Quarta, 23 Outubro 2019 | Login
OSASCO: Dia D de vacinação contra o Sarampo acontece neste sábado, dia 20

OSASCO: Dia D de vacinação contra o Sarampo acontece neste sábado, dia 20 Featured

A Prefeitura de Osasco, por meio da Secretaria de Saúde, realiza neste sábado, 20/7, das 8h às 17h, em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBSs), o Dia D de imunização contra o Sarampo.
Nesse mutirão, as pessoas com idade entre 15 e 29 anos, público alvo da campanha, bem como pessoas de 1 a 59 anos, que ainda não tenham tomado a vacina, quem tenha tido contato com pessoa com suspeita ou confirmação de sarampo, poderão comparecer a uma UBS mais próxima de sua residência levando a caderneta de vacinação. As pessoas que não comprovarem registro da vacinação prévia em carteira serão consideradas não vacinadas e deverão receber duas doses da vacina.
Osasco está inserida na lista de municípios que precisam fazer a imunização contra o Sarampo. Dentre as cidades que   também participam da campanha estão: São Paulo, Santo André, São Bernardo, São Caetano do Sul e Guarulhos,  onde há circulação do vírus.
De acordo com a Secretaria de Saúde do Estado, o sarampo é uma doença viral aguda, infectocontagiosa, altamente transmissível que pode apresentar complicações, principalmente em crianças e pessoas com imunidade comprometida.
A vacina contra sarampo é a tríplice viral (SCR), que protege contra o sarampo, a rubéola e a caxumba e é administrada por injeção subcutânea. (SECOM)
Serviço
Dia D de vacinação contra o Sarampo
Dia: 20/7 - sábado
Horário: das 8h às 16h
Local: em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) de Osasco e na Policlínica Zona Sul
Público alvo:
  • Pessoas 15 a 29 anos, mesmo que já tenha tomado a vacina antes
  • Pessoas de 1 a 59 anos, desde que ainda não tenham tomado a vacina
  • Pessoas que tiveram contato com uma pessoa com suspeita ou confirmação de sarampo deve ser vacinada mesmo que já tenha tomado a vacina, independentemente da idade
000

About Author

Related items

  • OSASCO: "Não fiquei hospedado no Antônio Giglio. Quase perdi a vida, junto com minha mulher"
    Frase é do prefeito Rogério Lins, em resposta ao vereador Tinha Di Ferreira, que afirmou, em audiência pública da Saúde, na manhã desta segunda-feira, na Câmara Municipal, que prefeito ficou "hospedado" no hospital municipal, no período em que se recuperava de queimaduras. Lins foi além: "fiquei no hospital municipal em respeito à cidade; já quando o senhor teve problema de saúde, foi para o convênio", completou
     
    (Por Erica Celestini - Webdiario.com.br)
    “Não fiquei hospedado no Hospital Antônio Giglio. Quase perdi a vida, junto com minha mulher”. Essa foi a resposta dada, pelo prefeito Rogério  Lins, ao vereador Tinha di Ferreira, que vem afirmando, nas última sessões da Câmara, que Lins esteve “hospedado” no hospital, referindo-se ao período em que o prefeito e a primeira-dama, Aline Lins, ficaram internados na unidade, se recuperando de queimaduras após acidente com fogueira no Arraiá do Servidor, em junho.
     
    A mais recente referência à “hospedagem” aconteceu na manhã desta segunda-feira, durante audiência pública de prestação de contas do último quadrimestre da Secretaria da Saúde. Só que, desta vez, o prefeito integrava a mesa diretora dos trabalhos e fez questão e responder ao vereador, cobrando também “respeito” a outras pessoas internadas na unidade.  “Não fiquei hospedado no hospital. Quase perdi a vida, junto com minha esposa. E não desejo isso para ninguém. É um episódio que, para mim, está encerrado. Mas, em primeiro lugar, temos que respeitar as famílias. Ninguém vai ao hospital para ficar hospedado, não importa a complexidade pelo que a pessoa passou”, afirmou.
    Rogério Lins no hospital
    O prefeito também não perdeu a chance de dar uma “alfinetada” no vereador. “Fiquei no hospital público, não fui para particular, como Vossa Excelência. Quando o senhor teve problemas de saúde, foi para o convênio. Fiquei no hospital do nosso município respeito a nossa cidade”, completou Lins. Ele e a primeira-dama ficaram internado por 12 dias após queimaduras sofridas em explosão, ao acenderem a fogueira da festa  junina dos servidores públicos, no dia 28 de junho.
     
    O prefeito teve 16% do corpo queimado e a primeira-dama teve 8%, mas sofreu queimaduras mais graves nas mãos e passou por enxerto. O perfeito só usou a palavra no final da audiência, que foi marcada também por bate-boca entre Tinha e as pessoas que estavam no  plenário e respondiam com vaias às suas intervenções. "Texto: Erica Celestini/Webdiario.com.br)
  • OSASCO: Vereadores aprovam App para marcação de consultas e exames na cidade
    Proposta que visa melhorar o atendimento na saúde segue, agora, para apreciação do Poder Executivo Municipal.
     
    Na sessão ordinária de terça-feira, 03/09, sob o comando do presidente Ribamar Silva, os vereadores osasquenses aprovaram uma importante proposta que visa melhorar o atendimento na área da saúde pública da cidade. Trata-se do Projeto de Lei 50/2019 de autoria do vereador Jair Assaf, que dispõe sobre a implantação de aplicativo de celular na Secretaria de Saúde para agendamento, confirmação e cancelamento de consultas e exames nas Unidades Básicas de Saúde e Policlínicas do município.
    Ribamar Silva
    O presidente da Câmara de Osasco, Ribamar Silva, entre seus colegas de Mesa, Daniel Matias (à esquerda) e Antonio Toniolo
     
    No total, os vereadores votaram em plenário sete itens que constavam na pauta da Ordem do Dia. Foram três projetos em segunda discussão e outros três e mais uma emenda em primeira discussão. Um dos destaques da pauta foi o Projeto de Lei 50/2019, que dispõe sobre a implantação de aplicativo de celular na Secretaria de Saúde para agendamento, confirmação e cancelamento de consultas e exames nas Unidades Básicas de Saúde e Policlínicas do município.
    A proposta de Jair Assaf (PROS) foi aprovada por 14 votos favoráveis e nenhum contrário. Como a aprovação aconteceu em segunda discussão, o projeto agora segue para apreciação do Prefeito Rogério Lins (PODE), que poderá sancioná-lo ou vetá-lo.
    Jair Assaf
    Vereador Jair Assaf, autor da Proposta
     
    Ao defender a proposta em plenário, Jair Assaf afirma que o aplicativo vai permitir à população a marcação de consultas e exames com mais agilidade. “Tenho certeza que a administração municipal não vai deixar de analisar favoravelmente este projeto”, declarou.
    Além do projeto do App da Saúde, outros dois projetos de Assaf foram aprovados em segunda discussão, também com 14 votos favoráveis. O primeiro é o Projeto de Lei Complementar 3/2019, que trata da regularização de imóveis com menos de 125 metros quadrados.
    O segundo, o Projeto de Lei Substitutivo 1/2019 ao Projeto de Lei 74/2019, que dispõe sobre a obrigatoriedade de manutenção de brigada profissional, composta por Bombeiros Civis, em estabelecimentos comerciais de grande porte.
    PROJETOS DA EXECUTIVO
    Os parlamentares incluíram três projetos de autoria da Prefeitura do Município de Osasco (PMO) na pauta, além de uma emenda. Todas as matérias foram aprovadas em primeira discussão e dependem de nova votação para que possam ser sancionadas pelo prefeito.
    Os projetos aprovados dizem respeito à concessão de uso de áreas públicas para cooperativas de reciclagem, instituição de carteira funcional para os guardas civis municipais (CGMs) e autorização para transporte de animais domésticos e de pequeno porte nos ônibus municipais. (Informações da Comunicação da CMO)
    Lista completa de projetos aprovados nesta terça:
    SEGUNDA DISCUSSÃO
    1. PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR N.º 3/2019 - JAIR ASSAF – Altera o caput do art. 1º da Lei Complementar 311 de 19 de abril de 2016, que dispõe sobre desdobro de lotes e edificações residenciais, para fins de regularização. (Aprovado por 14 votos)
    2. PROJETO DE LEI N.º 50/2019 - JAIR ASSAF - Dispõe sobre a implantação de aplicativo para celular na Secretaria de Saúde, visando o agendamento, confirmação e cancelamento de consultas e exames nas Unidades Básicas de Saúde e Policlínicas do Município de Osasco. (Aprovado por 14 votos)
    3. PROJETO DE LEI SUBSTITUTIVO N.º 1/2019 AO PROJETO DE LEI N.º 74/2019 - JAIR ASSAF - Dispõe sobre a obrigatoriedade de manutenção de uma brigada profissional, composta por Bombeiros Civis, nos estabelecimentos que especifica e dá outras providências. (Aprovado por 14 votos)
    PRIMEIRA DISCUSSÃO
    4. PROJETO DE LEI N.º 148/2018 – PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE OSASCO - Dispõe sobre a Concessão de Uso das áreas que especifica à Cooperativa de Trabalho dos Catadores da Coleta Seletiva, Triagem, Comercialização de Materiais Recicláveis e Prestação de Serviços - (COOPERAREIS), à Cooperativa de Catadores Cooperando com a Natureza - (COOPERNATUZ) e à Cooperativa de Catadores Preservando o Mundo - (COOPERMUNDI), e dá outras providências. (Aprovado por 14 votos)
    5. Emenda N.º 1 ao PROJETO DE LEI N.º 148/2018 - PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE OSASCO (Aprovada por 14 votos)
    6. PROJETO DE LEI N.º 61/2019 – PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE OSASCO – Dispõe sobre a instituição de Carteira de Identidade Funcional aos Guardas Civis Municipais de Osasco e dá outras providências. (Aprovado por 13 votos)
    7. PROJETO DE LEI SUBSTITUTIVO N.º 6/2019 ao PL 30/2019 – PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE OSASCO - Encaminha incluso Projeto de Lei que autoriza o translado de animais domésticos e de pequeno porte em ônibus municipais. (Aprovado por 13 votos)
     
  • SAÚDE: Estados recebem doses extras da vacina contra sarampo
    O estado de São Paulo, que concentra 99% dos casos e registra uma morte pela doença este ano, recebeu o maior número de doses (56%).
     
    As secretarias de Saúde de todos os estados começaram a receber esta semana as doses extras da vacina tríplice viral, para garantir a imunização extra contra o sarampo em todas as crianças de seis meses a 11 meses e 29 dias. De acordo com o Ministério da Saúde, 1,6 milhão de doses estão sendo distribuídas.
    Desse total, 960 mil e 907 doses foram enviadas para os 13 estados que estão em situação de surto ativo de sarampo. O estado de São Paulo, que concentra 99% dos casos e registra uma morte pela doença este ano, recebeu o maior número de doses (56%).
    “A vítima foi um homem de 42 anos, que não tinha recebido nenhuma dose da vacina ao longo da vida, e tinha histórico de comorbidade, ou seja, com um quadro de várias doenças. Nessa faixa etária, a pessoa deve ter pelo menos uma dose da vacina”, informou o ministério.
    O secretário de Vigilância em Saúde, Wanderson Oliveira, disse que o ministério trabalha para erradicar a doença e recuperar o certificado de eliminação do sarampo no Brasil. “Para isso, a pasta tem atuado de forma integrada com os estados e municípios, para intensificar as ações de cobertura vacinal na rotina, além das vacinações de reforço nas crianças, que é a faixa etária com maior risco para complicação em decorrência da doença, e de bloqueio”, disse.
    A vacina tríplice viral está disponível nos mais de 36 mil postos de vacinação do Sistema Único de Saúde (SUS) em todo o Brasil. Ela previne também contra rubéola e caxumba. (Agência Brasil)

Quem somos

Notícias & Opinião é um site de notícias gerais editado pela Empresa Jornalística Notícias de Paz Ltda - EPP, a partir da Capital e região Oeste da Grande São Paulo.

Como o próprio nome diz, aqui você vai encontrar notícias, entrevistas, artigos, crônicas e opinião sobre política, economia, educação, cultura e esporte, dentre outros temas do nosso dia-a-dia.