Sábado, 17 Fevereiro 2018 | Login

 

A Prefeitura de Osasco, por meio da Secretaria de Saúde, realiza neste sábado, 17/02, das 8h às 17h, o Dia “D” de vacinação contra a Febre Amarela. A campanha ocorrerá em todas as UBSs (Unidades Básicas de Saúde) e será ministrada a dose fracionada da vacina.

A realização do Dia “D” foi possível graças à liberação de doses fracionadas pelo governo do Estado.

Cada frasco da vacina contra a Febre Amarela possui cinco doses integrais, com 0,5 mililitro (ml cada). A diferença da dose fracionada é que a quantidade aplicada é inferior: 0,1 mililitro. A capacidade de imunização da vacina fracionada é de 8 anos.

Para participar da campanha, o munícipe deve ficar atento às restrições indicadas pelo Ministério da Saúde. Não deve tomar a vacina: gestantes, mulheres que estejam amamentando bebês com menos de 6 meses de vida, crianças com menos de 9 meses de vida, qualquer pessoa que tenha alergia a ovo, idosos, pessoas em quimioterapia e tratamento de saúde, pessoas com HIV, portadores de doenças autoimunes, pessoas em tratamento com imunossupressores (que diminuem a defesa do corpo), portadores de doenças hematológicas (sangue), renais e hepáticas, quem faz uso de medicamentos com corticoides e quem já tomou a vacina antes.

Os munícipes que se dirigirem às UBSs para a vacinação deverão levar documento com foto e comprovante de endereço.

Importante ressaltar que Osasco mantém o agendamento da vacina da Febre Amarela pela Central 156 e pelo telefone 3651-7080.

SERVIÇO

Dia “D” de Vacinação contra a Febre Amarela

Sábado, 17/2

Horário: 8h às 17h

Locais: UBSs

. UBS Maria Pia de Oliveira - Rua Saturno, 48 - Jardim Santo Antônio

. UBS Vasco da Rocha Leão - Rua José do Patrocínio, 188 – Jardim Veloso

. UBS Guilhermina Nóbrega Abreu - Avenida Expedito Izídio Andrade, 512 – Metalúrgicos

. UBS Maria Giarde Cury - Rua Theofilo Munhoz Vaqueiro, 60 – Novo Osasco

. UBS Lia Buarque Macedo Gasparine - Avenida Clovis Assaf, 460 - Vila da Justiça

. UBS Irmã Águeda Maria Jaime - Rua Alagoana, 100 - Jardim Tereza

. UBS Santa Maria - Rua Eugênio Pacelli, 1013 - Jardim Santa Maria

. UBS Getulino José Dias - Rua Joana Pereira Dias, 75 - Padroeira II

. UBS Parque Palmares - Rua Padre Batista, 134 - Parque Palmares

. UBS Luciano Rodrigues Costa - Praça Maria José da Silveira, s/nº - Jardim Roberto

. UBS Maria Gatti Giglio - Avenida das Flores, 849 - Jardim Das Flores

. UBS Neide Alves da Silva - Rua Ameixeira, 100 - Cidade das Flores

. UBS Anunciata de Lúcia - Rua São Jorge, 410 - Vila Isabel

. UBS Francisco Dias da Silva - Avenida Marechal Edgar Oliveira, 800 – Quitaúna

. UBS Laurinda Rodolfo Rubo - Avenida Prestes Maia s/n° - Jardim D´Abril

. UBS Oduvaldo Maglio - Rua Santa Teresinha, 151 - Vila Yara

. UBS Santa Gema Galgani - Rua Gabriel Seferian, 423 - Presidente Altino

. UBS Carolina Maria de Jesus - Rua José Almeida Vargas, 122 – Jaguaribe

. UBS José Guimarães de Abreu - Rua Artelinda Rugeri Daddato, 18 - Jardim Cipava

. UBS Santa Maria Goretti - Rua Analice Sakatauskas, 145 - Jardim Bela Vista

. UBS José Francisco de Rezendes - Rua Conceição Sigliano, 195 - Vila Yolanda

. UBS Silvio João Luiz de Lúcia - Rua João Florêncio Fontes - Helena Maria

. UBS Raimunda Cavalcante Souza - Rua Professora Adelaide Escobar Bueno, 730 - Munhoz Jr.

. UBS Emilia Cosme Cerqueira - Rua Piacatú, 555 - Munhoz Jr. II

. UBS José Groff - Rua Bandeirantes, s/nº - Jardim Aliança

. UBS Helena Marrey - Rua Águas da Prata, 41 - Jardim Rochdale

. UBS José Hilário dos Santos - Rua Amador Bueno, 505 - Jardim Piratininga

. UBS Padre Guerino Riciotti - Rua Santo Ubaldo – Vila dos Remédios

. UBS Darcy Alves Evangelista Robalinho - Avenida São José, 1.189 - Ayrosa I

. UBS Octacílio Firmino - Rua Granada, 21 - Ayrosa II

. UBS Carmeno Naghy - Rua Guilherme Luiz de Carvalho, 90 - Jd. D´Ávila

. UBS Francisca Lima de Lira - Rua Juscelino Kubitschek de Oliveira, 100 – Portal

. UBS José Sabino Ferreira - Rua Luiz Gatti, 344 – Baronesa

. UBS Dr. Adauto Ribeiro - Rua Serra do Roncador, 62 - Três Montanhas

“Desejamos sorte ao prefeito Rogério Lins, pois a cidade carece de uma boa gestão”, disse Piteri

 

Nesta quarta-feira, 14/02, o ex-vereador Claudio Piteri (PPS) concedeu entrevista coletiva à imprensa da região, quando falou de sua pré-candidatura a deputado estadual e a saída do PPS do governo Rogério Lins. Piteri, que foi candidato a prefeito em 2016, apoiou a candidatura de Lins no segundo turno e o PPS participou da Administração Municipal até a primeira quinzena de fevereiro. Carlos Piteri, primo do Cláudio, era titular da Secretaria de Transporte do município. E o rompimento se deu, justamente, por questões políticas partidárias. “Conversei com o prefeito semana passada e ele informou que a participação do PPS estava encerrada, mas que era por uma questão política”, afirmou Cláudio Piteri.

Durante a coletiva, Piteri ressaltou o viés político desse rompimento, destacando o "excelente trabalho desempenhado pela Secretaria de Transporte. “O Piti (Carlos Piteri) pegou a secretaria sem estrutura, e a deixou em condições necessárias. Agradecemos pelo tempo que pudemos oferecer a nossa participação e desejamos sorte ao prefeito Rogério Lins, pois a cidade precisa de uma boa gestão”, comentou.

Claudio Piteri 2

A ser indagado sobre o novo posicionamento político do PPS em relação ao governo Rogério Lins, Piteri afirmou que seu partido continuará mantendo uma postura construtiva. “Sair da gestão e começar a atacar? As pessoas estão cansadas disso. Não é isso que esperam da gente. Querem alternativas para os problemas que estão postos”, ressaltou.

Terceiro colocado nas eleições de 2016, o PPS foi convidado a compor o governo Rogério Lins por tê-lo apoiado no segundo turno. “Só mais recentemente houve uma pressão para que apoiássemos determinadas candidaturas. Há um interesse da administração de eleger a deputada Renata Abreu. Eu a respeito, mas não podíamos abrir mão de nossa independência política”, afirmou o ex-vereador.

Piteri chegou a ter uma conversa com a presidente estadual do PTN/Podemos e avisou que tinha um compromisso com a deputada federal Bruna Furlan (PSDB). “Temos uma ligação de muitos anos com a família Furlan. Meu pai (Guaçu Piteri) e o prefeito Rubens Furlan são amigos de muitos anos”, disse.

“A nossa plataforma principal é que Osasco e região precisam de representantes, e minha pré-candidatura significa isso. Há recursos do governo do Estado para a Saúde, para a Educação e para a mobilidade urbana, e alguém precisa ir atrás desses recursos”, concluiu Claudio Piteri. (Fonte: Assessoria de Imprensa)

 

Nesta quarta-feira, 14/02, a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, enviou parecer ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra o pedido de habeas corpus protocolado pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. No documento, a defesa do ex-presidente petista tenta evitar a eventual prisão preventiva dele após o fim dos recursos na segunda instância da Justiça Federal.

No parecer, Raquel Dodge argumenta que o habeas corpus não pode ser concedido pelo STF porque o mérito do mesmo pedido ainda não foi julgado pela instância inferior, o Superior Tribunal de Justiça (STJ). Além disso, a procuradora reafirma entendimento favorável do Ministério Público pelo início da execução provisória da pena após julgados os recursos em segunda instância.

“Estes fundamentos mostram que, ao contrário do afirmado pelos impetrantes, a execução provisória da pena de prisão não é desproporcional nem levará injustamente à prisão réu cuja culpa ainda não esteja satisfatoriamente demonstrada. Muito ao contrário. É medida que observa a presunção de inocência, o duplo grau de jurisdição e corrige a grave disfunção que acometia o sistema penal do país”, argumentou a procuradora-geral no parecer.

Condenação

No dia 24 de janeiro, o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) confirmou a condenação de Lula na ação penal envolvendo o tríplex no Guarujá (SP) e aumentou a pena do ex-presidente para 12 anos e um mês de prisão. Na decisão, seguindo entendimento do STF, os desembargadores entenderam que a execução da pena do ex-presidente deve ocorrer após o esgotamento dos recursos pela segunda instância da Justiça Federal. Com o placar unânime de três votos, cabem somente os chamados embargos de declaração, tipo de recurso que não tem o poder de reformar a decisão, e, dessa forma, se os embargos forem rejeitados, Lula poderia ser preso.

No habeas corpus, a defesa do ex-presidente discorda do entendimento do STF que autoriza a prisão após os recursos de segunda instância, por entender que a questão é inconstitucional.

“Rever esse posicionamento não apequena nossa Suprema Corte – ao contrário – a engrandece, pois, nos momentos de crise, é que devem ser fortalecidos os parâmetros, os princípios e os valores. A discussão prescinde de nomes, indivíduos, vez que importa à sociedade brasileira como um todo. Espera-se que este Supremo Tribunal Federal, a última trincheira dos cidadãos, reafirme seu papel contra majoritário, o respeito incondicional às garantias fundamentais e o compromisso com a questão da liberdade”, argumentam os advogados na ocasião. (Conteúdo da Agência Brasil)

O agendamento está no site do Supremo Tribunal Federal. Carvalho nega que o assunto com Ministro seja o Lula
 
A possível prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), além de movimentar os advogados de defesa com recursos às instâncias superiores, tem também deixado nervosos os amigo do ex-presidente petista, conforme relata matéria do jornalista Murilo Ramos, do Expresso, na revista Época.
 
Veja, a seguir, a íntegra da matéria:
- O ex-ministro Gilberto Carvalho tem uma audiência marcada nesta sexta-feira (9) com o ministro Edson Fachin. O assunto é o habeas corpus do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, segundo informa o sítio eletrônico do Supremo Tribunal Federal (STF). EXPRESSO perguntou a Carvalho, por telefone, a razão do encontro. "Eu vou falar com ele (Fachin), não com você", disse. O ex-ministro comentou que precisava desligar porque estava numa consulta. Com a insistência do repórter, ele falou que o assunto a ser tratado com Fachin seria outro e encerrou a conversa.
 
Como podemos constatar, a matéria mostra que Gilberto Carvalho não gostou de ser indagado se o assunto seria o habeas corpus de Lula. Por outro lado, é bom destacar que o ministro Edson Fachin, relator dos processos da Lava Jato, passou a ser alvo também de conversas com advogados de Lula. Nesta semana o ex-ministro do STF, Sepúlveda Pertence, contratato como novo advgado de Lula, também marcou agenda para conversar com Fachin. E ao contrário de Gilberto Carvalho, Sepúlveda Pertence não escondeu de ninguém que o assunto com Fachin seria o HC impetrado pela defesa do ex-presidente petista. (Fonte: Época)
Nesta segunda-feira, 05/02, o publicitário João Santana e sua mulher, Mônica Moura, marqueteiros do PT, reafirmaram ao juiz federal Sérgio Moro que receberam recursos não contabilizados (caixa 2) em todas as campanhas que participaram, incluindo as do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e do PT. O casal, que assinou acordo de delação premiada, prestou depoimento na ação penal que investiga o caso do sítio de Atibaia (SP), na qual Lula é réu.
Ao responder às perguntas feitas pelos representantes do Ministério Público Federal (MPF) na audiência, Mônica reafirmou que os recursos que receberam como pagamento do trabalho de marketing nas campanhas eram entregues em mãos e por meio de depósitos no exterior. As transferências eram enviadas para uma conta que João Santana mantinha na Suíça, destinada a receber valores de caixa 2.
“Não existe campanha política no Brasil sem dinheiro não contabilizado, caixa 2. Não se faz. Se alguém disser que faz, não está falando a verdade”, disse Mônica.
Segundo Mônica Moura, na campanha à reeleição de Lula em 2006, os serviços dos maqueteiros custaram cerca de R$ 18 milhões, mas somente R$ 8 milhões foram pagos pelas vias oficiais.
Durante o depoimento, Mônica Moura também afirmou que não tratava de questões financeiras de campanha com o ex-presidente Lula, mas com o ex-ministro Antônio Palocci. “Nunca falei de dinheiro com o presidente Lula”, afirmou.
João Santana também reafirmou que parte dos recursos da campanha foram pagos pela empreiteira Odebrecht, mas disse que não tinha conhecimento da suposta origem em contratos desviados da Petrobras, conforme denúncia do MPF. “Era um dinheiro que vinha da Odebrecht, como se fosse ajuda de campanha, ajuda política da Odebrecht”.
Conforme a denúncia apresentada pelo Ministério Público Federal (MPF), a Odebrecht e a OAS pagaram reformas feitas no sítio de Atibaia, utilizado por Lula e pela família dele, com recursos desviados de contratos superfaturados da Petrobras. (Fonte: Agência Brasil)

 

Visando oferecer melhor atendimento à população e também gerar economia aos cofres públicos, a Câmara Municipal de Osasco começa os serviços legislativos de 2018 com novos gabinentes para os seus 21 vereadores. A partir de fevereiro, o atendimento nos gabinetes dos vereadores passará a acontecer em novo prédio, localizado na Avenida dos Autonomistas, 2615. A medida permitirá atendimento mais qualificado aos munícipes e economia de aproximadamente 40% para a Casa Legislativa.

Os gabinetes dos vereadores estão totalmente adequados às normas de segurança e acessibilidade para pessoas com deficiência. Já os setores que funcionavam na Rua Rui Barbosa (imóvel alugado) serão transferidos para o prédio próprio da Casa, localizado na Avenida dos Autonomistas, 2607.

Nesta terça-feira, 06/02, a partir das 15h, será realizada a primeira sessão ordinária de 2018 após o recesso parlamentar. 

Redução nos gastos

Com uma área de 2.450m², o valor mensal do aluguel do novo prédio é de R$ 37 mil. Antes da mudança, os setores estavam alocados em uma área de 650m². A Câmara Municipal de Osasco dispunha de três imóveis locados (sendo que dois foram devolvidos assim que o novo prédio foi alugado) com custo total de R$ 63.146,42 por mês. Com a mudança e rescisão dos contratos de locação, a Casa vai economizar R$ 26.146,42 por mês. (Fonte: Assessoria de Comunicação)

 

Neste domingo, 04/02, foi realizada mais uma edição da Caravana do Agito, promovida pela Prefeitura e pelo SESC. Hoje, o evento, repleto de atividades esportivas e culturais, foi realizado no CEU das Artes Camila da Silva Rossafa, Jardim 1º de Maio, na zona Sul da cidade.

 Caravana do Agito 2

Durante todo o dia, adultos, jovens e crianças participaram de atividades, como badminton, beisebol, esgrima, ginástica de trampolim, futebol 1x1, aulão de samba rock, capoeira, balão pula-pula e pintura de rosto, dentre outra atrações. Teve tabém distribuição de mudas de plantas frutíferas das quais dezenas foram plantadas no entorno do CEU das Artes,

 

Como em todas as edições, o SESC leva uma atleta de ponta de alguma atividade, desta foi a vez da Amandinha, que por quatro anos consecutivos, foi eleita como a melhor jogadora de futsal do mundo.

Delbio Teruel

Dentre outras autoridades, prestigiaram o evento o secretário de Esporte, de Osasco, Délbio Teruel, e o vereador Alex da Academia. Délbio e Alex elogiaram e parabenizaram a Prefeitura e o SESC pela realização de mais uma edição da Caravana do Sucesso.

Alex da Academia

Notícias & Opinião esteve lá e conversou com Amandinha, que atualmente joga em Santa Catarina.

Confira, aqui: https://www.facebook.com/orenatoferreira/posts/1609367995820101?pnref=story

 
O ex-presidente Lula poderá reaver o seu e volta o passaporte e ter novamente o direito de viajar para o exterior. Nesta sexta-feira, 02/02, o juiz federal Bruno Apolinário, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1), determinou que o documento fosse devolvido ao ex-presidente. A medida derruba a decisão da semana passada que mandou apreender o passaporte.
Na sexta-feira da semana passada, a defesa pediu a devolução do passaporte e o cancelamento da inclusão do nome de Lula no Sistema de Procurados e Impedidos. O recurso foi endereçado ao Tribunal Regional Federal da 1ª Região, contra decisão do juiz federal Ricardo Soares Leite, da 10ª Vara de Brasília. Ricardo Leite atendeu a pedido da Procuradoria da República no DF e mandou confiscar o documento.
“A proibição para que o Paciente possa sair do País com a retenção de seu passaporte afeta o seu direito constitucional de ir e vir (CF, art. 5º, XV) e configura patente constrangimento ilegal - o que é agravado pelo fato dessa medida cautelar ter sido decretada por meio de decisão baseada em suposições e ilações e que, além disso, utilizou-se como principal base o andamento de processo que não está sob sua jurisdição”, argumemtaram os advogados de Lula. (Fonte: Estado de Minas)

 

Aos poucos, porém, ainda longe do ideal, o Brasil está voltando aos trilhos do desenvolvimento econômico. Depois de três anos seguidos fechando no vermelho, a indústria brasileira voltou a crescer e fechou 2017 em alta de 2,5%. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2017, a indústria do país teve o melhor resultado desde 2010, quando a produção industrial havia avançado 10,2%.

 

No entanto, apesar desse resultado positivo, a indústria ainda está longe de atingir o patamar que já havia produzido. "Quando a gente compara o patamar de produção, estamos ainda 13,8% distantes do pico da série histórica, observado em junho de 2013. Mas esse distanciamento já foi bem superior. Em fevereiro de 2016, por exemplo, essa distância era de 21,6%", disse o gerente da Coordenação de Indústria do IBGE, André Macedo. 

 

No último mês de dezembro, o setor registrou alta de 2,8% em relação a novembro - a maior desde junho de 2013, quando chegou a 3,5%. No geral do ano, quem puxou a expansão da indústria foi o segmento de veículos automotores, reboques e carrocerias, que registrou um crescimento de 17,2%.

 

No setor automotivo, conforme os dados, a expansão foi puxada pela exportação recorde de 762 mil veículos e por aquisições de empresas e taxistas no mercado interno. As vendas no varejo, para o consumidor comum, ainda não se recuperaram, segundo dados da Fenabrave. Em seguida, vêm os seguintes da economia:indústrias extrativas (4,6%), Equipamentos de informática, produtos eletrônicos e ópticos (19,6%), Metalurgia (4,7%), Produtos alimentícios (1,1%, )Produtos de borracha e de material plástico (4,5%), Celulose, papel e produtos de papel (3,3%), Máquinas e equipamentos (2,6%), Produtos do fumo (20,4%). Dentre as sete atividades com queda na produção, a indústria de coque, produtos derivados do petróleo e biocombustíveis recuou 4,1%, contribuindo negativamente para o resultado geral da indústria.

 

Já entre as grandes categorias econômicas, os destaques partiram de bens de consumo duráveis (13,3%) - impulsionada pela fabricação de automóveis e eletrodomésticos - e bens de capital (6%), sob influência do aumento da produção de equipamentos de transporte (7,9%), de uso misto (18,8%) e para construção (40,1%). Ainda segundo Macedo, o bom resultado do setor industrial em 2017 teve como principal destaque a categoria de bens de capital, que registrou oito meses consecutivos de resultados positivos no ano.

 

"Nesses oito meses seguidos de alta, Bens de Capital acumula uma expansão de 12,4%", apontou.À exceção dos meses de março e agosto, quando a indústria recuou, respectivamente 1,5% e 0,3%, todos os demais tiveram resultados positivos para a produção industrial do país. Macedo ponderou que isto é um indicador da recuperação do setor que, segundo ele, ocorre de maneira "lenta e gradual".Último mês do ano.

 

E na comparação de dezembro contra novembro de 2017, quem também puxou o avanço de 7,4% da indústria foi a prododuçãp de veículos automotores, reboques e carrocerias. A indúsdria de produtos alimentícios (3,3%), também contribuiu, avançaram pelo segundo mês consecutivo. Outras ramos que contribuíram também são as indústrias de produtos de borracha e material plástico (6,9%), de metalurgia (4,2%) e de equipamentos de informática, produtos eletrônicos e ópticos (10,3%), entre outros. Nessa base de comparação, reduziram a produção: produtos farmoquímicos e farmacêuticos (-12,1%), coque, produtos derivados do petróleo e biocombustíveis (-2,1%) e indústrias extrativas (-1,5%). (Fonte: G1)

Proposta do vereador tucano prevê instalação de telefones em todas as unidades de saúde de Osasco com linha direta à Ouvidora. Intenção é facilitar registro de reclamações e sugestões

 

Durante o recesso parlamentar, que termina no início de fevereiro, dentre outros projetos, o vereador De Paula (PSDB) protocolou mais uma proposta para o setor da Saúde. O Projeto de Lei 18/2018 prevê a instalação de telefone em todas as unidades de saúde do município com linha direta à Ouvidoria Central da secretaria da Saúde. A intenção do parlamentar tucano é facilitar o registro de reclamações e sugestões dos usuários da saúde pública no município.

De acordo com o projeto, todas as unidades de saúde sob gestão da prefeitura, como Unidades Básicas de Saúde (UBS), Prontos-Socorros e Unidades de Pronto Atendimento (UPA), dentre outros, deverão contar com, pelo menos, um aparelho telefônico instalado em local visível para utilização dos usuários. Com ele, quem utilizar a unidade e for mal atendido, por exemplo, poderá formalizar em minutos sua reclamação quanto ao atendimento. O projeto determina respeito ao sigilo do denunciante que receberá um protocolo para acompanhar o andamento da requisição.

“Às vezes você visita uma unidade de saúde e o médico mal te olha, te examina com desdém. Também tem os casos de desacato. Hoje, se o paciente ou acompanhante desacata um servidor da saúde, pode até ser preso, mas se acontece o contrário, a quem devemos reclamar? Com a instalação dos telefones, o morador de Osasco vai ter canal direto com a Ouvidoria da secretaria da Saúde para registrar reclamações sobre esses e outros problemas”, explica De Paula.

A proposta do tucano ainda prevê que os telefones funcionarão no mesmo período que as unidades de saúde. Com isso, postos cujo atendimento é de 24 horas, a linha direta com a Saúde funcionará sem intervalo e durante todo o dia.

“Facilitar o acesso do usuário e melhorar os procedimentos de recebimento de reclamações e solicitações, bem como assegurar que as informações recebidas encontrem respaldo na administração das unidades de Saúde sob gestão municipal, resulta em efetiva melhoria dos serviços oferecidos à população”, completa o vereador.

Ao longo deste mandato, De Paula já apresentou diversos projetos para o setor da Saúde. Ele é autor da proposta que estabelece prazos para realização de consultas e exames na rede pública e que obriga a implantação de prontuários eletrônicos para acompanhamento do histórico de cada paciente que utiliza as unidades de saúde de Osasco. (Por New Times Comunicação)

Página 1 de 44

Quem somos

Notícias & Opinião é um site de notícias gerais editado pela Empresa Jornalística Notícias de Paz Ltda - EPP, a partir da Capital e região Oeste da Grande São Paulo.

Como o próprio nome diz, aqui você vai encontrar notícias, entrevistas, artigos, crônicas e opinião sobre política, economia, educação, cultura e esporte, dentre outros temas do nosso dia-a-dia.