Quinta, 15 Novembro 2018 | Login
CANTEIRO DE OBRAS - Itapevi tem 10 obras públicas em andamento

CANTEIRO DE OBRAS - Itapevi tem 10 obras públicas em andamento Featured

Prefeitura executa pacote de obras para impulsionar desenvolvimento da cidade, nas áreas de educação, esporte, lazer, saneamento e infraestrutura
Depois de um ano apertando os cintos para colocar a casa em dia, a Prefeitura de Itapevi, região Oeste da Grande São Paulo, sob o comando do prefeito Igor Soares (Podemos), está tocando um pacote de obras para atender as necessidades da população de Itapevi. Ao todo, são 10 intervenções que estão sendo realizadas simultaneamente em todo o município, em diversas frentes - que vão de obras de infraestrutura à construção de escolas e áreas esportivas.
Combate às enchentes
 
Itapevi Suburbano Pedro Godoy
Prefeitura dá início às obras do Piscinão do Suburbano - (Foto: Pedro Godoy)
 
Uma das áreas que tem recebido mais investimentos é a de combate às enchentes, com destaque para o Piscinão do Vitápolis. Com 91% dos trabalhos concluídos, o reservatório tem 68 mil m² de área e receberá águas do rio Barueri-Mirim, diminuindo alagamentos no Vitápolis e na região central de Itapevi. A obra deve ser entregue até setembro deste ano.
 
A cidade também será beneficiada por outro reservatório, localizado entre a Avenida Rubens Caramez e as ruas dos Sulamericanos e dos Paulistas. O piscinão do Parque Suburbano terá 16.500 m² de área de alagamento e recolherá as águas do córrego Paim, beneficiando ainda a Cohab e o centro. A execução dos trabalhos começou nesta segunda-feira (23).
 
Já os subterrâneos da região da Estrada do Itaqui, no Jardim Nova Itapevi, estão ganhando novas galerias de drenagem pluvial e rede coletora de esgoto. Ao todo, serão executados 996 metros de obras de drenagem e 737 metros de colocação de rede coletora de esgoto. As obras estão quase prontas, sendo realizadas pela Sanca, proprietária do Centro Logístico de Itapevi II, com autorização da administração municipal.
Educação
 
Itapevi Escola Integral Pedro Godoy
 Gestão Igor constroi a primeira Escola de Tempo Integral da história de Itapevi - (Foto: Pedro Godoy)
 
A Prefeitura também está construindo a primeira Escola de Tempo Integral da história de Itapevi. O equipamento ficará no local onde funcionava o Cemip (Centro de Eventos Jaci Januário da Silva), no Parque Suburbano.
 
A unidade terá uma área construída de 6.591,15 m², com espaço térreo, dois pavimentos superiores e um estacionamento com capacidade para 90 vagas de veículos. Serão 25 salas de aula, quadra poliesportiva, piscina, laboratório, salas de dança, artes e informática, dentre outros espaços.
A administração irá investir R$ 13.663.314,78 na obra, que deve ser entregue em fevereiro de 2019.
Esporte
O Jardim Vitápolis vai ganhar uma nova área de lazer: a Areninha, um equipamento esportivo multiuso destinado à toda comunidade de seu entorno. As obras começaram em fevereiro de 2018. Ela terá pista de caminhada, academia ao ar livre, playground, meia quadra de basquete para modalidade street e uma quadra de futebol society.
 
O local oferecerá ainda aulas de futebol, futsal, basquete e outras modalidades esportivas à população, com o acompanhamento especializado de profissionais de educação física da gestão municipal. A Areninha terá sua zeladoria realizada pela Prefeitura em parceria com os próprios moradores. A previsão é que o espaço seja entregue em junho.
Já no Alto da Colina, quem vai entrar em operação em breve é o CIE (Centro de Iniciação do Esporte).
 
Iniciada em novembro de 2015, a obra deve ser entregue neste ano à população. Fruto de uma parceria entre a Prefeitura e o Governo Federal, o equipamento custará R$ 3,9 milhões aos cofres da União, com contrapartida de R$ 729 mil da administração municipal.
 
O espaço será aberto aos jovens e crianças da comunidade, oferecendo atividades como ballet e ginástica no contraturno do período escolar, dentre outras modalidades. Ele também atenderá atletas de alto rendimento e federados.
 
Em uma área de 3,7 mil m², o projeto terá um ginásio poliesportivo além de um complexo dotado de equipamentos para a prática de basquete, futsal, handebol, vôlei e atletismo em diversas modalidades (salto em altura, salto em distância, salto triplo, 100 metros rasos, 110 metros com barreiras e arremessos de peso, dardo e martelo).
 
A Prefeitura está construindo 3,4 km de pistas compartilhadas para caminhada e ciclismo na Vila Nova Itapevi. O objetivo é aumentar a qualidade de vida dos moradores da cidade, dando mais condições para que as pessoas se exercitem e cuidem da sua saúde.
 
Um dos trechos fica entre os km 34 e 35 da SP-029 (Rodovia Cel. PM Nelson Tranchesi), sentido Rodovia Castello Branco, com 640 metros de extensão. O projeto inclui intervenções de paisagismo na praça (km 35) e na rotatória da CBSK (km 34), iluminação e construção de uma praça com estacionamento para 12 carros, academia ao ar livre e bancos.
 
As intervenções foram iniciadas em 15 de janeiro e devem ser concluídas no dia 15 de junho. Toda a obra será paga por empresas parceiras da Prefeitura, com custo zero para a administração pública.
Este trecho se somará a outra pista do outro lado da rua, com 2,5 km de extensão, entre os km 34,5 e 32 da SP-029, sentido Centro. Custeadas pela própria gestão municipal, as obras deste trecho - o maior da história de Itapevi - foram concluídas na primeira quinzena de janeiro deste ano.
 
Além disso, os moradores de Itapevi em breve uma nova pista de caminhada com 240 metros de extensão que está sendo instalada no Ginásio de Esportes (Avenida Rubens Caramez 1000A - Centro).
Mehorias no trânsito
 
Itapevi Rotatatória Jorge Alexandre
  Intervenções na Rotatória da Cohab vão melhorar o trânsito de Itapevi - (Foto: Jorge Alexandre)
 
Desde outubro do ano passado, a Prefeitura de Itapevi realiza obras para readequação viária da rotatória da Cohab, nos acessos à Rodovia Engenheiro Renê Benedito da Silva, Avenida Pedro Paulino e Avenida Rubens Caramez.
 
As intervenções englobam a construção de novos acessos e de novas áreas de passeio com pista compartilhada para ciclistas e pedestres. O projeto urbanístico prevê a instalação de gradis para controle de acesso aos pedestres, jardinagem, recape das vias e instalação de nova iluminação.
As obras devem ser finalizadas no segundo semestre deste ano.
Iluminação
Em dezembro de 2017, a Prefeitura de Itapevi iniciou ainda a troca da iluminação pública na região central da cidade com o objetivo de aumentar a segurança nas vias públicas de pedestres e motoristas e prevenir acidentes de trânsito. Desde então, 670 novas luminárias de LED (Diodo Emissor de Luz) já foram instaladas no município.
 
Os trabalhos começaram pela Avenida Presidente Vargas e pela SP-029 (Rodovia Cel. PM Nelson Tranchesi), em todo trecho pertencente a Itapevi. Nestes locais, a iluminação de LED foi substituída de 127 watts por 240 watts, mais econômicas.
 
Já o Viaduto José dos Santos Novaes e as avenidas Feres Nacif Chaluppe, Rubens Caramez e Cesário de Abreu tiveram as luminárias de vapor metálico substituídas por LED. A extensão total do trecho cuja iluminação foi substituída foi de 9 quilômetros.
 
Em fevereiro, a Prefeitura também substituiu as luminárias de LED de 127 watts por 240 watts nas ruas José Michelotti, Professor Dimarães Antônio Sandei e Agostinho Ferreira Campos, onde acontece na Fenoit (Feira Noturna).
 
Neste mesmo período, finalizou a substituição de luminárias de vapor metálico por LED na Avenida Cesário de Abreu em toda a sua extensão até a Avenida Rubens Caramez próximo à divisa com Cotia.
O uso de LED na iluminação pública pode gerar economia de energia de até 85%, além de uma economia média de 40% nas contas públicas das prefeituras, segundo um estudo de 2012 feito pela Philips e o Climate Group em 12 cidades no mundo, incluindo Nova York, Londres e Sydney. (SECOM/PMI)
000

About Author

Related items

  • OSASCO: Emoção marca noite de prêmios do concurso Professor Inovador

    Emoção e lágrimas envolveram a noite de celebração da entrega das premiações do concurso “Professor Inovador” no Teatro Municipal Glória Giglio, voltado aos docentes da rede municipal de ensino de Osasco. O prefeito Rogério Lins e o secretário de Educação José Toste Borges participaram do evento e entregaram os prêmios aos professores. A vice-prefeita Ana Maria Rossi, as secretárias adjuntas Izilda Aparecida Orlando da Silva (Educação), Deisi Ventura (Assistência Social) e vereadores prestigiaram a festa. 

     

    O prêmio visa reconhecer, divulgar e premiar os trabalhos de professores das escolas públicas municipais que contribuem para a melhoria dos processos de ensino e aprendizagem desenvolvidos em sala de aula. Os projetos apresentados foram concluídos ou efetuados no segundo semestre de 2017 até o primeiro semestre de 2018.

    Cultura Osasco palco

    Na solenidade, Rogério Lins agradeceu ao empenho dos educadores pelo trabalho feito em sala de aula. “Fiquei muito feliz porque Osasco alcançou este ano 6.1 na nota do Ideb e isso se deve ao trabalho de vocês, que são profissionais missionários e que merecem nosso respeito”.

    Cultura Osasco plateia 1

    Servidor de carreira da rede de ensino, Toste falou em nome dos docentes e se emocionou ao ser homenageado pelas dezenas de professores presentes. “Essa premiação é o reconhecimento do trabalho do professor em sala de aula, daqueles que tiveram coragem de inovar e fazer a diferença no ensino”, analisou.

    Cultura Osasco plateia 2

    Foram premiados 15 professores, sendo cinco da Educação Infantil, cinco do Ensino Fundamental e cinco da Educação de Jovens e Adultos/MOVA. Além deles, também foram classificados mais 15 professores, independentemente da modalidade por ordem decrescente de nota a partir do sexto até vigésimo lugar.

     

    Entre as premiadas estava a professora Marcelina Cristina da Silva, da Cemei Senador José Ermínio de Moraes, do Jardim Paulista, zona Sul, que juntamente com a amiga e também educadora Léa Oliveira Torquete idealizou o projeto “Resgatando Brincadeiras com Cândido Portinari”, que ficou em primeiro lugar na categoria Educação Infantil. “Nosso projeto foi direcionado ao resgate das brincadeiras infantis, que estavam esquecidas pela chegada da tecnologia. Resgatamos essas brincadeiras fazendo com que as crianças se divertissem com brincadeiras e brinquedos ilustrados nas obras de Cândido Portinari. A premiação é um estímulo ao nosso trabalho”, comemorou Marcelina. 

    O prêmio conferido aos primeiros colocados de cada modalidade foi: R$ 13 mil (1º lugar), R$ 11 mil (2º), R$ 9 mil (3º), R$ 7 mil (4º), e R$ 6 mil (5º). Já os trabalhos que ficaram na categoria do 6° ao 10° lugar: R$ 5 mil; 11° ao 15°, R$ 4 mil; e do 16° ao 20° lugar R$ 3.400,00.

    A escolha dos vencedores foi realizada pela comissão formada por técnicos da Secretaria de Educação e um representante de cada entidade: Associação dos Professores de Osasco (APOS), Sindicato dos Trabalhadores em Serviços Públicos nos municípios de Osasco, Cotia, Itapevi e Jandira (Sintrasp) e da Associação de Trabalhadores em Educação na rede Pública do Município de Osasco (Atemos). (Texto: Marco Borba - Imagens: ìtalo cardoso - SECOM/PMO)

     

    PREMIAÇÃO

     

    EDUCAÇÃO INFANTIL

    1          Marcelina Cristina da Silva    CEMEI Senador José Ermírio de Moraes     

    2          Juliana Marabini         CRECHE Leonil Crê Bortolosso      

    3          Elen Cristiane Branco de Moraes Leite         CEMEI Zaíra Collino Odália

    4          Eliane Maria Mendes de Almeida      CRECHE Hilda Alves do Santos Marim      

    5          Ana Paula de Siqueira            CEMEI Carlos Fernandes Costa

                                                              

    ENSINO FUNDAMENTAL                                                        

    1          Djully Gimenes Louback       EMEIEF Professora Zuleika Gonçalves Mendes     

    2          Lilian Cristina Cepeda Nieves           EMEF José Martiniano de Alencar   

    3          Amanda Moreira dos Santos Oqueda Nogales          EMEIEF Osvaldo Quirino Simões   

    4          Vania dos Santos Nazario da Silva     CEMEIEF Maria José Ferreira Ferraz          

    5          Geraldina Maria Pereira Patrão          EMEF Professora Elza de Carvalho Mello Battiston

                                                              

    EJA/ EDUCAÇÃO POLULAR                                                  

    1          Nilson José Silva Morais        Instituto Ellus Mova  

    2          Mirian Mika Mori       EMEF Professor Renato Fiuza Teles

    3          Rosimeire Cavalcante Lira     EMEIEF Osvaldo Quirino Simões   

    4          Nilma Sladkevicius Castellani            EMEF Luiz Bortolosso

    5          Sandra Regina da Silva Lourenço      Comunidade Kolping/MOVA                                                                      

    DO 6° AO 10° LUGAR                              

    1          Lucinéia Lemos          EMEF Professora Elza de Carvalho Mello Battiston

    2          Cristina Aparecida Miranda da Silva  CEMEI Carlos Fernandes Costa      

    3          Rafael Nunes dos Anjos         CEMEI Wilma Maria Foltran Portella          

    4          Daniela Morbi Costa  CEU José Saramago  

    5          Leandro do Nascimento Ribeiro        CEMEIEF Professora Darcy Ribeiro                                                           

    DO 11° AO 15° LUGAR                            

    1          Selma Cristina Marinho          EMEF Professor Luciano Felício Biondo     

    2          Alessandro Marques da Cruz CEMEIEF Maria Tarcilla Fornasaro Melli   

    3          Patrícia Leandro de França     EMEF Professora Elza de Carvalho Mello Battiston

    4          Maria Tatiana de Amorim       EMEF Professor Renato Fiúza Teles

    5          Telma Aparecida Santana Liberti       EMEF Professor Laerte José dos Santos                                                                 

    DO 16° AO 20° LUGAR                            

    1          Edmara Cassimiro Pinto de Jesus EMEIEF Messias Gonçalves da Silva    

    2          Luiz Alberto Ferreira  EMEF Escultor Victor Brecheret      

    3          Margarida Quitéria de Oliveira          CRECHE Irmã Maria Benedita Constâncio 

    4          Eduarda Fernanda da Silva Rosa       Núcleo MOVA/ Associação Sofia     

    5          Kely Cristina Gomes Alves    CRECHE Inês Sanches Mendes

  • 15 de Outubro! Parabéns Professor (a)!

     

    Ao contrário de outros países, como o Japão, onde os professores, com justiça, são reverenciados, hoje, no Brasil, esses profissionais responsáveis pelas gerações futuras são desrespeitados por alunos e desprezados pelos governantes.

    Por isso, o Brasil está na rabeira do mundo em termos de educação. Enquanto não voltarmos a valorizar e a respeitar nossos Professores, não adianta falarmos em futuro do Brasil.

    Dona Cecília

    E lembrando do tempo em que respeitávamos e amávamos nossos mestres na sala de aula, como nossos pais, hoje, homenageio todos os Professores do Brasil em nome de dona Cecília Garcia,(foto) minha eterna professora do 4° ano primário, no GE Dr. Justino Pereira, em Miraí, em Minas Gerais.

    Eu no Justino Pereira

    Nesta foto (infelizmente só tenho esta cópia), comemorávamos os 50 anos de fundação da escola.

    Obrigado, dona Cecília!

    Em minha próxima viagem por aí, passarei mais tempo em Miraí, pra gente tomar aquele café, que não foi possível em setembro. (Renato Ferreira)

  • Borboletário de Osasco: Uma excelente opção de conhecimento e lazer

    Se você quer conhecer mais sobre um dos insetos mais incríveis e mais lindos do mundo, visite o Borboletário de Osasco

     

    Por Olga Adélia - 

    Localizado na zona Norte de Osasco, dentro do Parque Ecológico do Jardim Piratininga, o Borboletário Municipal, órgão vinculado à Secretaria de Meio Ambiente (SEMA), oferece à população a oportunidade de conhecer um pouco mais sobre os hábitos e ciclo de vida das borboletas.O espaço é aberto ao público em geral e funciona de terça a sábado, das 10h às 16h. Nos dias chuvosos e frios não há visitação.

    Borboletário 1

    No mês passado, dia 30/08, o Borboletário de Osasco foi notícia no portal São Paulo para Crianças, plataforma digital de conteúdo com mais de 1,2 milhão de views. A matéria pode ser conferida através do link:http://saopauloparacriancas.com.br/gratis-borboletario-osasco-passeio-divertido-diferente-garotada/

    Mensalmente, o Borboletário recebe cerca de 800 pessoas e, por ano, já atingiu a marca de 8.500 visitantes. Segundo o Departamento Técnico de Educação Ambiental (DTEA), da Prefeitura de Osasco, o Borboletário incrementa as ações de educação ambiental da Secretaria de Meio Ambiente e recebe um público bem diversificado, entre escolas públicas e privadas, estudiosos, curiosos, instituições, igrejas, associações de crianças carentes, portadores de necessidades especiais, grupos de terceira idade, munícipes da cidade e região, entre outros.

     

    No criadouro de borboletas, os visitantes têm contato com as várias espécies que vivem por lá, aprendem sobre o conjunto das transformações que ocorre durante o seu ciclo de vida, a importância delas para a biodiversidade e até mesmo sobre os alimentos que consomem. Os visitantes também visitam o laboratório onde as lagartas se desenvolvem antes de virarem borboletas.

     

    Existem 12 espécies de borboletas no Borboletário de Osasco, destacando-se as mais populares: as Caligo illioneus (borboleta coruja) e a Danaus plexippus (borboleta-monarca). As demais são a Methona themisto (borboleta jurubeba), Hamadryas februa (borboleta estaladinha), Heliconius erato (borboleta castanha vermelha), Heraclides thoas brasiliensis (borboleta caixão-de-defunto), Dryas Julia (borboleta flambeau) e Ascia monuste (borboleta amarelinha), Siproeta stelenes (borboleta neotropical), Phoebis neocypris (enxofre de cauda) e Heraclides anchisiades (borboleta rosa-de-luto).

    Borboletário 3

    O passeio conta ainda com uma mini-aula de Educação Ambiental na “Varandinha”, espaço localizado ao lado da entrada principal do Borboletário, onde acontecem as palestras.

    Como as borboletas e lagartas necessitam de ambiente silencioso e adequados à sua sobrevivência, as visitas são divididas em grupos pequenos e monitoradas pela equipe de biólogos do Borboletário e pela coordenadora do espaço, Paulina Arce.

     

    Você sabia?

    Borboletário 4

    Que o corpo da borboleta é muito leve. Possui cabeça com um par de antenas longas, um par de olhos compostos, formado por várias lentes e a boca na forma de canudinho, usado para sugar o néctar das flores. Tem seis patas e, em geral, dois pares de asas. E abriga alguns órgãos, entre eles reprodutivos.

    As borboletas podem voar até 20km/h e medir de 5mm a 30cm, vivendo entre 1 dia e 1 ano, dependendo da espécie. (Texto: Olga Liotta/SECOM - Fotos: arquivo SEMA)

     

    Serviço

    Borboletário de Osasco

    Endereço: Rua David Silva, 111, Jd. Piratininga, zona Norte, dentro do Parque Ana Luiza

    Moura Freitas

    Visitação gratuita: terça a sábado, das 10h às 16h

Quem somos

Notícias & Opinião é um site de notícias gerais editado pela Empresa Jornalística Notícias de Paz Ltda - EPP, a partir da Capital e região Oeste da Grande São Paulo.

Como o próprio nome diz, aqui você vai encontrar notícias, entrevistas, artigos, crônicas e opinião sobre política, economia, educação, cultura e esporte, dentre outros temas do nosso dia-a-dia.