Domingo, 17 Fevereiro 2019 | Login

 

A Prefeitura de Osasco, por meio da Secretaria de Serviços e Obras, fará a reabertura do Velório Municipal Jd. Santo Antônio, após o local passar por grande reforma, na quinta-feira, 17/1, às 14h.

No velório, a Prefeitura trocou o piso, o telhado e a iluminação. Foi instalado também banheiro com acessibilidade, além de outras obras, como pintura geral, colocação de novas esquadrias, substituição de luminárias e novo vestiário, refeitório para os funcionários. A antiga capela foi demolida e construída uma nova na área externa. (SECOM - Foto: Sérgio Gobatti)

Serviço

Reabertura do Velório Municipal Santo Antônio

Data: 17/1

Horário: 14h

Endereço: Rua Antônio Russo, 175 - Jardim Roberto

Presidente Bolsonaro parabenizou os responsáveis pela captura do 'terrorista Cesare Battisti'

 

O italiano Cesare Battisti, de 64 anos, deixou a Bolívia na noite deste domingo, 13/01, em direção à Itália, onde vai cumprir pena de prisão perpétua. O avião partiu por volta das 19h (horário de Brasília) do Aeroporto Internacional de Viru Viru, em Santa Cruz de La Sierra. A previsão é que ele chegue a Roma por volta das 13h30, no horário italiano.

Battisti foi condenado à prisão perpétua na Itália pelo assassinato de quatro pessoas, na década de 1970, quando integrava o grupo Proletários Armados pelo Comunismo. Ele se diz inocente e que foi vítima de perseguição política. Neste sábado, 12, foi preso em Santa Cruz de La Sierra, uma das principais cidades da Bolívia.

O ministro do Interior da Itália, Matteo Salvini, está no avião e postou fotos de Battisti na rede social Twitter. O condenado por terrorismo aparece com um cavanhaque, semelhante a um dos disfarces divulgados pela Polícia Federal brasileira.

Fugitivo

O italiano passou 30 anos como fugitivo entre o México e a França e, em 2004, chegou ao Brasil, onde foi preso três anos depois. Em 2009, o Supremo Tribunal Federal (STF) autorizou a extradição em uma decisão não vinculativa que deixava a palavra final ao então presidente Luiz Inácio Lula da Silva. No último dia de seu segundo mandato, em 2010, Lula negou a extradição.

Em setembro de 2017, o governo italiano pediu ao ex-presidente Michel Temer a revisão da decisão sobre Battisti. No dia 13 de dezembro do ano passado, o ministro Luiz Fux determinou a prisão do ex-ativista. No dia seguinte, a extradição foi autorizada por Temer. Desde então, Battisti estava foragido.

Bolsonaro: "Finalmente justiça será feita"

O presidente Jair Bolsonaro afirmou hoje (13), na conta pessoal no Twitter, que com a captura do italiano Cesare Battisti, de 64 anos, “finalmente a justiça será feita”. Ele elogiou os responsáveis pela prisão, numa operação conjunta das polícias da Bolívia e da Itália, localizando e capturando Battisti nas ruas de Santa Cruz de La Sierra (Bolívia).

“Parabéns aos responsáveis pela captura do terrorista Cesare Battisti! Finalmente a justiça será feita ao assassino italiano e companheiro de ideiais de um dos governos mais corruptos que já existiram do mundo [PT].” (Agência Brasil)

 
Presidente da República defende projeto que endurece a Lei Antiterrorismo
 
Neste sábado, 12/01, o presidente Jair Bolsonaro defendeu que as ações criminosas ocorridas no Ceará sejam consideradas como terrorismo. A manifestação do presidente em favor do PLS 272/2016 (Lei Antiterrorismo) foi feita por meio de sua conta pessoal no Twitter, ao comentar situação no Ceará.
“Ao criminoso não interessa o partido desse ou daquele governador. Hoje ele age no Ceará, amanhã em São Paulo, Rio Grande do Sul ou Goiás. Suas ações, como incendiar, explodir, ... bens públicos ou privados, devem ser tipificados como terrorismo”, disse o presidente.
Bolsonaro também chamou de "louvável" e defendeu o projeto de lei, de autoria do senador Lasier Martins (PSD-RS), que endurece a Lei nº 13.260 que tipifica o conceito de terrorismo e regulamenta atuação de combate do Poder Público. Conforme o projeto, em tramitação na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado, fica classificado como terrorismo “incendiar, depredar, saquear, destruir ou explodir meios de transporte ou qualquer bem público ou privado, com o objetivo de forçar a autoridade pública a praticar ato, abster-se de o praticar ou a tolerar que se pratique, ou ainda intimidar certas pessoas, grupos de pessoas ou a população em geral.”
Jair M. Bolsonaro
https://static.xx.fbcdn.net/images/emoji.php/v9/t51/1/16/2714.png"); background-size: 16px 16px; height: 16px; width: 16px;">
@jairbolsonaro
- Ao criminoso não interessa o partido desse ou daquele governador. Hoje ele age no Ceará, amanhã em SP, RS ou GO.
- Suas ações, como incendiar, explodir, ... bens públicos ou privados, devem ser tipificados como TERRORISMO.
- O PLS 272/2016 do Sen Lasier Martins é louvável.
O PLS 272/2016 também criminaliza “interferir, sabotar ou danificar sistemas de informática ou bancos de dados, com motivação política ou ideológica, com o fim de desorientar, desembaraçar, dificultar ou obstar seu funcionamento.”
Em outubro passado, o governo federal instituiu uma força-tarefa de Inteligência para o enfrentamento ao crime organizado no Brasil. O grupo, sob a coordenação do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência (GSI), tem como função “analisar e compartilhar dados e de produzir relatórios de inteligência com vistas a subsidiar a elaboração de políticas públicas e a ação governamental no enfrentamento a organizações criminosas que afrontam o Estado brasileiro e as suas instituições.”
Ceará
A Polícia Militar do Ceará registrou na madrugada de hoje dois novos ataques criminosos contra uma torre de transmissão de energia e uma concessionária de veículos. O estado entrou neste sábado no 11º dia seguido de ataques atribuídos a facções criminosas.
De acordo com a PM, uma torre de transmissão teve a base explodida na cidade de Maracanaú, região metropolitana de Fortaleza, e caiu. Em função do ataque, moradores relataram queda de energia nas regiões próximas. Na capital cearense, por volta das 5h, uma explosão atingiu o pátio de uma concessionária e danificou veículos que estavam expostos para venda. Segundo a Secretaria de Segurança do Ceará, 319 pessoas foram presas até o momento. Todas elas autuadas em flagrante por participação nos atos criminosos registrados no estado desde o dia 2 de janeiro. (Agência Brasil)
O presidente do Peru (à direita), Martín Vizcarra, afirmou que o início do segundo mandato presidencial de Nicolás Maduro na Venezuela, nesta quinta-feira, corresponde à instauração de um “regime ilegítimo e ditatorial”. A mensagem é acompanhada por medidas diplomáticas e econômicas contra o governo venezuelano
 
“Um regime ilegítimo e ditatorial acaba de se instalar hoje (10 de janeiro) na Venezuela. Levantamos nossa voz de protesto para para defender a democracia na América Latina”, afirmou Vizcarra em uma mensagem no Twitter.
Na quinta-feira, o governo peruano chamou para consulta a sua encarregada de negócios em Caracas, Rosa Álvarez, a última diplomata peruana de alto nível na Venezuela. Lima começou a reduzir a presença diplomática no país petroleiro em 2017.
Em um comunicado, o Ministério das Relações Exteriores do Peru também informou que ordenou a proibição do ingresso no país de Maduro e de cem membros de seu governo, como parte de um acordo assinado pelos países do Grupo Lima na semana passada.
"Reduzimos nossa representação desde que retiramos o nosso embaixador, há dois anos. Agora, a encarregada de negócios foi chamada para uma consulta para avaliar passos adicionais a tomar com relação ao regime ilegítimo de Maduro", disse o chanceler peruano Nestor Popolizio à emissora local Canal N.
A Chancelaria peruana afirmou que prepara medidas econômicas contra Caracas em coordenação com o Ministério da Economia, e confirmou que credores peruanos não mantêm relações bancárias com instituições financeiras venezuelanas.
Popolizio disse que o Peru deve "dar apoio ao povo venezuelano e a oposição venezuelana deve ter a solidariedade e o apoio da comunidade internacional necessários para fazer tudo o que precisa internamente para recuperar a democracia".
Mais de cem imigrantes venezuelanos, carregando cartazes e bandeiras, protestaram contra o novo mandato de Maduro em frente à embaixada de Caracas em Lima, cuja frente foi ocupada por dezenas de policiais.
Em Caracas, o chanceler venezuelano, Jorge Arreaza, denunciou no Twitter que "um grupo de bandidos" invadiu a embaixada venezuelana em Lima. “Responsabilizamos o governo do Peru por quaisquer consequências contra nossa equipe diplomática e a embaixada em Lima, que hoje tem sido alvo de vários ataques", disse Arreaza.
Alguns manifestantes disseram à televisão local que um "grupo" de pessoas derrubou uma grade de metal da frente da embaixada e entrou no prédio, mas que foi rapidamente repelido por agentes de segurança e policiais locais, que usaram bombas de gás lacrimogêneo para espantar os manifestantes, de acordo com imagens transmitidas em redes sociais.
O Ministério das Relações Exteriores peruano afirmou mais tarde no Twitter que o encarregado de negócios da Venezuela, Reinaldo Segovia, conversou com o vice-chanceler peruano, Hugo de Zela, que afirmou que coordenou a segurança da embaixada com autoridades locais e que proteção policial adicional foi enviada imediatamente para a missão.
Grupo de Lima
Na última semana passada, o Grupo de Lima, formado por 14 países das Américas, concordou, com exceção do México, que não reconhecerá o novo mandato de Maduro, por considerarem-no resultado de eleições legítimas.
Desde que Pedro Pablo Kuczynski tomou posse, o Peru se opõe ativamente ao governo da Venezuela, posição mantida e aprofundada por Vizcarra, que assumiu em março de 2017, após a renúncia de seu predecessor. (Globo)
Reunião entre Governador e Presidente dá sinais de que São Paulo caminhará em sintonia com o Governo Federal
Nesta quinta-feira, 10/01, o governador de São Paulo, João Doria, se reuniu hoje (10) com o presidente Jair Bolsonaro, no Palácio do Planalto, e reafirmou seu apoio à proposta de reforma da Previdência que será enviada pelo governo ao Congresso Nacional. Segundo ele, a bancada paulista do PSDB votará favoravelmente à proposta.
Para Doria, a aprovação da reforma previdenciária terá “efeito transformador” no país, “permitindo que o crescimento possa saltar dos 3% hoje previstos para 5%”. Segundo o governador, a reforma vai atrair investimentos internacionais e aumentar a geração de emprego e renda.
Perguntado, Doria disse ser favorável ao regime de capitalização proposto pela equipe econômica, no qual cada trabalhador faz sua poupança individual para a aposentadoria.
Fórum em Davos
O governador paulista disse que outro assunto tratado na reunião com o Presidente foi o Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça, onde Bolsonaro fará sua estreia internacional. Segundo Doria, o presidente vai apresentar as oportunidades de investimento no Brasil nos setores do agronegócio, da indústria, comércio, serviços, ciência, tecnologia e empreendedorismo.
“É um grande palco para a apresentação do novo Brasil. O Brasil que acredita numa economia liberal, transformadora, que gera empregos e oportunidades”,disse Doria.
A reunião será de 22 a 25 deste mês com representantes do G20, onde estão as maiores economias mundiais, e convidados estrangeiros. No total, líderes de cerca de cem países estarão presentes.
Decreto sobre armas
João Doria afirmou também que é favorável à flexibilização da posse de armas e, questionado pelos jornalistas, disse que o decreto sobre a questão deve ser assinado nesta sesta-feira, 11, pelo presidente Jair Bolsonaro. (Com informações da Agência Brasil)
Medida visa prevenir a cidade contra incidentes provocados pelas chuvas como inundação e deslizamento de terra no município
 
 
A ação conjunta entre Guarda Municipal, Defesa Civil e Demutran (órgãos da Secretaria de Segurança e Mobilidade Urbana – SSMU) trabalha no monitoramento de chuvas e tempestades em pontos de visibilidade nas regiões mapeadas com maior índice de alagamentos.
A SSMU possui em sua equipe de profissionais um geocientista e analista ambiental que realiza durante o ano o mapeamento de riscos de deslizamento de terra e inundação que é desenvolvido pelo Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) e pela Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais do Brasil (CPRM), nas 18 microbacias que se encontram em Barueri. Esse trabalho já produziu a listagem de ruas e suas extensões com possíveis riscos. Quando avaliado, o resultado é comunicado às Secretarias de Obras e de Serviços Municipais.
“Para a consecução da setorização e mapeamento de ultradetalhe das áreas de riscos serão necessários trabalhos de campo e análises laboratoriais que deverão ser realizados ao longo de 2019”, conclui o geocientista da SSMU, Edson Oliveira da Silva. (SECOM/PMB)

Com exceção de Cuba, praticamente, o mundo inteiro não reconhece a vitória de Nicolás Maduro, que toma posse nesta quinta-feira, 10, na Venezuela. Há poucos dias, 14 países da América do Sul, inclusive, o Brasil, se reuniram em Lima, Peru, quando decidiram não reconhecer o novo governo de Maduro.

Para a comunidade internacional e também para a Assembleia Nacional da Venezuela, comandada pela oposição, houve fraudes nas eleições em que Maduro, acusado de perseguir seus opositores, foi reeleito. Segundo o Itamaraty, o Brasil “lamenta profundamente” que a Venezuela não tenha atendido aos repetidos chamados da comunidade internacional “pela realização de eleições livres, justas, transparentes e democráticas”.

As relações do Brasil com a Venezuela estão prejudicadas desde dezembro de 2018, quando o governo de Caracas expulsou o embaixador brasileiro no país. Em resposta, o governo brasileiro retribuiu a decisão e declarou o encarregado de negócios da Venezuelano em Brasília persona non grata.

No entanto, apesar do mundo inteiro não reconhecer a vitória de Maduro, a presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, vai participar da posse do ditador venezuelano. Em nota oficial, pasmem, a presidente do PT, disse que sua presença no país será “para mostrar que a posição agressiva do governo Bolsonaro contra a Venezuela tem forte oposição no Brasil e contraria nossa tradição diplomática”.

Com certeza, essa mulher não está vendo a dura realidade em que Maduro colocou o povo da Venezuela. Pois, a petista acrescentou: “Em qualquer país em que os direitos do povo estiverem ameaçados, por interesses das elites e dos interesses econômicos externos, o PT estará sempre solidário ao povo, aos que mais precisam de apoio". Será que essa mulher não está vendo que, diariamente, milhares de pessoas miseráveis saem da Venezuela em busca de refúgio em outros países, como o Brasil? (Renato Ferreira)

TRAGICÔMICO é uma publicação de Notícias & Opinião todas às quartas-feiras. 

* Se você tiver interesse em ver outros temas já publicados aqui, basta clicar em Pesquisar e postar a palavra tragicômico. 

Fato histórico foi realizado por Dimitri Sensaud de Lavaud, na cidade de Osasco. No dia 8 de janeiro, o Nossa História homenageou os fotógrafos de Osasco

Nesta quarta-feira, 09/01, o Programa Nossa História, promovido pela Secretaria da Cultura de Osasco, comemorou os 109 anos do Primeiro Voo realizado na América da Sulva. O autor dessa proeza foi o francês Dimitri Sensaud de Lavaud, na cidade de Osasco.

Com o hasteamento das Bandeiras duas vezes por semana - às segundas-feiras, em frente ao Paço Municipal, e às quartas-feiras, no Calçadão, em frente ao Osasco Plaza Shopping - o Programa Nossa História, criado pelo secretário de Cultura, Sebastião Bognar, presta homenagens às personalidades que fizeram e que fazem a História de Osasco.

Veja quem hasteou as bandeiras no evento de hoje:

Nossa História 1

1 - BANDEIRA DO BRASIL: Jornalista e chargista. Néo Correia. Baiano de nascimento e osasquense de coração Néo Correia é também apresentador de TV e diretor da Smart TV. conhecido e reconhecido em todo o Brasil. Atualmente ele é colaborador do Estadão, O Globo e Revista Veja.

No evento, Néo esteve acompanhado pela sua esposa Angélica Pedroso Correia e pelo Dr. Amir Gomes dos Santos, Presidente da Associação Comercial de Osasco.

Nossa História 2

2 - BANDEIRA DA FRANÇA: Sr. José Geraldo Setter, Presidente da Ordem dos Emancipadores de Osasco, representando o Engenheiro Pierri Camps, filho de família de origem francesa. Nascido na Capital Paulista, Pierri é sobrinho-neto do ilustre aviador tendo sido o artífice de uma verdadeira obra de arte: a réplica do avião “São Paulo”, construído originariamente por Dimitri.

3 - BANDEIRA DA ITALIA: Sr. Caio Pelegatti, neto do mecânico Lorenço Pellegati, ilustre cidadão italiano que desempenhou a importante missão de construir o motor do avião “São Paulo”, ação que contribuiu sobremaneira para viabilizar este grande SONHO da humanidade: VOAR.

4 - BANDEIRA DO ESTADO DE SÃO PAULO: Sra.Laura Leal, natural de Cesário Lange, moradora de Osasco há 49 anos. Foi servidora da Câmara Municipal por 21 anos quando tomou a iniciativa de estudar a vida da cidade e assim escreveu quatro livros, todos relativos a história de Osasco.

5 - BANDEIRA DE OSASCO: Sr. Wander Ribeiro, nascido na cidade de Lambari-MG, é morador de Osasco há 50 anos. Formado em contabilidade, trabalhou na antiga FEPASA e no BRADESCO. Ele representou a Ordem dos Emancipadores.

O evento teve como apresentador o ator, produtor e professor, Genivaldo José. O sr. José Geraldo Setter falou sobre a homenagem ao aviador Dimitri Sensuad de Lavaud.

Nossa História 3 Luiz Lamborilando

No encerramento, o ator Luiz Tamborilando declamou uma poesia de sua autoria, que ele compôs especialmente para o aviador/inventor homenageado. (Fotos: José Luiz Alves de Oliveira e Shirley Monico Novais)

HOMENAGEM AOS FOTÓGRAFOS

Nossa História fotógrafos 1

Nossa História fotógrafos 2

No Dia do Fotógrafo, 8 de Janeiro, o Programa NOSSA HISTÓRIA, homenageou os fotógrafos da Prefeitura de Osasco, no hasteamento das Bandeiras em frente ao Paço Municipal. Foram homenageados os fotógrafos Sérgio Gobatti, Italo Cardoso, Ivan Cruz e Jean Bueno, que trabalham na Secom. "Foi um momento marcante e uma homenagem fantástica oferecida pelo Sr. Bognar, secretário de Cultura do município", postou em sua página do Facebook, o fotógrafo Sérgio Gobattim que hasteou a Bandeira do Brasil. Os fotógrafos foram acompanhados pelas jornalistas de redação, Simone Trino e Talita de Castro. Fotos: Ivan Cruz)

Antes, o Presidente já havia recebido homenagem na Aeronáutica e no Exército

 

Nesta terça-feira, 08/01, o presidente Jair Bolsonaro recebeu a Comenda da Ordem do Mérito Naval oferecida pela Marinha. A medalha foi entregue no Clube Naval, em Brasília, onde o presidente participou de um almoço com o comandante da Marinha, almirante Leal Ferreira.

Amanhã, 9, vai acontecer a transmissão de cargo de comando da Marinha para o almirante Ilques Barbosa Júnior.

Aeronáutica e Exército
Desde o mês passado esta é a terceira homenagem que Jair Bolsonaro recebe das Forças Armadas. Na semana passada, ele participou de um almoço no Comando da Aeronáutica e recebeu a Ordem do Mérito Aeronáutico.

No começo de dezembro, ele foi homenageado pelo Exército com a medalha do Pacificador com Palma, concedida a militares que realizaram atos de “abnegação, coragem e bravura, com risco da própria vida” em tempos de paz. (Fonte: Pleno News)

Nova Mesa Diretora se reúne para discutir trabalho em prol do Município. Parlamentares falam sobre a condução dos trabalhos ao longo do biênio 2019-2020

 

Os vereadores que compõem a nova Mesa Diretora da Câmara Municipal de Osasco estiveram reunidos na tarde de quinta-feira, 3, primeiro dia útil de trabalho do ano. Os parlamentares discutiram as demandas que serão colocadas em pauta na Câmara em prol do Município neste primeiro ano de mandato durante biênio 2019-2020.

O Presidente da Câmara, Vereador Ribamar Silva (PRP) se reuniu com o 1º Vice-Presidente, Vereador Alex da Academia (PDT); o 2º Vice-Presidente, Vereador Antônio Aparecido Toniolo (PCdoB); o 1º Secretário, Vereador Daniel Matias (PRP); a 2ª Secretária, Vereadora Lúcia da Saúde (DC), e o 3º Secretário, Vereador Jair Assaf (PROS),. Dentre outros assuntos, eles conversaram sobre o futuro de Osasco e como a Câmara conduzirá os trabalhos ao longo do biênio.

Mesmo em recesso, os vereadores osasquenses continuam trabalhando e atendendo a população. O trabalho, tanto nos gabinetes parlamentares como na área administrativa continua normalmente.

As sessões ordinárias deverão ser retomadas em fevereiro, conforme determina o Regimento Interno da Casa. No entanto, havendo qualquer demanda de urgência, os vereadores podem convocar sessões extraordinárias.

A primeira sessão ordinária sob a condução da nova Mesa Diretora será no próximo dia 5 de fevereiro, data que se encerra o recesso parlamentar. As sessões acontecem sempre às 15 horas e são transmitidas ao vivo pela TV Câmara, pelos canais 7 da operadora NET, 3 da MegaBit Telecom, pelas redes sociais e pelo site www.osasco.sp.leg.br (Deniele Simões - Foto: Rodolfo Blancato - CMO)

Quem somos

Notícias & Opinião é um site de notícias gerais editado pela Empresa Jornalística Notícias de Paz Ltda - EPP, a partir da Capital e região Oeste da Grande São Paulo.

Como o próprio nome diz, aqui você vai encontrar notícias, entrevistas, artigos, crônicas e opinião sobre política, economia, educação, cultura e esporte, dentre outros temas do nosso dia-a-dia.