entre Estados Unidos e Espanha, que medem forças nesta segunda-feira, às 13 horas (de Brasília). Noruega e Inglaterra são as outras seleções já classificadas para a próxima fase do torneio.
    O Jogo
    Empurrada maciçamente por sua torcida, a França não conseguiu pressionar como gostaria nos primeiros minutos. Bem postado defensivamente, o Brasil não deixava o time da casa chegar com perigo e tentava surpreender nas bolas longas, o que não deu certo.
    O lance mais importante do primeiro tempo aconteceu aos 22 minutos, quando Diani cruzou pela direita, e Gauvin se antecipou a Bárbara para marcar. Após consultar o VAR, contudo, a árbitra Beaudoin anulou o gol por toque na mão da atacante francesa.
    Aos 43 minutos, a Seleção chegou com perigo pela primeira vez no jogo. Após tabelar com Debinha pela esquerda, Cristiane invadiu a área e bateu rasteiro, exigindo boa defesa da goleira Bouhaddi.
    A França voltou mais agressiva para a etapa final e não demorou a abrir o placar. Aos seis minutos, Diani girou sobre Tamires pela direita, invadiu a área e cruzou na medida para Gauvin se esticar e empurrar para o gol.
    Mas o Brasil reagiu rápido. Pouco depois de Cristiane acertar o travessão em cabeçada, Debinha recebeu na esquerda e cruzou. A bola desviou em Cristiane e sobrou para Thaisa na área. A volante bateu cruzado de canhota e deixou tudo igual aos 17 minutos.
    Apostando nos contra-ataques, a Seleção voltou a balançar as redes com Debinha, mas a assistente assinalou o impedimento e anulou o gol. Na base do abafa, as anfitriãs apelaram para a bola aérea nos minutos derradeiros, mas não conseguiram evitar a prorrogação.
    O Brasil sofreu uma baixa logo no início do tempo extra, quando Cristiane precisou ser substituída por Geyse devido a dores na coxa esquerda. Apesar de ficar na defensiva, o time canarinho teve a melhor chance do primeiro tempo. Aos 15 minutos, Debinha recebeu livre na esquerda, invadiu a área e tocou na saída da goleira, mas Mbock tirou em cima da linha.
    O Brasil acabou castigado pelo gol perdido. Logo no começo do segundo tempo da prorrogação, Majri levantou bola na área, e Henry apareceu livre para desviar e recolocar a França na frente. Visivelmente desgastada fisicamente em campo, a Seleção não conseguiu reagir e buscar a nova igualdade. (Estado Minas)
  • COPA AMÉRICA: Em São Paulo, Brasil joga bem e goleia o Peru
     
    Neste sábado, 22/06, finalmente, a seleção brasileira jogou bem, arrancou aplausos da torcida e goleou o Peru por 5 a 0, terminando a primeira fase da Copa América como líder do grupo A, com sete pontos. Como primeiro colocado do grupo, o Brasil volta a jogar no dia 27 de junho contra o terceiro colocado do grupo B ou C. O jogo será em Porto Alegre. Casemiro, que recebeu o segundo amarelo na partida de hoje, é ausência certa para o próximo jogo da seleção brasileira.
    A seleção peruana começou melhor a partida, impedindo o Brasil de avançar do meio de campo. O primeiro lance de perigo foi do Peru, aos 3 minutos do primeiro tempo. Na cobrança de uma falta, Cueva levantou a bola na área, ninguém do Brasil tirou e ela passou perto do gol de Alisson. Aos 9 minutos, a torcida brasileira já vaiava a posse de bola peruana e permitia que a torcida peruana, menor no estádio, fizesse uma grande festa na arena. A torcida brasileira respondeu com gritos. Aos 10 minutos, Casemiro fez uma falta dura e tomou um cartão amarelo, que o tirou da próxima partida do Brasil.
    Mas um minuto depois, o cenário de jogo mudou. Casemiro, que tinha acabado de tomar um amarelo, fez o primeiro gol do Brasil, após cobrança de escanteio de Coutinho para Thiago Silva, no primeiro pau. Em um bate rebate, a bola sobrou para Casemiro mandar para o fundo da rede. Primeiro gol dele com a camisa da seleção.
    O segundo gol do Brasil aconteceu aos 18 minutos, em uma falha do goleiro Gallese. O goleiro peruano bobeou na saída de bola e chutou em cima de Firmino. A bola acaba batendo na trave, mas Firmino mesmo aproveitou, driblando o goleiro e mandando para o fundo do gol. Na comemoração brasileira, o capitão Daniel Alves foi até o goleiro Gallese, sozinho, para demonstrar apoio ao jogador.
    Aos 31 minutos, com o Brasil já dominando completamente a partida, Everton ampliou com um golaço. Ele recebeu a bola com espaço, cortou para o meio e bateu forte da entrada da grande área.
    Só após o terceiro gol é que a torcida brasileira se animou e começou a gritar “Eu sou brasileiro com muito orgulho, com muito amor” e olé a cada vez que a seleção pegava na bola. O Peru só voltou a assustar no final do primeiro tempo, quase fazendo um gol aos 43 minutos, com Trauco, que recebeu a bola dentro da área e soltou a bomba, para defesa do goleiro brasileiro.
    Segundo tempo
    Brasil e Peru 2
    No intervalo, o técnico peruano fez sua primeira substituição, tirando Youtún e colocando Édison Flores. Mas a primeira grande jogada foi do Brasil.
    Inspirado, o jogador Everton arrancou gritos de "É, Cebolinha", após um outro lance brilhante aos 2 minutos do segundo tempo, quando driblou três defensores e quase conseguiu passar pelo goleiro Gallese. Coutinho ficou com a sobra, mas foi travado.
    Aos 9 minutos, o Brasil ampliou a partida com Daniel Alves, com um belo gol após uma tabela com Arthur e Firmino.
    Após o gol, o técnico peruano tirou Guerreiro, que foi vaiado pela torcida e colocou Gonzales. O Brasil também fez sua primeira substituição, saindo Filipe Luis e entrando Alex Sandro. Aos 22 minutos, o Peru faz sua última substituição, tirando Cueva e colocando Josepmir Ballón. Muito aplaudido e sob gritos, Casemiro também é substituído para a entrada de Allan. Tite ainda faria a sua terceira substituição tirando Coutinho e colocando Willian.
    As trocas no Peru, no entanto, não fizeram efeito. Abatida em campo, a seleção peruana deixou o Brasil continuar dominando a partida e animar a torcida, com apenas um lance de perigo em direção ao gol brasileiro, aos 39 minutos do segundo tempo, quando Polo chutou tentando encobrir Alisson. A bola passou perto da trave.
    Superior, o Brasil ainda fez o último da goleada, aos 45 minutos do segundo tempo, com Willian, após cobrança de escanteio curto. Willian dominou e bateu colocado, em outro belo gol na Arena Corinthians. Dois minutos depois, o Brasil ainda perdeu a chance de fazer o sexto gol, após o goleiro Gallese defender a cobrança de pênalti de Gabriel Jesus.
    Torcida
    Antes do início do jogo, os torcedores brasileiros, maioria no estádio, vaiaram a chegada da seleção do Peru que foi transmitido pelo telão da arena. No anúncio das escalações no telão, Cueva, que jogou no São Paulo, foi vaiado. Já Guerreiro, que jogou no Corinthians, foi aplaudido. Tite e Everton também foram bastante aplaudidos.
    Assim como em todos os jogos da seleção brasileira, a torcida cantou parte do hino nacional à capela, após o hino ter parado de ser executado no audio-falante da arena. No início do jogo, a torcida peruana chegou a fazer mais festa que a brasileira. Mas após os gols, a seleção brasileira tomou conta da arena e gritou olé.
    Mais uma vez, como se observou em todos os jogos da Copa América, o estádio não encheu. Menor do que o Morumbi, a Arena Corinthians recebeu hoje 42.317 torcedores, mas o que se observou é que haviam também lugares vazios. Segundo o Corinthians, a Arena tem capacidade para 48.234 pessoas. (Agência Brasil)
  • COPA AMÉRICA: Brasil vence a Bolívia por 3 a 0 na estreia, no Morumbi
    Após primeiro tempo sem empolgar, Brasil vence os bolivianos com golaço de Everton Cebolinha.
    Na estreia da Copa América 2019, nesta sexta-feira, 14/06, a Seleção Brasileira não fez um grande jogo, mas, o suficiente para vencer a Bolívia por 3 a 0, no Morumbi. O placar foi construído por Philippe Coutinho, com dois gols, um de pênalti dado pelo VAR, e outro de cabeça com tranquilidade dentro da área adversária. E o terceiro foi um golaço de Everton Cebolinha já no final da partida.
    Copa América Brasil goleia Bolívia Everton Cebolinha
    O meia Everton Cebolinha entrou no segundo tempo e fez um golaço no Morumbi
    O resultado deixa a equipe, vaiada ao final do primeiro tempo e aplaudida no encerramento do jogo, na liderança do Grupo A, claro, ainda sem a outra partida da chave. O duelo entre Venezuela e Peru será realizado a partir das 16h (de Brasília) deste sábado, na Arena do Grêmio.
    Os comandados de Tite agora terão a missão de encarar a equipe da Venezuela, na terça-feira, às 21h30 (de Brasília), em Salvador, na Arena Fonte Nova. Os brasileiros ainda treinam na Academia de Futebol, do Palmeiras, no sábado, antes da viagem para Salvador. Já os bolivianos, por outro lado, encaram o Peru pouco antes, às 18h30 (de Brasília) da terça-feira, no Maracanã. (Fonte: Estado de Minas)
     

    GRUPO A

    CLASSIFICAÇÃO
    1 Brasil 0
    2 Peru 0
    2 Venezuela 0
    4 Bolívia 0
    PJVEDGPGCSG%ÚLT. JOGOS
    3 1 1 0 0 3 0 3 100  
    1 1 0 1 0 0 0 0 33.3  
    1 1 0 1 0 0 0 0 33.3  
    0 1 0 0 1 0 3 -3 0  
    • SEX 14/06/2019 MORUMBI 21:30
      BRA
      30
      BOL
      VEJA COMO FOI
    • SÁB 15/06/2019 ARENA DO GRÊMIO 16:00
      VEN
      00
      PER
      ACOMPANHE EM TEMPO REAL

    GRUPO B

    CLASSIFICAÇÃO
    1 Argentina 0
    1 Catar 0
    1 Colômbia 0
    1 Paraguai 0
    PJVEDGPGCSG%ÚLT. JOGOS
    0 0 0 0 0 0 0 0 0  
    0 0 0 0 0 0 0 0 0  
    0 0 0 0 0 0 0 0 0  
    0 0 0 0 0 0 0 0 0  
    • SÁB 15/06/2019 FONTE NOVA 19:00
      ARG
       
      COL
      ACOMPANHE EM TEMPO REAL

    GRUPO C

    CLASSIFICAÇÃO
    1 Chile 0
    1 Equador 0
    1 Japão 0
    1 Uruguai 0
    PJVEDGPGCSG%ÚLT. JOGOS
    0 0 0 0 0 0 0 0 0  
    0 0 0 0 0 0 0 0 0  
    0 0 0 0 0 0 0 0 0  
    0 0 0 0 0 0 0 0 0  

Quem somos

Notícias & Opinião é um site de notícias gerais editado pela Empresa Jornalística Notícias de Paz Ltda - EPP, a partir da Capital e região Oeste da Grande São Paulo.

Como o próprio nome diz, aqui você vai encontrar notícias, entrevistas, artigos, crônicas e opinião sobre política, economia, educação, cultura e esporte, dentre outros temas do nosso dia-a-dia.