Sábado, 21 Setembro 2019 | Login
SAÚDE: HMB passa a fornecer medicamentos de quimioterapia para pacientes da unidade

SAÚDE: HMB passa a fornecer medicamentos de quimioterapia para pacientes da unidade Featured

Desde o começo de novembro deste ano, o Hospital Municipal de Barueri (HMB) passou a fornecer remédios quimioterápicos para os seus pacientes. Após elaboração e viabilização do projeto, a medida, tomada pela Prefeitura de Barueri por meio da Secretaria Municipal de Saúde, garante, além do espaço físico e da equipe médica do hospital, a aquisição dos remédios necessários para o tratamento de câncer.
“Com essa mudança, o tratamento é oferecido totalmente pela Secretaria Municipal de Saúde e, assim, temos maior agilidade no fornecimento do tratamento e no aumento das opções terapêuticas em relação às medicações”, explica Ricardo da Fonseca, coordenador do setor de oncologia do HMB, que destaca três principais funções da quimioterapia: evitar que a doença retorne, diminuir o tamanho do tumor e acabar em definitivo com o tumor.
Existem vários tipos de quimioterapia, que podem ser ministradas via oral, pela veia e pelo músculo, e a frequência do tratamento pode ser semanal, quinzenal ou mensal, de acordo com o tamanho do tumor e com o grau de extensão da doença. Além da quimioterapia, alguns pacientes precisam de hormonioterapia e cirurgia, procedimentos que também são oferecidos pela unidade.
Na semana do Dia Nacional de Combate ao Câncer (27/11), o HMB comemorou a data com a satisfação dos seus pacientes sobre o setor de oncologia. “Agora está bem melhor. Eu faço o tratamento duas vezes por semana e, graças a Deus, até agora não faltou a minha medicação. Eu não tenho o que reclamar da equipe de oncologia. Todos são muito bons, legais e atenciosos”, comenta Maria Cristina Cardoso Dias, 48 anos, que faz tratamento de câncer no intestino grosso e nódulos no fígado.
“Se toda saúde de São Paulo fosse igual aqui, eu creio que teríamos uma mudança bem grande na saúde pública. Eu sou muito bem tratado neste hospital. Depois desta mudança então, não faltou mais medicação. Para nós, que estamos como pacientes, o tratamento é uma das coisas mais importantes”, comenta Vivaldo Pereira dos Santos, 63 anos, que faz acompanhamento para câncer no estômago. Morador de Barueri há 25 anos, Vivaldo reconhece que o serviço da unidade é muito satisfatório e diz conhecer várias pessoas que optam por alugar suas casas em outras cidades para se mudar para Barueri e aproveitar os benefícios da saúde.
De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), o câncer é o conjunto de mais de 100 doenças que têm crescimento desordenado de células que determinam a formação de tumores malignos e invadem tecidos e órgãos. O câncer pode aparecer em órgãos como mama, próstata, fígado, pulmão e até na pele, inclusive o tipo câncer de pele não-melanoma é o mais frequente no Brasil, correspondendo a 30% de todos os tumores malignos.
Ainda com base nas informações do INCA, a quimioterapia, um dos tratamentos para combater o câncer, utiliza medicamentos que entram na corrente sanguínea para destruir as células doentes que formam o tumor e para impedir que se espalhem pelo corpo. (SECOM/PMB)
000

About Author

Related items

  • OSASCO: Vereadores aprovam App para marcação de consultas e exames na cidade
    Proposta que visa melhorar o atendimento na saúde segue, agora, para apreciação do Poder Executivo Municipal.
     
    Na sessão ordinária de terça-feira, 03/09, sob o comando do presidente Ribamar Silva, os vereadores osasquenses aprovaram uma importante proposta que visa melhorar o atendimento na área da saúde pública da cidade. Trata-se do Projeto de Lei 50/2019 de autoria do vereador Jair Assaf, que dispõe sobre a implantação de aplicativo de celular na Secretaria de Saúde para agendamento, confirmação e cancelamento de consultas e exames nas Unidades Básicas de Saúde e Policlínicas do município.
    Ribamar Silva
    O presidente da Câmara de Osasco, Ribamar Silva, entre seus colegas de Mesa, Daniel Matias (à esquerda) e Antonio Toniolo
     
    No total, os vereadores votaram em plenário sete itens que constavam na pauta da Ordem do Dia. Foram três projetos em segunda discussão e outros três e mais uma emenda em primeira discussão. Um dos destaques da pauta foi o Projeto de Lei 50/2019, que dispõe sobre a implantação de aplicativo de celular na Secretaria de Saúde para agendamento, confirmação e cancelamento de consultas e exames nas Unidades Básicas de Saúde e Policlínicas do município.
    A proposta de Jair Assaf (PROS) foi aprovada por 14 votos favoráveis e nenhum contrário. Como a aprovação aconteceu em segunda discussão, o projeto agora segue para apreciação do Prefeito Rogério Lins (PODE), que poderá sancioná-lo ou vetá-lo.
    Jair Assaf
    Vereador Jair Assaf, autor da Proposta
     
    Ao defender a proposta em plenário, Jair Assaf afirma que o aplicativo vai permitir à população a marcação de consultas e exames com mais agilidade. “Tenho certeza que a administração municipal não vai deixar de analisar favoravelmente este projeto”, declarou.
    Além do projeto do App da Saúde, outros dois projetos de Assaf foram aprovados em segunda discussão, também com 14 votos favoráveis. O primeiro é o Projeto de Lei Complementar 3/2019, que trata da regularização de imóveis com menos de 125 metros quadrados.
    O segundo, o Projeto de Lei Substitutivo 1/2019 ao Projeto de Lei 74/2019, que dispõe sobre a obrigatoriedade de manutenção de brigada profissional, composta por Bombeiros Civis, em estabelecimentos comerciais de grande porte.
    PROJETOS DA EXECUTIVO
    Os parlamentares incluíram três projetos de autoria da Prefeitura do Município de Osasco (PMO) na pauta, além de uma emenda. Todas as matérias foram aprovadas em primeira discussão e dependem de nova votação para que possam ser sancionadas pelo prefeito.
    Os projetos aprovados dizem respeito à concessão de uso de áreas públicas para cooperativas de reciclagem, instituição de carteira funcional para os guardas civis municipais (CGMs) e autorização para transporte de animais domésticos e de pequeno porte nos ônibus municipais. (Informações da Comunicação da CMO)
    Lista completa de projetos aprovados nesta terça:
    SEGUNDA DISCUSSÃO
    1. PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR N.º 3/2019 - JAIR ASSAF – Altera o caput do art. 1º da Lei Complementar 311 de 19 de abril de 2016, que dispõe sobre desdobro de lotes e edificações residenciais, para fins de regularização. (Aprovado por 14 votos)
    2. PROJETO DE LEI N.º 50/2019 - JAIR ASSAF - Dispõe sobre a implantação de aplicativo para celular na Secretaria de Saúde, visando o agendamento, confirmação e cancelamento de consultas e exames nas Unidades Básicas de Saúde e Policlínicas do Município de Osasco. (Aprovado por 14 votos)
    3. PROJETO DE LEI SUBSTITUTIVO N.º 1/2019 AO PROJETO DE LEI N.º 74/2019 - JAIR ASSAF - Dispõe sobre a obrigatoriedade de manutenção de uma brigada profissional, composta por Bombeiros Civis, nos estabelecimentos que especifica e dá outras providências. (Aprovado por 14 votos)
    PRIMEIRA DISCUSSÃO
    4. PROJETO DE LEI N.º 148/2018 – PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE OSASCO - Dispõe sobre a Concessão de Uso das áreas que especifica à Cooperativa de Trabalho dos Catadores da Coleta Seletiva, Triagem, Comercialização de Materiais Recicláveis e Prestação de Serviços - (COOPERAREIS), à Cooperativa de Catadores Cooperando com a Natureza - (COOPERNATUZ) e à Cooperativa de Catadores Preservando o Mundo - (COOPERMUNDI), e dá outras providências. (Aprovado por 14 votos)
    5. Emenda N.º 1 ao PROJETO DE LEI N.º 148/2018 - PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE OSASCO (Aprovada por 14 votos)
    6. PROJETO DE LEI N.º 61/2019 – PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE OSASCO – Dispõe sobre a instituição de Carteira de Identidade Funcional aos Guardas Civis Municipais de Osasco e dá outras providências. (Aprovado por 13 votos)
    7. PROJETO DE LEI SUBSTITUTIVO N.º 6/2019 ao PL 30/2019 – PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE OSASCO - Encaminha incluso Projeto de Lei que autoriza o translado de animais domésticos e de pequeno porte em ônibus municipais. (Aprovado por 13 votos)
     
  • SAÚDE: Estados recebem doses extras da vacina contra sarampo
    O estado de São Paulo, que concentra 99% dos casos e registra uma morte pela doença este ano, recebeu o maior número de doses (56%).
     
    As secretarias de Saúde de todos os estados começaram a receber esta semana as doses extras da vacina tríplice viral, para garantir a imunização extra contra o sarampo em todas as crianças de seis meses a 11 meses e 29 dias. De acordo com o Ministério da Saúde, 1,6 milhão de doses estão sendo distribuídas.
    Desse total, 960 mil e 907 doses foram enviadas para os 13 estados que estão em situação de surto ativo de sarampo. O estado de São Paulo, que concentra 99% dos casos e registra uma morte pela doença este ano, recebeu o maior número de doses (56%).
    “A vítima foi um homem de 42 anos, que não tinha recebido nenhuma dose da vacina ao longo da vida, e tinha histórico de comorbidade, ou seja, com um quadro de várias doenças. Nessa faixa etária, a pessoa deve ter pelo menos uma dose da vacina”, informou o ministério.
    O secretário de Vigilância em Saúde, Wanderson Oliveira, disse que o ministério trabalha para erradicar a doença e recuperar o certificado de eliminação do sarampo no Brasil. “Para isso, a pasta tem atuado de forma integrada com os estados e municípios, para intensificar as ações de cobertura vacinal na rotina, além das vacinações de reforço nas crianças, que é a faixa etária com maior risco para complicação em decorrência da doença, e de bloqueio”, disse.
    A vacina tríplice viral está disponível nos mais de 36 mil postos de vacinação do Sistema Único de Saúde (SUS) em todo o Brasil. Ela previne também contra rubéola e caxumba. (Agência Brasil)
  • INVESTIMENTOS NA SAÚDE: Osasco inaugura novas reformas no Hospital Municipal Antônio Giglio

     

    Com o objetivo de buscar sempre o melhor atendimento à população, a Prefeitura de Osasco, sob o comando de Rogério Lins (PODE), continua investindo pesado na área da Saúde Pública. São investimentos que vão desde a construção e reforma geral em Unidades Básicas, UPAS e Prontos Socorros, até a reforma geral em setores do Hospital Municipal Antônio Giglio.

    Osasco saúde 3

    Nesta terça-feira, 27/08, acompanhado do secretário de Saúde, Fernando Machado Oliveira, de vereadores, de secretário Municipais, e da primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade, Aline Lins, Rogério Lins entregou à população mais sete novas alas no Hospital Municipal.

    Osasco saúde 2

    Foram obras da nova UTI do 4º andar, recepção da ala de ortopedia, Clínica Ortopédica, Clínica Cirúrgica, Clínica Psiqiátrica, Parque Tecnológica (com setor de Raio X e Tomografia), além do setor de Endoscopia/Colonoscopia.

    Osasco saúde 1

    "Continuaremos trabalhando todos os dias para fazermos a saúde de Osasco ser cada vez melhor", postou Lins nas redes sociais. (Renato Ferreira)

Quem somos

Notícias & Opinião é um site de notícias gerais editado pela Empresa Jornalística Notícias de Paz Ltda - EPP, a partir da Capital e região Oeste da Grande São Paulo.

Como o próprio nome diz, aqui você vai encontrar notícias, entrevistas, artigos, crônicas e opinião sobre política, economia, educação, cultura e esporte, dentre outros temas do nosso dia-a-dia.