Sexta, 19 Abril 2019 | Login
Com 550 vagas, Prefeitura de Itapevi realiza 2ª Maratona do Enem a partir de  setembro

Com 550 vagas, Prefeitura de Itapevi realiza 2ª Maratona do Enem a partir de setembro Featured

 

Dar oportunidades para que os jovens de Itapevi possam entrar em boas faculdades, aumentando suas chances de sucesso profissional. Esse é o objetivo da Maratona do Enem, cursinho preparatório para o Exame Nacional do Ensino Médio oferecido pela Prefeitura que chega a sua segunda edição em 2018.

Neste ano, 550 jovens do município serão beneficiados pelo intensivão. São 400 vagas para as turmas de segunda a sexta, que começam no dia 3 de setembro e vão até 9 de novembro, das 18h às 22h, no Ginásio de Esportes, (Av. Rubens Caramez, 1000A).

Há também 150 vagas para a classe de sábado, que serão realizadas entre 28 de julho e 3 de novembro, das 8h às 18h, no auditório da Secretaria de Educação (Rua Irineu Chaluppe, 65).

"Ter um bom desempenho no Enem é fundamental para que a juventude de Itapevi concretize seu potencial", diz o prefeito Igor Soares. "Queremos que os nossos estudantes alcancem seus sonhos e sejam exemplo para seus colegas, amigos e familiares", afirma.

Maratorna do Enen Itapevi 2

Turma de 2017 da primeira edição da Maratona do Enem de Itapevi

Assim como em 2017, as aulas serão ministradas pela Fundação PoliSaber,responsável pelo Cursinho da Poli. A entidade, que já atendeu mais de 160 mil estudantes, tem em média 60% de seus alunos aprovados nos principais vestibulares do país.

Ao todo, serão 200 aulas de 40 minutos cada ao longo de 10 semanas de intensivão, distribuídas entre as disciplinas de matemática, física, química, biologia, gramática, literatura, história, geografia, inglês, redação, palestras e simulados.

Composto por apostilas do Cursinho da Poli, o material didático será fornecido gratuitamente a todos os que participaram da Maratona do Enem.

Inscrição
Podem participar do cursinho apenas moradores de Itapevi. As inscrições devem ser feitas até 20 de julho, das 8h às 17h, na Secretaria de Educação (Rua Professor Irineu Chaluppe, 65, 2º andar).

É preciso ter em mãos número de matrícula na edição 2018 do ENEM, cópia e original do RG, CPF e comprovante de residência e uma foto 3x4.

Além disso, será solicitado histórico escolar que comprove que o candidato tenha cursado todo o Ensino Fundamental e Médio em escolas públicas. Também é possível apresentar uma declaração de que o candidato está cursando o terceiro ano do ensino médio - o documento pode ser obtido na própria unidade escolar. (Secom - Foto: Arquivo-Felipe Barros/ ExLibris/PMI)

000

About Author

Related items

  • OSASCO: Fundo Social entrega mais de 10 mil ovos de Páscoa para crianças

     

    A Prefeitura de Osasco, por meio do Fundo Social de Solidariedade, entregou entre os dias 10 e 17/04 mais de 10 mil ovos de chocolate para 82 instituições atendidas pelo órgão.

    Osasco ovos de Pascoa Aline Lins capa

    Aline Lins, primeira-dama de Osasco e presidente do Fundo Social de Solidariedade

    A ação foi comandada pela primeira-dama e presidente do Fundo Social, Aline Lins, que, com sua equipe esteve em diversos bairros do município fazendo as entregas.

    Em clima de alegria e descontração, a criançada comemorou antecipadamente a chegada da festa com o personagem caracterizado pelo coelhinho.

    238 Ana Paula Andrade FSS 4

    A distribuição dos ovos de chocolates é uma ação social realizada anualmente pela administração pública na semana que antecede a Páscoa, que neste 2019 será comemorada no domingo, 21 de abril. (Texto: Olga Liotta - Imagens: Ana Paula Andrade - Secom/PMO)

  • ADMINISTRAÇÃO: Prefeitura lança plataforma Participa Osasco
    A Prefeitura de Osasco, por meio da Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag), lançou na sexta-feira, 12/04, a Plataforma de Participação Social “Participa Osasco”, onde a população poderá contribuir sobre diversos temas dos eixos estratégicos do Plano Plurianual – PPA.
    O primeiro tema em discussão na plataforma é a proposta de Lei de Diretrizes Orçamentárias 2020 (LDO), que estará aberta para a participação popular até 12/5.
    Após as contribuições online, a prefeitura realizará uma audiência pública no dia 22/05, às 18h30, na Sala Luiz Roberto Claudino da Silva, (antiga Sala Osasco), anexa ao Paço Municipal.
    A Lei de Diretrizes Orçamentária é uma peça de planejamento que liga o planejamento estratégico do PPA e o orçamento, através da Lei Orçamentária Anual (LOA). Essa ligação estabelece quais serão as prioridades para o próximo ano, que envolvem metas físicas da administração pública, que compreendem as entregas de equipamentos públicos; bem como as metas fiscais, que envolvem orçamentos, receitas e despesas, e possíveis alterações na legislação tributária.
    Através do site “Participa Osasco” www.participa.osasco.sp.gov.br, o munícipe poderá manifestar quais ações considera importante para cada um dos eixos do Plano Plurianual.
    A plataforma é uma iniciativa da Secretaria de Planejamento e Gestão, e conta com mais de 10 profissionais envolvidos nos projetos de lei que o Poder Executivo elabora e oos quais são apreciados e votados pela Câmara Municipal.
    O cidadão tem a oportunidade de contribui com este planejamento e pensar (em conjunto) o melhor para a cidade.
    Ao longo do ano serão disponibilizados outros temas para participação popular. Conheça e participe!
    Mais informações podem ser obtidas através do site http://seplag.osasco.sp.gov.br. (Secom/PMO)
  • OSASCO: Prefeito Lins aciona Ministério Público para resolver pendência do Miguel Costa
    O imbróglio com o Exército impede a entrada de veículos no novo Conjunto Habitacional que já está pronto e vai atender 960 famílias.
    O prefeito de Osasco, Rogério Lins, se reuniu na noite de segunda-feira, 08/04, com futuros moradores do Conjunto Miguel Costa, em Quitaúna, para comunicar as primeiras tratativas que a Administração teve com o Ministério Público Federal, horas antes, na tentativa de resolver o imbróglio que impede a entrada de pessoas e veículos ao empreendimento. Esse acesso seria feito por uma passagem de nível sobre a linha da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), ou por uma via aberta pela Prefeitura, paralela à linha, e que o Exército também barrou alegando medidas de segurança e que a área pertence à União.
    Segundo Lins, a Prefeitura procurou o Ministério Público Federal para tratar a questão e assim evitar a judicialização, o que poderia postergar ainda mais a entrega das 960 unidades, que já estão prontas e cujas 380 primeiras unidades deveriam ter sido entregues em dezembro passado.
    Rogério Lins Miguel Costa Ítalo Cardoso 640x427
    No encontro com o MPF foram apresentadas quatro alternativas provisórias até que ocorra a construção de um viaduto sobre a linha do trem ligando a Avenida dos Autonomistas ao empreendimento, ainda sem previsão para início de obras e que deverá levar 18 meses para a conclusão, ao custo aproximado de R$ 18 milhões.
    Das quatro alternativas provisórias apresentadas ao Ministério Público e que tanto CPTM quanto Exército não concordam, duas são as acima citadas. Uma terceira seria o acesso restrito apenas a veículos de serviços essenciais, como ambulância, entrega de gás e transporte escolar, também rejeitada, e a quarta sugerida: a construção de um bolsão de estacionamento ao lado de uma padaria, situada nas proximidades da entrada principal do quartel de Quitaúna.
    Assim, os moradores que têm carro poderiam deixar o veículo no local e a Prefeitura cederia ônibus 24 horas gratuitamente para o transporte dos moradores (com passagem sobre a linha da CPTM) até o interior do empreendimento.
    “Nas três alternativas não houve concordância. Essa quarta opção surgiu quase no fim da reunião. Vamos ver se a construção desse bolsão é viável e se na próxima reunião com o promotor, na próxima seguda-feira, há a concordância da CPTM e do Exército. Nossa intenção é resolver isso de forma amigável para evitar a judicialização. Mas, se não houver acordo, não teremos outra alternativa”, disse o chefe do Executivo.
    Construído em parceria entre a prefeitura e o governo federal, por meio do Programa Minha Casa Minha Vida (PAC2), o conjunto habitacional abrigará famílias do próprio Miguel Costa, do Jardim Santa Rita, e do Jardim Rochdale.
    Participaram da reunião com o prefeito os secretários Lau Alencar (Serviços e Obras), Cláudio Monteiro (Habitação e Desenvolvimento Urbano), Sérgio Di Nizzo (Governo), Ivo Gobatto Júnior (Assuntos Jurídicos), conselheiros, administradores e futuros síndicos do empreendimento. (Texto: Marco Borba - Imagens: Ítalo Cardoso/Secom)

Quem somos

Notícias & Opinião é um site de notícias gerais editado pela Empresa Jornalística Notícias de Paz Ltda - EPP, a partir da Capital e região Oeste da Grande São Paulo.

Como o próprio nome diz, aqui você vai encontrar notícias, entrevistas, artigos, crônicas e opinião sobre política, economia, educação, cultura e esporte, dentre outros temas do nosso dia-a-dia.