Terça, 26 Março 2019 | Login

O ex-presidente petista 'julgou, absolveu' e não permitiu a extradição do terrorista e assassino italiano.

 

Pela primeira vez, o italiano Cesare Battisti, de 64 anos, extraditado em janeiro do Brasil para a Itália, admitiu ter participado do assassinato de quatro pessoas nos anos de 1970. Na presença do procurador-geral de Milão, Francesco Greco, no Ministério Público, ele confirmou o envolvimento nos crimes e pediu desculpas aos parentes das vítimas.

Segundo relatos, durante o depoimento, Battisti disse que se envolveu nos atos políticos por acreditar que aquela era uma “guerra justa”. O italiano foi condenado à prisão perpétua pelo assassinato de quatro pessoas durante os anos de 1970. Na época, ele integrava o grupo Proletários Armados pelo Comunismo, um braço das Brigadas Vermelhas. Até então ele afirmava ser inocente.

O procurador Francesco Greco disse que Battisti admitiu "suas responsabilidades" em quatro assassinatos, no ferimento de três pessoas e na participação de roubos.

Captura e extradição
Battisti foi capturado em 12 de janeiro à noite enquanto caminhava pela rua em Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia. A prisão foi resultado de uma parceria de agentes bolivianos e italianos com apoio de brasileiros.

No Brasil desde 2004, o italiano foi preso três anos depois. O governo da Itália pediu sua extradição, aceita pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Contudo, no último dia de seu mandato, em dezembro de 2010, o então presidente Luiz Inácio Lula da Silva decidiu que Battisti deveria ficar no Brasil, e o ato foi confirmado pelo STF.

Desde a campanha eleitoral, o presidente Jair Bolsonaro defendeu a extradição de Battisti. Ao assumir o poder, ele reiterou sua determinação em capturar e enviar para a Itália para o cumprimento da pena. (Agência Brasil com informações da RAI, emissora pública de televisão da Itália)

 
O Ministério Público Federal (MPF) anunciou que vai recorrer da decisão que concedeu a liberdade ao ex-presidente Michel Temer, ao ex-ministro Moreira Franco e outras seis pessoas presas na Operação Descontaminação. Os habeas corpus (HCs) foram acolhidos nesta segunda-feira (25) pelo desembargador Ivan Athié, do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2).
“O Ministério Público Federal vai recorrer contra a decisão liminar do desembargador do TRF2. A expectativa é recorrer para que os HCs sejam julgados pela 1ª Turma, se possível na sessão da própria quarta-feira (27), mas a decisão de quando pautar os HCs cabe ao presidente da turma”, informou em nota o MPF.
Em nota, procuradores da Força Tarefa da Lava Jato disseram que recebem "com serenidade a decisão de revogação da prisão dos investigados. Reafirma que as razões para a prisão preventiva são robustas e consistentes, mas respeita a decisão liminar monocrática do relator. O MPF analisará as medidas judiciais que poderão ser tomadas."
Temer e Moreira foram presos preventivamente na última quinta-feira (21), juntamente com João Baptista Lima Filho (Coronel Lima), Maria Rita Fratezi, Carlos Alberto Costa, Carlos Alberto Costa Filho, Vanderlei de Natale e Carlos Alberto Montenegro Gallo. Também foram presos, provisoriamente, no mesmo dia, Rodrigo Castro Alves Neves e Carlos Jorge Zimmermann, que ganharam HCs ainda no final de semana.
De acordo com o MPF, na Operação Radioatividade foi identificada organização criminosa que atuou na construção da usina nuclear de Angra 3, praticando crimes de cartel, corrupção ativa e passiva, lavagem de capitais e fraudes à licitação. Na investigação são apurados crimes de corrupção, peculato e lavagem de dinheiro.
Segundo os procuradores federais, o grupo seria chefiado por Temer e teria movimentado cerca de R$ 1,8 bilhão nos últimos 40 anos. As defesas dos acusados negam qualquer ligação com os crimes. (Agência Brasil)
 
Dinheiro bloqueado
O Banco Central bloqueou nesta segunda (25) R$ 8,2 milhões das contas do ex-presidente Michel Temer, segundo o jornal O Estado de S. Paulo. Horas antes, ele havia sido liberado da prisão Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2). O bloqueio foi enviado ao juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Criminal Federal do Rio, que havia determinado um confisco de R$ 62,56 milhões. Três contas de Temer foram bloqueadas. Em uma delas havia R$ 8,234 milhões, na outra, R$ 4,9 mil e, na terceira, R$ 799,08. (Fonte: https://www.sunoresearch.com.br/noticias/banco-central-bloqueia-michel-temer/

Palmeiras e Corinthians empatam e têm que vencer o segundo jogo para avançar às semifinais.

 

Neste final de semana - sábado e domingo - foram realizadas as primeiras partidas das quartas de final do Campeonato Paulista de Futebol 2019. E os quatro times do Interior deram trabalho às quatro grandes equipes do Estado. Novorizontino e Ferroviária arrancaram um empate, respectivamente, contra Palmeiras e Corinthians, enquanto RB Brasil e Ituano venderam caro as derrotas para Santos e São Paulo, jogando fora de casa.

Ferroviária 1 X 1 Palmeiras

Palmeiras e Novohorizontino

No sábado, 23/02, o Palmeiras foi até Novo Horizonte para fazer o primeiro jogo das quartas-de final contra o Novorizontino. E saiu de lá apenas com um empate por 1 a 1. O goleiro Fernando Prass ainda defendeu um pênalti. Os palmeirenses reclamaram de irregularidade no gol do time da casa. O gol do Palmeiras foi marcado pelo xodó da torcida, Arthur Cabral. O jogo da volta acontece na próxima terça-feira, 26, no Pacaembu. Quem vencer vai às semifinais e se houver novo empate a vaga será decidida nos pênaltis.

Santos 2 X 0 RB Brasil

santos x rb brasil 23032019210018600

Também no sábado, o Santos deu um grande passo rumo às semifinais do Paulistão. Jogando no Pacaembu, o Time da Vila venceu o RB Brasil por 2 a 0. O uruguaio Carlos Sánchez abriu o marcador para o Peixe, em cobrança de falta. E Diego Pituca, que teve um gol anulado pelo VAR, fez o segundo gol praiano. Na próxima terça-feira, em Campinas, o Santos poderá perder até por 1 a 0 que se classifica para as semifinais. Já o time do interior terá ue fazer 3 a 0 para seguir no campeonato, ou 2 a 0 para decidir nas penalidades.

São Paulo 2 X 1 Ituano

São Paulo vence o Ituano

Já no domingo, 24, jogando no Morumbi, o São Paulo, que fez uma de suas piores campanhas na primeira-fase da competição, venceu o Ituano e facilitou sua jornada para chegar às simifinais do Paulistão. O Tricolor jogou contra o Ituano e venceu por 2 a 1, com dois gols do jovem Igor Gomes, que marcou pela primeira vez como profissional. O gol do Ituano foi marcado já nos minutos finais da partida por Morato. Agora, na próxima quarta-feira, 27, os dois times voltam a se enfrentar, em Itu, quando o Tricolor jogará por um empate para avançar às semifinais.

Ferroviária 1 X 1 Corinthians

Corinthians empata

Fechando a primeira rodada da quartas de final, no domingo à noite, Corinthians e Ferroviária jogaram em Araraquara. E houve empate no jogo de ida na Fonte Luminosa. Diogo Mateus abriu o placar para o time da casa. Mas, o Corinthians tinha o Gustagol, que voltou a jogar depois de 22 dias no departamento médico, para fazer o gol de empate. Cássio saiu machucado e é dúvida para o jogo de volta, que será na quarta-feira, às 21h30, na Arena Corinthians. O vencedor avança às semifinais. Se houver empate, a vaga será definida nos pênaltis. (Renato Ferreira)

 

Na noite desta sexta-feira, 22/03, o Vôlei Osasco Audax e o Hinode Barueri fizeram uma partida que vai ficar na história da Superliga Feminina de Vôlei. Depois de perder os dois primeiros sets - com a primeira parcial de 25 a 5 - o time de Osasco virou o jogo e venceu por 3 sets a dois, com parciais de 5/25, 17/25, 25/22, 25/20 e 15/11. A partida valeu pela segunda rodas dos playoffs das quartas de final. O primeiro duelo foi vencido pelas baruerienses por 3 sets a 2.

Mais de 4 mil torcedores lotaram o Ginásio José Liberatti, em Osasco, e fizeram uma festa inesquecível com a virada histórica das meninas comandadas por Luizomar de Moura. Agora, Walewska, Mari Paraíba, Camila Brait, Hooker e cia. se preparam para a terceira e decisiva, que será realizada na terça-feira, 26, às 19h, no Ginásio José Corrêa, em Barueri. O vencedor desta série vai enfrentar o Minas Tênis Clube que venceu os dois jogos contra o Vôlei Curitiba

Técnica e garra

Osasco e Barueri torcida

Ao fim da fase de classificação da Superliga 2018/19, os apaixonados por vôlei já sabiam que os confrontos entre Hinode Baruei (4º colocado) e Osasco Audax (5º), seriam os mais equilibrados das quartas de final. E os dois primeiros jogos confirmaram essa expectativa.

Depois da vitória por 3 sets a 2, na primeira partida, atuando fora de casa, o Barueri fez um primeiro set impecável, em Osasco, dando a entender que poderia avançar às semifinais com apenas dois jogos.

Com grande atuação de toda a equipe, as comandadas de José Roberto Guimarães venceram tranquilamente por 25 a 5. No segundo set, o Osasco acordou e chegou a atuar melhor em diversos momentos, porém, o Barueri voltou a vencer por 25 a 17.

E quando a partida parecia já resolvida para o Barueri, o time da casa mostrou que ainda estava vivo no jogo. No terceiro set, o Audax teve uma grande atuação e venceu por 25 a 22. No quarto, o roteiro se repetiu e o Osasco fechou a parcial por 25 a 20. Já no quinto set, as osasquenses foram novamente mais eficientes e venceram por 15 a 11.

Sesc/Rio e Sesi/Bauru empatam

Sesc e Sesi

Também na noite de sexta-feira, as equipes do Sesc RJ e do Sesi Bauru fizeram a segunda partida das quartas de final. E o time de Bernardinho empatou a série ao vencer por 3 sets a 0. Na primeira partida, em Bauru, a vitória foi das paulistas por 3 sets a 1. A terceira e decisiva será realizada na próxima terça-feira, 16, às 21h30, novamente no Rio de Janeiro. O vencedor desta série irá enfrentar o Praia Clube que passou pelo Fluminense vencendo a série por 2 a 0. (Renato Ferreira)

 

Os oito melhores times da fase de classificação iniciam neste sábado, 23/03, os playoffs das quartas de final da Superliga Masculina 2018/19. A expectava é de grandes jogos para definir os quatro semifinalistas de uma das maiores competições de vôlei do mundo. 


O líder da primeira fase foi o Sesi-SP, mas, o Cruzeiro, segundo colocado, novamente é o time a ser batido na atual temporada da Superliga Masculina. Os times que conseguirem duas vitórias avançam às semifinais sem o terceiro jogo de desempate.

Quartas de final
Confira todos os confrontos:

PRIMEIRA RODADA
23.03 (SÁBADO) – EMS Taubaté Funvic (SP) x Vôlei Renata (SP), às 11h30, no ginásio do Abaeté, em Taubaté (SP)
23.03 (SÁBADO) – Sesc RJ x Fiat/Minas (MG), às 14h30, no Tijuca Tênis Clube, no Rio de Janeiro (RJ)
23.03 (SÁBADO) – Sesi-SP x Vôlei UM Itapetininga (SP), às 21h30, no Sesi Vila Leopoldina, em São Paulo (SP)
24.03 (DOMINGO) – Sada Cruzeiro (MG) x Copel Telecom Maringá Vôlei (PR), às 19h, no ginásio do Riacho, em Contagem (MG)

SEGUNDA RODADA
27.03 (QUARTA-FEIRA) – Vôlei Renata (SP) x EMS Taubaté Funvic (SP), às 19h, no Taquaral, em Campinas (SP)
27.03 (QUARTA-FEIRA) – Fiat/Minas (MG) x Sesc RJ, às 21h30, na Arena Minas, em Belo Horizonte (MG)
28.03 (QUINTA-FEIRA) – Vôlei UM Itapetininga (SP) x Sesi-SP, às 19h, no ginásio Ayrton Senna, em Itapetininga (SP)
28.03 (QUINTA-FEIRA) – Copel Telecom Maringá Vôlei (PR) x Sada Cruzeiro (MG), às 21h30, no Chico Neto, em Maringá (PR)

TERCEIRA RODADA (se necessária)
29.03 (SEXTA-FEIRA) – EMS Taubaté Funvic (SP) x Vôlei Renata (SP), às 19h, no Abaeté, em Taubaté (SP)
29.03 (SEXTA-FEIRA) – Sesc RJ x Fiat/Minas (MG), às 21h30, no Tijuca Tênis Clube, no Rio de Janeiro (RJ)
30.03 (SÁBADO) – Sesi-SP x Vôlei UM Itapetininga (SP), às 19h, no Sesi Vila Leopoldina, em São Paulo (SP)
30.03 (SÁBADO) – Sada Cruzeiro (MG) x Copel Telecom Maringá Vôlei (PR), às 21h30, no ginásio do Riacho, em Contagem (MG)

 
 
 
 
 
 
 
 
 
Jogando nesta quinta-feira, 21/03, pela segunda rodada dos playoffs das quartas de final, as equipes do Minas Tênis Clube e do Praia Clube venceram, respectivamente, o Vôlei Curitiba e o Fluminense, e se classificaram para as semifinais da Superliga Feminina 2018/19, sem a necessidade de uma terceira partida.
 
Minas 3 X 1 Curitiba
Minas e Curitiba
 
O Minas confirmou o favoritismo e avançou às seminfinais da Superliga Feminina. A equipe de Belo Horizonte voltou a vencer o Vôlei Curitiba, dessa vez por 3 sets a 1, jogando na Arena MTC.  As parciais foram de 25/14, 25/20, 20/25 e 25/11.

Na  primeira partida,  sexta-feira passada, na capital paranaense, o MInas - líder na fase de classificação - não encontrou dificuldades contra o Curitiba  e venceu por 3 a 0.  Já em BH, o time paranaens, que estreia na Superliga Feminina e que ficou em oitavo lugar, chegou a dar mais trabalho e o terceiro set por 25 a 20. Mas, isso não bastou para assustar as mineiras que venceram o quarto set por um massacrante 25 a 11, repetindo a superiodidade do primeiro set. 

O adversário do Minas Tênis Clube na semifinal sairá do duelo entre Barueri e Osasco. No primeiro confronto entre os times paulistas, o Barueri saiu em vantagem ao vencer por 3 sets a 2, em casa.  Nesta sexta-feira, às 19h, em Osasco, acontece a segunda partida. Em caso de novo triunfo, o time comandado pelo técnico José Roberto Guimarães avançará sem a necessidade de um terceiro e decisivo jogo. 
 
Praia 3 X 0 Fluminense
 
Praia e Flu
Também nesta quinta-feira, 21, o Praia Clube, que ficou em segundo lugar na fase de classificação, eliminou o Fluminense com mais uma vitória, dessa vez no Ginásio da Hebraica, no Rio de Janeiro. O placar de 3 sets a 0,  demonstra que o time de Uberlândia classificou-se de forma tranquila para as semifinais.  As parciais  foram de 25/15, 25/15 e 25/21.  
No primeiro jogo, na Arena Uberlândia, o Praia Clube derrotou as cariocas por 3 a 0. Assim como ocorreu em casa, o atual campeão da Superliga Feminina não encotrou muita resistência por parte do tricolor.  Fernanda Garay e a oposto norte-americana Nicole Fawcett, foram os destaques da excelente equipe do Praia Clube.  Fawcett foi eleita a melhora jogadora em quadra e ficou com o troféu Viva Vôlei. 
O Praia terá como adversário nas semifinais o vencedor da série entre o Sesi-SP e Sesc-RJ.  Na primeira partida, em Bauru, o time paulista surpreendeu e derrou a equipe de Bernardinho por 3 sets 1. Agora, o time carioca terá vencer para provocar a terceira e decisiva partida dos playoffs.
 
Mais um clássico paulista
Osasco e Barueri
A segunda rodada das quartas de final será encerrada nesta sexta-feira, 22/03. No Ginásio José Liberatti, em Osasco, aconcerá mais um clássico paulista entre as equipes do Osasco Audax e Hinode Barueri. No jogo de ida, em Barueri, as meninas comandadas por José Roberto Guimarães levaram a melhor e venceram as osasquenses num disputadíssimo jogo por 3 sets a 2. E nesta noite não será diferente. O Osasco, de Luizomar de Moura, terá que vencer para provocar o terceiro jogo, que se for necessário, será realizado novamente em Barueri.
 
Cariocas e paulistas
Sesi e Sesc
 
Já no Ginásio do Tijuca, às 21h30, vai aconecer a segunda partida entre o Sesc-Rio e o Sesi-SP. No primeiro jogo, em Bauru, o time de Bernardinho foi supreendido pela boa equipe do Sesi, que venceu o duelo por 3 sets a 1. Agora, para se classificara, a equipe carioca terá que vencer o segundo. Caso isso aconteça, a terceira e decisiva partida será realizada também no Rio de Janeiro. (Renato Ferreira)

 

MANDADOS FORAM EXPEDIDOS PELO JUIZ MARCELO BRETAS, DA JUSTIÇA FEDERAL DO RIO DE JANEIRO. TEMER É SUSPEITO DE LIDERAR UMA ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA PARA DESVIOS DE DINHEIRO PÚBLICO. DEFESA PEDIU HABEAS CORPUS NO TRF-2.

ttps://static.xx.fbcdn.net/images/emoji.php/v9/t5d/1/16/1f4f7.png?_nc_eui2=AeGeSZ3a_sMjhWSvSTmkf6kWISYHOy0xVOfT3obynCdD8oR95mYupJSvbo21BKiPL7EXto06cnkdJf696cURiZcvUpcCpdGAoOlYdIJq4_CXtw");">?
Na manhã desta quinta-feira, 21/03, o ex-presidente Michel Temer foi preso em São Paulo pela força-tarefa da Lava Jato do Rio de Janeiro. Os agentes também prenderam o ex-ministro Moreira Franco no Rio e o coronel João Baptista Lima Filho, amigo de Temer. A PF cumpre, ao todo, 10 mandados de prisão. (veja quem é quem).
Temer falou por telefone ao jornalista Kennedy Alencar, da CBN, no momento em que estava sendo cumprida a prisão. O ex-presidente afirmou que ela "é uma barbaridade". A defesa dele entrou com pedido de habeas corpus no Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2).
https://static.xx.fbcdn.net/images/emoji.php/v9/t5d/1/16/1f4f7.png?_nc_eui2=AeGeSZ3a_sMjhWSvSTmkf6kWISYHOy0xVOfT3obynCdD8oR95mYupJSvbo21BKiPL7EXto06cnkdJf696cURiZcvUpcCpdGAoOlYdIJq4_CXtw");">?https://static.xx.fbcdn.net/images/emoji.php/v9/t5d/1/16/1f4f7.png?_nc_eui2=AeGeSZ3a_sMjhWSvSTmkf6kWISYHOy0xVOfT3obynCdD8oR95mYupJSvbo21BKiPL7EXto06cnkdJf696cURiZcvUpcCpdGAoOlYdIJq4_CXtw");">?
 
ttps://static.xx.fbcdn.net/images/emoji.php/v9/t5d/1/16/1f4f7.png?_nc_eui2=AeGeSZ3a_sMjhWSvSTmkf6kWISYHOy0xVOfT3obynCdD8oR95mYupJSvbo21BKiPL7EXto06cnkdJf696cURiZcvUpcCpdGAoOlYdIJq4_CXtw")PRISÃO DE TEMER
Temer foi abordado por policiais federais na rua, em São Paulo. Desde quarta-feira (20), a PF tentava rastrear e confirmar a localização de Temer, sem ter sucesso. Por isso, a operação prevista para as primeiras horas da manhã desta quinta-feira atrasou. Agentes estavam na porta da casa de Temer e, ao perceberem a saída de um carro do local, o seguiram e realizaram a prisão.
Ele foi levado para o Aeroporto de Guarulhos, onde embarcou em um avião da Polícia Federal em voo rumo ao Rio de Janeiro. Michel Temer está preso em uma sala de Estado Maior, na superintendência da PF. A prisão de Temer é preventiva, ou seja, sem prazo determinado.
Por telefone, o advogado Brian Prado, que defende Temer, afirmou que ainda está estudando a decisão e não tem como fazer nenhuma avaliação sobre o caso.
https://static.xx.fbcdn.net/images/emoji.php/v9/t5d/1/16/1f4f7.png?_nc_eui2=AeGeSZ3a_sMjhWSvSTmkf6kWISYHOy0xVOfT3obynCdD8oR95mYupJSvbo21BKiPL7EXto06cnkdJf696cURiZcvUpcCpdGAoOlYdIJq4_CXtw");">?https://static.xx.fbcdn.net/images/emoji.php/v9/t5d/1/16/1f4f7.png?_nc_eui2=AeGeSZ3a_sMjhWSvSTmkf6kWISYHOy0xVOfT3obynCdD8oR95mYupJSvbo21BKiPL7EXto06cnkdJf696cURiZcvUpcCpdGAoOlYdIJq4_CXtw");">?
 

QUEM BRETAS MANDOU PRENDER

  1. Michel Miguel Elias Temer Lulia, ex-presidente - preso
  2. João Batista Lima Filho (coronel Lima), amigo de Temer e dono da Argeplan - preso
  3. Wellington Moreira Franco, ex-ministro do governo Temer - preso
  4. Maria Rita Fratezi, arquiteta e mulher do coronel Lima - presa
  5. Carlos Alberto Costa, sócio do coronel Lima na Argeplan - preso
  6. Carlos Alberto Costa Filho, diretor da Argeplan e filho de Carlos Alberto Costa - preso
  7. Vanderlei de Natale, sócio da Construbase - preso
  8. Carlos Alberto Montenegro Gallo, administrador da empresa CG IMPEX - procurado
  9. Rodrigo Castro Alves Neves, responsável pela Alumi Publicidades - preso
  10. Carlos Jorge Zimmermann, representante da empresa finlandesa-sueca AF Consult - preso
Quase todas as prisões são preventivas (sem data para liberação). Apenas os mandados contra Rodrigo Castro Alves Neves e Carlos Jorge Zimmermann são de prisão temporária, com duração de cinco dias, que pode ser prorrogada.
Na sentença, o juiz Marcelo Bretas disse que as prisões preventivas são necessárias para garantir a ordem pública. Segundo ele, "uma simples ligação telefônica ou uma mensagem instantânea pela internet são suficientes para permitir a ocultação de grandes somas de dinheiro, como parece ter sido o caso".
https://static.xx.fbcdn.net/images/emoji.php/v9/t5d/1/16/1f4f7.png?_nc_eui2=AeGeSZ3a_sMjhWSvSTmkf6kWISYHOy0xVOfT3obynCdD8oR95mYupJSvbo21BKiPL7EXto06cnkdJf696cURiZcvUpcCpdGAoOlYdIJq4_CXtw");">?https://static.xx.fbcdn.net/images/emoji.php/v9/t5d/1/16/1f4f7.png?_nc_eui2=AeGeSZ3a_sMjhWSvSTmkf6kWISYHOy0xVOfT3obynCdD8oR95mYupJSvbo21BKiPL7EXto06cnkdJf696cURiZcvUpcCpdGAoOlYdIJq4_CXtw");">?
Trecho do inquérito do pedido de prisão de Temer em que o juiz Marcelo Bretas cita os motivos da determinação — Foto: Reprodução
Agentes também cumprem 26 mandados de busca e apreensão no Rio de Janeiro, em São Paulo, no Paraná e no Distrito Federal.

O QUE DIZEM OS ALVOS

Em entrevista à CBN, o ex-presidente Michel Temer afirmou que a prisão "é uma barbaridade". O advogado de Temer, Brian Prado, afirmou que ainda está estudando a decisão.
Cristiano Benzota, advogado de defesa de coronel Lima e de Maria Rita Fratezi, disse por telefone que, por enquanto, não vai se pronunciar.
A defesa do ex-ministro Moreira Franco divulgou uma nota manifestando "inconformidade" com a prisão. "Afinal, ele encontra-se em lugar sabido, manifestou estar à disposição nas investigações em curso, prestou depoimentos e se defendeu por escrito quando necessário. Causa estranheza o decreto de prisão vir de juiz de direito cuja competência não se encontra ainda firmada, em procedimento desconhecido até aqui”, diz o texto.
O MDB, partido do ex-presidente, afirmou em nota que "lamenta a postura açodada da Justiça à revelia do andamento de um inquérito em que foi demonstrado que não há irregularidade por parte do ex-presidente da República, Michel Temer, e do ex-ministro Moreira Franco".
Veja momento em que Moreira Franco é preso no Rio de JaneiroJornal Hoje--:--/--:--https://static.xx.fbcdn.net/images/emoji.php/v9/t5d/1/16/1f4f7.png?_nc_eui2=AeGeSZ3a_sMjhWSvSTmkf6kWISYHOy0xVOfT3obynCdD8oR95mYupJSvbo21BKiPL7EXto06cnkdJf696cURiZcvUpcCpdGAoOlYdIJq4_CXtw");">?
Veja momento em que Moreira Franco é preso no Rio de Janeiro
https://static.xx.fbcdn.net/images/emoji.php/v9/t5d/1/16/1f4f7.png?_nc_eui2=AeGeSZ3a_sMjhWSvSTmkf6kWISYHOy0xVOfT3obynCdD8oR95mYupJSvbo21BKiPL7EXto06cnkdJf696cURiZcvUpcCpdGAoOlYdIJq4_CXtw");">?https://static.xx.fbcdn.net/images/emoji.php/v9/t5d/1/16/1f4f7.png?_nc_eui2=AeGeSZ3a_sMjhWSvSTmkf6kWISYHOy0xVOfT3obynCdD8oR95mYupJSvbo21BKiPL7EXto06cnkdJf696cURiZcvUpcCpdGAoOlYdIJq4_CXtw");">?
O ex-presidente Michel Temer (MDB) deixa área da Polícia Federal no Aeroporto Internacional de Guarulhos — Foto: Amanda Perobelli/Reuters

PROPINA EM ANGRA 3

Temer é um dos alvos da Lava Jato do Rio. A prisão teve como base adelação de José Antunes Sobrinho, dono da Engevix. O empresário disse à Polícia Federal que pagou R$ 1 milhão em propina a pedido do coronel João Baptista Lima Filho (amigo de Temer), do ex-ministro Moreira Franco e com o conhecimento do ex-presidente. A Engevix fechou um contrato em um projeto da usina de Angra 3, que ainda teve as obras concluídas.
Segundo o Ministério Público Federal (MPF), a Engevix foi subcontratada porque as empresas que haviam vencido a licitação não tinham "pessoal e expertise suficientes para a realização dos serviços". Os vencedores eram a AF Consult do Brasil e a Argeplan, empresa do coronel Lima. "No curso do contrato, conforme apurado, o coronel Lima solicitou ao sócio da empresa Engevix o pagamento de propina, em benefício de Michel Temer", diz nota do MPF.
A força-tarefa da Lava Jato diz que a propina foi paga no final de 2014 com transferências totalizando R$ 1,09 milhão da empresa Alumi Publicidades para a empresa PDA Projeto e Direção Arquitetônica, controlada pelo coronel Lima. As empresas fizeram contratos fictícios para justificar as operações financeiras.
As investigações apontam que os pagamentos feitos à empresa AF Consult do Brasil causaram o desvio de R$ 10,8 milhões, ao se levar em conta que a empresa não tinha capacidade técnica para cumprir o contrato.
A ação desta terça é um desdobramento das operações Radioatividade, Pripyat e Irmandade.

OUTROS INQUÉRITOS

Além desta investigação, Michel Temer responde a outros nove inquéritos. Cinco deles tramitavam no Supremo Tribunal Federal (STF), pois foram abertos à época em que o emedebista era presidente da República, e foram encaminhados à primeira instância depois que ele deixou o cargo.
Os outros cinco foram autorizados pelo ministro Luís Roberto Barroso em 2019, quando Temer já não tinha mais foro privilegiado, e também foram enviados à primeira instância. (G1)
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), já condenado a mais de 20 anos de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro, tem agora uma companhia familiar em outro indiciamento: seu filho, Luís Cláudio Nesta quarta-feira, 20/03, a Polícia Federal indiciou os dois pelos crimes de lavagem de dinheiro e tráfico de influência por pagamentos para a empresa de marketing esportivo Touchdown, de propriedade do Lulinha.
A empresa passou a ser investigada pela Polícia Federal em 2017, com as delações da Odebrecht na Lava Jato. A investigação descobriu que, ao longo dos anos, a Touchdown recebeu mais de R$ 10 milhões de grandes patrocinadores, mas o capital social da empresa era de R$ 1 mil.
A pedido da PF, a juíza Bárbara de Lima Issepi, da 4ª Vara Criminal Federal de São Paulo, determinou que a investigação seja encaminhada para uma vara especializada em crimes financeiros. O caso agora está sendo analisado pela Força Tarefa da Lava Jato em São Paulo.
Para a defesa de Lula, o relatório da PF é "opinativo, com fragilidade jurídica e distanciamento da realidade dos fatos".
Em deleção, o ex-executivo Alexandrino Alencar disse que, em 2011, o ex-presidente Lula pediu ajuda a Emílio Odebrecht para que o filho Luís Cláudio iniciasse a carreira de empresário. Na ocasião da delação, o instituto Lula divulgou nota: "Delações são relatos unilaterais para a obtenção de benefícios judiciais. São indícios de provas, não provas. Mesmo que o relato de Alexandrino Alencar seja verdadeiro, os fatos teriam acontecido após Lula ter deixado a presidência, quando não exercia nenhum cargo público e sequer seriam atos ilegais."
“Então, ele pede isso de uma maneira digamos eu diria de um pai pedindo para outro pai muito interessante esse evento. E na mesma maneira, Lula pede para ele que se pudesse ajudar o filho dele a iniciar uma carreira empresarial”, disse Alencar em depoimento.
Alexandrino entregou à força-tarefa recibos de pagamento da Empresa Concept, contratada por ele para ajudar na criação de uma liga de futebol americano no Brasil. Alexandrino revelou que a Odebrecht pagou a maior parte do serviço, o equivalente a cerca de R$ 2 milhões e cerca de R$ 120 mil foram pagos por Luís Cláudio.
“Combinei com o Luis Claudio que nós pagaríamos 90% do custo da Concept e ele e a Touchdown pagariam 10%. Meu compromisso original com o presidente e com o Emílio era de 2 anos. Depois, ele voava sozinho. Então, ampliamos porque ele se atrapalhava e não decolava. Renovamos mais um ano. Soube depois, agora, que ele teve de desistir do projeto”, contou Alencar.
No relatório final da investigação, a Polícia Federal afirma que, apesar das expressivas quantias pagas, não houve formalização do contrato entre a empresa de Luís Cláudio e a Concept.
Segundo o inquérito, os serviços prestados pela Concept à empresa de Luís Cláudio estavam, pelo menos, 600% acima do valor de mercado. Em depoimento, o diretor da Concept disse que a consultoria realizada para a Touchdown custou entre R$ 300 e R$ 400 mil.
A Polícia Federal também diz que Luís Cláudio usou um laranja para movimentar dinheiro ilícito. Os investigadores identificaram que uma empresa de recreação e produção de doces e salgados, que tem capital social de apenas R$ 1 real recebeu, só em 2013, cerca de R$ 846 mil da Touchdown.
Segundo a polícia, antes de começar a receber os valores da empresa de Luís Cláudio, a dona da empresa tinha renda mensal de apenas um salário mínimo.
Representantes da Confederação Brasileira de Futebol Americano também prestaram depoimento e disseram que não tiveram patrocínio anual e nem investimentos que durassem tantos anos, em valores tão expressivos, e sem formalizar um contrato.
Um relatório da Receita Federal, que faz parte do inquérito, também aponta indícios de irregularidades e omissão de receitas na movimentação financeira da Touchdown, os autores dizem que “causa estranheza que a empresa comprove pagamentos apenas a partir de dezembro de 2012, sendo que os serviços já eram prestados pelo menos desde março do mesmo ano
Lula está preso na sede da Polícia Federal em Curitiba, no Paraná, condenado a 12 anos de prisão por lavagem de dinheiro e corrupção no caso do triplex no Guarujá (SP). (G1)
 

 

A primeira rodada das quartas de final da Superliga Feminina de Vôlei foi encerrada com dois jogaços. No clássico paulista, em Barueri, as equipes do Hinode e do Osasco Audax fizeram uma partida sensacional, digna de uma final da competição. E o time da casa venceu o primeiro duelo. Já em Bauru, o SESI-SP levou a melhor e venceu o primeiro confronto com a poderosa equipe do SESC-Rio.

Hinode na frente

Hinode e Osasco

Na noite desta terça-feira, 19/03, o Hidone Barueri aproveitou o fator casa e venceu o Osasco por 3 sets a 2, no Ginásio José Correa, pela primeira rodada das quartas de final da Superliga Feminina de Vôlei. Foi um jogaço do primeiro ao quinto set. Com a vitória, a série fica em 1 a 0 para as comandadas de José Roberto Guimarãs, na melhor de três partidas. As parciais foram de 22/25; 25/23; 25/23; 19/25 e 16/14.

Com o resultado, o Barueri está a uma vitória para chegar à semifinal da competição. Caso, o Osasco ganhe, na sexta-feira, em casa, um terceiro e último jogo será realizado, novamente em Barueri. O segundo jogo entre as duas equipes será nesta sexta, às 19h, no Ginásio José Liberatti, em Osasco.

Mil pontos de bloqueio

Thaisa

Além de uma partida de tirar o fôlego, o primeiro jogo das quartas de final entre Barueri e Osasco ficará marcado também para a central Thaísa, que marcou o seu milésimo ponto de bloqueio na Superliga. Parabéns Thaísa!.

Sesi vence a primeira

Sesi e Sesc

Também na noite de terrça-feira, foi realizado o quarto jogo que fechou a primeira rodada dos playoffs. Foi a partida entre o SESI-SP e o SESC-Rio, no Ginásio Panela de Pressão em Bauru, com a vitória supreendente do time da casa por 3 sets a 1., O destaque ficou por conta da ponteira Tifanny, maior pontuadora da noite com 21 pontos. As parciais foram de 25/23, 20/25, 25/17 e 25/23.

A próxima partida entre paulistas e cariocas será na sexta-feira, às 21h30, na Tijuca. Se o SESC-Rio vencer, a terceira partida partida também será na casa do time de Bernardinho, na próxima semana.

Minas e Praia

E nesta quinta-feira, 21/03, Minas e Praia Clube fazem o segundo jogo das quartas de final e se vencerem já carimbam o passaporte para as semifinais. Em Belo Horizonte, o grande líder Minas Tênis Clube enfrenta o Vôlei Curitiba a quem venceu por 3 sets a 0 na primeira partida. Por outro lado, o Praia Clube vai até o Rio de Janeiro para enfrentar o Fluminense. No primeiro jogo, as mineiras de Uberlândia venceram também por 3 sets a 0. 

 

(Renato Ferreira)

O Município receberá R$ 2 milhões para a Infraestrutura e R$ 820 mil para a Saúde.
 
Uma comitiva de vereadores esteve em Brasília nesta quarta-feira, 20/03, para se reunir com os deputados federais Gilberto Nascimento (PSC) e Antônio Bulhões (PRB). Os dois parlamentares destinaram para Osasco R$ 2,8 milhões em emendas do Orçamento federal de 2019.
Participaram do encontro o presidente da Câmara Municipal de Osasco, Ribamar Silva (PRP) e os vereadores Daniel Matias (PRP) e Ricardo Silva (PRB). “Foi uma visita de agradecimento. Há muita disputa pelos recursos das emendas, por isso é importante prestigiar os deputados que destinaram sua cota para a nossa cidade”, afirmou Matias após o encontro.
Desse total, R$ 2 milhões (R$ 1 milhão da cota de cada parlamentar) serão aplicados em ações de manutenção e melhoria da infraestrutura da cidade, como o recapeamento de ruas. Nascimento também destinou R$ 820 mil para o custeio dos serviços de assistência hospitalar e ambulatorial do município.
“Hoje tivemos a confirmação de que a verba já está em fase final de liberação pelo Governo Federal”, declarou o Presidente da Câmara., Ribamar Silva.
Economia
Vereadores de Osasco em Brasília 2
 
Na Capital Federal os vereadores também tiveram uma reunião com o deputado federal Marcos Pereira (PRB) e dois diretores da Associação Brasileira de Fomento ao Pescado (ABRAPES), David Veiga e Thamires Quinhões. David Veiga é proprietário de uma empresa em Osasco, a Damm Produtos Alimentícios, que comercializa pescados processados e in natura.
Em sua conta no Instagram, Pereira disse que o encontro serviu para discutir temas relacionados à cadeia produtiva de pesca no Brasil.
“Todo processo envolve importadores, exportadores, indústria, distribuidores, consumidores e comerciantes. Por isso, fomentar e desenvolver o consumo de pescado fortalece, além do setor, a economia como um todo”, declarou o parlamentar. (Departamento de Comunicação)
 
 
Página 1 de 51

Quem somos

Notícias & Opinião é um site de notícias gerais editado pela Empresa Jornalística Notícias de Paz Ltda - EPP, a partir da Capital e região Oeste da Grande São Paulo.

Como o próprio nome diz, aqui você vai encontrar notícias, entrevistas, artigos, crônicas e opinião sobre política, economia, educação, cultura e esporte, dentre outros temas do nosso dia-a-dia.