Domingo, 17 Fevereiro 2019 | Login
O prefeito Rogério Lins completou dois anos à frente da administração de Osasco, município que saltou para o 6º lugar no ranking das cidades com maior participação no PIB (Produto Interno Bruto) do país. O município também comemora a nota 6.1 no IDEB (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica), a maior da história da cidade, e a colocação obtida no relatório da Transparência, cuja nota atingiu 8.4, a melhor pontuação do município.
 
Osasco 2 anos 3
Mas não é só isso. Lins encerrou o segundo ano de mandato cumprindo boa parte das promessas feitas ao longo da campanha: dobrou o efetivo da Guarda Civil Municipal, contratou mais viaturas e motocicletas para a GCM, implantou o COI (Centro de Operações Integradas), que entra em sua segunda etapa com o cercamento da cidade e integração do DETECTA, e ampliou o orçamento destinado à área de segurança. O orçamento, que era de R$ 48,37 milhões em 2015, saltará para R$ 77,57 milhões em 2019.
Osasco 2 anos 2
 
As preocupações e investimentos da administração também estão voltados para as áreas de Saúde, Educação e Habitação. Nos próximos meses, Lins entregará as primeiras unidades do Conjunto Habitacional Miguel Costa, construído em parceria com o governo federal, através do PAC 2 (Plano de Aceleração do Crescimento). São 48 prédios que beneficiarão 960 famílias que viviam em situação de vulnerabilidade social no Jardim Rochdale, Jardim Santa Rita e na área, em Quitaúna, onde foram erguidas as unidades habitacionais. O conjunto ganhou também toda a infraestrutura com quadras, áreas de lazer e jardinagem.
Ainda na área de Habitação, Osasco constrói o Conjunto Habitacional Vila Alemanha com 300 unidades na Avenida Sarah Veloso, no Jardim Veloso, e promove a regularização fundiária de inúmeras áreas como Santa Maria e Rochdale.
Na Educação, nos próximos meses, Osasco entregará as obras das oito creches que abrirão mais de duas mil vagas em creches, quando somadas às duas já entregues no Jardim São Pedro e Jardim Novo Osasco. As creches em construção ficam nos bairros 1º de Maio, Jardim Roberto I, Jardim Roberto II, Jardim Conceição, Jardim Veloso, Vila Menk, Santa Maria e Vila Militar.
Ainda na área da Educação, 2018 foi o primeiro ano em que os 68 mil alunos matriculados na rede municipal receberam kit de material escolar e uniformes – camisetas, agasalhos, meias e tênis -, inclusive os matriculados nas creches. Os uniformes entregues ganharam as cores da bandeira da cidade: verde e branco.
Na área da Saúde, o prefeito Rogério Lins implantou Pediatria 24 Horas em vários bairros; promoveu a reforma e revitalização de Unidades Básicas de Saúde e Prontos-Socorros; ampliou o número de leitos na Maternidade Municipal Amador Aguiar e no Hospital Municipal Antônio Giglio; na maternidade, além de leitos conjuntos para mães e bebês, também criou 20 novos leitos de Unidade de Terapia Intensiva; implantou ambulatório pediátrico e o Centro de Fisioterapia. Um dos principais destaques foi a contratação de mais médicos, que possibilitou ampliar o número de 15 mil para 25 mil atendimentos.
A administração Rogério Lins também tem investido em infraestrutura com o programa Asfalto Novo, substituição das lâmpadas de vapor de sódio por lâmpadas de LED e desenvolvimento do programa “Seu Bairro no Coração da Gente”, que reúne ações de zeladoria, limpeza e revitalização, a fim de organizar bairro a bairro e resgatar o orgulho e amor que o cidadão sente pela cidade.
Os investimentos da administração pública também se ampliam nas demais áreas com a oferta de empregos, através da reabertura dos Portais do Trabalhador; implantação do Mãos do Futuro, espaço que qualifica e forma a mão de obra para o concorrido mercado; dos CIDs (Centro Itinerante Digital), que oferecem cursos de informática gratuitos. Essas ações são complementadas pelo empenho na atração de novas empresas, que geram emprego e renda à população.
Para garantir mais obras e infraestrutura, Rogério Lins tem recorrido aos governos federal e estadual. Há dois meses conseguiu a liberação de R$ 15 milhões para a área de Saúde, que virão por meio de emendas parlamentares; parceria com o governo do Estado para trazer um AME (Ambulatório Médico de Especialidades) a cidade, o que já foi ratificado pelo edital publicado no Diário Oficial do Estado no dia 13/12; construção do novo acesso a Osasco a partir da Rodovia Castello Branco; e vem muito mais por aí. (SECOM)

 

Primeira-dama Michelle Bolsonaro rouba a cena da posse ao surpreender com emocionante discurso em Língua de Sinais

 

Esta terça-feira, 1° de janeiro, ficará marcada na História do Brasil. Numa bela cerimônia, com o tradicional desfile em carro aberto e com cenas no Congresso Nacional e no Palácio do Planalto, Jair Bolsonaro tomou posse como Presidente do Brasil. Bolsonaro leva para a Presidência a esperança de um país inteiro contra a corrupção e a favor do respeito ao dinheiro público.

Mais de 115 mil pessoas vestindo verde e amarelo e também camisetas com a imagem de Bolsonaro lotaram a Esplanada dos Ministérios sob um arrojado esquema de segurança. O evento contou também com a presença de 12 chefes de Estado, como o Primeiro Ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, e representantes de dezenas de países de todos os Continentes.

Após garantir que manterá as reformas necessárias para o Brasil avançar, Bolsonaro conclamou o povo a lutar com ele que tem o desafio de "enfrentar os efeitos da crise econômica", o "desemprego recorde", a "ideologização" das crianças, o "desvirtuamento dos direitos humanos" e a "desconstrução da família".

"Vamos desburocratizar, simplificar, tirar a desconfiança e o peso do governo sobre quem trabalha e quem produz", disse Bolsonaro, que finalizou com o lema de sua campanha: "Brasil acima de tudo; Deus acima de todos". (Renato Ferreira)

* Por problemas técnicos e da internet, não conseguimos publicar a matéria da posse no dia 1º de Janeiro.

Veja, aqui, outras fotos da festa em Brasília: 

Posse de Bolsonaro 3

Posse de Bolsonaro 2

Posse de Bolsonaro 5

 

Posse de Bolsonaro 4

Posse de Bolsonaro 6

As regiões mais afetadas foram as Ilhas de Java e Sumatra
 
Neste domingo, 23/12, as regiões costeiras de Java e Sumatra, na Indonésia, foram atingidas por um tsunami que, segundo as autoridades locais, matou mais de 200 pessoas, além de 800 feridos. De acordo com os dados oficiais, 30 pessoas ainda estão desaparecidas nas duas ilhas e há cerca de 800 feridos. Um total de 430 casas e nove hotéis foram afetados, assim como navios e outras embarcações. A região é densamente povoada.
As informações são do porta-voz da Agência Nacional de Gerenciamento de Desastres, Sutopo Purwo Nugroho. Segundo ele, os números devem aumentar, pois ainda faltam áreas para serem analisadas.
 indonesia terremoto tsunami 2
As ondas gigantes atingiram as áreas do Estreito de Sunda, por volta das 21h45 de ontem (22). As autoridades atribuem o fenômeno à erupção do vulcão Krakatau por cerca de meia hora. Para especialistas, os deslizamentos de terra e outras atividades geológicas causadas pela erupção levaram à tragédia.
Ondas enormes sacudiram as áreas residenciais e vários destinos turísticos ao longo das áreas costeiras do Estreito de Sunda, incluindo Pangdeglang, Pantai Tanjung Lesung, Sumur, Penimbang e Teluk Lada dan Carita.
indonesia terremoto tsunami 3
 
Imagens publicadas no Twitter mostram carros arrastados pelo tsunami. Os distritos mais atingidos foram de Pandeglang, Seran e Lampung Selatan. Só na região de Pandeglang há mais de 600 feridos.
As ondas, segundo relatos, chegaram a quatro e cinco metros de altura. O chefe do Departamento de Emergência da Agência de Gerenciamento de Desastres no distrito de Pandeglang, Endang Permana, afirmou que muitas vítimas foram atingidas no momento em que assistiam o que ocorria no mar.
O chefe da Agência de Gerenciamento de Desastres no distrito de Lampung Selatan, Ketut Sukerta, disse que mais de 100 prédios desmoronaram e há ainda muitas pessoas presas sob os escombros.
Krakatau Child é um dos 129 vulcões ativos na Indonésia. A Indonésia é um país que reúne 17.500 ilhas e está em uma área considerada vulnerável, atingida pelo chamada "Anel de Fogo do Pacífico". (Agência Brasil, com informações da Xinhua, agência pública de notícias da China, e NHK, emissora pública de televisão do Japão)
Amiga dos ex-presidentes petistas Dilma e Lula, Cristina Kirchner só não foi presa ainda porque tem foro privilegiado como Senadora. Ela é acusada de comandar uma rede de subornos
 
O ano de 2018 ficará marcado na história política de vários países sul-americanos pelas condenações e prisões de diversos líderes políticos por corrupção, como Brasil, Perú, Equador e Argentina.
 
Na quinta-feira, 20/12, a Justiça da Argentina confirmou o processo com prisão preventiva à ex-presidente e atual senadora Cristina Kirchner pelo caso conhecido como "os cadernos das propinas" – uma rede de supostos subornos que envolve dezenas de empresários e ex-funcionários do governo.
 
Cristina Kirchner 1
A senadora Cristina Kirchner discursa durante sessão do Senado na qual foi autorizada a revista de suas residências, na quarta-feira (22) — Foto: Luciano Ingaramo/Prensa Senado/AFP A senadora
Kirchner, no entanto, não foi presa porque tem foro parlamentar como senadora. Até agora, o Senado não discutiu o pedido do juiz Claudio Bonadio para retirar a imunidade da ex-presidente.
A Câmara Federal considerou Kirchner chefe de uma organização criminosa e confirmou o processo, que se dará em julgamento oral. O processo inclui o pedido de prisão preventiva que já foi feita pelo juiz Claudio Bonadio – cuja casa foi alvo de atentado a bomba em novembro.
 
 Cristina cadernos corrupcao
Foto de março de 2018 fornecida pelo jornal 'La Nación' mostra um dos cadernos de Oscar Centeno, ex-motorista ligado aos governos dos Kirchners na Argentina — Foto: La Nacion via AP
O caso se baseia em uma série de cadernos de anotações feitas por anos por um motorista do ministério de Planejamento. Nas páginas, ele anotava nomes de funcionários e de empresarios e quantias de dinheiro.
Entenda o escândalo dos 'cadernos das propinas'
À medida que o caso avançou, vários acusados se declararam arrependidos e começaram a colaborar com a justiça em troca de liberdade.
Cristina Kirchner, da centro-esquerda do peronismo e que governou a Argentina entre 2007 e 2015, é acusada de ter liderado uma rede de corrupção com a qual recebia pagamentos em dólares por parte de empresários que desejavam obter licitações de construção de obra pública.
A acusação estimou em pelo menos 160 milhões de dólares o montante dos subornos que também teriam sido pagos entre 2003 e 2007, durante o governo de seu marido, o já falecido Néstor Kirchner.
O caso, iniciado em meados do ano, atingiu praticamente a todo o setor da construção na Argentina e atingiu a família do atual presidente, Maurício Macri.
Franco e Gianfranco Macri, pai e irmão do presidente, foram citados a declarar na semana passada diante o juiz Bonadio para que respondam a denúncias que envolvam a companhia Autopistas del Sol, parte do conglomerado Socma (Sociedade Macri).
O empresário Angelo Calcaterra, primo do presidente, também está envolvido neste processo.
O presidente Macri, que teve cargos de responsabilidade na empresa familiar antes de atuar como dirigente no futebol e depois na política, não comentou o caso. Os atuais ministros apenas declararam que o governo "respeita a independência da justiça". (Fonte: G1)

Professores protestam contra projeto da Previdência. Suplicy abraça-se a uma mulher que estava sendo retirada por Guardas Municipais

 

Além do calor insuportável desta sexta-feira, 21/12, em São Paulo, o clima está também elevadíssimo no Plenário e nas galerias da Câmara Municipal da Capital. Os vereadores estão votando o SampaPrev, projeto enviado pelo prefeito Bruno Covas (PSDB), que trata de mudança na Previdência dos servidores municipais.

Há poucos minutos, professores revoltados com a proposta do Executivo tentaram falar, mas, como houve um grande tumulto, eles foram impedidos pela direção da Casa. O Projeto provoca também discussões entres situação e oposição.

Como o clima esquentou de vez, os guardas municipais foram chamados para retirar os mais exaltados do Plenário, como mostramos neste vídeo em primeira mão.

Em determinado momento, o vereador Eduardo Suplicy (PT) abraçou uma mulher e a retirou das mãos dos policiais. A suspensão da sessão chegou, inclusive, a ser proposta, mas, prosseguiu após os ânimos ficarem mais calmos.

Hoje, os vereadores paulistanos estão tentando aprovar o SampaPrev em primeira votação, para posteriormente, fazer a segunda e também aprovar o Orçamento de 2019, provavelmente no dia 26.

Entenda o SampaPrev

Alegando que há um rombo no orçamento de São Paulo, principalmente, para garantir as futuras aposentadorias, o então prefeito João Doria (PSDB), elaborou o Projeto SampaPrev para garantir recursos para a aposentadoria.

Assim, o Executivo paulistano propõem que todos os servidores passem a contribuir com no mínimo 14%, sendo que atualmente a alíquota é de 11%. Essa é a principal mudança no sistema de aposentaria e também que vem causando os protestos dos servidores municipais de São Paulo. Hoje a prefeitura tem a obrigação de contribuir com 22%, o dobro da contribuição dos servidores. (Renato Ferreira)

Segundo a Polícia Federal, o objetivo da operação é tentar identificar quem estaria financiando a defesa do autor confesso do atentado em Juiz de Fora
 
 
Quem espera impunidade para quem paga os advogados de Adélio Bispo, réu confesso da facada em Jair Bolsonaro, pode começar a mudar de ideia. A Polícia Federal cumpriu, na manhã desta sexta-feira, 21/12, dois mandados de busca e apreensão no escritório e em uma empresa de Zanone Manuel de Oliveira Júnior, um dosadvogados de Adélio Bispo. Os mandados foram expedidos pela 3ª Vara da Subseção Judiciária da Justiça Federal de Juiz de Fora.
 
Segundo informou a Polícia Federal, o objetivo da operação é tentar identificar quem estaria financiando a defesa do autor confesso do atentado.
Um dos imóveis funciona em um hotel e uma locadora de veículos, além de servir como escritório e residência do advogado. O outro é a sede de uma empresa. Os dois imóveis são localizados em Contagem, na Região metropolitana de Belo Horizonte.
Nesses locais, os policiais federais apreenderam o celular do advogado, que não disse quem foi a pessoa que o contratou para atuar no caso.
Polêmica
Um dia após o atentado contra o candidato do PSL, no dia 6 de setembro, dois dos quatro advogados que defendem Adelio viajaram em avião particular de Belo Horizonte para Juiz de Fora. A informação divulgada pelo EM, com exclusividade, causou polêmica.
 
Também repercutiu muito a questão do pagamento dos honorários advocatícios. Os advogados chegaram a dizer que estavam sendo pagos por igrejas evangélicas de Montes Claros. Mas igrejas negaram o pagamento.
 
No dia 18 de dezembro, Notícias & Opinião publicou uma perguntado: Quem matou Bolsonaro? https://bit.ly/2rLnKfq
O ataque contra Bolsonaro aconteceu em Juiz de Fora quando o então presidenciável fazia campanha no Centro da cidade. Adélio Bispo de Oliveira foi preso em flagrante e confessou o crime. Ele está detido na Penitenciária Federal de Campo Grande (MS). (Renato Ferreira com informações de O Estado de Minas)

 

Em sessão extraordinária realizada na manhã desta quarta-feira, 20/12, o vereador Ribamar Silva (PRP) foi eleito como novo Presidente da Câmara Municipal de Osasco, região Oeste da Grande São Paulo.

Novo Presidente da Câmara de Osasco

Composição da Nova Mesa Diretora da Câmara de Osasco: Lúcia da Saúde, Daniel Matias, Alex da Academia, Ribamar Silva, Toniolo, Jair Assaf e Pelé da Cândida

Ribamar terá como primeiro vice, o vereador Alex da Academia. Os demais componentes da Mesa Diretora serão os seguintes vereadores: Toniolo. Daniel Matias, Lúcia da Saúde, Pelé da Cândida eJair Assaf.

Na mesma sessão, os vereadores aprovaram também o Orçamento (LOA) do Excecutivo para 2019.

Notícias & Opinião esteve presente e conversou com o novo Presidente do Legislativo osasquense.

Confira o vídeo aqui: https://www.facebook.com/orenatoferreira/posts/2088395244584038?

 

O crime aconteceu na madrugada desta quinta-feira, 20/12, quando o secretário saia de uma festa de confraternização de sua Secretaria, no bairro Novo Osasco, zona Sul da cidade.

Osvaldo Verginio havia acabado da festa, acompanhado do seu motorista, quando acabou sendo vítima de uma emboscada. Um indivíduo encapuzado, que saiu de uma camionete branca, abordou o veículo do secretário e disparou cerca de 11 tiros. Seis atingiram o peito de Osvaldo Vergínio. Um dos tiros teria atingido também a esposa do motorista que estava no banco traseiro.

Segundo testemunhas, o motorista do secretário e ele próprio tentaram revidar a agressão, mas o suspeito conseguiu fugir. Verginio chegou a ser socorrido e encaminhado para a UPA Novo Osasco, mas não resistiu aos ferimentos.

A GCM (Guarda Civil Municipal) e a Polícia Militar estiveram no local. O caso está sendo investigado pela Delegacia Seccional de Osasco.

Em nota, o prefeito de Osasco, Rogério Lins lamentou profundamente esse lamentável fato que deixa a cidade de luto. “Osvaldo era um homem íntegro, que contribuiu para o bom andamento da administração municipal, trazendo excelentes iniciativas para a melhoria da mobilidade urbana”, disse. Lins também contou que “estava chocado”, além de “colocar à disposição para ajudar nas investigações”. “Nesse momento, nos solidarizamos com a família e os amigos”, finalizou.

Osvaldo Vergínio foi integrante da Polícia Militar. Foi vereador e presidente da Câmara Municipal de Osasco por dois mandatos. Filho de família tradicional de Osasco, Vergínio foi eleito deputado estadual em 2012 e chegou a concorrer à Prefeitura de Osasco no ano de 2016. No início de 2018, ele foi nomeado Secretário de Transporte e Mobilidade Urbana, onde desempenhava um excelente trabalho.

Osvaldo Vergínio tinha 55 anos, era casado com a também ex-vereadora, Andrea Capriotti. Deixa filhos e netos.

O velório de Vergínio será realizado a partir das 11h30, na Sala Osasco e o sepultamento, às 17h, no Cemitério Bela Vista.

Notícias & Opinião externa profundos sentimentos de pesar e pede a Deus que console a familia nesse momento de dor.

 

Suspensão tem validade até o dia 10 de abril de 2019

Após analisar recurso da Procuradora-Geral da República, Raquel Dodge, o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, suspendeu na tarde desta quarta-feira, 19, a decisão do ministro Marco Aurélio que determinava a soltura de todos os presos que tiveram a condenação confirmada pela segunda instância da Justiça.

Com a decisão, a liminar (decisão provisória) de Toffoli terá validade até o dia 10 de abril de 2019, quando o plenário do STF deve julgar novamente a questão da validade da prisão após o fim dos recursos na segunda instância.

O julgamento foi marcado antes da decisão de hoje do ministro Marco Aurélio. (Agência Brasil)

 

 

O clima de Natal que já impera em todo o Brasil, parece que ainda não chegou ao Plenário da Câmara Municipal de Osasco, que anda com a temperatura altíssima.

Na sessão desta terça-feira, 18, o clima subiu ainda mais e por pouco não houve agressão física, entre os vereadores Tinha Di Ferreira, da oposição, e Cláudio da Cândida, situação.

Antes, houve também um entrevero entre dois tucanos: Didi e o presidente da Casa, Dr. Lindoso, mostrando que o ninho tucano de Osasco anda também muito agitado e dividido.

Revoltado com acusações do 'correligionário", o Dr. Lindoso foi à tribuna para refutar as acusações, afirmando que tem procurado fazer uma administração com responsabilidade e respeito aos recursos públicos. Depois, Lindoso disse que não tem funcionário fantasma. Em resposta, Didi se defendeu dizendo que "nunca teve funcionários fantasmas na Prefeitura". Sobre essa questão de funcionário fantasma em Osasco, o melhor é perguntar ao Promotor Público, Dr. Gustavo Albano, que com uma só operação já mandou 14 vereadores osasquenses para a prisão, em 2016, na famosa Operação Caça Fantasmas.

Em seguida, o Tinha Di Ferreira, a voz solitária da oposição, voltou a fazer acusações contra alguns vereadores e, principalmente, contra o prefeito Rogério Lins, a quem acusou de receber "uma mesada de R$ 300 mil", depois de elogiar as administrações de Emidio de Souza (PT) e Jorge Lapas (PDT).

Revoltado, o governista Claudio da Locadora foi ao microfone de apartes para solicitar o encerramento das discussões e o início da Ordem do Dia.

Como Tinha voltou com mesmo entusiasmo de acusador, Claudio da Locadora tentou tirar o microfone de suas mãos, iniciando, assim, uma grande confusão, início de um empurra-empurra e acusações de ambos os lados.

Nesse momento, os vereadores Toniolo e o líder do Prefeito, Ribamar Silva (que deve ser eleito Presidente da Casa nesta quinta-feira), evitaram o pior, fazendo o papel do deixa-disso. Tinha Di Ferreira e Cláudio da Locadora fizeram a gente lembrar daquelas brigas de ruas, onde os briguentos ameaçam partir pra cima do oponente, mas, por dentro parece pedir: "Me segura, se não eu vou".

Ah...e tudo isso sob o tratamento de Vossas Excelências entre os pares.

Posteriormente, talvez, já tomados pelo clima de Natal, houve até pedido de desculpas por parte do Tinha. O problema agora é saber como ficarão as acusações que ele fez usando os microfones do Legislativo. Será que tudo vai terminar em pizza, ou a Câmara de Osasco se transformará em mais um palco de MMA? (Renato Ferreira) (Foto: Linha do tempo da ConecTV)

TRAGICÔMICO é uma publicação de Notícias & Opinião todas às quartas-feiras. Acesse e veja outros casos já publicados!

Quem somos

Notícias & Opinião é um site de notícias gerais editado pela Empresa Jornalística Notícias de Paz Ltda - EPP, a partir da Capital e região Oeste da Grande São Paulo.

Como o próprio nome diz, aqui você vai encontrar notícias, entrevistas, artigos, crônicas e opinião sobre política, economia, educação, cultura e esporte, dentre outros temas do nosso dia-a-dia.