Sexta, 24 Maio 2019 | Login
EDUCAÇÃO: Furlan inaugura unidade da Fieb em Aldeia da Serra

EDUCAÇÃO: Furlan inaugura unidade da Fieb em Aldeia da Serra Featured

 

Na quinta-feira, 14/02, o prefeito de Barueri, Rubens Furlan, inaugurou mais uma unidade da Fieb (Fundação Instituto de Educação de Barueri). Desta quem ganhou uma Fieb foi o bairro Aldeia da Serra, que assim, realiza um sonho da população da região. O investimento promete ser um marco na história da Fundação, pois é a nona unidade administrada pela Fieb, com capacidade inicial para cerca de 300 estudantes da 1ª e 2ª série do Ensino Médio, com ampliação para o próximo ano letivo.

Fieb Aldeia da Serra Furlan e alunos

"É uma alegria poder inaugurar a nona unidade da Fieb. Sabemos que é um importante passo para um futuro brilhante de nossos jovens, que começa com educação de qualidade", afirmou o prefeito Rubens Furlan.

“Nosso grande projeto é atender a demanda da Aldeia da Serra. Temos a ideia de uma escola modelo com educação de qualidade no padrão Fieb, que promoverá ensino de excelência em todos os cantos da cidade de Barueri”, comentou o superintende da Fundação, Luiz Antonio Ribeiro.

Estrutura

Fieb Aldeia da Serra estrutura


Construído num terreno de 1.384 metros quadrados, o projeto contempla 2.447 metros quadrados de área construída. O prédio possui pavimentos inferior, térreo e mezanino e oferece infraestrutura de seis salas de aulas, biblioteca digital, refeitório, sala de reforço, auditório com 70 lugares e dois camarins, espaço administrativo com salas da diretoria, coordenação e orientação pedagógica, secretaria, sala de professores, diversos espaços de convivência, salas multiuso, copa e cozinha para funcionários. A nova unidade é 100% adaptada a pessoas com deficiência.

A unidade Fieb Aldeia da Serra tem o início das aulas programado para a próxima segunda-feira, dia 18 de fevereiro e está situada na Avenida dos Pinheiros, 400. (Com informações da Secom-PMB)

000

About Author

Related items

  • ADMINISTRAÇÃO: Araçariguama adquire novo Ônibus Escolar
     
    A Prefeitura de Araçariguama, por meio da Secretaria de Educação, acaba de adquirir novo Ônibus Escolar zero quilômetro. Essa nova conquista da Prefeitura, sob o comando da Prefeita Lili Aymar (foto), foi feita através de convênio com o FNDE/MEC (Governo Federal) PAR (Plano de Ações Articuladas - Programa Caminho da Escola).
    Trata-se de um termo de compromisso firmado em 2018 proveniente de emenda parlamentar da deputada Federal Bruna Furlan (PSDB), no valor de R$274.050,00, sendo R$250.000,00 da emenda e R$24.050,00 coomo contrapartida da Prefeitura de Araçariguama.
    Araçariguama ônibus 2
     
    Esse novo benefício para o povo de Araçariguama só foi possível graças ao esforço de todo o grupo da Secretaria de Educação pela agilidade e organização, da equipe de Projetos Especiais e, principalmente, pela iniciativa da Prefeita Lili Aymar na busca de recursos para o município.
    “A aprovação do convênio aconteceu no dia 31 de dezembro de 2018, onde a equipe de supervisão, liderada pelo professor Fernando Cunha, se dedicou e com muita expertise, conseguiu a aprovação deste novo ônibus para nossa educação”, disse o Secretário Michel Vicentine.
    “É com muita alegria que entregamos mais um ônibus 0k para nossos alunos. Nossa meta é tornar Araçariguama uma cidade referência na educação, e isso já está se tornando realidade. Transporte é essencial para a qualidade de acesso de nossos alunos, além da economicidade gerada pelo convênio”, destacou a Prefeita Lili Aymar. (Departamento de Comunicação)
  • DOIS BRASIS: A cruel e injusta pirâmide educacional no Brasil tem apoio de pobres

     Renato Ferreira -

    Até as décadas de 1950, 60 e 70, os brasileiros ainda podiam se orgulhar de suas escolas públicas. Eram instituições comprometidas com a boa educação, onde pobres e ricos contavam com professores respeitados, bem remunerados e competentes.

    Mas, infelizmente, isso foi mudando ao longo do tempo, principalmente, após a redemocratização, quando milhões de brasileiros foram às ruas pedir mais liberdade, principalmente, reivindicar o direito de poder votar e ter eleições diretas para Presidente da República.

    Ganhamos o direito de eleger os nossos Presidentes e Governadores, porém, ganhamos também uma cruel e injusta pirâmide educacional.

    Há décadas, nossas crianças e adolescentes pobres, filhos de trabalhadores e operários, estudam em escola pública de péssima qualidade com professores mal remunerados e que até apanham de alunos. Depois, adolescentes ainda ou já adultos, vão trabalhar para sobreviver e, se puderem, pagam uma faculdade particular de fundo de quintal. E com pouco conhecimento, uma vez que não tiveram boa base educacional, vão continuar sendo empregados e dominados para o resto da vida.

    Por outro lado, as crianças e adolescentes ricos, filhos de milionários e de políticos corruptos, estudam em escolas particulares com professores bem remunerados e respeitados. Depois, como não precisam de trabalhar, claro, vão para as melhores Universidades Públicas mantidas com recursos dos trabalhadores. Os próprios colégios particulares exploram esse dado como propaganda, informando a cada ano a quantidade de seus alunos aprovados nas melhores Universidades Públicas do país.

    O resultado dessa cruel e injusta pirâmide educacional não poderia ser outra, senão esta: só ricos se formam nos melhores cursos das Universidades Públicas. Se formam doutores em todas as áreas do conhecimento e serão os atores principais da sociedade, enquanto os pobres continuam apenas como coadjuvantes do circo e trabalhadores mal remunerados.

    Devido a essa triste e dura realidade, surge o inevitável discurso de sempre: o Brasil é um país de grandes desigualdades sociais. Aqui, com raríssimas e honrosas exceções, não vemos pobres e, principalmente, negros pobres em postos-chave e importantes da sociedade, como juízes, médicos, ministros, economistas, sociólogos e cientistas. E lógico, o poder aquisitivo individual será sempre equivalente ao nível intelectual e de conhecimento técnico das pessoas. Isso é fato.

    E esse quadro parece ser impossível de ser mudado. Pois, quando aparece alguém no poder que coloca o dedo na ferida, mostrando o buraco e o caos brasileiro com o objetivo de investir mais no ensino básico e inverter essa pirâmide, aparecem os chefes da fajuta esquerda brasileira e os canhotinhos revoltados acusando o governo de fascista e autoritário.

    A prova disso são as manifestações desta quarta-feira, 15, formadas por estudantes e parlamentares da 'esquerda', sob o pretexto de protestarem contra os 'cortes de verbas na educação'. Só que esses manifestantes aparecem nesses atos empunhando bandeiras vermelhas e apenas com palavras de ordem contra o governo.

    São verdadeiras massas de manobras, formadas por inocentes úteis, a serviço de quem torce contra o Brasil e de quem não quer mudar o quadro atual. Assim, os pobres continuarão a estudar de graça no ensino básico como um favor dos governos, enquanto os ricos continuarão a ter acesso livre e gratuito nos melhores cursos superiores.

    Erros grotescos

    Faixa de protesto 2

    Faixa de protesto

    Outra prova de que as manifestações de hoje são puramente atos de protestos  políticos contra o atual governo e não manifestações sérias em busca de uma melhor edudação para o Brasil é que esses mesmos vermelhinhos, que hoje estão nas ruas fazendo badernas e até queimando ônibus, como aconteceu no Rio de Janeiro, não se manifestaram quando os petistas Lula e Dima cortaram um volume muito maior de recursos na Educação do que a proposta deste governo. São, infelizmente, em sua maioria, alunos e professores oriundos da nefasta "Patria Educadora" do PT, que cometem os mais grotescos erros de Português numa simples faixa de protesto com uma frase, como estas: "Mecheu com a Educação, mecheu com todos", ou "Só a Educação nos trazerá crescimento". Pobre Brasil! (Renato Ferreira)

  • BARUERI PS Central recebe equipamentos de última geração para agilizar atendimentos
    Diagnósticos mais detalhados, maior agilidade nos atendimentos e economia de insumos: essas são apenas algumas das vantagens que acompanham as novas aquisições do Pronto-Socorro Central de Barueri.
     
    A cidade de Barueri, administrada pelo Prefeito Rubens Furlan, promove mais um grande avanço na área da Saúde Pública do Município. O PS Central está colocando em funcionamento seu novo tomógrafo de última geração, com capacidade para fazer 1.200 exames ao mês, além de dois aparelhos de raio X digitais, igualmente dotados da mais alta tecnologia.
    Tomografia computadorizada
    O tomógrafo era esperado há bastante tempo, já que o PS ainda não dispunha desse tipo de aparelho. A compra é fruto da emenda parlamentar 27970012, indicada pela deputada federal Bruna Furlan.
    Adaptado para o atendimento de pronto-socorro, o equipamento será destinado a tomografias sem contraste, de acordo com solicitação médica em casos de fraturas, lesões e similares.
    “São equipamentos novos, modernos, melhores para ajudar no diagnóstico médico. Há mais agilidade no atendimento, porque esses exames não eram feitos aqui no pronto-socorro, os pacientes tinham que ir para o hospital, um procedimento que demorava horas e que agora é bem mais ágil, com atendimento de pelo menos 40 casos ao dia e resolução muito maior”, destaca o diretor médico do PS, Antonio Carlos Rahal.
    Raio X digitalizado
    Barueri saúde

    O PS também recebeu dois aparelhos de raio X digitais – um para o PS Infantil (PSI) e outro para o PS Adulto (PSA) -, em substituição ao antigo, que ainda faz uso de chapas.
    Além de mais rápido, o exame tem uma resolução muito melhor, podendo a imagem ser analisada de vários ângulos tanto impressa quanto na tela do computador do médico. Calcula-se que haverá uma economia de 50% em gastos com insumos com relação ao equipamento antigo.
    A nova tecnologia já foi utilizada pelo adolescente Gabriel, de 11 anos, na quinta-feira (dia 9). Sua mãe, Ana da Conceição S. P. Rodrigues, moradora de Barueri há 42 anos, comemorou o salto no serviço. “O PS de Barueri é um dos melhores. Eu tive dois filhos aqui. Eu e minha mãe já fomos operadas aqui e não tenho o que falar dos hospitais de Barueri. Por isso que muita gente vem de fora pra cá”, disse a munícipe.
    Ambos os aparelhos já estão em uso e a demanda é grande. Só no PSI são feitos cerca de 3 mil raios X ao mês, enquanto que no PSA chegam a 9 mil.
    Com apenas três dias de vida, a pequenina Alana Beatriz, que nasceu na Maternidade Municipal, precisou de um exame de raio X. A mãe, Dagmar Leite de Abreu Nunes, que já estava feliz com o atendimento recebido, ficou ainda mais satisfeita quando se deparou com a tecnologia digital. “Gostei, o técnico foi bem simpático, cuidadoso com ela e comigo também. Os funcionários são um amor, ajudam a gente em tudo”, declarou.
    Mensalmente, passam pelo PS Central mais de 47 mil pessoas. Mas a procura tem aumentado, já que no mês de abril passaram de 50 mil atendimentos, sendo 36 mil no Adulto e 14.500 no Infantil. (Fonte: SECOM/PMB)

Quem somos

Notícias & Opinião é um site de notícias gerais editado pela Empresa Jornalística Notícias de Paz Ltda - EPP, a partir da Capital e região Oeste da Grande São Paulo.

Como o próprio nome diz, aqui você vai encontrar notícias, entrevistas, artigos, crônicas e opinião sobre política, economia, educação, cultura e esporte, dentre outros temas do nosso dia-a-dia.